Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dá para pensar

Rui Gomes, em 20.04.13

 

A escrita de um homem é, invariavelmente, um reflexo autêntico da sua mentalidade e da sua maneira, por vezes oblíqua, de pensar e dizer as coisas, procurando naufrágios quando em terra se encontra. Não sei se esta frase tem autoria alheia, mas surgiu-me ao ler um oblíquo escrito - para ser simpático - em um outro blogue, onde o malsucedido autor diz o seguinte, pela sua lamentável tentativa de explicar a derrota do Sporting no Torneio de Golfe realizado hoje: «O golge é um desporto da elite que Bruno de Carvalho quer afastar do Sporting. A derrota é, por isso, lógica.»

 

Nunca fui amante de golfe mas, para o caso, até nem é relevante. Em que século existe o autor deste escrito e até que disparatado extremo se pretende propagar a retrocessiva e sectária mentalidade em voga ?... Esta ordem de pensamento está em linha com o que Daniel Sampaio declarou na recém-entrevista ao Diário de Notícias, quando atribuiu os actuais problemas do Sporting ao facto do clube ter sido fundado por um visconde. Será percepção errada minha ou haverá causa para sentir nisto arcaicos sintomas ideológicos ?

 

Na cidade de Toronto, Canadá - onde ao longo dos anos manti a minha principal base - existe um dos maiores sindicatos de trabalhadores de construção civil da América do Norte, se não do Mundo - uma boa percentagem composta por luso-canadianos - cujo principal evento anual é precisamente o torneio de golfe. Ficarão eles gratos, de certo, ao saber que por esse mero facto já são considerados como a «elite» da sociedade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Joao a 20.04.2013 às 20:52

E' todo um programa politico. Uma tristeza.

So' nao ha saneamentos de socios porque sao cobardes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.04.2013 às 21:01

è de facto muito triste, caro João. O saneamento de sócios suurgirá, por natureza.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 20.04.2013 às 21:19

Já para não falar que no Reino Unido, na Irlanda, na Suécia, ou na Alemanha, o golfe é um dos desportos que mais praticantes amadores tem, porque é um desporto que possibilita o contacto com a natureza, exige perícia e é relaxante. Há imensos atletas de alta competição com jogam golfe nos tempos livres. Estando aí na América do Norte sabe de certeza como há tantos jogadores de futebol americano, baseball, etc., que jogam golfe para descontrair. Só em Portugal é que é um desporto de elite. E eu nem sou fã da modalidade.

O fulano que escreveu isso que citou é um atrasado mental, sob mais do que um prisma. A desculpa pela derrota é patética, o panegerismo ao actual presidente tinha de estar presente, e a ideologia subjacente (não confundir com a esquerda, porque nem toda a gente de esquerda é medíocre e mesquinha, nem é exclusivo da esquerda) é um nojo. Parecem comunas. Só nos faltava aturar isto neste clube...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.04.2013 às 22:11

Caro Lionheart,

Já há algum tempo e, cada vez mais, sinto sintomas ideológicos em torno deste «novo» Sporting que nada se relaciona com um clube desportivo em uma sociedade livre e democrática.

Na América do Norte o golfe é praticado por todos que desejam e, para efeito, existem inúmeros campos públicos. Não é necessário pertencer a um clube privado com os seus inevitáveis elevados custos. e, sim, é verdade, é o desporto recreativo de uma vasta maioria de atletas profissionais de alta competição.
Sem imagem de perfil

De Miguel a 21.04.2013 às 02:09

Trata-se de uma imbecilidade do Sampaio.O título de Visconde assemelha-se ao de comendador,não assimila o laureado a qualquer ramo da fidalguia.
Os Sampaios,oriundos do MES,não perdem os tiques ideológicos.
Com o mito dos presidentes que roubaram o Sporting,incendiaram a turba e hoje o clima é de política reles,de caça às bruxas.
A entrevista de Dias da Cunha é clarificadora e realista do modo como se subiu o endividamento,sem recorrer a teorias da conspiração e sem engajar as massas na luta do proletariado contra os opressores.
A frase "-O Sporting agora é nosso!",soa a bolchevique e é profundamente divisionista.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 21.04.2013 às 03:28

Caro Miguel,

Concordo na íntegra com as suas palavras. Já em outros escritos indiquei que muito desta situação tem vindo a desdobrar-se sob uma sombra ideológica. Lidei com Dias da Cunha pessoalmente e muito embora tenhamos tido algum desacordo, tenho-o como uma pessoa franca e, claro, frontal.
Essa referida frase não saiu ao acaso, fez parte da estratégia ideológica para incendiar a fanática falance de apoio e, por consequência, provocar divisão. A crença de Dias da Cunha, tal como a minha, até provas em contrário, é que não obstante má gestão, nunca houve o que ele chama «negociatas» ao mais alto nível, nomeadamente por presidentes. Também conheci o dr. Roquette e não me passa pela ideia que um homem com a fortuna dele tivesse vindo para o Sporting para se servir. O seu projecto correu mal, penso eu por falta de continuidade ao nível desejado mas, para ser sincero, ainda hoje não compreendo todos os relevantes contornos.

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo