Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A tristeza sentida

Rui Gomes, em 10.01.13

Alguém terá dito, algures, que a tristeza é um livro sábio que se tem no coração e que nos diz centenas de coisas. Dois amigos - devotos sportinguistas - conversavam e partilhavam da tristeza sentida pelo crítico e degradado momento que o seu clube atravessa, menos pelos erros que se têm vindo a cometer na sua gestão, muito menos ainda pelos desastrosos resultados desportivos, mais...muito mais, pela sua incapacidade de encontrar razão para a destruíção que verificam à sua volta e que ameaça a sua existência. O livro poderá ser sábio e nos poderá dizer muitas coisas, mas não consola o coração assolado. Espero que o meu amigo me perdoe por publicar esta sua tristeza sentida:

 

«Custa-me muito assistir a esta «guerrilha» permanente, que se instalou no nosso clube. Sempre considerei que nós sportinguistas pertencíamos a uma grande família, onde todos se respeitavam, e por isso achava que éramos diferentes dos outros, mas constato, infelizmente, que nos últimos anos temos nos comportado como irmãos desavindos...Esta família já viveu momentos melhores, que espero que volte a viver, que as feridas sarem, e nos juntemos todos à mesa para brindar as grandes vitórias do nosso emblema.»

 

Revejo-me nos seus sentimentos, mas sinto a dolorosa convicção de que há feridas que nunca curam, apenas cicratizam e se esquecem de doer por algum tempo. A divisão infligida na nação leonina pelos aventureiros sedentes pelo poder a qualquer preço e as manifestações públicas pelos energúmenos que os apoiam, pela sua ignorância, vai deixar feridas demasiado profundas para simplesmente serem esquecidas, porque a razão é incapaz de compreender a tristeza do coração.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


2 comentários

Sem imagem de perfil

De A. Santos a 10.01.2013 às 15:03

Caro Rui Gomes

Obrigado por esta referência, que espelha de facto o que vai na alma dos que gostam do Sporting. Estou preocupado com o que está a acontecer ao ADN do nosso clube... Não é o mesmo!!! Há já profundas alterações genéticas, que estão a levar alguns sportinguistas a comportarem-se como símios! Sei que descendemos destas espécies, mas julgava que nós sportinguistas estávamos muito acima na cadeia de evolução, em relação aos demais... Puro engano! Somos iguais aos outros...

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.01.2013 às 15:14

Caro A. Santos,

Não conheço sportinguista que não se sinta desvastado pelo estado das coisas, ao que concerne atitudes e comportamentos. Claro, tudo isto serve os objectivos dos que fazem a revolução, em nome do Sporting.

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo