Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Leõezinhos" voltam a brilhar

Rui Gomes, em 31.03.13

 

A equipa de sub-19 do Sporting demonstrou mais uma vez que é a melhor das quatro equipas em Como, Itália, a disputar a fase final da NextGen Series 2013, com mais uma excelente exibição e vitória sobre o Arsenal, por 3-1, para garantir o 3.º lugar na competição - a exemplo do que fez no percurso até aqui, com vitórias sobre o Manchester United (4-1), Liverpool (4-0) e Tottenham (5-3). Os londrinos até inauguraram o marcador aos 27 minutos, mas os «leõezinhos» não tardaram a dar resposta por intermédio de Wilson, aos 34 minutos. Já na segunda parte, Rúben Semedo colocou a equipa na liderança com um golo de grande penalidade aos 55 minutos e, Ricardo Esgaio, fechou o marcador aos 72.

A equipa exibiu muito mais agressividade ofensiva neste embate do que se viu frente ao inferior Aston Villa - equipa que se limitou a jogar no erro e beneficiou dos erros do Sporting e... da arbitragem - num jogo que a estratégia mais cautelosa de Abel Ferreira merece discussão. A final desta prova será disputada amanhã entre o referido Aston Villa e o Chelsea, que derrotou o Arsenal na outra meia-final, no prolongamento.

 

Lamenta-se as circunstâncias, porque o Sporting tem mais do que suficiente valor para vencer esta competição e poderá muito bem ser a sua última oportunidade nos próximos anos. Recorde-se que a UEFA vai assumir a organização para a próxima época - género de Liga de Campeões para juniores - e só os sub-19 dos clubes que se qualificarem para a fase de grupos da Champions é que estarão aptos a competir. Até acho este formato ridículo, em que beneficia sempre os mais poderosos, mas os «génios» da UEFA liderados pelo incontornável Michel Platini assim entendem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:18

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Joao a 31.03.2013 às 18:42

Em relacao a esta questao, nao ha muito a fazer, e por muito que nos possa custar, trata-se de um criterio aceitavel.

Que outro criterio proporia? A Federacao escolher os clubes? Ser o campeao de juniores? E se fosse, quantos clubes por pais?

Nao vai existir um criterio obvio, por isso esse aceita-se.

O onus e' apenas nosso, que nos obriga a ter uma equipa senior competitiva e que desta vez, sejam os seniores a fazer algo pelos juniores e nao o contrario.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.03.2013 às 19:17

Caro João,

Penso que o critério mais adequado seria apurar os campeões e possívelmente os vice-campeões dos respectivos escalões nacionais. O critério da UEFA - a exemplo do que se passa com a Champions - visa somente receitas, em que de alguns países, devido ao ranking, apuram-se 4 clubes e, em alguns outros países, pelo mesmo motivo, nem o campeão tem acesso directo.

É que com as novas regras da UEFA, nem é suficiente o apuramento para a Champions, o clube terá de se qualificar para a fase de grupos. Não é preciso ser génio para advinhar 95% desse clubes, ano após ano.

Outro ponto, é plausível pelo andamento das coisas, que o Paços de Ferreira possa lá chegar. Nem sei se este clube tem juniores e qual é a sua qualidade. Isto é apenas um exemplo.

Esta competição deveria premiar a formação e não os clubes, pelas suas equipas principais. A NextGen Series é uma competição oficial sob a jurisdição da UEFA, mas não gerida pela mesma. A razão do seu sucesso - factor que leva agora a UEFA a assumir as rédeas - é que as equipas eram convidadas baseadas na qualidade da sua formação.

Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.03.2013 às 19:25

Ainda outro ponto, caro João. Pode acontecer que uma das equipas de juniores que irá à UEFA, pelos resultados da equipa principal, classifica-se em 4.º, 5.º ou até 10.º no seu campeonato nacional, mas vai à mesma, deixando atrás uma ou diversas outras equipas que competiram a um nível muito mais elevado. Não acho justo.

O Sporting ficou como sabemos a época passada, no entanto os seus juniores foram brilhantes, tanto na liga nacional como internacionalmente, goleando poderosos como o Man U, Liverpool,Tottenham e Arsenal entre outros. O Barcelona e o Real Madrid, com as suas prestigiosas formações nem sequer se compararam.
Sem imagem de perfil

De Joao a 31.03.2013 às 20:07

Eu penso que o criterio da UEFA, que seria o que eu utilizaria tambem, e' um de reduzir a minimo a carga logistica que uma competicao como esta acarreteria. As equipas seniores e de juniores viajam juntas e jogam no mesmo dia e voltam juntas.

Trata-se de organizar verdadeiramente uma competicao paralela a Champions e nao uma competicao independente. Alias, tenho a certeza que nem vai haver sorteio, pois vao-se usar os grupos da Champions tal como forem.

Numa primeira fase, de experimentacao e perceber se a competicao tera pernas para andar, com interesse competitivo por parte dos clubes, adeptos e comunicacao social.

E como disse, e' aceitavel. Se nao acabamos com uma versao alargada da NextGen, que temos de admitir tem se revelado, em termos de organizacao, uma competicao um bocado manhosa (em termos do site e informacao disponivel. Ja foi ao site? Nas proprias fichas dos jogos, os nomes dos jogadores veem errados, nao ha informacao de substituicoes. Em termos da designacao de arbitros e dos estadios da fase final, como foi o caso deste ano).

A colocando-a ao lado da Champions, a UEFA tem alguma dose de certeza, nao so da qualidade media das equipas e do nivel de compromisso dessas mesmas equipas.

Quando, e se, a competicao vingar, poderemos falar com mais cuidado em criterios de participacao. Agora, acho que nao faz sentido. Lembro-lhe que tambem no inicio das provas da UEFA, a participacao era mediante um criterio subjectivo e nao competitivo. So mais tarde assim se tornou.

Reconheco, e a mi tambem me chateia ver clubes menores a participar numa competitcao que "deveria" ser nossa tambem, mas so nos podemos queixar de nos proprios nisso.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.03.2013 às 20:32

Caro João,

Como já indiquei, diversos cenários são plausíveis, mas não estou a ver os jogos dos dois escalões serem agendados a coincidir e as equipas a viajarem juntas.

Algumas até agora limitações da NextGen têm muito a ver com orçamentos mais limitados, directamente associados aos direitos televisivos. Com a UEFA, claro, tudo irá melhorar nesse sentido. Compreendo isso, mas continuo a não concordar com a vertente desportiva e, muito em especial, não irá premiar, necessaria e exclusivamente, os clubes que se dedicam mais à formação. Não fui ver o registo, mas quantas vezes em anos recentes o Ajax se qualificou para a fase de grupos da Champions?

Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De sloct a 31.03.2013 às 20:02

Discrodo totalmente do João, o critério seria óbvio, o campeão de júniores e ponto final.

Admito que o Platini queira deitar a luva a mais umas potenciais fontes de receita, mas desta forma é absolutamente ridículo, não tenho outra palavra.

E não tem a ver directamente com a probabilidade do Sporting ficar a "cheirar" esta competição durante os próximos anos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 31.03.2013 às 20:10

Caro Amigo, podemos discutir critérios diversos mas quer-me parecer que a lógica competitiva é evidente, de facto.

Como muito do mais que a UEFA e a FIFA fazem, tem a ver com interesses e receitas e não com a essência desportiva.

SL

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo