Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

e4b97720b3de42236a9507eb9e61ee76.jpg

 

O Sporting Clube de Portugal que os nossos avós, os nossos pais e, até, os nossos filhos ou netos nos ensinaram a amar – e de que sempre nos orgulhámos pela sua marcante distinção – atravessa hoje um momento verdadeiramente crucial para a sua sobrevivência como Instituição cujos princípios, valores e ideais incutidos pelos seus fundadores determinaram a sua existência e que, ao longo de mais de um século têm sido apaixonadamente cultivados por muitas centenas de milhares de membros, atletas e dirigentes que – com a sua devoção, o seu esforço, a sua generosidade, o seu entusiasmo e a sua indestrutível lealdade – a tornaram grandiosa, histórica e unanimemente prestigiada e respeitada, no nosso país como em todos os cantos do mundo.

 

Perante a extrema gravidade da situação que actualmente enfrentamos, teremos de recorrer ao mais profundo da nossa consciência – libertos de preconceitos, pressões ou influências de qualquer espécie – para, livre, honesta e responsavelmente, decidir se aceitaremos que o nosso querido Sporting continue a ser presidido por quem, obstinada e ditatorialmente, o tem descaracterizado, desacreditado, isolado e desrespeitado. Desonrando a sua história e adulterando a sua identidade.

 

Alguém cujo espírito persecutório e vingativo provocou o maior divisionismo de sempre entre sportinguistas - muitos dos quais ameaçados com processos disciplinares ou judiciais e outros submetidos a julgamentos sumários em “tribunais” internos. Que desafia os críticos internos a sujeitarem-se a assembleias gerais convertidas em “circos romanos”. 

 

Alguém que, substituindo a humildade pela fanfarronice, nunca reconhece os seus próprios erros e não suporta nem admite a crítica – perseguindo odiosamente, difamando e ameaçando publicamente, rotulando-os de “inimigos”, todos aqueles que, no uso dos seus direitos democráticos, ousam manifestar opiniões ou ideias divergentes das suas – como se fosse magicamente dotado com o monopólio da razão e da verdade. Que instaurou o culto totalitário do “Querido Líder”. Que se resguarda por detrás das suas milícias. Que age como dono exclusivo, absoluto e perpétuo do Sporting – não se coibindo, mesmo, de violar as suas regras estatutárias.

 

Alguém de mentalidade descontroladamente egocêntrica, autoritária e conflituosa, que lançou o Sporting num desgastante estado permanente de turbulência e instabilidade – envolvendo-o em sucessivas polémicas e guerrilhas, internas e externas, além de onerosos processos judiciais, em Portugal e no estrangeiro. Que o isolou dos centros de decisão, nos quais perdeu, praticamente, toda a sua influência. Que fomentou o antagonismo generalizado contra o Clube. Que não consegue dominar o seu irracional ímpeto beligerante, causando constantes problemas à Instituição. “O Presidente sem Medo” que dispara alucinadamente em todas as direcções, como um vulgar pistoleiro hollywoodesco…

 

Alguém cuja repetitiva e enfadonha retórica demagógica e populista – habitualmente recheada de banais chavões sem conteúdo, de cinismo  e vocabulário do mais grosseiro nível – é cada vez menos lida e escutada, dentro e fora do universo leonino. Que privilegia a “selva” das redes sociais para difundir “oficialmente” os seus impulsivos estados de alma, incluindo humilhar publicamente a equipa de futebol do próprio Clube e atacar o carácter dos seus jogadores – desmotivando-os.

 

Alguém que busca, desesperadamente, esquivar-se à sua responsabilidade suprema pelo total e desastroso fracasso do futebol do Sporting nas competições nacionais e internacionais durante os quatro anos da sua presidência (nem a equipa B se salva…) – apesar da sensacionalista contratação milionária do actual treinador e da aquisição (“cirúrgica”…) de cerca de uma centena de futebolistas que (com duas ou três excepções) pouco ou nada acrescentaram (a não ser um substancial agravamento da situação financeira), em detrimento dos grandes talentos formados na nossa Academia – devendo-se os dois únicos troféus conquistados nos últimos anos ao magnífico trabalho de Marco Silva, vítima de uma ignóbil conspiração interna, e que agora está a evidenciar-se no exigente futebol inglês.

 

Alguém que descura, com manifesta incorrecção, as obrigações institucionais, representativas e protocolares inerentes ao seu estatuto presidencial – trocando-as, caprichosamente, pela infantil sedução de um lugar no banco dos suplentes, onde acumula as funções de presidente com as de chefe máximo do futebol, delegado ao jogo, subtreinador eventual e adepto frenético. Teimando em não compreender que a sua inapropriada presença no banco apenas provoca óbvio e indisfarçável desconforto a treinadores e jogadores – afectando negativamente o seu desempenho. 

 

Alguém que protagoniza insistentes cenas caricatas nos estádios, quer publicamente, em pleno relvado, quer no interior de balneários e corredores – as quais tanto nos envergonham – tornando-se um objecto apetecível e gratificante para os media (particularmente os televisivos e populistas) e um alvo crescente da jocosidade de adversários, comentadores e humoristas. Algo que não incomodará, por certo, um ávido exibicionista e sedento cultivador da sua promoção pessoal – valendo-se, para o efeito, do prestígio e dos recursos do Clube.

 

Alguém que – vitimizando-se - jura repetidamente trabalhar vinte e quatro horas diárias pelo Sporting – como se fosse humanamente possível decidir com ponderação, discernimento e sensatez sem dormir ou repousar – fazendo-nos relembrar a famosa fábula dos “homens sem sono” do PREC…

 

Alguém que é um comprovado vendedor de promessas não cumpridas, de objectivos falhados e de investimentos jamais confirmados. Que se contradiz continuadamente – nas palavras e nos actos. Exibindo, enfim, uma postura em que, seguramente, a esmagadora maioria dos sportinguistas se não revê.

 

Não tenhamos quaisquer ilusões. O homem – convicto da sua continuidade no trono tão ardentemente ambicionado “desde criancinha” – já garantiu (ou ameaçou), pública e solenemente, que não mudará o seu comportamento. Está-lhe, como soa dizer-se, na “massa do sangue”…

 

Sinceramente – é este o Sporting que queremos? É este, verdadeiramente, o Sporting Clube de Portugal que os seus fundadores idealizaram e os seus continuadores tornaram grandioso? Um Sporting saudoso da sua dignidade perdida?

 

Estaremos, realmente, dispostos – ou, irremediavelmente, condenados – a suportar mais do mesmo ?

 

 

Texto da autoria do leitor LEÃO DA GUIA

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:16

Onde param os outros 100 mil ?

Rui Gomes, em 20.02.17

 

thumbnail_RFWallySCP.jpg

 

Jaime Marta Soares, Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, emitiu um comunicado este domingo esclarecendo que os cadernos eleitorais que servem como base para as eleições de 4 de Março estão feitos e disponíveis para consulta no Estádio José Alvalade.

 

A discórdia estava instalada desde que a Lista A, de Pedro Madeira Rodrigues, tinha solicitado a disponibilização dos cadernos, algo que não teria sido feito na data prevista. O Presidente da Mesa esclarece que a lista dos sócios aptos a votar está disponível no Centro de Atendimento a Sócios da Loja Verde, mas também no site, embora aí numa versão em que cada sócio pode consultar apenas a sua situação individual.

 

Entretanto, foi levantada uma questão que parece pertinente sobre o número de sócios, ou seja, admitindo que se tratam de 45 mil sócios com capacidade de voto, onde param os outros 100 mil para perfazer os propalados 150 mil ?

 

- Serão 100 mil menores de idade ?

 

- Serão todos sócios com menos de 12 meses de filiação ?

 

- Os 100 mil deixaram de pagar cotas a tempo de serem elegíveis a exercer o direito de voto ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:15

Nuno Saraiva "ataca" Rui Vitória

Rui Gomes, em 20.02.17

 

ng6915218.jpg

Nuno Saraiva deixou duras críticas a Rui Vitória via Facebook, depois da recém-conferência de imprensa em que o treinador "encarnado" proferiu o seguinte:

 

"Não brinquem comigo! Eu sei que se tiver uma atitude acicatada aqui ou dentro do campo, tenho 6 milhões de pessoas atrás de mim que se revêem muito naquilo que eu digo. E se eu tenho uma postura cautelosa, também sei que 6 milhões de pessoas têm posturas cautelosas".

 

«Este é o discurso de um treinador que, dizem, nunca fala de arbitragens. Este é o discurso de um treinador que parece estar eivado de raiva e que pode ser interpretado como de alguém que não hesita em ameaçar com um pretenso exército mitológico, que só existe nas fábulas de La Fontaine. Este é o discurso de um treinador que pode ser entendido como de alguém que parece seguir uma linha de intimidação e de condicionamento dos agentes do futebol. No entanto, e sem que nunca tenham tido esta conduta, quem está com processos às costas são o presidente do Sporting Clube de Portugal e Octávio Machado. Aguardemos pois pela intervenção do Conselho de Disciplina, tão célere e diligente quando se trata de outros protagonistas».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:14

 

img_770x433$2017_02_19_21_17_07_1226830.jpg

 

O Sporting conquistou os títulos de campeão português de pista coberta em masculinos e femininos, no campeonato que decorreu este fim de semana em Pombal, relegando o Benfica para o segundo posto.

No sector feminino, a equipa leonina conquistou o seu 22.º título, o sexto consecutivo, com 108 pontos, deixando os 'encarnados' a 21 pontos. No escalão masculino, o Sporting 'roubou' o título ao Benfica, que nos últimos cinco anos ergueu o troféu, conseguindo 104 pontos, mais cinco do que o rival lisboeta.

Nas 14 provas realizadas este domingo, o destaque vai para Patrícia Mamona, do Sporting, que obteve a terceira melhor marca mundial do ano no triplo salto no Campeonato de Clubes, que decorreu em Pombal, ao saltar 14,13 metros.

A campeã nacional da modalidade foi secundada por Susana Costa, do Benfica, com 13,70 metros, e Evelise Veiga, da Juventude Vidigalense, com 12,79 metros.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:07

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 19.02.17

 

1934-Phantom-II.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

1934 Rolls-Royce Phanton II - 500 mil dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00

Gil Vicente 2 - Sporting B 2

Leão Zargo, em 19.02.17

 

 

O Sporting B empatou em Barcelos, com o Gil Vicente, no primeiro jogo sob a orientação técnica de Luís Martins. De realçar que os jogadores leoninos recuperaram duas vezes da desvantagem no marcador e que os gilistas não perdem há seis jogos consecutivos. André Geraldes voltou a ser titular.

 

O Gil Vicente entrou melhor na partida. Equipa mais serena e mais experiente, conseguiu algum domínio logo a partir do apito inicial e marcou aos 11 minutos, por Paulinho. Um golo relativamente cedo foi derrota quase certa em jogos anteriores do Sporting. Mas, os leões reagiram e serviram-se da sua maior qualidade técnica para criar algum perigo, embora mais através de rasgos individuais do que pelo jogo colectivo. Foi assim que Gelson Dala empatou aos 39 minutos.

 

Em cima do intervalo, a equipa de Barcelos passou outra vez para a frente do marcador. O árbitro assinalou grande penalidade a castigar uma mão na bola de Ivanildo Fernandes e Hugo Firmino não perdoou.

 

A segunda parte pertenceu, essencialmente, ao Sporting. Os jogadores leoninos entraram melhor, melhor organizados, mais concentrados, dominaram a equipa adversária e restabeleceram a igualdade através de um excelente remate de Rafael Barbosa, aos 70 minutos. E podiam ter alcançado a vitória, pelo menos, em duas ocasiões. Talvez fosse merecida pela superioridade que revelaram nos segundos quarenta e cinco minutos. 

 

Com este empate em Barcelos, o Sporting continua classificado na penúltima posição, com 28 pontos. Na próxima jornada, prevista para 5 de Março, o Desportivo das Aves, 2º classificado, desloca-se à Academia de Alcochete.   

 

Ficha de jogo:

 

Campeonato de 2ª Liga (28ª jornada)

Gil Vicente 2 - Sporting B 2

Estádio Cidade de Barcelos, 19 de Fevereiro de 2017

 

Gil Vicente: Vozinha, Ricardinho, L. Eduardo, Sandro, Reko, Aplhonse, Aguinaldo, Floro, Firmino, Paulinho e Pedro Marques

 

Treinador: Álvaro Magalhães

 

Golos: Paulinho (11m) e Pedro Firmino (45m)

 

Sporting B: Pedro Silva, André Geraldes, Kiki, Pedro Delgado, Empis, Gelson Dala, Fernandes, Bubacar, Guima, Leonardo e Rafael Barbosa

 

Treinador: Luís Martins

 

Golo: Gelson Dala (39m) e Rafael Barbosa (70m)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:21

Sporting goleia CS São João

Rui Gomes, em 19.02.17

 

16831898_1281615118595346_3390913577606984175_n.jp

 

O Sporting repôs, este domingo, a vantagem de cinco pontos sobre o Benfica, após receber e vencer o CS São João, por 7-2, em jogo da 18.ª jornada da Liga SportZone.

Déo (2), Cavinato (2), Edgar Varela, Fortino e Paulinho apontaram os sete golos da equipa de Nuno Dias. Andre Batalha e Picasso fizeram o gosto ao pé para o conjunto de Coimbra.

No outro jogo disputado neste domingo, nota para o triunfo do Unidos Pinheirense sobre o Leões de Porto Salvo, por 6-3.

 

A liderança do Sporting assenta-se em 50 pontos - mais 5 do que o segundo classificado Benfica - com 99 golos marcados e 26 sofridos. Na próxima jornada o Sporting visita os Leões Porto Salvo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:03

Fotografia com história dentro (34)

Leão Zargo, em 19.02.17

 

Osvaldo Silva, Fraguito e Rui Paulino.jpg

 

Fraguito em Alvalade

 

Samuel Fraguito é um dos grandes atletas da história do Sporting, um centro campista invulgar que jogou de leão ao peito entre 1972 e 1981. Um jogador completo, muito tecnicista, bastante combativo e com uma visão de jogo notável. Pressionava muito os adversários e imprimia grande velocidade ao futebol leonino. Um extraordinário jogador de equipa, cuja carreira foi muito condicionada por graves lesões, sendo sete vezes operado aos joelhos.

 

A fotografia refere-se ao Verão de 1972, numa das primeiras vezes em que foi a Alvalade, e conversa com o técnico Osvaldo Silva e Rui Paulino, antigo companheiro no Boavista. Aos 19 anos, Fraguito tinha sido apanhado no meio de uma tempestade. É ele que conta:

 

“Foi uma enorme confusão em que me meti. Primeiro, assinei pelo Belenenses, quando fui para a tropa em Lisboa. Eles disseram-me que me livravam de ir para o Ultramar e convenceram-me a assinar. Mas o meu passe ainda era do Boavista, que me vendeu ao Sporting. Tinha contrato por dois clubes e na altura até tive medo de ser irradiado. Acabei por ter sorte a apanhar apenas um mês de castigo e jogar no meu clube do coração.”

 

Fraguito participou em 201 jogos oficiais, marcou 21 golos, foi duas vezes Campeão Nacional e conquistou por três vezes a Taça de Portugal. Estreou-se no Sporting com uma vitória nas Antas (1-0), em 11 de Setembro de 1972.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:43

 

madeirakuwait.jpg

 

O candidato à presidência do Sporting, Pedro Madeira Rodrigues, está no Kuwait, onde esteve reunido com o ministro do desporto, Mohanad A. Mubarak Al-Sabah e com o vice-ministro Humoud Alshannari, vistos aqui na foto.

 

Antes, esteve reunido com investidores também no Kuwait e, segundo informações, segue para o Dubai esta segunda-feira, com o mesmo fim.

Esperamos que no debate entre candidatos - agendado para o dia 23 - se venha a saber mais alguns pormenores sobre estas suas investidas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:45

Cartoon do Dia

Rui Gomes, em 19.02.17

 

IF3X4WMU.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:43

 

  

Instado a comentar a ausência de Adrien Silva no próximo jogo

 

Adrien sofreu uma pancada no joelho, o mesmo que o afectou quando esteve parado. Mesmo assim, não posso dar mais dados, porque não sei. Será reavaliado pelo departamento médico, que vai fazer uma reavaliação. Não posso acrescentar mais nada. Mesmo assim, já não poderia jogar no Estoril. Hoje acabámos com muita juventude, com o Podence e o Palhinha, numa situação difícil, a ganhar por 1-0. Estiveram bem emocionalmente, confiantes... Temos de crescer, eles têm qualidade.

Temos uma semana para analisar. Temos várias soluções. O Bryan pode fazer a posição do Adrien, assim como o Bruno César. São jogadores que ofensivamente me agradam. O Palhinha também pode, mas é mais um jogador defensivo. Mas há solução e é importante haver.

 

Questionado sobre a hipótese de Francisco Geraldes vir finalmente a jogar

 

Não sei se o Xico joga naquela posição. Que eu saiba não joga. É segundo avançado, ala. Posso adaptá-lo para jogar ali, mas até o posso adaptar a central... Terá mais possibilidades nas posições em que jogava na formação e também no Moreirense, a segundo avançado.

 

Com ou sem ironias, é improvável que Francisco Geraldes vá ter uma oportunidade, mesmo pela ausência de Adrien Silva. Já agora, gostava de ver Bryan Ruiz naquela posição - a título de curiosidade - mas vai ser o homem dos sete ofícios, Bruno César.

 

Não passou despercebido Jesus preocupar-se em sublinhar que "acabámos com muita juventude", como se isso fosse um feito monumental, nas circunstâncias. Adrien Silva lesionado, a equipa a fazer uma exibição insofrível e nenhumas outras alternativas viáveis no banco.

 

Joel Campbell ainda se encontra em Portugal ou já regressou a Inglaterra ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:38

 

img_770x433$2017_02_18_17_56_58_1226344.jpg

 

Pontos "altos" da banha da cobra que Bruno de Carvalho "vendeu", este sábado, no Núcleo Sportinguista de Almodôvar:

 

"O candidato que se diz sportinguista anda a espalhar boatos e falsidades pelo mundo".

 

"O Sporting está com robustez e saúde financeira. Não podemos andar numa campanha eleitoral a denegrir e a desrespeitar o Sporting".

 

"Perdemos o processo da Doyen, embora contássemos com o apoio da FIFA e UEFA, e contra todos os profetas da desgraça".

 

"Os nossos rivais rezam todos os dias para que o outro candidato ganhe".

 

"Não podemos ser hipócritas e andar a enganar os sportinguistas".

 

Só falta o aplauso dos devotos !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:37

 

image.png

image.jpg

 

Rui Patrício completou 400 jogos com a camisa do Sporting Clube de Portugal no jogo deste sábado diante do Rio Ave, sendo assim o sexto jogador com mais jogos de "leão ao peito", apenas atrás de Hilário (471), Damas (444), Manuel Fernandes (433), João Azevedo (410) e Oceano (401).

 

Em termos do maior número de jogos pelo Sporting sem sofrer golos, Rui Patrício regista 154 com um aproveitamento de 38%. O líder é Vítor Damas, com 200 jogos e um aproveitamento de 45%, e a completar o pódio está Azevedo, com 130 jogos e 31% de aproveitamento.

 
Rui Patrício fez seu primeiro jogo pelo Sporting em 2006, contra o Marítimo, celebrando uma vitória por 1-0, com a sua defesa de uma grande penalidade. Caso continue em Alvalade, e sem problemas físicos, poderá tornar-se no guarda-redes com mais jogos em 2018, superando o registo de Vítor Damas, que permanece até hoje como a maior referência na baliza do Sporting.
  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:36

 

16649195_1804470739775252_2896116438368665562_n.jp

 

O Sporting defrontou o HC Pelister Bitola, actual líder do Campeonato da Macedónia, em jogo da primeira mão dos oitavos de final da Challenge Cup, vencendo por uma margem demolidora.

 

A turma de Hugo Canela esteve muito acima da formação da Macedónia, e logo desde o início conseguiu descolar no marcador com muita facilidade. O jogo conta pouca história, com os leões a estarem sempre na liderança, saindo para o intervalo a vencer por 7-16. No segundo tempo não desaceleraram e continuaram a pressionar o adversário, até que fecharam as contas a 18-32. Frankis Marzo (6) foi o melhor marcador da partida. O Sporting está assim a um pequeno passo de passar aos quartos-de-final da prova.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:35

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 18.02.17

 

featured-2_2.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

2004 Meserati MC12 - 1,6 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:43

Apenas um enorme Rui Patrício !

Rui Gomes, em 18.02.17

 

ลิสบอน-ริโอ-1.jpg

 

Um Sporting cada vez mais vulgar que foi superado em todos os aspectos do jogo pelo Rio Ave, ficando a dever a imerecida vitória a um enorme Rui Patrício que, no seu jogo 400 de "leão ao peito", fez uma brilhante exibição, nomeadamente na primeira parte, com quatro ou cinco intervenções decisivas.

 

Sem dúvida, queremos mais quatro anos disto !?!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:21

Convocatória para o Rio Ave

Rui Gomes, em 18.02.17

 

16807165_10154166674846555_4115667012264282937_n.p

 

Só me dou ao trabalho de publicar este post, por não haver muito mais de interesse para abordar neste momento. Entre os nomes da lista de Jorge Jesus nota-se a ausência de Marvin Zeegelaar, Matheus Pereira e, como já referimos num outro post, Francisco Geraldes.

 

Muito poucas dúvidas sobre o onze inicial do treinador. Schelotto deve alinhar a lateral direito, do lado esquerdo a escolha recai sobre Bruno César, o homem dos sete ofícios, e como hipótese mais remota, Jefferson.

 

No 4x2x4 de Jorge Jesus teremos William e Adrien, flanqueados por Gelson Martins e Bryan Ruiz, com Bas Dost na ponta do ataque e Alan Ruiz em apoio. Não acredito que Daniel Podence comece de início porque, para isso, teria de sentar o seu favorito Bryan Ruiz. É sempre uma hipótese, mas muito remota.

 

Luc Castaignos poderá ver uns minutos antes do cair do pano, mediante a disponibilidade de um tradutor para comunicar as instruções de Jorge Jesus.

 

A partir das 20h30 veremos se a equipa opera sob o "guião" certo, para, pelo menos, preservar o terceiro lugar na tabela classificativa. Um momento da época com pouco ou nenhum entusiasmo para o adepto, pela inexistência de objectivos, mas sempre com algum interesse em ver o verde-e-branco em campo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47

"Ary Papel é um futuro Quaresma"

Rui Gomes, em 18.02.17

 

joaquim_teixeira_rr17667793_base.jpg

 

Joaquim Teixeira, que foi bicampeão nacional pelo FC Porto como treinador-adjunto, está de regresso a Portugal depois de oito anos a trabalhar em Angola, cinco dos quais na coordenação da formação do 1.º de Agosto. Entre outras considerações, eis o que ele teve para dizer sobre o futebol angolano, em geral, e sobre os dois recém-reforços do Sporting, em particular:

 

«Fiquei a conhecer o futebol angolano muito bem, naturalmente. Se houvesse um dia a possibilidade de aliar a capacidade corporal, a habilidade, a rapidez ao conhecimento e à disciplina táctica, o futebolista de Angola seria imbatível. É a técnica de bairro. Falta, de facto, disciplina táctica. Vi jogadores em Angola como nunca vi em Portugal. Com um trabalho aprofundado, com o "know-how" que nós temos, faria muito bem a alguns jogadores angolanos virem para a Europa tentar provar que podem ir muito mais além, vencendo também as questões climatéricas, que acabam por influenciar os jogadores. É um prazer enorme ver os jogadores angolanos a jogar futebol.

 

Ainda agora vieram dois futebolistas para o Sporting, que são craques, da selecção e do 1.º de Agosto. O Gelson Dala, que foi o melhor marcador da competição - não é forte fisicamente, mas é um excelente finalizador -, e o Ary Papel, que é um malabarista, rápido, virtuoso. O Ary Papel foi agora cedido, o Gelson neste momento deve ser um dos três melhores avançados do Sporting. Já os conhecia muito bem, falei com o Jorge Jesus em relação aos dois. Disse-lhe até que o Ary Papel é um futuro Quaresma e comparei o Gelson com o Liedson, embora tecnicamente seja superior. Não gosto muito de fazer comparações, mas será uma forma de os apresentar».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:27

Leoas são elas

Rui Gomes, em 18.02.17

 

20244462_a97GU.jpg

 Tamára Dias

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:02

Até que ponto vai o ego desmedido ?

Rui Gomes, em 18.02.17

 

JJ.jpg

 

Para quem me conhece e/ou acompanha o blogue, não é segredo algum que não sou e nunca fui fã de Jorge Jesus. Faço o possível para o tolerar, tendo em conta que é o actual treinador do Sporting, mas não são poucas as ocasiões em que me leva ao exaspero com as suas acções e/ou afirmações.

 

Por mera coincidência ou não (a recém-notícia sobre o possível descontentamento de Francisco Geraldes), Jesus foi instado a comentar a sua não utilização do jogador desde que foi "regastado" ao Moreirense, durante a conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Rio Ave desta sexta-feira. Não sou treinador de futebol e nunca sequer alimentei essa ambição, mas esta sua justificação é, na minha opinião, de bradar aos céus:

 

«Palhinha, Podence e Geraldes são três jogadores da casa, que regressaram em Janeiro e cada um com características diferentes, cada um com capacidade para ser solicitados durante o jogo e durante as jornadas. A adaptação à forma como trabalhamos não é fácil e os dois que mais se adaptaram à nossa intensidade de treino têm sido os que temos solicitado mais para os jogos (Palhinha e Podence)».

 

Um jogador que lhe chega às mãos com 20 jogos realizados na I Liga, 19 dos quais como titular, com cerca de 1600 minutos de jogo nas pernas (média de 80 minutos por jogo) ainda não se adaptou à "intensidade" dos seus treinos e, por isso, não está em condições de jogar ?

 

O enorme ego de Jorge Jesus já é bem conhecido, mas isto não se trata apenas de uma questão de ego, o homem é um intrujão de primeira ordem, não há outro termo para o descrever. Não sei por quanto mais tempo vou conseguir acompanhar o Sporting com este homem ao leme. Absolutamente exasperante !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds