Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O registo dos três finalistas

Rui Gomes, em 23.09.17

 

img_infografias$2017_09_23_11_40_37_1315416.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:46

 

9789896579302-a-orgia-do-poder-capa-em-alta.jpg

 

O terceiro excerto do livro A Orgia do Poder, em que o jornalista italiano Pippo Russo aborda, em detalhe, a chamada economia paralela do mundo do futebol, com foco especial em Jorge Mendes, o superagente que se tornou um dos homens mais poderosos do futebol mundial.

 

"Quase todos os jogadores chegados ao Mónaco no Verão de 2013 são representados por Jorge Mendes ou têm uma qualquer relação com ele. Já falámos de Ricardo Carvalho e de João Moutinho. Também James Rodriguez é um cliente de Jorge Mendes. Tal como Fabinho que, mais a mais, provém de um clube mendesiano de fachada, o já referido Rio Ave. Fabinho chega por empréstimo, ao contrário de Radamel Falcão e Geoffrey Kondogbia. Estes últimos têm a particularidade de serem dois jogadores ligados à Doyen Sports Investments, o tão falado fundo de investimento com sede legal em Malta.

 

Este é um período em que Jorge Mendes e a Doyen são aliados. Passado pouco mais de um ano, irão declarar guerra um ao outro; mas naquele Verão partilham o interesse no avançado Falcão. O fundo é proprietário de 55% dos direitos económicos do jogador, Mendes é o seu agente e, com toda a probabilidade, algo mais. Com certeza que ambas as partes saem a ganhar deste negócio.

 

Por sua vez, no que diz respeito a Kondogbia, no Verão de 2013, é um jogador em que apenas a Doyen está interessada. Possui 50% do seu passe e, com a passagem do médio do Sevilha para o Mónaco, encontra uma forma de o rentabilizar. Mas sem a predisposição de Mendes isso não seria possível. Prova disso será a guerra em torno do mesmo Kondogbia que se desenrola dois Verões depois, em 2015. Quando o Milan, aliado da Doyen, durante um muito breve (e muito infeliz) período, tenta levar o franco-centro-africano para a equipa da 'rossonera' e, em vez disso, Mendes favorece a sua passagem para o Inter.

 

Um último detalhe sobre este tresloucado mercado de Verão monegasco: segundo a France Football, só em comissões cobradas ao clube de Principado, Jorge Mendes arrecada cerca de 20 milhões de euros. Sublinho: trata-se das comissões que o superagente recebe de um único clube no final de uma única janela do mercado".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:57

Cartoon do dia

Rui Gomes, em 23.09.17

 

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:56

Leoas são elas

Rui Gomes, em 23.09.17

 

20013361_Ryhzo.jpg

Débora Sofia

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:20

Discurso à Nação

Rui Gomes, em 23.09.17

 

Fernando Gomes toca nas teclas todas, mas já chega de pintar os árbitros sempre como vítimas.

 

19668301_GZJst.jpg

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, futuro vice-presidente da FIFA, assina hoje um artigo de Estado que me parece dirigido, sobretudo, para dentro de casa. Surge num período de grande controvérsia na arbitragem e no fim de uma semana em que foram noticiados processos movidos por um grupo de árbitros e também pela APAF contra Francisco J. Marques e o FC Porto.

 

Fernando Gomes sossega os seus (a disciplina e a arbitragem) contra as agressões externas e faz bem, porque, no quadro actual, o presidente da FPF tem de ser a trave mestra do futebol e a primeira garantia de que os agentes e o público podem confiar nas instituições. Também está certo quando fala nos perigos da conjuntura internacional, que não ameaçam Benfica, nem FC Porto, nem Sporting, nem V. Setúbal: ameaçam a Liga inteira, por muito que uns se achem mais espertalhões do que os outros. Acerta, igualmente, nos adeptos, que entraram numa espiral de agressões e incidentes meses depois de o Instituto Português do Desporto ter declarado que está tudo legal e maravilhoso.

 

Já a condenação do "constante tom de crítica em relação à arbitragem" confunde-me, porque se casa com o discurso de uma das facções da guerra em curso e porque não são, forçosamente, "actos de cobardia", mas também porque vivi as últimas quatro décadas neste país, de olhos abertos, e nunca conheci uma realidade diferente para melhor, tirando, claro, a cor dos autores das críticas à arbitragem.

 

Fernando Gomes só pode falar por si, admito, e não lhe cabe ralhar aos seus em público, mas talvez a solução para esse grande (e repentino) problema possa começar por alguma autocrítica dos árbitros. As duas últimas semanas dão uma boa montagem de lances que eu, pessoalmente, gostava de saber como eles os explicariam. E não falo de penáltis, nem de golos fantasmas; isso é para quem começou ontem.

 

 

José Manuel Ribeiro, jornal O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

 

image.png

 

Cristiano Ronaldo é um dos três finalistas ao prémio "The Best" da FIFA para Melhor Jogador do Mundo, juntamente com o argentino Lionel Messi e o brasileiro Neymar.

 

A seu favor, CR7 tem as conquistas do campeonato espanhol e da Liga dos Campeões, ao serviço do Real Madrid, troféus para que muito contribuiu, especialmente na ponta final da temporada, com 16 golos nas últimas nove partidas. 10 desses golos foram nos últimos cinco jogos da Champions: cinco ao Bayern, três ao Atlético e dois à Juventus, na final, valendo-lhe o título de melhor marcador da prova, com 12 "tentos".

 

Messi venceu a Bota de Ouro, prémio atribuído ao melhor marcador das ligas europeias, e conquistou a Taça do Rei, pelo Barcelona, embora tenha caído nos "quartos" da Champions, diante da Juventus, e ficado em segundo na Liga espanhola, título perdido para o Real de Ronaldo.

 

Curiosamente, apesar de considerado, à partida, um dos favoritos ao galardão, Gianluigi Buffon, guarda-redes da Juventus, que chegou à final da Champions, eliminando o Barcelona, de Messi e Neymar, não entrou nos três finalistas.

 

O vencedor conhece-se a 23 de Outubro, em Londres. Cristiano é o principal favorito ao prémio a suceder, adivinhe-se, a Cristiano. O avançado português pode, assim, conseguir o "bis".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 22.09.17

 

ferrari_enzo___garage_by_dangeruss.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

2005 Enzo Ferrari - Leilão 2015 - 6,1 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:15

Jorge Jesus com discurso sóbrio

Rui Gomes, em 22.09.17

 

jorgejesus25.jpg

 

Algumas considerações de Jorge Jesus, em sinopse, durante a conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Moreirense, realizada esta sexta-feira:

 

"O Bryan Ruiz é um problema do presidente da Costa Rica, eu estou atento aos problemas do Sporting. O Bryan Ruiz é um grande grande profissional, grande jogador, mas agora é este é outro momento da carreira dele, outro momento do Sporting e ele vai vai ter o seu percurso, que é ele que vai decidir».

 

Por muito que Jorge Jesus queira minimizar a questão, não é bem um problema apenas do presidente da Federação costa-riquenha. É, obviamente, um problema do jogador, mas também do Sporting, que lhe está a pagar um salário chorudo somente para treinar.

 

"A confiança mantém-se. Sabe que as vitórias são o melhor estímulo para uma equipa e, portanto, se estás com seis jornadas, se estás a vencer, essa confiança cada vez é mais consolidada. Quando tens duas equipas em 6 jogos, 6 vitórias, é normal, na minha opinião, que um dos rivais não esteja tão bem. Ainda não se jogou entre Benfica, Sporting e FC Porto e, portanto, por aquilo que a experiência me diz, já passei por isso à frente e atrás. É bom ganhar e começar bem, mas não é determinante. É importante, mas não é determinante. Importante é chegar à última jornada em primeiro, aí e que conta. Uma batalha é uma batalha, conquistando pontos e melhor".

 

Análise sóbria tendo em conta que ainda vamos no início do campeonato e tudo está muito longe de ser ganho. Esta resposta de Jesus, em parte, na sequência das declarações de Sérgio Conceição, que afirmou que não acorda a pensar no Sporting e no Benfica.

 

"Aquilo que posso dizer é que é um alerta. É um alerta e as pessoas que gostam da modalidade todos os intervenientes têm que olhar para aquilo que o presidente da Federação Portuguesa de Futebol está a dizer. Não levando isto muito a peito, como se costuma dizer, mas tentando arranjar soluções para que o futebol seja mais jogado dentro de campo e menos fora de campo".

 

Comentário digna e "politicamente correcta" de Jorge Jesus, sobre as palavras desta sexta-feira de Fernando Gomes. Na realidade, uma questão difícil para qualquer treinador abordar, uma vez que o discurso tem de ser, forçosamente, muito cauteloso.

 

"Este jogo com o Moreirense enquadra-se com o que temos vindo a fazer, é um jogo extremamente difícil, onde o adversário quer pontuar e tem boa organização defensiva. O Sporting está preparado e quer conquistar os três pontos. Queremos continuar a vencer depois ds primeiras jornadas do campeonato e para isso temos de mostrar qualidade. Estamos preparados para o jogo em Moreira de Cónegos".

 

Afirmação assertiva e sem os dispensáveis adornos melodrmáticos que Jorge Jesus avança ocasionalmente. Reflecte, porventura, a confiança que existe neste momento no grupo leonino.

 

"As minhas decisões são jogo a jogo, não olho para o jogo que vem a seguir, olho para os jogos que temos a fazer. Tomamos e fazemos as escolhas de acordo com a estratégia de jogo e também, como é óbvio, não havendo problemas físicos".

 

Instado a comentar o próximo jogo da Champions, em Alvalade, frente ao Barcelona. Novamente uma resposta "politicamente correcta", mas não duvido minimamente que os prós e contras desse embate já integraram as reuniões de Jorge Jesus com os seus adjuntos. Por muito que se possa negar esse cenário, é impossível que não aconteça, até porque, indirectamente, algumas tomadas de decisão em relação ao jogo com o Moreirense poderão ter impacte no encontro seguinte. Sempre assim foi e sempre assim será.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

O outro cartoon do dia

Rui Gomes, em 22.09.17

 

9RI14OKY.jpgimage.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Rui Patrício chega aos 300 jogos

Rui Gomes, em 22.09.17

 

14095279.jpg

 

Já tem uma estátua em Leiria, que imortaliza uma defesa na final do Euro 2016 a remate do francês Griezmann, já tem também um cantinho na história do Sporting por ser o jogador com mais jogos internacionais e o guarda-redes mais novo a estrear-se nas competições da UEFA (19 anos, 9 meses e 12 dias).


Rui Patrício tem agora, em Moreira de Cónegos, este sábado, a oportunidade de atingir um número redondo que espelha bem a longevidade entre os postes e a importância que tem tido ao longo dos anos na equipa sportinguista.

O guarda-redes chega, diante do Moreirense, aos 300 jogos no Campeonato, num trajecto que teve o seu início em Novembro de 2006 e em grande estilo, ao defender uma grande penalidade de Kanu na deslocação aos Barreiros, em jogo contra o Marítimo. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Com o mal alheio estou "eu" bem...

Rui Gomes, em 22.09.17

 

nunosaraiva5.jpg

 

Tudo tem ou pelo menos devia ter os seus limites, mas pela continuada postura dos actuais dirigentes do Sporting, não parece ser esse o caso. Raro é o dia em que a falar de assuntos internos, o eterno rival é inevitavelmente evocado, ora para comparação, ora para crítica. Na realidade, tornou-se numa autêntica obcecação.

 

Seguindo esta fastidiosa regra, Nuno Saraiva, comentando o recém-divulgado relatório de transferências do Sporting, mais uma vez sentiu-se compelido a referir o pagamento de comissões pelo Benfica, como se esse outro componente tivesse qualquer relação com as contas que o Sporting apresentou. Eis o que ele teve para dizer:

 
«O Benfica, quando vendeu o Markovic ao Liverpool, comunicou que o tinha feito por 25 milhões de euros. Quando o Relatório e Contas foi publicado, o que verificámos? Que dos 25 milhões apenas seis entraram nos cofres! Tudo o resto foi para comissões de empresários, custos de intermediação, dispersão de passes e outras despesas. É um exemplo clássico de falta de transparência, de dizer apenas aquilo que dá jeito, com o objectivo de enganar os sócios e accionistas. Esta Direcção do Sporting não o faz, assumimos um compromisso com rigor, transparência e verdade.

O Benfica é o campeão das comissões. Pagou mais de 40 milhões em comissões nos dois últimos anos. O FC Porto pagou aproximadamente 18 milhões. O Sporting pagou 8,9 milhões. Ou seja, o Benfica pagou mais em comissões do que todos os clubes profissionais em Portugal. A pergunta que se deve fazer é esta: é isto uma prática de gestão recomendável?».

 

Mesmo partindo do princípio que os números que Nuno Saraiva refere são factuais, não deixa de ser ilusório minimizar o pagamento de 8,9 milhões de euros em comissões, só porque o clube da Luz pagou muitíssimo mais. Todos estes valores pecam por exagero, permitindo-nos concluir que os clubes andam a sustentar um bom número de empresários através das loucuras do mercado de transferências.

 

Ainda quando se trata de um bom futebolista, os danos tornam-se mais aceitáveis, mas não podemos deixar de questionar quantos milhões foram pagos em comissões pela contratação de flops. E, como bem sabemos, esta época não obstante, o Sporting tem "telhas de vidro" nesse contexto ao longo destes últimos quatro anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:08

O que dizem eles

Rui Gomes, em 22.09.17

 

manchetes.jpg

 

Fernando Gomes

 

«É necessário que os clubes deixem de permitir que os seus símbolos, a sua história e a sua força sejam capturados para a apologia de ódio. É uma mistura potencialmente explosiva. Temos de conseguir parar antes que seja tarde de mais».

 

Nuno Saraiva

 

«Quando os juízes estão todos ali, o Samaris faz claramente uma agressão a Paulinho e o árbitro Bruno Esteves valoriza da mesma maneira uma agressão e um pedido de esclarecimento de Paulinho a Jardel. Samaris devia ter visto vermelho e ser severamente punido. Mas o CD não quer ser VAR dos jogadores, só dos dirigentes… No Moreirense-Benfica não houve flagrante delito, mas será que agora o professor Meirim vai levantar um auto de flagrante delito, sabendo que há reincidência?".

 

Artur Soares Dias

 

«“Há aqui um grande equívoco na sociedade desportiva, que é pensar que o árbitro vai recorrer ao videoárbitro. Mentira. O vídeoárbitro é uma grande vantagem para o futebol português. A polémica acontece porque nem todos perceberam as vantagens do sistema».

 

Benfica

 

«O Benfica apresenta trabalho e obra. Os outros, face ao vazio de nada terem para apresentar, continuam a falar de nós».

 

Sérgio Conceição

 

«Não durmo e acordo a pensar no Benfica e no Sporting. Não tenho de acreditar ou deixar de acreditar. O que se passa é que o Benfica está 5 pontos atrás do FC Porto. Desvalorizo a hipotética crise e não quero falar nisso. O FC Porto não se preocupa com força ou debilidades dos rivais, mas que o que  se passa no Benfica está à vista de todos».

 

Radamel Falcão

 

«Ele (Leonardo Jardim)  conseguiu guiar e formar talentos muito jovens, dando-lhes confiança e os meios necessários para se investir 100% na equipa e adaptar-se ao colectivo. Ficaremos todos muito felizes se ganhar a eleição para melhor treinador. Ele está a competir com outros profissionais que fizeram um excelente trabalho e ganharam títulos de prestígio ao longo desta temporada. Mas, ganhando ou não, o simples facto de ter sido pré-selecionado já é uma recompensa em em si».

 

Pauleta

 

«Portugal tem uma grande selecção, tem feito uma excelente prova. Acredito que vamos conseguir vencer os dois jogos, porque temos capacidade e temos demonstrado isso. Portugal sempre teve excelentes pontas de lança e continua a ter. O mais importante é a equipa e que Portugal continue a ganhar, é isso que tem de fazer. Estamos confiante que vamos fazer dois bons jogos».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:07

Cartoon do dia

Rui Gomes, em 22.09.17

 

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:06

 

21617797_10154730881526555_2050776084436035665_n.j

 

Já não há bilhetes para o Sporting-Barcelona, da segunda jornada da Liga dos Campeões. O Sporting confirmou no seu site oficial que forma vendidos todos os bilhetes o duelo com os catalães, agendado para o dia 27 de Setembro, próxima terça-feira, no Estádio de Alvalade.

 

Quem quiser ver Messi e companhia e não tenha comprado bilhete, vai ter de se contentar com o jogo na TV.

 

Sendo este um jogo de risco elevado, o Sporting aproveitou para deixar alguns conselhos para quem vai ver o jogo.

 

  1. as portas do Estádio abrem às 17h45 (duas horas antes do apito inicial)
  2. aconselhamos a entrada cedo evitando as filas em cima da hora de jogo
  3. deverão ser privilegiados os transportes públicos para chegar ao Estádio
  4. proibida a entrada a menores de 3 anos
  5. todos os espectadores terão de possuir título válido (Gamebox ou bilhete)
  6. aos Sócios do Sporting CP será requerida a quota de agosto de 2017


De recordar que na primeira ronda o Sporting venceu o Olympiacos por 3-2 fora de casa, enquanto o Barcelona bateu a Juventus por 3-0 no Camp Nou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:05

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 21.09.17

 

aston-martin-ulster-competition-sports-216987856-1

Um dos carros mais caros do Mundo

1935 Aston Martin Ulster - Leilão 2015 - 4,4 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

O afastamento de Bryan Ruiz

Rui Gomes, em 21.09.17

 

large-براين-رويز-سبورتينغ-سيج

 

Não é segredo algum que Bryan Ruiz tem estado a treinar à parte desde que se apresentou ao serviço esta época, muito provavelmente acompanhado por outros excedentários, a exemplo de Douglas.

 

Jorge Jesus cedo fez saber que o jogador costa-riquenho não fazia parte dos seus planos e, daí, que não lhe seria permitido treinar com o plantel principal.

 

Esta semana surgiu Rodolfo Villalobos, presidente da Federação da Costa Rica, a fazer um apelo público para que Bryan seja autorizado a treinar pelo menos com a equipa B, uma vez que ele é um elemento importante da selecção do seu país, que luta pelo apuramento para o próximo Mundial.

 

Não houve comunicado oficial do Sporting neste sentido, mas segundo consta, o pedido terá sido ignorado, tendo a SAD considerado que o jogador não demonstrou o mesmo respeito que o Clube teve por ele. Fonte anónima terá revelado que Bryan Ruiz teve três propostas no último mercado, financeiramente boas para o Sporting e para o jogador, que este entendeu recusar.

 

É uma situação muito ingrata para as duas partes e muito embora se compreenda os argumentos do Sporting, a razão não é totalmente sua, uma vez que qualquer jogador não é obrigado a jogar onde não deseja. Pelas notícias que circularam, Bryan Ruiz terá tido ofertas, mas de fora da Europa, nomeadamente do Médio Oriente. Ele terá considerado, não sem alguma razão, que uma mudança para essas partes do Globo dariam por terminada a sua actividade no futebol europeu, onde ele ambiciona permanecer ainda por algum tempo.

 

Entretanto, treina nas condições referidas e vai recebendo o seu salário, que até não é muito insignificante. Ninguém beneficia com este impasse.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

 

21764863_10154728616601555_2759917003691297143_n.j

 

O Sporting gastou 28,3 milhões de euros em aquisições de jogadores para esta época, um valor a que se acrescentam ainda 5,15 milhões em comissões pagas pelos negócios de 14 jogadores: Salin, Mathieu, André Pinto, Piccini, Battaglia, Bruno Fernandes, Matheus Oliveira, Acuña, Demiral, Euclides Cabral, Echedey Verde, Filipe Ribeiro, Leonardo Ruiz e Pedro Mendes.

 

O jogador mais caro foi Marcos Acuña, com um custo de 9,67 milhões de euros por 100% do passe, tendo o Sporting pago 800 mil euros de comissão a Marcelo Simonian, representante do jogador. Logo a seguir, na lista dos mais caros, está Bruno Fernandes, com um custo total de 9,35 milhões de euros, com 8,5 a serem referentes à compra de 100% do passe. No caso do médio português a comissão paga foi de 850 mil euros, à Position Number. Por André Pinto, central que chegou livre, o Sporting também pagou 800 mil euros de comissão, neste caso à PP Sports. Mathieu, também central e quem também chegou sem contrato, deu origem ao pagamento da comissão mais alta, de dois milhões de euros, paga à Team Spirit Football Consulting.

 

No que toca a empréstimos, o Sporting contabiliza cinco situações. Fábio Coentrão, Doumbia, Ristovski, Paulo Lucas Paula, Kenedy Có e Sphephelo Sithole. Pelos três jogadores da equipa principal os leões pagaram 2,6 milhões de euros, 1 milhão por Coentrão, 1,1 milhão por Ristovski e 500 mil euros por Doumbia. Nestes dois últimos casos, o Sporting tem opção de compra, estabelecida em 1,15 milhões de euros no caso do lateral, e 3 milhões, por 70% do passe, para o avançado.

 

No que toca a saídas, a que rendeu mais aos cofres de Alvalade foi a de Adrien Silva. O Sporting contabiliza 24,5 milhões de euros, que já inclui a "renúncia de direitos que se encontravam registados como passivos e passivos contingentes no valor de cerca de 4,5 milhões de euros." Os leões, que pagaram 1 milhão de euros de comissão à Soccer Club Properties, podem ainda receber 5 milhões, em bónus, e ficam com 15% de uma futura mais valia.

 

Rúben Semedo foi quem rendeu mais, depois do capitão, com a venda a ser registada por 14 milhões de euros. Os leões informam que pagaram 1,4 milhões de euros de comissão à Buttonpath, a mesma empresa que recebeu mais 530 mil euros pelas transferências de Paulo Oliveira para o Eibar e Marvin para o Watford que, em conjunto, renderam 6,5 milhões de euros.

 

O Sporting enumera a saída de 21 jogadores, alguns em fim de empréstimo, como foi o caso de Joel Campbell, com uma receita total de 51,8 milhões de euros. Nas vendas os leões pagaram 6,3 milhões em comissões.

 

Nota: Segundo o que foi noticiado além do jornal Sporting, as opções sobre Ristovski e Doumbia tornaram-se obrigatórias pelas respectivas primeiras convocatórias de Jorge Jesus.

 

É evidente que não vamos disputar o que o próprio Sporting reporta, mas até agora era a ideia que Bruno Fernandes tinha sido a transferência mais cara, num total de 9,69 milhões de euros, ligeiramente acima de Acuña, assentes em 8,5 milhões valor de aquisição e 1,19 outros encargos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14

UEFA aprova Liga das Nações

Rui Gomes, em 21.09.17

 

2406558_w2.jpg

 

A UEFA aprovou oficialmente esta quarta-feira o formato da Liga das Nações, uma prova que arranca a 6 de Setembro de 2018 e que será uma espécie de Champions de selecções.

 

Confesso que ainda não "digeri" a totalidade da informação relevante para poder comentar com profundidade, mas, para já, acho difícil não opinar que por este andamento ainda chegaremos ao dia em que o calendário não vai poder acomodar as competições de clubes, nomeadamente as domésticas. Estes mesmos clubes que se responsabilizam pela formação base de jogadores e lhes paga salários.

 

Na realidade, mais uma medida que ilustra esclarecidamente quão importante se tornou a vertente comercial e financeira da indústria futebol, ultrapassando, quase por completo, a vertente desportiva.

 

As 55 federações-membro irão participar, sendo as equipas divididas em quatro ligas: A, B, C e D. As 12 selecções mais bem classificadas no ranking de selecções UEFA em Outubro deste ano (onde estará Portugal) ocupam a liga A, as 12 seguintes irão para a liga B, as 15 seguintes na C e as restantes 16 na D. 

 

As ligas A e B serão depois divididas em quatro grupos de três selecções. Jogarão todas entre si, em casa e fora, entre Setembro e Novembro de 2018. Os vencedores de cada grupo classificam-se para a fase final da Liga das Nações da UEFA, que se disputará em Junho de 2019, com duas meias-finais, jogo de terceiro e quarto lugares e final. O país anfitrião será definido em Dezembro de 2018.

 

Os vencedores dos grupos das ligas B, C e D subirão à liga imediatamente acima, enquanto os últimos de cada grupo das ligas A, B e C serão despromovidos. O sorteio está marcado para 24 de Janeiro, em Lausanne.

 

Mexidas no Euro 2020

 

Esta nova competição irá também mexer no apuramento para o Euro 2020, que será disputado em 13 países diferentes, ainda que mantendo as 24 equipas já utilizadas no França 2016. A fase de qualificação irá começar apenas no mês de Março seguinte a um grande torneio (neste caso, o Mundial 2018), e não logo em Setembro.

 

As 55 selecções serão divididas em 10 grupos de cinco ou seis. As duas primeiras de cada grupo terão lugar garantido no Europeu. As outras quatro vagas serão encontradas através de playoff disputado pelos vencedores de cada um dos grupos da Liga das Nações, sendo que cada liga terá um caminho próprio - isto é, haverá um vencedor do playoff nas ligas A, B, C e D.

 

Caso um dos vencedores dos grupos da Liga das Nações já tiver assegurado lugar no Euro 2020 através da fase qualificação, essa vaga será atribuída à equipa que terminou na 2.ª posição e assim sucessivamente. Se uma Liga não tiver, pelo menos, quatro equipas a competir neste playoff, as vagas restantes serão atribuídas a equipas de outra ligas, de acordo com o ranking da Liga das Nações.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:07

 

Screenshot (3).png

Screenshot (4).png

 

Longe de bater os seus próprios recordes, mas, mesmo assim, o Camarote Leonino registou um considerável número de visitas, e comentários, esta quarta-feira. Não em pequena medida, reconhecemos, pelo (de) mérito de mais uma iniciativa indubitavelmente insólita - para ser simpático - do presidente do Sporting, Bruno de Carvalho.

 

De qualquer modo, indicação inequívoca de que continuamos com níveis de popularidade muito elevados, também graças a todos vós, leitores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:06

A nódoa

Rui Gomes, em 21.09.17

 

Benfica tem relacionamentos promíscuos com duas figuras centrais no caso Marco Ferreira. Factos.

 

19668301_GZJst.jpg

Um árbitro internacional (e profissional) desce de escalão depois de ter dirigido três derrotas do Benfica. O vice-presidente do Conselho de Arbitragem que, à data, geria as classificações dos árbitros é, posteriormente, apoiado pelo Benfica na candidatura à Associação de Futebol de Coimbra e envia facturas de dezenas de milhares de euros para a Luz. O observador que deu ao árbitro a nota que mais contribuiu para a descida (num jogo perdido pelo Benfica) tem relações altamente promíscuas, se não até ilegais, com o mesmo clube.

 

É isto que se verifica nos emails revelados pelo FC Porto (já descontando várias outras acusações), resumido com clareza, sem gorduras, nem subjectividades. Estes são os factos que constam dos documentos contestados pelo Benfica não como falsificações mas como pirataria informática ou violação de correspondência.

 

O que há a esclarecer, com urgência, como é que um clube com a permanente altivez moral do Benfica pode, primeiro, manter trocas de favores com observadores e ex-responsáveis pelas classificações de árbitros; e, depois, sem nunca negar a autenticidade dos emails, furtar-se de mil maneiras a explicar esses relacionamentos obviamente comprometedores. Mas o Benfica responde aos benfiquistas e a Federação, a quem pertenceram os dois envolvidos, responde aos cidadãos.

 

Se da Luz não vêm esclarecimentos, ao menos que a FPF obrigue os antigos colaboradores a justificarem as suas condutas, em tribunal se for preciso. É muito digno que, da Cidade do Futebol, venha finalmente tanta preocupação com a gritaria que emporcalha o jogo, mas há sempre dois responsáveis quando algo está sujo: quem sujou e quem não limpa.

 

Nota: escrevo isto sabendo que, nas últimas eleições, a lista de Fernando Gomes varreu muita desta gente, incluindo as duas figuras deste comentário, mas, aos olhos do público, a nódoa continua lá.

 

 

José Manuel Ribeiro, jornal O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:05

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.

Pág. 1/10





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds