Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 31.05.17

 

2016-Bugatti-Chiron.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

2017 Bugatti Chiron - 2,6 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00

Sporting é Campeão Nacional

Rui Gomes, em 31.05.17

 

18839157_10154430085751555_8370312779167982988_n.j

 

O Sporting terminou esta quarta-feira com uma seca de 16 anos sem vencer o campeonato nacional de andebol. No encontro decisivo a equipa comandada por Hugo Canela, que substituiu a meio da época o espanhol Zupo Equisoain, bateu o Benfica por 25-23 com 14-8 ao intervalo.

 A equipa leonina terminou a fase final com mais um ponto que o FC Porto, que nesta fase final esbanjou a vantagem que trazia da fase regular com quatro derrotas. Os dragões cumpriram a sua parte ao bater em casa o Águas Santas (33-19) mas isso de nada lhes valeu pois o Sporting derrotou o rival de sempre em Odivelas.

 

img_FanaticaBig$2017_05_31_21_20_29_1271995.jpg
O Sporting fica agora com o triplete ao seu alcance, pois já ganhou a Taça Challenge e o campeonato. No próximo fim-de-semana disputa-se a final four da Taça de Portugal em Fafe com os agora campeões a defrontarem, na meia-final, o Avanca ao passo que o outro finalista vai sair do duelo entre os dois últimos campeões, ABC e FC Porto.

 

Parabéns "Leões" !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12

 

Daniel Podence, jovem que deu nas vistas ao serviço do Sporting na segunda metade da época, está em linha para receber proposta de renovação por parte da SAD, que visa, predominantemente, um aumento salarial, embora a cláusula de rescisão também possa vir a sofrer um acréscimo. O seu actual vínculo contratual é válido até 2021.

 

5CZZEJ2O.jpg

 

Deste modo, o jovem extremo será compensado pelas boas exibições na época passada, desde que foi integrado no plantel principal em Janeiro, às ordens de Jorge Jesus, após um período de empréstimo ao Moreirense, onde acabou por conquistar a Taça da Liga.

 

Aos poucos, foi conquistando o seu espaço no onze leonino. No todo da época finda, participou em 31 jogos, 21 dos quais como titular e 27 na I Liga, acumulando 1884 minutos de jogo (média de 60,7 minutos por jogo), com 4 golos marcados.

 

Está neste momento com a Selecção Nacional de Sub-21, que irá disputar o Europeu, e é presença certa na pré-época do Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:14

 

20459927_QuykK.png

 

Um dos maiores exercícios de provincianismo que conheço, traduz-se no embaraçante acto protagonizado por adultos responsáveis em sobreelevar um feito corrente em feito transcendente. Ou uma conotação solidária com eventos aos quais o único sentimento oferecido, foi o de desprezo. Agora que todos amamos Andebol e celebramos uma espécie de Liga Europa (conquistada o ano transacto pelo ABC de Braga) como se de uma Liga dos Campeões EHF se tratasse, fica a díade psiconeurose de que neste Clube tudo serve para embalar os adeptos. Bruno de Carvalho, que na sua 2ª presença oficial (!) feita a esta equipa ao longo de toda uma temporada, lá compareceu na festa que nem uma Piñata mexicana.

 

Os meus Parabéns a esta equipa de excelente brio e qualidade liderada por Hugo Canela, que não obstante desta conquista relativamente ao alcance, merece ser devidamente considerada. Bruno de Carvalho, que urge nestas ocasiões como uma espécie de Joker num jogo de Poker – carta de irrelevante utilidade, em eventos de menor dimensão – torna-se conhecido pelos atletas como o “emplastro”.

 

Confesso que por vezes sou assolado por uma espécie de rancor pelo tipo que não apenas destrói tudo à distância de um dedo (agora de modo mais privado, por SMS), como nada constrói para o futuro do meu Clube. Ganhar competições em Modalidades amadoras sem concorrência não me deixa particularmente esperançado, nomeadamente quando se percebe que em palcos de maior nomeada, poucos são os feitos de registo. É que, particularmente, não tenho feitio para jantar sobremesas, principalmente quando servidas por um tipo que se diz "ecléctico" à conveniência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

 

 

Em entrevista à BBC, Ryan Gauld falou pela primeira vez sobre a interrupção do seu empréstimo ao V. Setúbal, em Janeiro, que deu um fim prematuro à sua experiência na I Liga:

 

1F91A2D600000578-0-image-a-15_1459371582756.jpg

 

«Esta foi uma época com altos e baixos. Tive o que pretendia para começar, uma experiência de primeira divisão, importante para perceber se tinha, ou não, capacidade para estar a este nível. Depois, o empréstimo foi interrompido, algo frustrante.

 
Ainda não me comunicaram nada. Vou apresentar-me ao serviço na terceira semana de Junho para os habituais exames médicos e espero sentar-me com alguém do Sporting para perceber quais os planos, aquilo que acham que é melhor para mim e para o clube.

Nos primeiros seis meses desta época joguei na primeira divisão, que foi uma grande experiência para mim. Mesmo voltando ao Sporting, aproveitei a oportunidade de treinar com vários jogadores que foram campeões europeus de selecções. Isso ajudou no meu desenvolvimento.
 
Não tenho qualquer definição sobre o futuro. Vou ver como corre a pré-época e esperar pelos responsáveis do Sporting para analisar as opções. Tenho contrato até 2020, mas não sei o que pretendem fazer».
 
É deveras transparente que em Ryan Gauld temos um exemplo clássico da desordem predominante de uma estrutura para o futebol que existe apenas em nome. Graças à imbecilidade infantil de um presidente que chama a si o seu comando, sem nada perceber da matéria, o desenvolvimento de um jovem talento foi completamente anulado.
 
A definição do seu futuro nem ele sabe e, pelos vistos, a orientação que está a receber nesse sentido é nula. Até é possível que não tenha qualidade suficiente para integrar o plantel principal do Sporting, mas por este caminho e com Jorge Jesus ao leme, as suas hipóteses são mínimas, se algumas. O clube tem uns quantos milhões investidos nele, mas os dividendos, tanto desportivos como financeiros, não estão à vista e dificilmente serão assegurados.
 
 
Adenda: Ainda ao jornal britânico The Courier, Ryan teve algo mais para dizer sobre o seu momento no Sporting e em Portugal:
 
«Não penso em sair. Teria de ser em circunstâncias especiais. Gosto muito de viver aqui. Gosto do futebol e do estilo de vida. De tudo. Não é algo do qual esteja com pressa de sair. Ainda não me disseram nada. Apenas para voltar para a pré-época, como todos os outros. Talvez vá depender da maneira como corre. Talvez irão tomar uma decisão depois disso, acerca do que será melhor para o meu desenvolvimento.

 

Deram-me seis anos de contrato. Não correu como esperava, mas tenho mais três anos para tentar que dê certo. Espero que os segundos três anos possam ser melhores do que os primeiros. Espero chegar à equipa principal e seguir a partir daí».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:17

 

Os dotes técnicos de Simão Sabrosa, como futebolista, nunca estiveram em dúvida, já o mesmo, lamentavelmente, não pode ser dito do seu carácter, como homem. Daí que não surpreenda a sua disponibilidade para num programa de televisão depreciar colegas de profissão e até de equipa.

 

sabrosa-simao-image.jpg

  

No âmbito do programa Erro Crasso - a primeira vez que me vem ao conhecimento - Sabrosa nomeou um onze com os piores jogadores com quem já jogou. Os que mereceram esta dúbia distinção são em maioria do Sporting (7), até com um treinador à mistura, três do Benfica e um do Barcelona.

 

- De Wilde: Sporting, guarda-redes

- Emanuele Pesaresi: Benfica, lateral- Winston Bogarde. Barcelona, defesa central

- Néné: Sporting, defesa central

- Vinicius: Sporting, lateral

- Fernando Aguiar: Benfica, médio

- Paulo Almeida: Benfica, médio

- César Ramírez: Sporting, extremo direito

- Julián Kmet: Sporting, extremo esquerdo

- Ouattara: Sporting, avançado

 

***Vicente Cantatore: Sporting, treinador

 

Nem sequer me vou dar ao trabalho de reflectir sobre o (de) mérito técnico das escolhas, mas o episódio lembrou-me do carácter de um homem que se deu ao indecoroso desplante de usar a braçadeira de capitão do Benfica com a foto dos filhos no local onde devia estar o emblema do clube. Que o Benfica lhe tenha dado autorização para o efeito, é caso que não me incomoda mas que faz pensar. Tudo isto, e muito mais, ajuda a explicar que os seus colegas tenham eleito Hélder, como capitão, em 2003, quando lhes foi permitida essa opção, acto que levou Sabrosa a ameaçar sair do clube.

 

P.S.: Um dos jogadores nomeados, Fernando Aguiar, já veio a público dar-lhe resposta "forte e feia".

 

*** Já depois de ter o post preparado, fui informado que Sabrosa surgiu a pedir desculpas publicamente, reconhecendo que ultrapassou os limites da ética e do respeito por colegas de profissão e alegando que se deixou levar pelo contexto de "ligeireza e humor da conversa". Pois... muito pouco, muito tarde !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:16

Eles vingam-se

Rui Gomes, em 31.05.17

 

Já era tempo disso...

 

20411729_tZ9D7.jpg

E, de repente, podemos bem vir a ficar sem nenhum dos guarda-redes titulares dos grandes: Ederson, Rui Patrício e Casillas estão todos (ou parecem estar) em diferentes estágios de negociação de contratos melhores. Tem uma série de significados, essa coincidência. Mas um sobre todos os outros: os homens da baliza vingam-se.

 

Ainda bem, porque são os jogadores mais negligenciados do futebol. Basta ver o ranking dos mais caros de sempre: apenas três ultrapassam os 25 milhões, e só dois nos últimos quinze anos. Apesar disso, são eles os mais frequentes bodes expiatórios de um fracasso. A eles cabe muitas vezes a conservação da mística do balneário. E nenhuma outra posição prevê tão pouca margem para errar.

 

Os guarda-redes são os bateristas do futebol. Não são tão famosos como os vocalistas, não são tão bem pagos como os guitarristas e só em casos muito excepcionais - como o de Buffon - lhes pertence a liderança da banda. O único consolo que têm é que, como os bateristas, são eles quem parte mais corações às raparigas.

 

É mais uma prova de como elas fazem falta a este jogo: há pelo menos um aspecto em que o percebem melhor do que nós. Não é um aspecto pequeno: sabem bem onde está o heroísmo.

 

É FAZER AS CONTAS

 

Mais glória que plantel

 

Foi uma das melhores épocas da história do Benfica, e Rui Vitória merece-a. Mas vale a pena perguntar se este é um dos melhores plantéis da história encarnada também. Se não for, então as contas são evidentes: foi uma das piores épocas das histórias do FC Porto e do Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:15

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 30.05.17

 

Mazda_RX-500_001.JPG

Um dos carros mais caros do Mundo

1970 Madza RX500 - Valor actual não revelado

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Rumores do mercado: Mauricio Martinez

Rui Gomes, em 30.05.17

 

 

Mauricio Martinez, médio argentino de 24 anos que joga no Rosario Central, onde chegou em Julho de 2016 proveniente do Unión Santa Fé, a um custo de 1,3 milhões de euros. Tem contrato até Junho de 2019.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Penso logo existo

Naçao Valente, em 30.05.17

 

Alberto%20do%20Rosário%20-%20Base.jpg

Na sua coluna semanal, Bilhar Grande, no Record, Alberto do Rosário, comentador de tendência leonina, escreve sobre o sonho concretizado de Bruno de Carvalho, de ser presidente do Sporting. Depois de descrever as razões do seu fracasso, do ponto de vista desportivo, conclui que chegou a hora de obrigar o presidente a pensar. Ora o pensamento estruturado é uma característica do ser humano, desenvolvido ao longo de milénios, e que levou Descartes a concluir que se o homem pensa é porque existe.


O pensamento sendo também um acto colectivo é sobretudo um acto individual. Assim sendo, que me perdoe Alberto do Rosário, ninguém pode ser obrigado a pensar se não o quiser ou não o souber fazer  Com efeito, Bruno de Carvalho, por palavras e actos praticados, parece não querer, ou não saber pensar. As suas acções são muitas vezes repentinas, sem ponderação, e sem medir consequências. Por ordem cronológica, recordo as acusações feitas à equipa de futebol, de forma recorrente, desde os três a zero de Guimarães aos três a um do Rio Ave. Recordo a acusação sem provas a presidentes seus antecessores. Recordo, mais recentemente, a decisão de fazer regressar jogadores emprestados ao Vitória de Setúbal, depois de um resultado desfavorável com este clube. Recordo, a cereja em cima do bolo, o seu último Facebook . Este tipo de exemplos podem ser multiplicados, se abrirmos o baú de declarações e medidas deprimentes, ao longo do seu mandato.


A forma de agir repentista e instintiva de Bruno de Carvalho, não o beneficia, e prejudica a instituição que dirige. Que vantagens tirou a colectividade desta forma de agir antes de pensar? Acrescenta Rosário que o presidente pode estar por um fio, e portanto ,antes que caia, tem que começar a pensar, nem que seja obrigado. Bem, das duas uma, ou é ser pensante e pensa, ou não é ser pensante e não pensa. Se pensasse já teria percebido, por exemplo, que não pode ser o novo Pinto da Costa do Sporting, como parecia ser o seu sonho e por três ordens de razões: primeiro porque a época gloriosa do Sporting é anterior à sua chegada; segundo porque ao contrário de Pinto da Costa ainda não ganhou nada, terceiro porque os sportinguistas não são dados a seguir caudilhos. E quem o diz não sou eu, mas um dos seus apoiantes indefectíveis, também com coluna no Record, que se chama Daniel de Oliveira.

 

Daniel-Oliveira.jpg

Na mesma linha de Alberto do Rosário, Daniel de Oliveira conclui que faz falta uma chuva de humildade em Alvalade onde não há presidentes ou treinadores insubstituíveis. Depois da saída de Vicente Moura parece que alguma coisa começa a tremer nos alicerces do brunismo. E se ainda há uma tentativa de ir tapando brechas, pedindo modéstia, reflexão e moderação, talvez mais cedo que tarde os sustentáculos da aventura brunista comecem a cair na realidade. Bruno de Carvalho teve quatro anos para aprender a pensar, mas talvez isso não seja a principal característica da sua natureza.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

 

Durante anos os futebol italiano foi reconhecido como o paraíso dos defesas, mas algo mudou: na última época, a Série A teve a melhor média de golos marcados por jogo entre as principais ligas europeias. Neste ranking, a Liga NOS não surge muito bem classificada.

 

soccerleagues.jpg

 

Antes de adiantarmos algumas considerações que entendemos ser pertinentes a esta tabela, vejamos a classificação das 12 principais Ligas:

 

1.º Liga Italiana - 2,96 golos / jogo

2.º Liga Espanhola - 2,94

3.º Liga Holandesa - 2,91

4.º Liga Alemã - 2,87

5.º Liga Belga - 2,84

6.º Liga Inglesa - 2,80

7.º Liga Escocesa - 2,75

8.º Liga Turca - 2,69

9.º Liga Francesa - 2,62

10.º Liga Portugal (NOS) - 2,38

11.º Liga Russa - 2,30

12.º Liga Grega - 2,27

 

A primeira e mais óbvia consideração é que há Ligas com mais clubes do que outras, consequentemente, com mais jogos. Mas isso não obstante, não devemos perder de vista que existem vários outros factores que afectam esta estatística, a exemplo do nível competitivo de cada Liga, o tipo de futebol praticado e a respectiva paridade de cada prova.

 

A Itália lidera com a média acima indicada, no entanto, o campeão Juventus apenas marcou 77 golos, comparado com os 106 do Real Madrid, os 106 do Celtic ou os 89 do Bayern Munique.

 

Dito isto, o Celtic, na Escócia, não tem adversários ao seu nível, não surpreende, portanto, que tenha marcado 106 golos, mais 32 golos do que o segundo classificado Aberdeen.

 

A Liga Holandesa é conhecida por praticar um tipo de futebol menos defensivo, daí não ser surpresa a sua média de 2,91 golos/jogo, com o campeão Feyenoord a contribuir com 86 golos.

 

A Liga NOS, apesar da sua baixa classificação neste ranking, tem os primeiros três classificados com 72, 71 e 68 golos, respectivamente. Diferença mínima dos líderes italianos. A estatística, contudo, indicará a ausência de paridade no futebol português.

 

Aceitamos que hajam outros factores a considerar na determinação deste ranking europeu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

 

Bruma vai ser jogador do Leipzig, 2.º classificado da Bundesliga esta época e com lugar garantido na fase de grupos da Champions 2017/18. O clube alemão pagará ao Galatasaray 18 milhões de euros. O extremo português, de 22 anos, tem à sua espera um contrato válido por cinco épocas e um salário ilíquido de 6,6 milhões de euros por ano.

 

23-bruma.jpg

 
Bruma conta 36 jogos (35 como titular) e 11 golos esta época no Galatasaray, emblema ao qual estava ligado desde que saiu do Sporting em 2013 (com empréstimos a Gaziantepspor e Real Sociedad de permeio). A Sporting SAD assegurou um encaixe de 13 milhões de euros (10M€ fixos e 3M€ variáveis) e ainda o direito a 25% da mais-valia numa futura transferência, o que significa que terá de receber, agora, 1,25 milhões de euros por essa via (25% de 13M€).

Acresce a compensação resultante do mecanismo de solidariedade, equivalente neste caso a 2,5% do negócio, ou seja, 450 mil euros. Na soma das duas parcelas, o Sporting lucra mais 1,7 milhões com Bruma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:02

O "fumo" não desaparece

Rui Gomes, em 30.05.17

 

Ou é mesmo verdade ou, então, é a comunicação social que insiste em alimentar um caso sensacionalista para seu próprio benefício.

 

Após a recém-afirmação do presidente do Paris Saint-Germain sobre o futuro de Unai Emery ao leme do clube francês, ficou a ideia de que o assunto era, na realidade, um não assunto, e que a ida de Jorge Jesus para Paris não era mais do que uma história de ficção fruto de uma qualquer muito fértil imaginação.

 

psg-antero-henrique-deja-au-travail-avant-meme-de-

 

Dito isto, Antero Henrique chegou esta segunda-feira a Paris, devendo ser anunciado nas próximas horas como o novo director-geral do futebol do PSG e, insiste a comunicação social, continua com o nome de Jorge Jesus em carteira para o comando técnico da equipa parisiense.

 

Sabendo-se que os argumentos financeiros não são um problema para o PSG e admitindo que esta será mesmo a perspectiva de Antero Henrique, veremos, então, se ele poderá convencer os dirigentes do seu novo emblema a apostar no ainda treinador do Sporting.

 

Pode não haver fogo, mas o fumo não desaparece.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:42

 

Já aqui abordámos o muito complicado cenário que espera o Sporting no seu primeiro grande teste da nova época, nomeadamente o play-off de acesso à fase de grupos da Champions, percurso que viabiliza um encaixe financeiro de 12,7 milhões de euros, o montante para cada um dos 32 participantes.

 

ng8554883.jpg

 

Os obstáculos que esperam o Sporting devem-se à sua queda no ranking da UEFA, pela não acumulação de mais pontos nas últimas cinco épocas, ou seja, desde 2011/12. Desta forma, o Sporting passa a ocupar o 57.º lugar no ranking da UEFA - dois lugares abaixo do... SC Braga - e só pode ter estatuto de cabeça de série no sorteio do play-off se, de entre Dínamo Kiev, Ajax, Viktoria Plzen e CSKA Moscovo, três caírem na terceira pré-eliminatória. Caso duas das equipas supracitadas sigam em frente rumo ao play-off, o Sporting vai directamente para o pote dos não cabeças de série e, no pior cenário, ou seja, com a presença dos rivais mais fortes, terá à sua espera Sevilha (Espanha), Dínamo Kiev (Ucrânia), Ajax (Holanda), Liverpool (Inglaterra) e Nápoles (Itália).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:41

Cartoon do dia

Rui Gomes, em 30.05.17

 

9D0U0LFX.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 03:40

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 29.05.17

 

2015-Mercedes-Benz-S65-AMG-coupe-1101-876x535.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

Mercedes-Benz AMG S65 Coupe - 250 mil dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

O nosso 'Chirola' faria hoje 71 anos

Rui Gomes, em 29.05.17

 

18699898_10154423558646555_2168802582379356449_n.j

Não por mera coincidência, o post de Leão Zargo Fotografia com história dentro (48)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45

 

José Peseiro - antigo treinador do Sporting, FC Porto e Sporting de Braga - e o actual treinador do Al-Sharjah dos Emirados Árabes Unidos, reconhece a hegemonia do Benfica neste momento, considerando a equipa da Luz a mais forte na temporada que está agora a terminar, e avança que tanto o Sporting como o FC Porto, pela ausência de títulos, sentem muita pressão:

 

BIUX06O3.jpg

 

«Todos reconhecem com facilidade que o Benfica foi o mais forte. Ganhou ontem a Taça, é a equipa, neste momento, com melhor potencial e conquistou uma posição no futebol português nos últimos anos que não é por acaso.

 

Acho que os próprios adversários devem reconhecer e trabalhar para alcançar os níveis de organização, a capacidade de exploração de equipa e de poder que o Benfica apresenta. Não é só ter bons jogadores e um bom treinador, é preciso tudo aquilo que o Benfica neste momento possui. No futebol nada é definitivo, ninguém pode dizer que o Benfica para o ano vai ser assim. A verdade é que este ano foi. Nos últimos anos demonstrou que é a equipa mais forte em Portugal. Espero, e desejo, que todas as equipas melhorem, essencialmente o FC Porto e o Sporting, porque é necessário para o nosso futebol que assim seja.

 

O Sporting há uns anos que não vence a Liga e o FC Porto já leva quatro anos sem vencer qualquer troféu. É normal que tenham pressão. Mas isso é inerente a quem está num clube daqueles, estar lá e jogar sem qualquer pressão não tem sentido nenhum. Por isso é que se tem de escolher jogadores e treinadores com capacidade de suportar essa pressão, tal como uma estrutura com capacidade de suportar os desaires e com uma linha de orientação sólida, consistente, determinada, sem desvios e fragilidades. Manter a coesão para poder chegar ao final e apresentar resultados.

 

Quando saí do Braga, percebia o campeonato que estávamos a fazer. No fundo, tivemos apenas um resultado mau frente ao Sporting da Covilhã (Taça de Portugal). Mas são decisões que temos de aceitar, o futebol é isto. É fácil falar no final, mas tinha na minha cabeça que, com aquilo que estávamos a fazer, conseguiríamos disputar, quiçá, com o Sporting, o terceiro lugar. Tanto que, no jogo da Taça de Portugal, descansei seis ou sete jogadores para ganhar em Alvalade. Para alguma coisa pensaria que era importante e que nos levaria mais perto e a conseguirmos ombrear com o Sporting. Estávamos a 6 pontos do Benfica, a 2 do FC Porto e a 1 do Sporting. Podíamos ter feito um campeonato mais acima. Mas isto é a conclusão que tiro agora. Como profissionais temos de aceitar as decisões de quem manda».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32

Sporting B (2016-17)

Leão Zargo, em 29.05.17

 

Portimonense Sporting B 2016-17.png

 

As equipas B participam no Campeonato da 2ª Liga desde 2012-13. Logo nesta época, o Sporting inscreveu na competição uma equipa com origem, essencialmente, na Academia de Alcochete, constituída por seniores de 1º e de 2º ano e por juniores de último ano. Jogadores mais experientes (3º e 4º ano), formados na Academia, proporcionaram uma maior capacidade competitiva. Houve, ainda, alguns jogadores contratados, no Verão de 2011 e em Janeiro de 2013, ou por empréstimo. No decurso da época de 2012-13 houve atletas que transitaram da equipa B para a equipa A.

 

Apesar de Bruno de Carvalho sempre ter afirmado (e de constar no seu programa eleitoral de 2013) que dirige pessoalmente todo o futebol do Clube, há em muitos sportinguistas a convicção de que nunca existiu um projecto específico para a equipa B. De facto, é pouca ou nenhuma a reflexão e a intervenção do presidente nessa área.

 

O Sporting B teve em 2016-17 uma época penosa, tendo permanecido durante algumas jornadas na zona de despromoção. A partir do mês de Fevereiro, com a substituição do treinador João de Deus por Luís Martins, houve uma recuperação significativa e evitou-se a despromoção. No final, a equipa classificou-se no 14º lugar, com 55 pontos, mais 3 pontos do que o Académico de Viseu, obrigado a participar no playoff de manutenção.

 

Para esta época foram contratados dezasseis jogadores e nas 42 jornadas da 2ª Liga alinharam 41 jogadores com a camisola leonina. Um número tão elevado de contratações nunca se tinha verificado anteriormente. Os técnicos da equipa B trabalharam com um plantel excessivo. Com um plantel assim não é possível haver um bom planeamento individual e colectivo, tudo é casuístico, decidido de acordo com as necessidades de cada momento competitivo.

 

Evitou-se um grande mal quando Luís Martins assumiu a orientação técnica da equipa. Com o novo treinador passou a haver uma maior solidez defensiva, com os jogadores mais próximos uns dos outros e mais pressionantes sobre os adversários. Isto permitiu maior posse de bola, menos riscos na grande área leonina e melhores soluções ofensivas. Havendo mérito de todos os jogadores em campo, destaca-se a boa integração do médio Rafael Barbosa, que regressou em Janeiro do empréstimo ao União da Madeira, e do avançado Gelson Dala que se estreou em Portimão, em 15 de Janeiro, e foi o melhor marcador da equipa.

 

Outro aspecto em que Luís Martins revelou grande acerto foi na utilização dos “reforços” da equipa A. Esta utilização é habitual e verifica-se todos os anos, embora nem sempre seja bem sucedida. Também se verificou com João de Deus, mas com resultados muito irregulares. O novo treinador teve o contributo de jogadores “resgatados” em Janeiro que alinharam na B com elevada mestria. Refiro-me a André Geraldes, Francisco Geraldes, João Palhinha (no jogo com o Guimarães B) e Ryan Gauld. Ricardo Esgaio e Matheus Pereira também desempenharam um papel relevante. Luís Martins foi capaz de colocar a qualidade individual destes jogadores ao serviço da dimensão colectiva da equipa.

 

Nas catorze jornadas em que orientou o Sporting B, Luís Martins obteve oito vitórias, três empates e três derrotas. Foram estes resultados desportivos que possibilitaram que a equipa saísse da zona de despromoção, quando estranhamente alguns sportinguistas já questionavam sobre a valia ou a necessidade da existência de uma equipa B. É importante que não se repita uma época assim. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

 

nintchdbpict000240344273.jpg

 

Já há muito que constam rumores sobre o interesse em Rúben Semedo da parte de vários emblemas ingleses, nomeadamente Everton e Southampton. Esta segunda-feira surge informação noticiosa a indicar que o Newcastle de Rafa Benítez - recém-promovido à Premier - terá oferecido ou irá oferecer cerca de 15 milhões de euros pelo jovem defesa central actualmente ao serviço da Selecção Nacional sub-21.

 

Isto, a complementar um outro rumor da semana passada que dava conta da alegada proposta do Lille no valor de 8 milhões de euros, que o Sporting terá rejeitado por ser muito baixa e também porque o próprio jogador não mostra muito interesse em ir jogar para o campeonato francês.

 

Em 2016/17, Rúben Semedo participou em 31 jogos, todos como titular, acumulando 2720 minutos de jogo, uma média de 87,7 minutos por jogo. Foi alvo de 8 cartões amarelos.

 

Apesar de se reconhecer que é um jogador ainda em desenvolvimento e de ter cometido alguns erros devido à sua imaturidade competitiva, fica a ideia que a Sporting SAD - e bem - não considerará uma venda que não envolva oferta superior a 20 milhões de euros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.

Pág. 1/14





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds