Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A demagogia da oposição

Rui Gomes, em 27.11.12

 

O mais notório dos candidatos derrotados no último acto que elegeu os orgãos sociais do Sporting, continua com a sua incessante pseudo-campanha eleitoral na intensa perseguição do «trono» de Alvalade. Pelas suas intervenções directas, assim como pelas que são conduzidas pelos seus discipúlos em tudo quanto é espaço na Internet, nomeadamente na muito popular blogosfera, a mensagem demagoga é enunciada vezes sem fim - invariavelmente sem dar nome a pessoas e a coisas - de que mudança e alternativa é a ordem do dia para salvaguardar a sobrevivência da instituição centenária Sporting Clube de Portugal. 

Achei uma certa piada à notícia de que a personagem foi «convidada» para comparecer no Núcleo Sportinguista de Tramagal, Amarantes por ocasião do seu 28.º aniversário. Isto, porque carece de explicação qual a importância do candidato derrotado para ser convidado por uma organização, seja para o que for, no contexto Sporting, já que ele não passa de um mero sócio que nunca representou nem exerceu funções no Clube. Será mais correcto adiantar que o convite foi-lhe endereçado por uma sua amizade a pretexto do aniversário, para lhe proporcionar mais um palco para a sua demagogia, a exemplo desta sua hipócrita afirmação: «Não compreendo este apelo constante à união, porque aquilo que verifico constantemente é que existe união entre sportinguistas». A começar por ele próprio, claro! Este discurso é bastante familiar ! Também aproveitou o ensejo para reiterar, pela enésima vez, que «continua a acreditar no seu projecto», deixando para a imaginação de cada um os pormenores do mesmo. O que dizer de uma pessoa tão obcecada em ser presidente - assalariado - do Sporting, cujas aptidões pessoais e profissionais para o cargo são, para ser simpático, inexistentes ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21


2 comentários

Sem imagem de perfil

De A. Santos a 27.11.2012 às 17:19

Caro Rui Gomes,

Os momentos por que o clube está a atravessar, que são obviamente momentos difíceis, de enorme tristeza e desilusão para todos nós sportinguistas, levam a que os candidatos derrotados nas últimas eleições, sejam vistos como alternativas à solução dos problemas. A quando da campanha eleitoral, e porque como todos os sportinguistas estava ansioso por uma mudança de rumo e projecto dentro do clube, de entre todos os candidatos que se apresentaram, Bruno de Carvalho, pela sua energia, juventude, projecto apresentado, sustentado em apoios financeiros acordados etc., pareceu-me a pessoa certa para conduzir os destinos do clube. Realiza-se o acto eleitoral, e naturalmente Godinho Lopes passa a ser o nosso "meu" presidente, o que não afectaria em nada a minha apreciação sobre Bruno de Carvalho. Godinho Lopes inicia funções, e não demorou muito tempo para que Bruno de Carvalho demonstrasse que não tinha resolvido e ultrapassado as incidências do acto eleitoral, e que estaria ali para uma oposição cerrada. Aqui é que Bruno de Carvalho me desilude grandemente... Achei prematuro de mais, para se colocar nessa posição. Nem quero imaginar o apoio que ele teria agora, se não tivesse enveredado por esse caminho... De qualquer das maneiras, o momento actual vem-lhe atenuar essa fraqueza, o que não quer dizer que seja a pessoa certa...
Quanto a Godinho Lopes, acho-o uma pessoa séria, empenhada, que foi mal acompanhado, que a maioria das decisões sobre a equipa principal de futebol não passaram por ele, e por isso agora tenta agarrar as rédeas, o que não lhe retira responsabilidade naturalmente enquanto presidente, e acima de tudo muita falta de sorte. Acho sinceramente, que este presidente não merecia o fraquíssimo rendimento da equipa principal de futebol. Não nos podemos esquecer o que era o SCP antes de ele assumir funções... Era o caos também...

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.11.2012 às 17:41

Caro A. Santos,

Não me é possível concordar mais com a sua perspicaz apreciação do estado das coisas. Godinho Lopes é responsável, como presidente, mas não necessariamente culpado. Como sabe, eu apoiei o candidato derrotado pelo acto eleitoral e não me levou muitas horas, não dias, para lamentar a minha escolha pelos motivos que o meu amigo citou. Eu fui levado pela cara fresca e pelo potencial. Nunca acreditei em Augusto Inácio para director-geral da SAD e van Basten seria a minha última opção para treinador. Reconheci os «furos» do suposto projecto dele mas dei-lhe o benefício da dúvida e margem para reflectir e agir. A sua conduta tem sido nada menos do que desprezível e vejo agora, com maior clarividência, que uma pessoa desse carácter nunca pode liderar o Sporting. A única salvação para o Conselho Directivo vigente é os resultados começarem a aparecer, caso contrário, haverão muitos problemas. O que muitos recusam compreender, é que pessoas como eu até não somos adversos a mudanças quando elas são o último recurso para salvaguardar os interesses do Sporting. O que me repugna é essa mudança ser-me forçada por movimentos oposicionistas concertados e sem credibilidade. Isso é que eu não aceito e nunca aceitarei. Além disso, a obcecação de Bruno de Carvalho pela liderança é por de mais preocupante, quase doentia. Não posso confiar numa pessoa que a quer tanto como ele e ainda or cima sabendo que vai ser bem assalariado, que em si não é errado mas vai longe para demonstrar a sua dependência nessa posição.

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo