Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fotografia com história dentro (35)

Leão Zargo, em 26.02.17

 

20278114_iaZNr.jpg

 

O presidente João Rocha e o Hóquei em Patins

 

João Rocha foi um dos presidentes do Sporting que deu maior importância ao ecletismo do Clube. Com ele na presidência, o Hóquei em Patins leonino alcançou um nível extraordinário, tendo conquistado uma Taça dos Campeões Europeus, duas Taças das Taças e uma Taça CERS.

 

Nesta fotografia tirada em Alvalade em 18 de Junho de 1977, o presidente João Rocha está acompanhado pelos seus filhos, e um deles segura o troféu dos Campeões Europeus conquistado na final contra os espanhóis do Villanueva. Houve festa rija no Estádio, com os jogadores e técnicos a serem recebidos em euforia por uma multidão de sportinguistas, depois de um cortejo triunfal.

 

Foi o tempo da Equipa Maravilha, os nossos “cinco magníficos” do Hóquei em Patins: Ramalhete, Rendeiro, Sobrinho, Livramento e ‘Chana’. Foi a melhor equipa portuguesa de sempre no hóquei patinado, ganhou tudo o que havia por conquistar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15

 

imageCE623LF7.jpg

 

Cada vez mais aproximo-me de tomar uma decisão muito pessoal no que ao Sporting diz respeito. Os meus limites de tolerância esgotam-se visivelmente com o passar de cada dia perante o comportamento absolutamente ridículo tanto do ainda presidente Bruno de Carvalho, como do incontornável Jorge Jesus.

 

Ver e ouvir cada um deles individualmente já é missão que extrema a capacidade de meros mortais, mas os dois em conjunto ultrapassa tudo quanto é humanamente aceitável. O ridículo de cada um cresce na proporção em que dependem dele, e essa dependência é cada vez mais audível e visível, ao ponto em que se respira um clima no Clube em que não existe distinção entre achar sério o que é ridículo, e ridículo o que é sério.

 

Isto, a propósito das declarações de Jorge Jesus (comento Bruno de Carvalho num outro post) após o jogo com o Estoril:

 

"O Bas Dost marcou o seu primeiro golo de penálti. Um jogador que nunca marcou um penálti na vida dele, nos clubes por onde passou. Nem queria, quando chegou ao Sporting. Dizia ‘Ei não sei marcar penáltis’ e eu disse ‘não? Eu vou-te ensinar’. E já está a marcar e já fez um golo". (ver aqui).

 

VG44B2Y7.jpg

 

"Francisco Geraldes, Daniel Podence e João Palhinha são jogadores de futuro e acreditamos neles. O Palhinha já fez o segundo jogo a titular e o Francisco Geraldes e o Podence estiveram no banco. Estar no banco do Sporting já é um grande passo (Podence esteve em campo cerca de 30 segundos, entrando no jogo aos 90+1')".

 

"Fizemos um bom jogo, melhor a segunda parte do que a primeira, melhorámos muito defensivamente, já tínhamos melhorado frente ao Rio Ave. A equipa voltou a ser mais consistente nas suas ideias defensivas e isso deu tempo para fazermos golo. Sem ter muitas oportunidades marcámos".

 

A referência ao melhoramento defensivo frente ao Rio Ave só pode ser em relação a Rui Patrício, que evitou uma derrota por dois ou três golos de diferença.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:22

Verdade televisiva

Rui Gomes, em 26.02.17

 

19668301_GZJst.jpg

"Somos pessoas de bem", dizia anteontem Bruno de Carvalho, mas, em geral, as pessoas de bem do futebol não são as pessoas de bem tradicionais. A essas costumam repugnar, por exemplo, os hábitos tão futebolísticos do autoelogio, das acusações sem a mínima prova ou da exigência de direitos próprios que ainda ontem se recusava aos outros.

 

Se eu escrevesse aqui, todos os dias, que sou o melhor diretor de jornal do planeta, que tive ideias geniais de que nunca a humanidade se lembrou e que a minha gestão do orçamento devia ser ensinada ao Mário Centeno, seria imediatamente uma pessoa ridícula, nunca uma pessoa de bem. No futebol, a perceção dilui-se e o tique passa quase despercebido, mas a presunção, o egoísmo e a arbitrariedade estão lá na mesma.

 

Esta época, só para variar, nem Benfica, nem FC Porto, nem Sporting têm moral para condenar os ataques uns dos outros à arbitragem, ou para ignorar os erros de que todos, mais ou menos, foram vítimas. A indignação do Benfica vale tanto como valeram as indignações do FC Porto e do Sporting; e as distorções do Benfica, como o regresso do Apito Dourado ou a tese de que os árbitros estão aterrorizados com os SuperDragões (que eram pessoas de bem até há um mês, pelos vistos), também valem tanto como as distorções da realidade que FC Porto e Sporting tentaram.

 

O complicado é quando o Benfica se reclama uma pessoa de bem (mais de bem que qualquer outra), por oposição às pessoas de mal que vão atrás. Porque uma pessoa de bem faria questão de repetir, no canal televisivo que é seu e que transmite em exclusivo os seus jogos em casa, todas as jogadas duvidosas e não apenas as que parecem favorecê-lo, como tem acontecido ultimamente com uma desfaçatez notável. Uma pessoa de bem também não negará que isto acontece.

 

 

José Manuel Ribeiro - O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:21

Quando ser cobarde é a nota do dia

Rui Gomes, em 26.02.17

 

9CRJ0I3W.jpg

 

No frente a frente de quinta-feira, Bruno de Carvalho encolheu-se, sem sequer conseguir olhar o seu oponente nos olhos, mas 24 horas mais tarde recorreu por três vezes ao Facebook no espaço de uma hora para dirigir um vasto sortido de críticas e insultos a Pedro Madeira Rodrigues. Isto, além de discursos em vários locais, no conforto do colo dos seus devotos.

 

Por muito que se pretenda adornar este comportamento, o único termo verdadeiramente aplicável é COBARDIA.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:20

Juniores mantêm a invencibilidade

Rui Gomes, em 26.02.17

 

1024.jpg

 

O Sporting mantém a invencibilidade no Campeonato Nacional de juniores e somou a 23.ª vitória na prova, que entrou há duas jornadas na fase de apuramento do campeão.

 

Os comandos de Tiago Fernandes garantiram a vitória na visita a Vila do Conde, este sábado, com um golo do extremo Douglas Aurélio aos 89 minutos.

 

A equipa leonina soma assim seis pontos na fase de apuramento de campeão e é líder isolado. O Benfica perdeu em Coimbra com a Académica (1-0) e o FC Porto perdeu em Braga por 3-1.

 
 
CLASSIFICAÇÃO
 
1.º Sporting, 6 - 2.º Académica , 4 - 3.º Belenenses, 4 - 4.º SC Braga, 3 - 5.º Benfica, 3 - 6.º Vitória de Guimarães, 2 - 7.º Rio Ave, 0 - 8.º FC Porto, 0
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:19

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 25.02.17

 

20263541_TrAKZ.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

Porche 911 Carrera S - Polícia da Alemanha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Não me deixem caír !

Rui Gomes, em 25.02.17

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Sem brilho... mas valeu três pontos

Rui Gomes, em 25.02.17

 

estoril-sporting.png

 

Jogo sem grande entusiasmo em que o Sporting preservou o terceiro lugar da tabela classificativa com uma vitória na visita ao 15.º classificado Estoril, a contar para a 23.ª jornada da I Liga, com um golo de Bryan Ruiz, o seu segundo do campeonato, e já perto do cair do pano, Bas Dost a converter uma grande penalidade, o seu 18.º tento.

 

O Sporting continua a jogar muito aquém do que é esperado e desejado, mas enquanto as vitórias vão aparecendo, mesmo sem brilho, a "tempestade" vai aguentando. Pela lesão de Adrien Silva, João Palhinha integrou o onze, e sem reflectir na exibição do jovem, este cenário acentua ainda mais a ausência de meio-campo do Sporting. Consta que Francisco Geraldes marcou presença no banco, mas decerto que só daqui a alguns meses é que estará em condições para satisfazer o melhor treinador do Planeta e arredores.

 

Deixamos a análise do jogo ao leitor. Na 24.ª jornada, o Sporting receberá o V. Guimarães.

 

 P.S.: Gostei da entrada de Daniel Podence aos 90+1'. Acho que esteve 30 segundos em campo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11

 

image.jpg

 

O Estádio José Alvalade foi o palco para o embate entre os dois líderes da Liga Allianz, com o Sporting a arrancar uma vitória já nos descontos, quando Solange Carvalhas converteu uma grande penalidade, justamente assinalada, diga-se.

 

O empate talvez fosse o resultado mais justo, mas no futebol esta lógica nem sempre prevalece. As minhotas mais em evidência na primeira parte, com as "leoas" a elevarem o seu jogo no segundo tempo e a criar duas ou três boas oportunidades para inaugurar o marcador. Quando já se dava o empate como certo, surgiu o lance do penálti, pela penetração ofensiva da equipa leonina.

 

O SC Braga lidera a Liga com 81 golos marcados, contra apenas 3 sofridos, enquanto o Sporting regista 76 golos contra 9. Apesar deste registo ofensivo, o encontro em Alvalade evidenciou-se pelo jogo defensivo das duas equipas.

 

Com este resultado e com oito jornada por disputar, o Sporting é o líder isolado com 50 pontos, mais três do que o SC Braga e a 11 pontos do terceiro classificado Valadares Gaia, que tem um jogo a menos.

 

Um  pouco mais de 9 mil espectadores em Alvalade, uma excelente marca para o futebol feminino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:51

Debate entre candidatos: brechas na muralha

Naçao Valente, em 25.02.17

 

muralhas.jpg

  

A análise de qualquer aspecto da realidade é subjectiva. Está condicionada pela selecção dos factos, pela sua interpretação e pela subjectividade do analista, em função do seu posicionamento político e ideológico. Este caso concreto, o debate entre Pedro Madeira Rodrigues (lista A) e Bruno de Carvalho (lista B) insere-se na formulação enunciada. Por isso, as apreciações sobre o debate, estão subordinadas pelo juízo pré-determinado, que cada qual tem dos intervenientes. Não escondendo a minha predilecção por Madeira Rodrigues, procurarei, no entanto, usar a imparcialidade na avaliação da prestação dos candidatos, com a certeza que não conseguirei ser neutro.

 

Em sentido lato, a primeira leitura que faço do debate, é que os opositores eram portadores de um guião que pretendiam cumprir. Madeira Rodrigues, partindo de uma posição de desvantagem, pelo facto de ser menos conhecido no universo sportinguista, e por estar do lado de fora da fortaleza, ocupada pelo seu adversário, teve de utilizar uma estratégia de ataque constante, procurando centrar a sua investida nas zonas mais fracas da muralha. Daí que se concentrasse na questão do futebol profissional, o tema mais apetitoso para o adepto, e dele procurasse tirar vantagens, para enfraquecer Bruno de Carvalho. Focou os maus resultados desportivos, as contratações erradas, a equipa técnica tremendamente cara. Esta estratégia, colocou Bruno de Carvalho à defesa, procurando limitar os danos. Além disso, usou algumas armas inovadores, como a coordenação para o futebol. Espera-se agora a apresentação do seu treinador.


No guião de Bruno de Carvalho estava, à partida,  a defesa de uma posição privilegiada, sem arriscar, sem pôr um pé em falso. A ideia foi fazer-se de peixe morto para se poder manter à tona. Contrariando a sua própria natureza belicista, conteve a agressividade, escudou-se atrás da sua muralha, que o intruso queria ocupar. Refugiou-se na obra feita, na solidez do edifício, na construção de novas ameias. Acentuou o recurso a apoios mediáticos, muitos deles com ligações ao repudiado passado, com especial enfoque para Ricciardi, uma espécie de Rasputine do Sporting, cuja presença perpassou pelo debate. Salientou o pavilhão, a salvação da bancarrota, números e mais números, gráficos e mais gráficos, na minha opinião de reduzida eficácia.


Para cumprir o seu guião, o ainda presidente foi instruído para se focar nos aspectos positivos, para manter uma imagem de urbanidade, chegando a afirmar, que num próximo mandato se irá resguardar mais, leia-se ter uma actuação mais discreta, sem voltas olímpicas por exemplo. Nesta área, Madeira Rodrigues, porque não tem as mesmas armas, e porque é candidato fora da muralha, limitou-se a questionar os dados apresentados, não podendo, em concreto ir muito mais além. Apesar disso, ainda conseguiu causar algum embaraço com o assunto pavilhão, alegando que estará pago com o dinheiro da Doyen. Quanto aos investidores, Madeira Rodrigues, não pode concretizar, enquanto candidato, o que só a um presidente compete. Pode-se discordar do seu projecto ou da concretização de algumas propostas, porque elas existem.Para bom entendedor..


Em conclusão, os dois contendores foram cumprindo os guiões previamente estabelecidos. Pelo facto, foi um debate morno, com algumas picardias, pouco significativas. Pedro Madeira Rodrigues fez o que tinha que fazer e penso que conseguiu alguns ganhos. Manteve o adversário à defesa e abriu algumas brechas. Para aqueles que consideram a fortaleza inexpugnável, é talvez altura de começarem a ter alguma modéstia. Foi o único que teve a coragem de desafiar o poder instalado, depois de constatar que mais ninguém avançava, surpreendeu-me e surpreendeu os observadores. O seu principal problema é a escassez de tempo, mas creio que está a mostrar que tem uma nova visão para o clube,  fibra, competência e condições para assumir a sua presidência. Assim queiram os associados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

 

mascaras-gregas.jpg

 

"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto".

 

Uma frase que mesmo com a sua potente acepção fica longe de verdadeira e totalmente manifestar aquilo que eu sinto sobre o homem que me envergonha - e que devia envergonhar todos - por ser o presidente do meu Clube, o Clube da minha querida mãe, que, em vida, nunca teria conseguido resistir às injúrias do seu coração.

 

Num jantar com sportinguistas na Golegã, o vil e obsceno personagem que ainda preside ao Sporting Clube de Portugal, teve isto para dizer sobre o seu opositor no debate de quinta-feira:

 

«O debate não correspondeu às minhas expectativas enquanto sportinguista. Senti-me até envergonhado. O Sporting não merecia, do outro candidato, um discurso tão baixo, cheio de chavões e sem mostrar uma ideia, uma proposta.

 

Estamos a falar de uma pessoa que não tem perfil e, com 45 anos, nunca liderou nada em lado nenhum, apenas foi liderado. Tem uma postura populista e um discurso demagógico. No entanto, e como as mentiras vão sendo uma constante, talvez possam colar em quem esteja mais desatento. Falou nas obras do pavilhão, na Academia, no sócio-núcleo, nos novos conteúdos da SportingTV, nos bilhetes fanilia e low cost… Nós fizemos isto tudo no nosso mandato. Tem um discurso de plástico».

 

E podem crer os mais cínicos que os meus sentimentos não se associam exclusivamente à campanha eleitoral em curso e ao outro candidato. Lamentavelmente, aplicar-se-iam a qualquer outra circunstância, tal a repugnante baixeza de Bruno de Carvalho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:50

Leoas são elas

Rui Gomes, em 25.02.17

 

13558876_p8MVw.jpg

Joana Viegas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:33

 

img_770x433$2017_02_16_19_01_29_1225515.jpg

 

Falando no Núcleo Sportinguista de Vendas Novas, Pedro Madeira Rodrigues respondeu à letra a Ricciardi, pela ameaça deste de avançar com um processo-crime em Tribunal, por difamação:

 

«Uma pessoa dessas colocar-me um processo é um prazer. Ele de facto já deve ter levado com muitos, é a primeira vez que levo um.

 

Jaime Marta Soares também me ameaçou. É uma das medalhas que levo desta campanha. O que disse ontem é verdade. Disse o nome dele, mas devia ter dito BESI ou Haitong. Eles ganharam comissões, tenho provas disso.

 

Caso se confirme o processo, Ricciardi não tem qualquer chance de ganhar. Vai ser muito bom vencermos estas eleições e vermo-nos livres de Ricciardi. É um putativo presidente do Sporting, que nunca teve a coragem que eu tive de se lançar para presidente. Pode ser que daqui a quatro anos seja um adversário meu».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:32

Festa a dobrar

Rui Gomes, em 25.02.17

 

16938438_10154179938201555_7192722630806245335_n.j

 O Estádio José Alvalade vai pela primeira vez receber um

do futebol feminino. Sporting e SC Braga repartem a

liderança da Liga Allianz e este jogo poderá

decidir o título.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:31

Cartoon do Dia

Rui Gomes, em 25.02.17

 

0RUCL6NG.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:30

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 24.02.17

 

1.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

Pagani Zonda R - 10 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Delfim reage às "bocas" de Bruno

Rui Gomes, em 24.02.17

 

OriginalSize$2017_02_22_23_01_14_1228462.jpg

 

Eleito para a função de ‘Team Manager’ caso Pedro Madeira Rodrigues venha a vencer as eleições à presidência do Sporting, Delfim ouviu Bruno de Carvalho recordar, durante o debate desta quinta-feira, que o antigo futebolista trabalha, actualmente, como agricultor, e ainda que tem um processo contra o Sporting. Eis o que ele teve para dizer:

 

«O que terá pensado Octávio Machado a ouvir aquilo? Ele também está ligado à mesma actividade e faz parte da estrutura do Sporting. É um hóbi, faz parte de mim. É um complemento a que me agarrei desde muito cedo, face às lesões que fui contraindo, algumas delas devido a negligência médica. É o meu escape. Pego numa sachola ou numa motosserra sem problemas.

 

O processo que Bruno de Carvalho referiu não é “contra o clube”. Tem a ver com as lesões contraídas ao serviço do Sporting e que levaram a três operações. Foi-me dado um grau de incapacidade, pelo que tenho direito a uma indemnização, que é pago pelas seguradoras e não pelo Sporting».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:24

Quando os papagaios sobrevoam a rua

Rui Gomes, em 24.02.17

 

eduardo_barroso_e_daniel_sampaio_1982cbdf_base.jpg

 

Como não podia deixar de ser, o "papagaio-mor" cá do burgo, Eduardo Barroso, também sentiu a urgência de vir à rua defender o seu "afilhado", depois da desastrosa performance deste no debate de ontem:

 

«Vi um debate entre um projecto e umas ideias soltas. Bruno apresentou resultados, dados, coerência. Só não apresentou a vitória no futebol e este ano a nível profissional as coisas não correram bem.

 

Bruno de Carvalho está mais maduro e tudo o que não seja uma vitória esmagadora será injusto para Bruno de Carvalho. Madeira Rodrigues faz lembrar o Bruno de Carvalho de há seis anos, quando o Sporting estava de rastos.

 

Fico muito satisfeito pela aproximação de José Maria Ricciardi a Bruno de Carvalho e acho inacreditável o ataque pessoal que lhe foi feito pelo candidato».

 

O carácter, ou melhor, a distinta ausência de carácter, de certas pessoas, transformadas em "papagaios" de ocasião - e andam por aí muitos a tentar fazer "damage control" - é repugnante. O homem que em Novembro de 2011 teve isto para dizer sobre Godinho Lopes:

 

«O único comentário que faço é que estou de corpo e alma com o presidente Godinho Lopes. Almocei com ele na sexta-feira e nem precisei de abrir a carta. A solidariedade entre os dois é total».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56

Todos em defesa da "dama" !

Rui Gomes, em 24.02.17

 

AlvaroSobrinho.jpg

 Actualmente, a percentagem da Holdimo na Sporting SAD é 29,85%

 

 

Interessante o surgimento das diversas partes interessadas na continuação de Bruno de Carvalho na presidência do Sporting. Entre os mais notáveis e antigo "demónio", José Maria Ricciardi, e agora o angolano Álvaro Sobrinho.

 

A Holdimo, do empresário angolano Álvaro Sobrinho, detentora de cerca de 30 por cento do capital da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Sporting, manifestou esta sexta-feira confiança no "actual projecto" liderado por Bruno de Carvalho. Já pedi vezes sem conta para me ser explicado esse projecto, nomeadamente no que diz respeito ao futebol, mas em vão. Fala-se em "projecto", como sendo o todo de um termo que, só por si, explica tudo, detalhes dispensáveis, evidentemente.

 

De qualquer modo, em comunicado, a impresa informa que num "encontro de trabalho" entre Bruno de Carvalho, presidente da Sporting SAD, e Álvaro Sobrinho "foram analisadas e discutidas as linhas essenciais" do projecto "iniciado há quatro anos". Aqui está, novamente, a referência a "projecto".

 

A Holdimo adianta ainda que a participação da empresa no capital da Sporting SAD constitui um investimento "de médio e longo prazo", assente na parte assumida na reestruturação financeira, garantindo que integrará a "construção de uma sociedade financeiramente mais sólida e desportivamente vencedora".

 

Nota de relevo no que diz respeito à Newshold, também empresa de Álvaro Sobrinho, que, não por mera coincidência, é accionista do Grupo Cofina, proprietário do jornal Record. Talvez ajude a explicar certas "coisas e loisas", a recém-exemplo daquela capa de Bas Dost na madrugada de quinta-feira.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:55

Quando os "santos" se sentem lesados

Rui Gomes, em 24.02.17

 

img_770x433$2017_02_24_01_40_56_1228913.jpg

 

Por mera coincidência - ou talvez não - pela publicação do comentário do nosso leitor "L" na rubrica Ponte de ligação aos leitores, temos José Maria Ricciardi a reagir com muita indignação perante as acusações de Pedro Madeira Rodrigues no debate de ontem. O resultado é que aquele que era ontem um autêntico demónio para Bruno de Carvalho, e que é hoje seu forte e incondicional aliado, vem a público com a ameaça de avançar com um processo crime contra o candidato, por difamação:


«O Dr. Madeira Rodrigues é um mentiroso compulsivo. Os bancos a que presidi nunca receberam um tostão do Sporting na presidência de Bruno de Carvalho e mais importante, eu, em toda a minha vida de ligação ao clube, nunca recebi um tostão do Sporting. Nunca.

Madeira Rodrigues vai ter de provar e não vai conseguir, porque nunca existiram, nem existirão, comissões ganhas por mim no Sporting. E como não vai provar, vai ter de pagar uma indemnização pelos danos causados. Não vou perdoar. Nunca lhe irei perdoar uma coisa destas.
 
Repito, nunca nem eu, nem o BESI, nem o Haitong Bank, recebemos quaisquer comissões do Sporting ou de Bruno de Carvalho. Por isso, sei que vou ganhar e receber uma indemnização que irá, na sua totalidade, para os cofres do Sporting. Quero que todas as pessoas percebam que estas afirmações falsas têm custos e que os custos contribuam para o bem do clube».
 
Quando os "santos" se sentem lesados, é mesmo um autêntico sarilho !?!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds