Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O que dizer num momento destes ?

Rui Gomes, em 30.06.15

 

portugalEURO1.jpg

 

Desperdiçou-se uma bela oportunidade para fazer história...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Uma estratégia de poder pessoal

Leão Zargo, em 30.06.15

 

18582682_KqL3k.jpg

A receita parece resultar ? Reforce-se a dose ! Desde o primeiro momento, Bruno de Carvalho adoptou uma estratégia de criar contínuas “cortinas de fumo” com a finalidade de canalizar a atenção, a energia e a emoção dos sportinguistas para os assuntos que lhe são mais convenientes em cada momento, que nem serão os prioritários para o clube.

 

Tem conseguido, assim, iludir a realidade, usando (e abusando) de uma agenda de comunicação planeada e executada de modo a constituir um elemento estruturante do seu modelo de gestão.

 

Pessoalmente preferia que o presidente do Sporting optasse por uma atitude mais discreta e prática, com pouco palavreado e menos tiros de pólvora seca, caracterizando-se antes pelo pragmatismo, bom senso e capacidade decisória oportuna. Mas já se percebeu que isso vai contra o ADN de BdC que optou por uma estratégia de permanentemente procurar confundir e marginalizar aqueles que se lhe opõem.

 

Esta estratégia parece ter um ponto fraco evidente desde o primeiro momento, que consiste na necessidade de alimentar constantemente um monstro voraz com novos protagonistas caídos em desgraça na praça pública. Esta procura insana de novos “alvos” que iluda a incapacidade de BdC de corresponder às expectativas dos sportinguistas conduziu inevitavelmente à identificação dos “inimigos” internos.

 

A Assembleia Geral de domingo ilustra esta asserção. O orçamento para o próximo ano era o ponto essencial da ordem de trabalhos, mas, ao contrário do habitual, não foram prestados esclarecimentos prévios aos sócios e foi remetido para o fim da sessão. Em contrapartida, os resultados da Auditoria que os sócios deveriam conhecer em primeira mão foram amplamente noticiados na véspera nos jornais e ocuparam o “horário nobre”.

 

Entretanto, o clube afunda-se em sucessivos processos judiciais que ninguém sabe como acabarão. Doyen, sócios do Sporting, Somague, Marco Silva e, agora, Godinho Lopes. A Assembleia Geral constituiu uma espécie de tribunal popular para justificar uma determinada estratégia de gestão e ocultar que o processo disciplinar foi feito à pressa e sem respeito pelos direitos dos arguidos para poder estar concluído a tempo e horas.

 

A ironia maior é que quando um dia destes a bola começar a rolar sobre a relva tudo isto passará injustamente para segundo plano. E se a bola bater na trave e não entrar, então, teremos novos anátemas sobre sócios para desviar as atenções do que decorre nas quatro linhas.

 

Por agora, talvez convenha trazer num dos bolsos uma conhecida quadra do poeta António Aleixo:

 

«Quem prende a água que corre

É por si próprio enganado;

O ribeirinho não morre,

Vai correr por outro lado.»

 

Há uma insanidade a pairar sobre o Sporting. Há uma perfídia que se instalou entre os sportinguistas e que, aos poucos e quase de mansinho, adquiriu um estatuto de normalidade para alguns. Desejo profundamente que esta perfídia se tenha apossado apenas de uma minoria. De outra forma, tempos difíceis aguardam o nosso clube e os sportinguistas. E um dia destes da essência do Sporting Clube de Portugal restará apenas a memória.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Força Portugal e... boa sorte !

Rui Gomes, em 30.06.15

 

Various-Artists-Força-Portugal-Sampler.jpg

 

«Qualquer português, mesmo aquele que não gosta de futebol, quer que a Selecção ganhe. Era bom para o País e estes jogadores e esta equipa merecem-no.»

                                                                                                          

                                                                                                  Jorge Nuno Pinto da Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

Visitar os amigos da blogosfera

Rui Gomes, em 30.06.15

 

informationtechnology.jpg

O unanimismo, a parcialidade dum PMAG (totalmente incompetente para um lugar que deveria salvaguardar uma elevação que está muito longe de a encarnar), as decisões radicais fomentadas por um julgamento público gerido através de informação condicionada, não podem representar o Sporting Clube de Portugal.

 

O ser radicalmente contra este tipo de expedientes, não podem ser interpretados como saudades dum passado, duma facção, de um Sporting complexado ou dum definhamento do meu Clube.

 

Este modo de estar dos actuais Órgãos Sociais do Clube em nada representam uma vontade de ganhar ou engrandecer, apenas simbolizam uma radicalização para um pensamento único (alicerçado na ideia de "nós ou o caos") que parece mais preocupado em eternizar a política vigente partindo para uma política de "caça às bruxas", apresentando assim os seus "troféus de caça" como forma de desmobilizar qualquer tipo de discórdia interna, à moda "Pyongyang".

 

Claro que daqui a umas semanas tudo se irá reduzir aos ditames do futebol, da bola entrar ou não na baliza, tudo se resumirá a isso, essa é a regra do futebol, não há volta a dar, mas não me rever e envergonhar-me com a expulsão de ex-presidentes e classificá-lo com um acto de obscurantismo medieval em nada altera o meu desejo em querer ganhar mais e querer inequivocamente que se siga uma linha de engrandecimento da imagem do meu Clube, do qual sou sócio há 33 anos e que não deixarei de ser !

 

 

Execelente comentário do leitor Pedro O. - que subscrevo na íntegra - no post de Leão de Alvalade "Sobre a expulsão de Godinho Lopes" no blogue A Norte de Alvalade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:59

A fanfarrice de Bruno

Rui Gomes, em 30.06.15

 

ARBITRAGEM1-611x285.jpg

 

A proposta para o sorteio dos árbitros apresentada pelo Sporting na Assembleia Geral da Liga de Clubes foi aprovada, esta segunda-feira, através de votação secreta, com 28 votos favoráveis e 16 contra. Compete agora à Federação Portuguesa de Futebol ratificar a medida passada pelos clubes. 

 

Bruno de Carvalho. com a sua já bem conhecida fanfarrice, congratula-se:

 

«Quando temos do nosso lado a força da razão, a persistência torna-se uma obrigação moral. Desta vez com o sabor especial de uma vitória que não pertence ao Sporting Clube de Portugal mas ao futebol português, que é o grande vencedor do dia.»

 

Se não fosse tão fanfarrão e até ingénuo, Bruno de Carvalho reflectiria sobre as razões que fazem com que nenhum outro campeonato de topo da Europa - creio que não estou equivocado - recorra ao sorteio dos árbitros.

 

Até admitirei que, neste momento, em Portugal, não há uma solução ideal devido ao clima que se vive no futebol português, mas o sorteio - condicionado que seja - não é mais do que colocar um penso rápido numa sutura muito profunda e com anos de vida. Caso hajam dúvidas, dupla razão para reflexão Pinto da Costa também ter votado a favor.

 

O problema à raiz exige uma abordagem muito mais profunda e abrangente, começando por rever as estruturas dos organismos e as pessoas que supervisionam o futebol português, em geral, e a arbitragem, em particular. Claro, para esse fim é necessário ter aliados entre os emblemas lusos, sempre em escassa dose no que ao Sporting concerne, e ainda muito mais acentuado com este presidente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:58

Debate livre (101)

Rui Gomes, em 30.06.15

 

18552517_NAUjU.jpg

 

O espaço onde o leitor pode abordar qualquer temática do seu maior interesse. As manchetes noticiosas sugerem questões merecedoras de debate:

 

4139_c9d1b46fd3814964afef8e01e2de875c.png4138_efcf1dff57e1c1ef5a8e15c0c2b8dd77.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:48

Cartoon do Dia

Rui Gomes, em 30.06.15

 

TCH3R0HP.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:45

"Quem com ferros mata, com ferros morre"

Ricardo Leão, em 29.06.15

 

18579013_7hmjB.gif

Os portugueses, na sua enorme sabedoria, criaram em tempos este conhecido provérbio popular, que tanto pode ser usado no plural como no singular. Esta singularidade, no caso do Sporting, aplica-se que nem uma luva a Bruno Azevedo de Carvalho, actual presidente do clube. Não satisfeito com a "notável" lista de "feitos" a que o meu colega City Lion alude hoje, Azevedo de Carvalho tinha de ir mais longe na sua intifada persecutória contra quem lhe possa fazer sombra, tudo em nome de uma pretensa "justiça popular". Vai daí e lançou uma fatah contra tudo aquilo que lhe cheirasse a opositor, numa verdadeira razia que nem o Estado Islâmico conseguiria superar em tão curto espaço de tempo. Valeu-se, como é habitual, dos seus criados de libré, que os há muitos em Alvalade.

 

Azevedo de Carvalho, ao fazê-lo, revelou apenas uma coisa: a total desorientação que anda dentro daquela cabeça e que nem as férias (não era o Bruno que dizia que trabalhava 24 horas/dia, 365 dias por ano?) conseguiram acalmar. Bruno sabe que o seu mandato pode ser curto. Foi por isso que resolveu "colocar toda a carne no assador" ao contratar Jorge Jesus. O sucesso deste será a garantia de Carvalho. O insucesso de Jesus levará a que Bruno se veja obrigado a sair, de fininho, pela porta dos fundos. À saída encontrará, quiçá, com ferros na mão, essa anedota que dá pelo nome de Shikabala, o "mago do Egipto" que caracteriza, ele mesmo, a enorme capacidade de gestão de Azevedo de Carvalho. Afinal houve quem gozasse com Bruno... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43

 

18578650_qiCz1.jpg18578651_lhFre.jpg

 

Num estilo popularacho que fez furor nos nossos rivais há uns tempos, tivemos ontem um Presidente que falou e falou e falou à Chavez e, também como este, gerou aplausos estridentes dos fãs que aparentemente constituíam a maioria dos presentes na Assembleia Geral.

 

Tal como o Rui, destacaria de ontem a frase que saiu hoje na capa dum jornal “ Para fazerem mal ao Sporting, primeiro vão ter de me matar”. O Vale e Azevedo não diria melho r! Assim resta-me concluir que depois de entrar em guerra com tudo o que mexe, foi agora aberta a guerra Bruno vs Bruno. Assim tenho a certeza que o 1º já não deixará o 2º, entre outras coisas:

 

1. Contratar a torto e a direito jogadores como André Geraldes, Dramé, Enoh, Everton Gonçalves, Gazela, Heldon, Hugo Sousa, King, Matias Perez, Magrão, Piris, Rabia, Rossell, Sambinha, Saar, Sacko, Shikabala, Slavchev, Welder e Vitor Silva com manifesta falta de qualidade para o nosso clube e que atrasaram o desenvolvimento de alguns jovens da Academia (espero que um dia também se faça uma auditoria a esta situação e se veja quem de facto beneficiou com estas contratações);

 

2. Não aproveitar até agora devidamente jogadores só porque foram contratados por outra Direcção (Elias, Arias, Labyad, Rubio, entre outros). O próprio processo Carrillo foi vitima desta situação de preconceito e está a sair-nos caro;

 

3. Ser o responsável directo por em momentos chave da época passada termos tido baixas de vulto na equipa de futebol por falta de liderança / verdade no tratamento destes;Isolar-se cada vez mais dentro do futebol / desporto nacional, perdendo a pouca força que tínhamos nas instâncias decisórias;

 

4. Fazer declarações incendiárias e ordinárias que pioram o ambiente já pouco saudável no desporto nacional (nádegas, belfodil, etc) e que não dignificam o nosso clube e repetir comunicados que são alvo de chacota justificada;

 

5. Por em tribunal simples associados só porque o criticam e usar serviços do clube para o efeito;

 

6. Colocar à frente da Academia quem não tem qualquer vocação / conhecimento para esse trabalho tão importante, deixando a qualidade da formação dos nossos rivais aproximar-se da nossa;

 

7. Insultar injustamente antigas glórias do clube;

 

8. Ser “toureado” pelos rivais no mercado das contratações;

 

9.Despedir técnicos competentes (ok ao menos tem sabido contratá-los) e já vamos em 4 em pouco mais de 2 anos (quase tantos como os assessores de comunicação neste período);

 

10. Insistir na promoção de “tachos” no clube como neste caso escandaloso do Inácio;

 

11. Não ter política desportiva que anda aos “zigue-zagues” e total ausência de planeamento estratégico;

 

12. Vender a SAD às peças à revelia dos associados;

 

13. Incentivar o divisionismo no clube entre sócios de primeira e de segunda;

 

14. Provocar irresponsavelmente incidentes nos nossos pavilhões com risco grave para a integridade física dos adeptos presentes;

 

15. Rasgar contratos e abrir vários processos em tribunal que podem ser gravosos para o clube;

 

16. Desistir de competições por “birras passageiras”;

 

17. Fazer o contrário do prometido no programa eleitoral na questão do treinador ser “apenas mais uma peça de uma máquina”;

 

18. Repetir atitudes de falta de desportivismo, de mau perder e mau ganhar;

 

19. Promover alianças com outros clubes à revelia dos associados, o que lhe permitiu por exemplo branquear um autêntico roubo no caso do “limpinho, limpinho”

 

20. Não ter coragem de decidir o que acredita ser o melhor para o Sporting e lançar um “enviado especial” (Zé dos Tachos) para fazer o trabalho sujo;

 

21. Aceitar publicamente que seja o plantel a decidir o que os colegas merecem ganhar;

 

22. Estar sempre a auto-elogiar-se e em permanente campanha eleitoral;

 

23. Criar constantemente focos de desestabilização;

 

24. Rodear-se apenas de “yes men” e bajuladores;

 

25. Constatar publicamente fragilidades nossas como a falta de orçamento para esta época;

 

26. Não arranjar novos e tão necessitados patrocinadores institucionais (a Tacho Easy e a Guiné Equatorial não cabem nesta descrição).

 

Poderia continuar mas optei por deixar um ponto por cada mês de mandato do outro Bruno Carvalho que vai agora ter problemas sérios com este Bruno Carvalho.

 

 

P.S.: Quanto à decisão da expulsão e suspensão de ontem de consócios que tiveram responsabilidades no clube, deixaria o tempo esclarecer a bondade das mesmas e dar tempo às pessoas envolvidas de se defenderem. Caso se confirmem as suspeitas graves, parecem-me justas as decisões mas todo o processo deixa-me sérias duvidas. 

 

Infelizmente não vou poder responder a comentários porque a partir de agora vou ter uma semana em que não vou mesmo parar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44

Debate livre (100)

Rui Gomes, em 29.06.15

 

18552517_NAUjU.jpg

 

O espaço onde o leitor pode abordar qualquer temática do seu maior interesse. Antes de apresentar as sugestões para o debate de hoje, esta nota:

 

*** Todos os posts do blogue têm tido a moderação activada nestes últimos dias. O que isto significa é que nenhum comentário será publicado sem primeiro ser aprovado pelos redactores. Não é este o nosso desejo, não só pelo incómodo que nos proporciona, mas muito mais porque condiciona a fluidez da troca de opiniões entre leitores. Além de impropérios e ofensas gratuitas dirigidas aos redactores e até a leitores, não permitiremos que este espaço seja usado e abusado como um veículo para propaganda avulsa, seja esta por intermédio dos bem conhecidos "enviados especiais" ou outros que chamam a si uma qualquer disparatada "missão divina". Quem não gostar destas regras, não é obrigado a comentar.

 

Por agora, a moderação neste post não será activada. Se surgirem comentários do género que descrevemos acima, estes serão editados e a moderação activada. Esperamos que o bom sensa prevaleça.

 

Eis algumas sugestões para esta segunda-feira:

 

- O leitor é livre de abordar qualquer aspecto da Assembleia Geral de ontem. Caso pretenda debater a anunciada expulsão de sócio de Luiz Godinho Lopes e a suspensão de um ano de Luís Duque, o comunicado do Conselho Fiscal e Disciplinar está disponível aqui.

 

- Aly Ghazal confirmou este domingo que o Sporting apresentou uma proposta ao Nacional para a sua contratação. No entanto, a oferta não se aproximou dos 2,5 milhões de euros que o emblema madeirense está a exigir.

 

- Lewis Enoh foi transferido a título definitivo para o KSC Lokeren OV da Bélgica. Segundo o comunicado do Sporting, o valor desta transferência poderá atingir 350 mil euros e o Clube fica com 20% de uma futura mais-valia.

 

- É hoje reportado que Miguel Lopes e André Martins estão perto da saída. Recorde-se das condições contratuais do defesa lateral e André Martins termina o seu contrato em Junho de 2016 e ainda não renovou.

 

- Jorge Jesus é suposto estar interessado no defesa central Douglas Teixeira, brasileiro de 27 anos que se encontra no Dínamo de Moscovo desde 2013, após transferência do Twente, onde jogou durante 6 anos. A alternativa é Felipe Santana, de 29 anos, actualmente no FC Koln depois de um período de empréstimo no Olympiakos pelo Schalke 04. Jogou também no Borussia Dortmund durante 5 anos.

 

abola.jpgrecord.jpg

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:37

Vendedor da banha da cobra

Rui Gomes, em 29.06.15

 

brunodecarvalho34.jpg

 

Um dos primeiros termos que eu utilizei para descrever Bruno de Carvalho foi "vendedor da banha da cobra". Com o passar do tempo acabei por verificar que é muito mais do que isso, pela negativa. Como classificar esta sua declaração ?

 

 

« Para fazerem mal ao Sporting, primeiro vão ter de me matar »

 

 

A ironia, é que não vai faltar quem acredita nesta absoluta absurdidade !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:37

Cartoon do Dia

Rui Gomes, em 29.06.15

 

3JWNOZ06.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 05:36

A Casa 21 e o Zé dos Tachos

Rui Gomes, em 28.06.15

 

BCBM_RE_3230-2108_0_0.jpg18553278_6aUIz.jpg

 

José Eduardo - mais conhecido cá no burgo por "Zé dos Tachos" -, amigo e periodicista propagandista de Bruno de Carvalho, veio a público este domingo com um comunicado, através do qual alega que pretende esclarecer recém-notícias veiculadas sobre o Grupo Casa do Marquês, empresa que chefia e a que o seu restaurante "Casa XXI", sita Estádio José Alvalade, pertence:

 

1) Em 2003 a Casa 21 (pertencente ao Grupo Casa do Marquês) e o Sporting Clube de Portugal celebraram um contrato que obriga ao dever de confidencialidade. Sem  prejuízo disto e para pôr fim a especulações abusivas, a Casa do Marquês salienta:

 

a) Todas as actividades e negociações que envolvem o Grupo Casa do Marquês e o Sporting Clube de Portugal foram realizadas de uma forma transparente, que tem servido positivamente os interesses de ambas as partes;

 

b) Ao longo de 26 anos o Grupo Casa do Marquês tem tido uma actividade ética e comercialmente irrepreensível por todos os seus parceiros;

 

c) Face a estas especulações, baseadas em factos menos verdadeiros ou mesmo falsos, o Grupo Casa do Marquês reserva-se ao direito de tomar as medidas que entender adequadas.

 

Isto, a propósito de mais uma fuga de informação sobre os resultados da Auditoria de Gestão, em que é alegado que as contas apontam para um prejuízo para o Sporting de cerca de 3.250 milhões de euros relativos ao contrato celebrado entre a empresa citada e o Clube.

 

Não deixa de ser interessante a referência a "um acordo de confidencialidade" entre as partes, que, a julgar pelos seus escritos no diário «A Bola», não serão aplicáveis a múltiplas outras questões do foro interno do Sporting. Claro, nesse sentido, bem sabemos que opera sob a aquiescência, mandato até, do presidente Bruno de Carvalho, sem temer expulsão de sócio - ou até uma simples repreensão - ou ser alvo de um qualquer processo em tribunal, salvo por Marco Silva, claro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:25

No dia da Assembleia Geral II

Rui Gomes, em 28.06.15

 

14866684_E7r5k.jpg

 

Ainda há quem pensa que o Sporting é dos sportinguistas, mas o Bruno tem

outras ideias e continua a tirar as medidas ao "seu"Sporting. Até porque

da maneira que ele tem vindo  engordar - literal e figurado - a

necessidade de "espaço de manobra" é cada vez maior !

 

 

Propaganda avulsa publicada hoje pelos agora grandes "amigos" do Record:

 

Alta temperatura na Assembleia Geral

 

Eis que chega o dia há muito esperado na nação sportinguista

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34

No dia da Assembleia Geral...

Leão Zargo, em 28.06.15

 

“Realmente não se aprende a pensar; essa é a coisa mais bem distribuída no mundo, a mais espontânea, a mais orgânica. Mas aquela de que estamos mais desviados. Pode-se desaprender de pensar. Tudo contribui para isso. Entregar-se ao pensamento exige mesmo audácia, quando tudo se lhe opõe, e em primeiro lugar, muitas vezes, nós próprios.”

 

Viviane Forrester, O Horror Económico

 

18575259_vUh6U.jpg

Pretender impedir o pensamento crítico é exigir a suspensão do pensamento. Sem pensamento crítico não há horizonte de futuro. Quando se defende a suspensão do pensamento revela-se que não há optimismo possível.

 

É como um rio caudaloso que galga as margens. É impossível detê-lo.

 

Há uma lógica de terrível que se abateu sobre o clube ao dividir os sportinguistas em "todos bons" e "todos maus" como se isso fosse possível. No entanto, talvez pela sua infantilidade, tem sido “vendida” como verdadeira de tanto ser repetida e batida através de frases feitas e de poses ensaiadas.

 

Ao contrário do que é propagandeado não existe saudosismo pelo Project Finance de Roquette. O que os sportinguistas querem é uma avaliação sem anátemas do caminho que se realizou no passado, sem estratégias de poder e de comunicação. O que os sportinguistas querem é um presidente que compreenda que o Sporting é um clube centenário com uma história que deve ser reconhecida e não criticada. O que os sportinguistas querem é um presidente que una a nação sportinguista e não quem, de forma insistente, provoque a cisão e divida para reinar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:59

Sangria em Alvalade

Ricardo Leão, em 27.06.15

 

18574483_H40Y7.jpg

 

De acordo com fonte que reputamos de fidedigna, não foi apenas Luiz Godinho Lopes a ser expulso de sócio do Sporting. Também expulsos terão sido, alegadamente, Luís Duque, José Filipe Nobre Guedes e Carlos Freitas (tendo-se este último antecipado à expulsão e demitido de associado do clube). Quanto a Filipe Soares Franco "a sua cabeça vai ser exigida" na próxima AG do Sporting... 

 

Que bela forma de começar a pré-época...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:19

 

sub-21_euro_2015_2_foto_fpf_91210d73_664x373.jpg

 

Portugal  5   Alemanha  0

 

Portugal está na final do Euro 2015, onde defrontará a Dinamarca ou a Suécia.

 

Parabéns !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

 

Godinho-Lopes (1).jpg

 

A indignidade desceu de vez ao Sporting. A mando de Bruno Azevedo de Carvalho. Preterindo todas as formalidades legais e estatutárias, em antecipação a uma eventual decisão que só pelos sócios podia ser tomada, eis que surgiu a expulsão de associado do Sporting do anterior presidente do clube, Luiz Godinho Lopes. Uma vergonha, que faria corar de estupefacção José de Alvalade. Uma indignidade sem limites e um absurdo legal condenar alguém sem contraditório, uma atitude que envergonha os verdadeiros sportinguistas.

 

Eis a defesa de Luiz Godinho Lopes, através de comunicado:

«Exclusivamente com o objectivo de esclarecer os sócios e adeptos do Sporting Clube de Portugal em primeiro lugar e para defesa da minha honra e integridade moral em segundo lugar, decidi fazer este comunicado.

 

Não pretendo, para salvaguarda do bom nome do nosso Clube, discutir na praça pública este tema e espero, nos tribunais, repor a verdade dos factos. Não sendo exaustivo, apresento a seguir o desfecho:

 

Quando em vésperas do jogo da Taça de Portugal, que com minha satisfação ganhámos, recebi o.."pseudo inquérito"....com a intenção de me expulsar - fiquei incrédulo.

 

Não reagi publicamente, pois entendi que o Sporting Clube de Portugal é sempre mais importante e, portanto, não deveria desviar as atenções para este tema, que já estava decidido: a minha expulsão de sócio.

 

Não reagi na semana seguinte pois a notícia relativa ao SCP era a não continuidade do treinador Marco Silva e a contratação de Jorge Jesus.

 

Fi-lo então na semana seguinte na certeza de que a "intenção" passaria a realidade muito brevemente. É assim que agora me notificam antes da Assembleia Geral do dia 28, para poderem apresentar esta decisão como se tivesse terminado, internamente, um dia de caçada e a conquista de um troféu e, logo, nada melhor do que a sua exibição.

 

Senão vejamos:

 

Quando se toma posse em Março de 2013, a seguir a um mandato interrompido e resultante de umas eleições muito atribuladas e se leva 19 meses (Outubro de 2014) a apresentar o resultado de uma "auditoria de gestão" de um período de 24 meses(duração do mandato anterior referido);

 

Quando se abre um inquérito que leva sete meses (Outubro de 2014 a Maio de 2015) e durante esse período, tal como na "chamada auditoria de gestão" não se interroga os visados;

 

Quando não se anexam os documentos que fundamentam a expulsão e são dados 15 dias para responder a um inquérito de sete meses e a uma "auditoria" apresentada 19 meses depois;

 

É porque se quer expulsar, independente de qualquer defesa.

 

As razões e fundamentos apresentados são extraídos de um contexto, com omissão propositada de informação, com vista a atingir o objectivo pré-traçado.

 

Amanhã serão apresentados novos resultados. Os visados não conhecem os mesmos nem lhes foram feitas quaisquer perguntas. No entanto a comunicação social foi informada e as conclusões de uma "auditoria que não o foi" vão ser apresentadas amanhã em Assembleia Geral.

 

Ouvir falar de desvios sem conhecer nem a base nem o seu objecto e calúnia. Discutir na praça pública só serve para manchar o bom nome do Sporting Clube de Portugal.

 

É assim que é "gerido" hoje o nosso Sporting Clube de Portugal. Quando tudo parece tranquilo, sem oposição interna e com "sede" de ganhar no futebol, decide-se "minar" por dentro.

 

A decisão de fazer a defesa no tribunal resulta de:
- poder ter acesso a toda a informação que ainda esteja no Clube
- poder estar perante uma entidade imparcial em que se confia
- poder repor com o tempo necessário e indispensável a verdade dos factos

 

Com a certeza de que:
- nunca "usei o lugar para meu benefício", de que
- "nunca geri com dolo", de que
- "todas as atitudes que tomei foram para beneficiar exclusivamente o Sporting Clube de Portugal" e de que
- nenhuma "verdadeira auditoria" pode manchar o meu bom nome

 

Irei processar pessoalmente os que agora me expulsaram e também os que tentaram prejudicar a minha imagem, pondo em causa os seis anos (1999/2003; 2011/2013)da minha vida que dediquei a tempo inteiro com prazer e sem contrapartidas ao Clube mas com sérios prejuízos profissionais e familiares. Aguardarei o desfecho com a mesma tranquilidade de jamais ter prejudicado o meu Clube.

 

Viva o Sporting Clube de Portugal.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:26

José Postiga deixa Sporting

Rui Gomes, em 27.06.15

 

josepostiga3.jpg

 

José Postiga - irmão de Hélder - de 19 anos, terminou o contrato de formação com o Sporting e é agora noticiado que vai assinar o seu primeiro contrato profissional com o Rio Ave.

 

O jovem avançado chegou ao Sporting em 2009, depois de cinco anos de formação no Varzim. Integrava a equipa de juniores leonina, pela qual, na época passada, participou em 25 jogos e marcou 13 golos. Chegou a participar num jogo da equipa B em Agosto de 2014.

 

 

Regista 31 internacionalizações pelas camadas jovens de Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:26

Leoas são elas

Rui Gomes, em 27.06.15

 

JoanaDuarte2005_3_300.jpg6_-_MADDALENA_2048x2048.jpg

 

Joana Duarte

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:36

Pág. 1/10





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds