Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Imagem do Ano

Rui Gomes, em 31.12.15

 

WZV9S939.jpg

 Selecção Nacional pelo apuramento para o Euro 2016

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01

Debate livre (174)

Rui Gomes, em 31.12.15

 

18552517_NAUjU.jpg

 

Para fechar o ano, deixamos este espaço onde o leitor pode abordar qualquer temática do seu maior interesse. É muito possível que as principais manchetes deste último dia de 2015 mereçam algum reparo, nomeadamente o "grito de guerra" de Luís Filipe Vieira, se a capa do jornal A Bola é indicativo do seu estado de espírito.

 

4137_4ac438be01b8e6eb430cab10ca396544.png4139_c1c9db983c45575bf3350b852bf23bcc.png4138_7000725341810bf3ee7fe6ef4320ad02.png

 

Bruno de Carvalho

«Não contentes de desprezar um negócio de 515 milhões ainda lançam ruído que existem negócios que podem chegar aos 600 milhões! Amanhã nas capas já devem ser pelo menos 800 milhões. Bem, vindo de onde vem, devem ser mais 801 milhões 427 mil 312 euros e 54 cêntimos. E claro, o Sporting Clube de Portugal não vai receber 515 milhões e no final ainda vai pagar pela audácia de ter assinado este contrato! Histórico é o desespero que paira no ar.»

 

 

Luís Filipe Vieira

 

«Jorge Jesus seguiu o seu caminho e fez a opção que entendeu fazer. Acho que é um capítulo que devemos fechar. O tempo vai ser o melhor juiz do que se passou. Fomos à procura de um treinador depois de sabermos pela comunicação social da opção de Jorge Jesus. Só tive a confirmação já de madrugada e por sms. Independentemente das opções que ele assumiu e da decisão do Benfica em avançar para tribunal na defesa dos direitos do clube, há um relacionamento de muitos anos e sempre que me cruzo com ele falamos.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44

Bryan Ruiz em dúvida para o FC Porto

Rui Gomes, em 31.12.15

 

Bryan-Ruiz.jpg

 

Segundo a Agência Lusa, Bryan Ruiz sofreu um traumatismo no joelho esquerdo frente ao Paços de Ferreira, na terça-feira, no jogo para a Taça da Liga, deixando dúvidas sobre a sua disponibilidade frente ao FC Porto.

O costa-riquenho é a última baixa na equipa leonina e junta-se assim aos casos clínicos de Tobias Figueiredo que, segundo Jorge Jesus, terá de ser submetido a intervenção cirúrgica, de William Carvalho, que está a contas com uma mialgia na coxa esquerda, e de Bruno Paulista, que treina de forma condicionada por causa de uma lesão muscular na coxa direita.

 

Tobias Figueiredo está descartado para o clássico de sábado frente aos dragões e tanto William como Ruiz estão em dúvida. A ausência de Bruno Paulista não tem impacte neste jogo. Não era assim que se pretendia fechar o ano de 2015.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:05

Melhor momento de 2015

Rui Gomes, em 31.12.15

 

ng5490050.jpg

 A conquista da Taça de Portugal

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:04

André Martins pode sair em Janeiro

Rui Gomes, em 31.12.15

 

tumblr_m264s8JcZJ1qgmo3io1_1280.jpg

Depois de 14 anos de ligação ao Sporting, André Martins, de 25 anos, está no último ano de contrato e a sua saída já em Janeiro é um cenário muito provável.  

 

Segundo recém-reportagens, o médio tem uma proposta de um clube turco quatro a cinco vezes superior ao valor da proposta de renovação do Sporting. Da Itália, onde também é cobiçado, já recebeu uma abordagem da Sampdoria.

 

Curiosamente, José Mota, treinador sem clube neste momento, que já o orientou enquanto no Belenenses por empréstimo, em 2010/11, acha que ele ainda pode ser útil à equipa liderada por Jorge Jesus:

 

«Ele tem condições para se impor no Sporting, ainda ontem o provou (jogo com o Paços de Ferreira). Tem características diferentes da maioria dos médios portugueses. O Sporting está em várias frentes e o André pode constituir uma forte aposta de Jesus na segunda metade da época. É preciso saber esperar o momento certo e ele ainda pode ajudar o Sporting, no futuro. No entanto, o factor financeiro também pode pesar.»

 

Salvo algum imprevisto de última hora, não acredito que André Martins faça parte dos planos de Jorge Jesus, mesmo como uma alternativa. Surgindo propostas e sem renovação, a sua saída é inevitável.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:03

Pior momento de 2015

Rui Gomes, em 31.12.15

 

18759795_jRZO4.jpg

Afastamento da Champions "às mãos" do CSKA de Moscovo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:03

Melhor jogador de 2015

Rui Gomes, em 31.12.15

 

12308264_10153160054326555_9122636396995658155_n.j

 O «capitão» Adrien Silva

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:02

Dois jovens da Costa Rica a caminho

Rui Gomes, em 31.12.15

 

Luis-Hernandez-Boutobba-Sele-AFP_LNCIMA20151030_00

 

De acordo com o jornal costa-riquenho La Nación, Luis Hernández e Malik Rodríguez, dois jovens compatriotas de Bryan Ruiz, vão cumprir um período de testes na Academia e tentar convencer o Sporting a avançar para a sua contratação. A futura presença dos dois jovens em Alcochete, ambos provenientes do Saprissa, foi confirmada ao periódico pelo empresário Joaquim Batica.

 
Hernández (na foto) de apenas 17 anos, é um lateral-esquerdo ofensivo que marcou presença no último Mundial sub-17, enquanto Malik Rodríguez, de 18 anos, é avançado.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:01

Melhor contratação de 2015

Rui Gomes, em 31.12.15

 

277173_bryan.jpg

Bryan Ruiz

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:00

Pior contratação de 2015

Rui Gomes, em 31.12.15

 

Teofilo+Gutierrez+Sporting+CP+v+CSKA+Moscow+AP9E_V

Teo Gutiérrez

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:59

Maior surpresa de 2015

Rui Gomes, em 31.12.15

 

800_gif.jpg

 Contratação de Jorge Jesus

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:58

 

19140222_pe0Bv.jpg

 

FRANGO À MARICAS (COM LIMÃO NO FORNO)

(Foto e respectiva legenda da responsabilidade de Bruno de Carvalho)

 

A ausência de nível é total. Nunca no passado se viu coisa assim nem o Sporting albergou, alguma vez que fosse, este tipo de postura na figura de um presidente. Mas, com Azevedo de Carvalho, a mediocridade e o baixo nível passou a ser tónica dominante. Se dúvidas houvesse nada como ler o post publicado na conta pessoal do Facebook, infra, e corar de vergonha.

 

E Bruno gostava ainda que os seus críticos aparecessem na Assembleia Geral do clube. Seria seguramente para, no mínimo, serem enxovalhados desta forma. Só um sócio sem dois dedos de testa o faria. Assim, nada como deixar o menino mimado a falar sozinho. 

 

"O senhor Camilo Lourenço, que se diz entendido em matérias de números, já foi o "pombo correio" que, na altura das eleições do SCP, afirmava em público que o meu projecto financeiro iria falhar e que a falência seria inevitável.

 

Agora vem dizer que ainda não sabe se o negócio do SCP é bom...

 

Para quem fala e escreve tanto sobre economia e associa, pelo menos, a cada análise financeira desportiva tanto disparate junto, talvez não fosse mal começar a dedicar-se à arte da culinária e das 1000 maneiras de cozinhar galinhas. Aconselho começar pelo tradicional prato da "galinha à maricas", que deixo em anexo para iniciar o treino já para a noite de fim de ano. É muito mais fácil do que fazer contas, visto demonstrar que no caso do SCP nunca as sabe fazer, e apenas obriga ao nobre jeito de colocar um limão pelo traseiro da galinha.

 

Quanto ao jornalista do Correio da Manhã que fez a manchete e peça "artística" associada o que dizer... Este jornalista (e quem lhe permitiu estes devaneios) a analisar negócios é uma espécie de Camilo Lourenço versão desportiva na sua arte da culinária, mas com a galinha antes de ser cozinhada a ser violada pelo vizinho que se suicidou de seguida tendo deixado a vila onde vivia em choque....

 

A azia é tanta que até deita cheiro...

 

Mas a mesma, para sermos verdadeiros, encontra-se espelhada em vários outros jornalistas e opinadores um pouco por todo o lado. Com tantos jornalistas bons e íntegros têm sempre de existir as "ovelhas ranhosas" que destroem a credibilidade de uma classe que não o merecia.

 

Que o ano de 2016 vos traga tudo de bom e que o Pai Natal vos tenha trazido Halibut (dizem que esta pomada faz bem para quem sofre dos vossos males)."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:01

 

19140093_7yBH9.jpg

 

Numa primeira apreciação, o acordo estabelecido entre o Sporting e a NOS parece constituir um bom negócio para o Sporting, sendo revelador da relevância do Clube no contexto do futebol nacional. No entanto, a blogosfera leonina foi invadida por acalorados debates por persistirem dúvidas relativamente à verdadeira dimensão das contrapartidas estabelecidas de parte a parte. O presidente do Sporting caiu na armadilha de mostrar irritação e impaciência por algumas questões que foram levantadas. A própria diatribe ao associado Sérgio Abrantes Mendes revela grande incómodo.

 

Na verdade, sem uma análise atenta e segura dos termos do contrato estabelecido entre o Clube e a NOS corremos o risco de mandar para o ar morteiros de pólvora seca. Bruno de Carvalho ajuda à festa ao encher a boca com 515M€ quando todos sabemos que o que se contratou agora com a NOS e a PPTV não corresponde em rigor a esse montante. Mas, o presidente do Sporting habituou-se a lançar cortinas de fumo para melhor baralhar as cartas e distribui-las de novo.

 

Da leitura dos comunicados do Sporting e da NOS à CMVM mantenho determinadas dúvidas que, por enquanto, não vejo esclarecidas:

 

- a concessão dos “direitos de transmissão dos jogos em casa por 10 anos” da equipa A de futebol refere-se apenas à Primeira Liga ou é mais abrangente?

 

- a concessão dos “direitos de exploração da publicidade estática e virtual no Estádio José Alvalade” implica em concreto os painéis publicitários e écrans ou alarga-se, por exemplo, ao naming das bancadas nascente e poente?

 

- a concessão do “estatuto de patrocinador principal do Sporting por 12 épocas e meia” inclui apenas a camisola da equipa principal ou estende-se às outras equipas (B e Formação) de futebol do Clube?

 

- a “revisão dos valores do contrato com a PPTV” em quanto é que de facto beneficia financeiramente o Sporting considerando que se acrescentou agora a concessão de três anos de publicidade estática e virtual do Estádio e que havia valores já contratualizados?

 

- desconhecendo-se os termos da evolução do mercado audiovisual e do impacto financeiro dos novos formatos como o streaming estão previstas fórmulas para reavaliar e renegociar no futuro o acordo com a NOS?

 

- verificando-se uma significativa valorização da “marca” Sporting estão estabelecidos processos que permitam a devida adequação dos termos financeiros do acordo?

 

- confirmando-se uma revisão em alta do contrato entre o Benfica e a NOS está previsto algum mecanismo compensatório para o Sporting?

 

- havendo desinteligências contratuais em que termos está prevista a cessação do contrato por uma ou pelas duas partes?

 

Quando Bruno de Carvalho se candidatou em 2013 à presidência do Sporting sublinhou com frequência o valor da “transparência” nos actos de gestão do Clube. Por essa razão, muitos sportinguistas esperam que o presidente do Clube seja coerente com aquilo que apregoou no passado em determinado momento.

 

 

/Fotografia de Yves Lecoq/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14

Cartoon 2015

Rui Gomes, em 30.12.15

 

YOM77SWV.jpg

 Eleito um dos melhores cartoons de 2015

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 30.12.15

 

18547267_Zq5hz.jpg

 

«Não faço a mínima ideia da origem do cartaz. Para já excluo a hipótese de ser obra da actual direcção. Parece-me ter sido colocado por opositores, que não se querem identificar. Mas para além do seu carácter anónimo e nesse sentido contestável, o que o cartaz mostra é a divisão que existe no mundo sportinguista. E essa divisão atribuo-a, especialmente, a Bruno de Carvalho, ao comprar guerras com tudo e com todos, sportinguistas incluídos. Esquecer esta vertente da questão é tomar a atitude da avestruz. Como se costuma dizer, BdC bebe do seu próprio veneno.

Em relação ao contrato com a NOS a Direcção não fez mais que o seu trabalho. Depois dos contratos feitos com FCP e Benfica, as operadoras não podiam fazer muito diferente com o Sporting. Nesse sentido, isso não se deve aos bonitos olhos do senhor Presidente, mas à grandeza do Sporting. Não confundamos a árvore com a floresta.

 
Foi um contrato feito à imagem e semelhança do dos outros rivais directos. Tem como base a marca Sporting e as audiências que gera. Neste contexto não se deve a qualquer mérito especial da actual Direcção, mas às circunstâncias específicas que o originaram. Há um ano , por exemplo, não teria sido possível com esta ou com outra Direcção. Não me parece correcto que, deste facto, se possam tirar ilações a favor ou contra, para incensar ou para censurar, Bruno de Carvalho. Muito menos me parece correcto que os defensores incondicionais o usem agora como arma de arremesso contra eventuais oposicionistas, para contrabalançar processos que correram mal. Não é assim que se unem os sportinguistas.»
 
 
Leitor: NAÇÃO VALENTE
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:17

A isto chama-se transparência

Ricardo Leão, em 30.12.15

 

19138713_kcEen.jpg

"Chateia-me ver tão escalpelizados os números do Sporting.(...)"

 

Bruno de Carvalho

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:29

O presidente audaz

Rui Gomes, em 30.12.15

 

600_gif.jpg

 

Bruno de Carvalho aproveitou a conferência de imprensa pós-jogo para falar do negócio com a NOS e também da decisão do TAS no caso Doyen. Limitei-me a escolher duas frases suas que me despertaram maior interesse, para comentar:

 

1.ª - O Sporting não tem três dias para pagar absolutamente nada. Se o Rojo um dia for vendido, aí sim terá três dias para pagar. O Sporting está a preparar um recurso, não terá efeitos suspensivos mas existem outros mecanismos.

Fomos eleitos para resolver as questões em função dos nossos timings. Neste caso, vou manter até ao fim que o Sporting tem toda a razão. Quem vai para os tribunais não é um fora da lei. O Sporting não rasgou qualquer contrato, já respeitámos muitos maus contratos para o Sporting. Do nosso ponto de vista o contrato com a Doyen não cumpre a lei.

 

Nada radical aqui, salvo confirmar o que argumentei há dias no intenso debate que teve lugar sobre a decisão do TAS. A questão dos três dias só fez confusão a quem não compreendeu a informação divulgada, já a ausência de efeitos suspensivos caso o Sporting recorra da decisão, também vem a confirmar os meus argumentos. No que diz respeito ao suposto recurso - cujo fundamento me ilude completamente - ainda está a ser preparado. E, claro, ninguém venha acusar o presidente de rasgar contratos, conceito inimaginável !

 

 

2.ª É preciso perceber que diziam que o Sporting era um clube que estava falido, que só durava três meses. Era um clube desmoralizado, conformado, abatido. Aquilo que começámos a fazer é a perceber o que temos em mãos. Agir com calma, sem stress. Estávamos a observar, a ver. Tem a ver com audácia. Dizem que a sorte protege os audazes. Trabalha-se e depois tudo vem por acréscimo. O que é importante é que, de uma vez por todas, compreendam a dimensão do negócio. O Sporting é uma marca de referência a nível nacional e internacional.

 

Há muitas coisas que me irritam sobre Bruno de Carvalho e perto do topo da lista está esta sua patética expressão que ele usa repetidamente: "Agir com calma, sem stress" !!!

 

A conclusão é óbvia: tudo fez parte de uma muito bem elaborada estratégia à espera que os rivais negociassem primeiro com as operadoras de televisão, para depois surgir o Sporting a colher os proveitos. Isto explica a inexistência de patrocinador nas camisolas e outras considerações. Tudo se fica a dever à audácia de Bruno de Carvalho. Nem é possível qualquer outra explicação e quem somos nós para duvidar da palavra do presidente do Conselho Directivo do Sporting. Ao fim e ao cabo, ele não mente todos os dias, apenas quando lhe surge a conveniência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:22

O que dizem eles

Rui Gomes, em 30.12.15

 

agostinhoabade2.jpg

 

«O acordo com a NOS é um excelente negócio para o Sporting e dou os parabéns a quem o negociou. Com uma gestão equilibrada, este negócio pode trazer um aumento no orçamento para a equipa de futebol, ainda esta época. O Sporting pode ir reduzindo o passivo, mas também aumentar a competitividade da equipa.

 

É um negócio que os sportinguistas não estavam habituados, porque coloca o Sporting no mesmo patamar ou até num patamar superior ao Benfica e FC Porto. A duração do contrato não é excessiva tendo em conta que estamos numa época em que a inflação não tem grandes alterações.

 

Os acordos de Sporting, Benfica e FC Porto com as operadoras de telecomunicações são bons para os três clubes, mas levantam questões sobre o que poderá acontecer aos clubes mais pequenos. O fosso entre os grandes e os pequenos clubes aumente.»

 

 

Agostinho Abade - antigo presidente do Conselho Fiscal do Sporting - levanta uma consideração muito importante e que já foi aqui referido em outros escritos: a centralização dos direitos televisivos, tema que foi estandarte na campanha eleitoral de Pedro Proença para a presidência da Liga de Clubes.

 

A realidade, na minha opinião, é muito simples embora seja cruel: a centralização não passa de um mito, muito pela cultura do futebol português e a própria mentalidade de portugueses, em que há quase sempre curta visão, no que ao futuro diz respeito, e muito do proverbial "puxar a brasa à sua sardinha" no imediato.

 

É incontornável o que confronta todos os outros clubes: vão ficar com as migalhas dentro do que ainda pode ser negociado. O fosso entre os "grandes" e os "pequenos", que já é considerável, vai aumentar de forma significativa com o passar de cada época, com a clara consequência de um decréscimo de competitividade no campeonato principal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:22

Sempre é verdade...

Rui Gomes, em 30.12.15

 

img_193x193$2015_10_07_16_38_00_1018718.jpg

A suspeita que foi levantada há dias e que eu referi neste post - que por sinal não mereceu muita atenção dos leitores - foi confirmada por Jorge Jesus no final do jogo com o Paços de Ferreira. Tobias Figueiredo vai ser operado !


«Tivemos problemas com o Tobias, que vai ser operado. O Sporting, com tantas competições, não pode estar dependente de três centrais. Quem e como? Quando não se tem muito dinheiro temos de jogar muito no risco. Esse factor faz com que possamos errar mais vezes. Temos de ter muito cuidado com quem vamos contratar ou então não contratamos ninguém.»

 

Lamentamos imenso este contratempo na carreira do talentoso jovem, mas é de crer que precisamente pela sua juventude recuperá bem e rápido.

 

Jorge Jesus tem razão na sua análise, mas é de pensar que a SAD irá mesmo contratar outro central. Talvez... e é um talvez muito grande, o tal "patrão" que o treinador sempre desejou. Haja dinheiro !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:21

Cartoon do Dia

Rui Gomes, em 30.12.15

 

D5WT5JHX.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 05:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.

Pág. 1/12





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds