Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Comunicado da Direcção do Sporting

Rui Gomes, em 22.01.13

O comunicado do Conselho Directivo do Sporting, reagindo ao anúncio da Mesa da Assembleia Geral a aprovar o requerimento para a convocação de uma reunião magna extraordinária, acusa os elementos dessa Mesa de terem aprovado o mesmo em violação dos Estatutos: «De todos os pressupostos exigíveis para a marcação de uma Assembleia Geral com estas características não há um só que se verifique: justa causa, pagamento do custo integral da sua realização e verificação de toda a documentação.»

 

A questão de «justa causa» já comentei em diversos escritos, por conseguinte, não me surpreende a sua contestação. Já quanto às outras alegações, não é possível comentar sem conhecimento directo dos factos que constam no foro interno do Clube.

 

A outra acusação sublinhada no comunicado, também já comentei em diversas ocasiões, por ser por de mais evidente: «Consequentemente, esta atitude configura, no entender do Conselho Directivo do Sporting Clube de Portugal, uma posição parcial, não isenta, na linha de outras publicamente assumidas por membros da Mesa da Assembleia Geral, inquestionavelmente colados a um ex-candidato. A Mesa da Assembleia Geral deve ter independência e equidistância para com todos os sócios do Sporting Clube de Portugal.»

 

Ainda sobre o mesmo tema: «Os valores de transparência, isenção, imparcialidade, solidariedade institucional, que deveriam ser apanágio da MAG são mais uma vez colocados em causa, mostrando-se indiferente ao actual momento próprio para transferência de jogadores, a uma necessária, histórica e decisiva reestruturação financeira do Clube e da Sporting SAD, a uma campanha de Sócios e recuperação da equipa principal de futebol sob o comando do prof. Jesualdo Ferreira. Esta indiferença da MAG chega ao ponto de, desde que a equipa está ganhar, ter faltado a todos os jogos, numa clara manifestação de alheamento e incómodo face à evidente recuperação da equipa.»

 

Nada que não tenhamos já comentado, ainda recente pelas declarações do candidato derrotado, que denotam incómodo pelos resultados desportivos não beneficiarem a sua campanha de oposição. A indigna conduta dos membros da MAG é do registo público, não sendo, por isso, segredo algum, desde que Eduardo Barroso afirmou há uns tempos atrás que não sentia lealdade para com o Conselho Directivo por ter sido eleito em outra lista.

 

O todo deste degradado processo ainda vai precipitar muito mais polémica, agravando a cada vez mais patente desunião no universo sportinguista. Isto, acima de tudo, é triste e lamentável, mas inevitável, face ao decorrer dos acontecimentos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo