Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Estórias de Alvalade - Artur Correia

Rui Gomes, em 26.01.13

«Ainda hoje acho que aquela expulsão foi encomendada - Sporting - FC Porto 2 de abril de 1978 - Digo isto porque o FC Porto de José Maria Pedroto jogava com cinco médios e o Fernando Gomes lá na frente, por isso, a saída de um jogador do meio-campo não trazia grandes transtornos. Mas para o Sporting, a minha saída da equipa logo no primeiro minuto prejudicava muito a equipa. Até porque no aquecimento o Laranjeira tinha contraído uma rotura muscular e tivemos que jogar com o Sardeira, um jogador muito jovem, no eixo da defesa.

Voltando à história...logo na primeira jogada do encontro, o Gomes deu uma ripada no tal miúdo, o Sardeira, daquelas mesmo para meter medo. Não resisti e claro, ao meu melhor estilo fui direito ao Gomes pedir-lhe explicações: «É pá, Fernando, se quiseres bater em alguém bates em mim, não batas no miúdo!». Neste preciso momento, pelo canto do olho, vejo o Rodolfo aproximar-se em pose agressiva para defender o Gomes. Ainda ele vinha no ar já eu lhe estava a encostar o corpo para o desequilibrar. O Rodolfo dá uma volta no ar e estatela-se no chão a ganir. O árbitro, Raul Nazaré, vem direito a mim e diz, «ah querem dançar!?», nisto mete a mão ao bolso, tira o cartão amarelo e começa a procurar outro cartão no bolso. Eu comecei a ver o caso mal parado e tentei a minha sorte,«ó Raul, um vermelho não! Dá-me um amarelo...» Nem me deixou acabar a frase, «não há cá amarelos, levas já o vermelho!» Entretanto, o Rodolfo continuava no chão, a fingir-se de aleijado e aos gritos, mas de vez em quando espreitava para ver o que se passava. Quando percebeu que eu tinha levado o vermelho, deu um sorriso irónico. O Raul Nazaré percebeu e não perdoou, «e tu toma lá também!».

Eu estava em brasa! Quando íamos para a caminho do balneário ainda pensei dar-lhe uma pêra dentro do túnel, mas quando ele chegou ao pé de mim, apertou-me a mão e disse-me, «fomos os dois enganados pelo gajo!» desatámos a rir e saímos abraçados do relvado. Nas bancadas toda a gente bateu palmas.»

 

* Do livro «Estórias d'Alvalade» por Luís Miguel Pereira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo