Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cuidado com o País de Gales !

Rui Gomes, em 01.07.16

 

wALES-3.jpg

 

O País de Gales acaba por surpreender o mundo do futebol, ao derrotar a poderosa Bélgica, por 3-1, e nem sequer foi necessário Gareth Bale marcar golos.

 

Equipa fisicamente muito poderosa, com grande tenacidade e com alguns elementos tecnicamente excelentes. Um adversário muito perigoso para Portugal, no que promete ser um grande jogo das meias-finais do Euro 2016.

 

A exemplo de William Carvalho, Aaron James Ramsey, médio que milita no Arsenal e um jogador importante para o País de Gales, está afastado do próximo jogo, por acumulação de amarelos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:52

 

 

Caro Renato Sanches,

 

Não nos conhecemos de lado nenhum mas queria dizer que desde ontem fiquei a gostar muito de ti. Parabéns pela vitória e pela classe que mostraste (mesmo que ache que o melhor jogador do jogo foi o Pepe) e não foi só os golos que marcaste, foi essa maneira contagiante de jogares que o Fernando Santos diz fazer lembrar o Coluna mas que a mim me faz lembrar muito o nosso Oceano. Ainda tens bastante que aprender, especialmente a nível táctico, mas vais no bom caminho.

 

Ontem deste uma estalada de luva branca a todos os teus detractores, a começar no inenarrável Bruno Carvalho e nos seus "irmãos metralha" que para minha vergonha como sportinguista puseram em causa a tua honra. Primeiro diziam não teres a idade que tens; depois que devias ter sido quase irradiado pela pancada que deste ao Bryan (ai sei que te excedeste e nem a tua exaustão e pressão do momento servem de atenuante, mas já deu para ver que não és maldoso e nessa noite também me apeteceu dar uma pancada ao Bryan depois daqueles falhanços dele :) ); depois diziam que não valias nada como jogador e que eras um produto da imprensa que nem convocado devias ser para o Euro. Felizmente ontem provaste que estavam equivocados e de que maneira.

 

Tal como o João Pinto fez numa época no Benfica, o Jardel no Sporting e o Quaresma no Porto, a época passada carregaste às tuas costas uma equipa rumo ao campeonato. E com a tua juventude! Para mim perdemos o campeonato pela nossa arrogância que vos espicaçou e também porque tu apareceste quase do nada.

 

Não me admirou nada teres ido parar ao Bayern e como sportinguista fico satisfeito por não ter que te enfrentar para o ano nas competições nacionais e como português contente pela evolução que certamente terás como jogador. 

 

Boa sorte para o resto do Euro e para a tua carreira e peço-te que não confundas o Sporting e os sportinguistas com algumas pessoas sem nível e desportivismo que por lá passam. Manda um abraço meu a todos os teus companheiros especialmente aos meus preferidos Patrício (que defesa ontem!!); João Mário (que confusão táctica ontem dá-me ideia que por tua culpa); William (gostei especialmente de o ver sacrificar-se pela equipa e levar aquele amarelo) e Adrien (que gostei de ver parecer ser bom amigo teu).

 

PS Hoje dia de anos do Sporting pensei em escrever também ao João Benedito mas vou fazê-lo pessoalmente só para ele porque até o conheço pessoalmente - custa-me mesmo muito ver sair mais uma das nossas referências mas faz sentido neste "novo Sporting" que está a ser criado e é também um dia complicado porque ainda estou revoltado com a confirmação da entrada do Carrillo no teu Benfica ainda com a esperança que ele não jogue lá.  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35

 

benedito.jpg

 

«Ontem terminou o meu contrato com o meu Sporting e consequentemente a minha carreira desportiva. Comunico-o hoje para que saibam por mim. Serei sempre um felizardo pois representei o meu Clube como atleta profissional. É impossível descrever as sensações vividas, os momentos e as conquistas.

 

Não me querendo alongar muito mais neste tema, apenas agradeço do fundo do meu coração aos que, durante a minha carreira, me ajudaram a crescer, me fizeram homem e me transmitiram os princípios que guardarei para a vida. Muito em particular à minha família Sportinguista - sócios e adeptos - estarei eternamente grato por me terem feito sentir tão especial».

O guarda-redes, de 37 anos, representou o Sporting nos últimos 21 anos, tendo apenas saído um ano para representar o Playas Castellón, em Espanha (2006/07). Ao serviço leonino, Benedito conquistou nove títulos de Campeão Nacional, quatro Taças de Portugal, seis supertaças e uma Taça da Liga, enquanto na selecção portuguesa alcançou um terceiro lugar no Mundial 2000 e um segundo no Euro 2010.

 

benedito9_31.jpg

 

O Sporting publicou uma mensagem de despedida, agradecendo o contributo e dedicação do grande «capitão» ao longo dos anos:

«A porta de saída é a mesma que é reservada aos campeões, já que o currículo do mítico guarda-redes responde da melhor maneira ao carinho que os Sportinguistas sempre lhe conferiram. Não por acaso. São mais de meio milhar de jogos, muitos deles a ostentar a braçadeira, defendida com a mesma garra 'leonina' com que viveu a sua passagem por Alvalade. (...) A sua saída é, portanto, pela porta grande 10 A, que simbolicamente deixou de estar apenas associada ao futebol e passou a ser uma referência no universo de todas as modalidades leoninas. A decisão de acabar a carreira foi pessoal e o Sporting CP só lhe deseja o melhor para o futuro.

A família Sportinguista está, por isso, agradecida pelo esforço e devoção demonstrados que levaram o Clube, em particular a sua modalidade do coração, aos mais altos patamares desportivos».

 

Um homem e um atleta exemplar. Boa sorte grande «capitão» !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

O narciso

Leão Zargo, em 01.07.16

 

13528813_10153569827616555_506288090563874889_n.pn

 

O narcisismo é pai de alguns dos piores vícios. Desde logo, da vaidade e da sede de poder que, pela sua dimensão invulgar, originam um padrão invasivo de autoreferência, de necessidade de admiração e de falta de empatia. Por outro lado, proporciona um sentimento excessivo de superioridade, implicando o constante exagero das suas capacidades e dos seus talentos.

 

Indivíduos narcisistas são caracterizados por fantasias irreais de sucesso e pela convicção de serem únicos. Centralizam em si mesmos a realidade por se imaginarem os actores principais dos acontecimentos, possuem hipersensibilidade à avaliação dos outros e revelam sentimentos excessivos de autoridade.

 

No entanto, vivem numa dolorosa contradição: num artigo na revista Harper’s, “Me, Myself, and Id”, Laura Kipnis escreve que o narcisista “vive como se estivesse rodeado de espelhos, mas não gosta do que vê”. Talvez por essa razão, precisa de alimentar permanentemente o seu ego.

 

 

Nota – Foi apresentado hoje, na Fnac, um “produto para novos sócios”. Oxalá que tenha um sucesso idêntico ao do “Sócio num Minuto”, sendo próprio de uma oferta digna aos sportinguistas no dia do 110º aniversário do seu Clube.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:01

Snapshot Euro 2016 (30)

Rui Gomes, em 01.07.16

 

ng7191271.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

Um grupo feliz...

Rui Gomes, em 01.07.16

 

img_FanaticaBig$2016_07_01_09_51_22_1123673.jpg

No avião, de regresso a Marcoussis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55

 

simbolo_sporting_final.jpg

  

Estaremos próximos de ganhar. Em Campo.

 

Aproxima-se a época 2016/2017. A ilusão dos adeptos encontra-se neste momento num patamar de elevada confiança, não directamente pelos resultados expectáveis em relação à época transacta, mas essencialmente pelo novo “estado de alma” no qual se posiciona o “casamento” entre os aficionados e Clube. Um Sporting essencialmente aportado à ânsia de vencer, numa corrente de ligação extremamente emocional: uma dialéctica popular, directa ao coração, apela-nos a uma devoção sem limites assim como a uma confiança inabalável de quem dirige, de quem comanda, de quem joga.

 

Se o campeonato começasse já hoje, sem mais possibilidade de perdermos qualquer peça importante no plantel, acreditaria – quase garantidamente – que os próximos vencedores seríamos nós. O Treinador ficou, os modelos de jogo mantêm-se, os jovens jogadores estão empenhados em demonstrar "o que valem", enquanto os mais experientes reconhecem a montra da Champions que garante memórias futuras inesquecíveis. Deseja-se igualmente personalidade, rigor, ambição e principalmente menos exposição e mais introspecção. E no final naturalmente, o nosso Sporting campeão.

 

Estaremos próximos de perder. Em Contas.

 

Deixando para trás as emoções que a nossa equipa nos oferece, mensagens positivas de resultados financeiros nos foram transmitidas a jusante. Conotada a “tal” restruturação económica” ao bom desempenho directivo, alguém diz que hoje o Sporting “respira” saúde nas suas contas. Supomos nós que falará quem sabe, apresentando Carlos Vieira uma inegável auto-confiança nesta independência em relação ao passado sombrio das finanças do Clube. Os argumentos são válidos? Depende. O sucesso de um filme depende do actor, do realizador, ou do budget que os estúdios cinematográficos proporcionam à qualidade de produção da obra ou ao pagamento de honorários dos referidos intervenientes?

 

Minuto de silêncio e reflexão pelo argumento “emoldurado” em 2014 no R&C:

 

Irão ser feitos esforços da SAD em aumentar as receitas “clássicas”, assim como a criação de outras actividades geradoras de retorno, como por exemplo ao nível de apostas desportivas e transferência de know-how a nível das Academias Sporting”. 

 

Sejamos honestos: se estes são o melhor exemplo de “Actividades Geradoras de Retorno, então estamos perante uma gestão sem ideias. Para os mais cépticos, iremos ver porquê:

 

Recordando os Proveitos Operacionais de 2014 (35.344M€) perante os valores de 2016 (54.747M€), assistimos a um aumento de 19,4 Milhões de Euros. Bravo, Carlos Vieira. Mas se retirarmos os proveitos extraordinários de Bilheteira (+3,9M€), Direitos TV (+3,5M€), as Quotizações (+2.1M€) participação em competições europeias (+8,5M€), Publicidade (+1,4M€) – num total de… 19,4 Milhões de Euros! – verificamos que a “genialidade” das referidas AGR proporcionam 0 (zero) euros de retorno! O clube limitou-se a acompanhar a evolução da taxa de inflação aplicada aos proveitos "clássicos", uma não-presença em competição europeia no relatório anterior, assim como recolher os frutos da mobilização dos adeptos. Se compararmos o ano de 2015, em 2016 o Sporting perdeu mesmo 5,9M€ em receitas acumuladas de competições europeias e Publicidade. 

 

Esta é a realidade. Em 2016 o Clube apresenta um Cash-Flow de quase -1M€ (negativo), Resultados Operacionais de -13.754M€ (negativos) e um valor de -17.106M€ (negativos) em Resultados Líquidos do Exercício. Um Passivo Corrente e Não-corrente de -245.547M€ (negativos) com Capital Próprio de -10.133M€ (negativos). Mais o “descoberto” bancário de -23.039M€ (negativos). Ou seja:

 

- Balanço Contabilístico Anual: Negativo

- Income Statement: Negativo

- Cash-Flow Statement: Negativo

 

Não consigo compreender a mensagem desta Direcção, muito sinceramente. Nada de novo, nada de proveitoso. Só se aproveita mesmo é o folclore dos recebimentos por parte dos adeptos ao “Moisés de Alvalade” na caminhada ao McDonald’s.

 

Acreditar que exista no organograma directivo do Sporting alguém responsável pelo bom momento do clube, é atirarmos areia para os olhos de quem saiba interpretar métrica financeira. O Clube promove o equilíbrio perante a vertigem. Jorge Jesus, “segundos lugares a dois pontos do primeiro” e holocausto de Facebook fazem o resto. O Sporting evoluiu em proveitos porque o “estado de graça” devolveu ao Clube os adeptos (estes gastaram mais em merchandising, quotizações, bilheteira,…) mas foram números insuficientes para pagar sequer os Custos Operacionais num trimestre! Sujou-se o bom nome do nosso clube nas diversas campanhas promovidas contra os moinhos de vento, desperdiçando ao mesmo tempo todo um aumento de investimento que os adeptos em massa fizeram. Pior? Os Custos Operacionais em 2 anos aumentaram 13.708 Milhões de Euros.

 

Em 2026 o Sporting muda de “dono”

 

Serei responsável se estiver enganado, mas em 2026 o clube perderá a maioria do seu Capital Social a benefício dos credores bancários. Porquê? Porque essa é uma das duas garantias que a Banca exigiu ao Sporting em 2014 nas fantásticas VMOC’s, onde é lido:

 

- “Não existência restrições à transmissibilidade das acções da Sociedade.”

- “Não existirem cláusulas com objectivo de constituírem medidas defensivas à alteração do controlo accionista por parte dos Credores.”

 

Tal só não será possível se entretanto não aparecer um "Angel" que adquira participação maioritária do Capital Social. O lado não visível da Reestruturação Financeira é o tal que Vieira assume quando formaliza que “Os nossos parceiros querem é que os seus créditos estejam sustentados por activos de valor superior”. Ou seja, a efectiva recuperação das percentagens dos passes dos jogadores ao parceiro Holdimo foi basicamente um resgate de uma apólice ao processo de financiamento da Banca, que se compromete assim a abrir uma Linha de Crédito ao Sporting em 2016 de 45.496M€ (em obrigação corrente de 7.366 M€) mais um Factoring de 29.66M€ (em obrigação corrente de 17.858M€). Então a verdade é esta:

 

- O Sporting sobrevive de financiamentos bancários, tem os passes dos jogadores hipotecados e terá mesmo já recebido parte de futuras vendas (Factoring). Nada que já não tivesse sido falado no Camarote Leonino.

 

Dirá o adepto comum: “Esse valor é facilmente coberto se vendermos o João Mário por 35/40 Milhões de Euros, certo?” Errado. O Sporting tem ainda 12.836M€ a pagar a Fornecedores, sem esquecer comissões e impostos imputados a vendas, numa soma global que nos diz que se tem de “fazer” 50M€ até Setembro. Portanto, o provável é a venda de dois jogadores – Slimani e João Mário podem ser o caso. Ou esperar pelo retorno das misteriosas “Actividades Geradoras de Retorno”...

 

Em Suma

 

91 Mil Euros anuais à PricewaterhouseCoopers & Associados afiançam a credibilidade das informações contidas no R&C de 2014/2015, embora o R&C de 2015/2016 não tenha sido ainda auditado, creio eu. O que significa que todos os valores que apresentei podem ser verificáveis por quem não acredite no que está escrito neste texto. Uma última palavra para a Holdimo. Não se prevê uma ordem de “Stop-Loss” a este investidor num futuro próximo (resgate do capital e encerramento de participação) sem recolher juros do que está investido – a Holdimo estará a aguardar pacientemente por 2026?

 

O que nos permite ficar aliviados, é o facto do Sporting nunca deixar de ser um Clube de futebol. Seja com a Banca, com a Holdimo ou um qualquer pateta a comandar os destinos financeiros do Clube.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

Repórter da Semana

Rui Gomes, em 01.07.16

 

jenn-sterger-8.jpgjenndartmouth.jpg

 

Jenn-Stergerová-nydailynews_com_.jpg

 

Jenn Sterger, de 32 anos, natural de Hoboken, New Jersey, E.U.A., licenciatura em Jornalismo pela Floroda State University, modelo, jornalista e repórter. Colunista para Sports Illustrated "Scorecard Daily", "Gameday Host" New York Jets, "Race to March Madness" ABC, repórter para Fuel TV, Versus Sports News "The Daily Line".

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:59

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 01.07.16

 

18547267_Zq5hz.jpg

 

Este europeu está a ficar marcado por vários aspectos "únicos" na nossa Selecção...

Antes de mais, Fernando Santos, que é capaz do melhor e do pior !


- Do melhor quando se trata do aspecto psicológico, mental e disciplinar da equipa. Aqui reforço que não me lembro de ver uma participação de Portugal num Europeu e/ou Mundial em que os jogadores aparentassem tanta calma, frieza e acima de tudo disciplina. Vejo também CR7 muito empenhado em manter um espírito de união muito grande, resguardando-se ele inclusivamente dos principais holofotes.


- Do pior em termos tácticos; contra a Islândia deu o jogo todo de avanço, contra a Áustria deu os primeiros 45 minutos e contra a Hungria o que o salvou foi CR7 estar em dia SIM. Contra a Croácia esteve bem na escolha do 11 inicial mas deixou a equipa encaixar-se demasiado e se não fomos aos penaltis nesse jogo bem se pode agradecer a CR7 se bem que da jogada todos preferem dar mérito ao R. Sanches. Hoje, acertou de novo no 11 inicial, mas falhou nas posições e precisou de 30 minutos para corrigir R. Sanches e João Mário... foram 30 minutos que deu à Polónia, nos quais ela fez um golo.


Se há coisa que não percebo é: se um jogador passa uma época inteira numa posição, porque acha o Seleccionador que com meia dúzia de treinos ele vai jogar melhor noutra posição qualquer? Será que consegue ver "mais e melhor" que o treinador que passou uma época inteira com o jogador?

Quanto aos jogadores apenas algumas referências:


- Rui Patrício não é o primeiro jogo que está muito bem... não falo apenas do penálti que foi "brutalmente" defendido, mas durante o jogo com muita segurança e alguns "saves" mesmo no limite;


- Pepe está a fazer um Europeu de sonho... pena não ter o devido reconhecimento, mas é o 2º jogo que é claramente o homem do jogo;


- William, muitíssimo bem hoje e vai fazer falta no próximo jogo;


- Renato Sanches, hoje finalmente pareceu o Renato do SLB... poucos passes falhados e os que aconteceram foram principalmente nos primeiros 30 minutos o que mostra que a culpa não é só dele mas também de Fernando Santos que não o tinha na sua posição. Na 2ª parte caiu muito mas não invalida o esforço que fez na 1ª parte. Continuo a dizer que dada a sua juventude ele mexe o jogo mas por vezes também "encrenca" a equipa. Ainda bem que vai para fora de Portugal pois no Bayern vão-lhe dar espaço e tempo para crescer o que precisa, ao passo que se ficasse cá, o que lhe exigiriam, matá-lo-iam como jogador.


- CR7, para a maioria das pessoas se não faz 10 golos num jogo já dizem que não joga nada e que está acabado. É verdade que hoje vimo-lo a falhar coisas que qualquer jogador falha e que nele não são normais, mas isso não invalida o desempenho que está a ter... quantas vezes não o vemos no 1ª terço do campo de Portugal e a recuperar bolas desde trás? este é o tipo de jogo que CR7 fazia no Man. United e que no Real não faz porque não precisa... se formos a ver as estatísticas quase que aposto que CR7 já disputou mais bolas neste Euro que em todo o Campeonato Espanhol !


- João Moutinho que tem estado miserável neste Europeu, fez-lhe bem a paragem e hoje no pouco tempo que jogou pareceu o Moutinho de outros tempos... espero que esteja com a cabeça e o corpo em ordem, pois vai fazer muita falta para o próximo jogo.

E pronto, Portugal lá vai empatando e seguindo em frente... pode-se dizer que Portugal está nas meias sem ainda ter ganho um único jogo nos 90 minutos, pena que ninguém diga que Portugal está nas meias de forma invicta... é a mania de só ver o mau ao invés do bom.


Agora, uma semana parados acho que vai fazer bem à equipa e espero que Fernando Santos perceba que isto de dar "avanço" ao inimigo pode um dia acabar mal.

Fortes Rugidos - RICARDO RODRIGUES

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:59

Um penálti... bem defendido !!!

Rui Gomes, em 01.07.16

 

 

Rui Patrício foi um dos heróis do apuramento de Portugal para as meias-finais do Euro 2016. O guarda-redes do Sporting defendeu a quarta grande penalidade, da autoria de Blaszczykowski, abrindo caminho à vitória, que seria depois sentenciada por Ricardo Quaresma.

 

Isto, no jogo da sua 50.ª internacionalização pela equipa das quinas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:58

Snapshot Euro 2016 (29)

Rui Gomes, em 01.07.16

 

19702072_nqweR.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:58

Foto do Dia

Rui Gomes, em 01.07.16

 

IX6CLXEN.jpg

Indiscutivelmente, o homem do jogo !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 05:57

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.

Pág. 16/16





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds