Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Ao nível da reestruturação de pessoal, podemos dividir a questão em três partes:

 

- Uma primeira componente de clara necessidade de redução de custos, pela desvinculação de colaboradores excedentários. E sabido que, ao longo dos diversos mandatos, as sucessivas Direcções foram colocando alguns dos seus apoiantes na estrutura, o que leva a que hoje em dia, haja várias duplicações de funcionários para cada lugar.

 

- Uma segunda que é, pura e simplesmente, ridícula. Andar a diminuir 150 euros no salário de funcionários que têm salários baixos, não tem qualquer efeito significativo na poupança de custos e, para além de cruel e pouco humano, aporta ainda um efeito altamente desmotivador na performance e dedicação dessas pessoas de baixos rendimentos.

 

- A terceira parte é que parece que estamos perante uma "vingança" dos vencedores sobre os vencidos, o que diz muito sobre o carácter dos primeiros. Parece que além de não saber perder (como se viu ao longo dos últimos dois anos), o nosso Presidente também não sabe ganhar. É lamentável que, devido às inseguranças pessoais e à falta de conhecimentos específicos desta equipa, alguns dos melhores profissionais do Clube poderão vir a ser sacrificados.

 

- A quarta e última situação tem a ver com quem irá entrar para a estrutura. Se estamos a dispensar velhas glórias do Sporting, supostamente por não necessitarmos dos seus serviços, seria estranho que uma "matilha" sedenta de salários e regalias viesse agora a entrar.

 

Vamos ver o que nos espera a este nível - para já tudo tem sido nebuloso - desde o acordo que forçará esta situação até ao tal 3.º elemento do futebol, até aos misteriosos investidores: tudo é nebuloso neste Presidente-adepto.

 

* Texto da autoria do novo colaborador do Camarote Leonino  "Desert Lion" 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 26.04.2013 às 16:00

Caro Desert Lion,

Excelente análise da situação actual perante o que é do conhecimento público e a leitura possível de fora para dentro. Muito ainda está por esclarecer, compreendendo-se a necessidade de sigílio em matéria do foro interna. As intenções de BdC não são claras e só o passar de mais algum tempo é que permitirá, porventura, o derrame das dúvidas.

Um abraço
Sem imagem de perfil

De sergiom a 26.04.2013 às 23:55

Não seria também honesto, da parte de alguns funcionários, que entraram com GL tivessem posto os seus lugares à disposição, tal qual fez Jesualdo Ferreira perante o novo presidente do clube?

À partida parece-me uma atitude de desprendimento perante o comodismo pelos lugares ocupados.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.04.2013 às 00:10

Como sabe, o lugar de treinador é diferente de qualquer um outro, por variadíssimos motivos.

Quanto aos funcionários, são mesmo empregados e não homens eleitos, é portanto natural defenderem os seus empregos. De qualquer modo, só alguns deles é que entraram com Godinho Lopes, casos de Manuel Fernandes, Vidigal e Porfírio. Outros, como Mário Patrício, Diogo Matos, Mário Casquilha, só para nomear alguns, já estão há anos. O que está ou devia estar em causa é a competência das pessoas, não simpatias nem recompensas por apoios eleitorais. Uma boa parte desta posições terão de ser preenchidas, veremos quem vai ser nomeado. O caso do Manel espanta, por nem sequer lhe ter sido oferecida a possibilidade de permanecer som salário reduzido, o que poderá significar que a procura principal é de «yes men».
Sem imagem de perfil

De sergiom a 27.04.2013 às 00:29

A questão dos funcionários em clubes de futebol, parece-me um pouco mais delicada, principalmente num clube como o Sporting, que muda de presidente com alguma frequência. E por isso mesmo vai acontecer o que refere, Desert Lion, no primeiro ponto, "duplicação de funcionários para cada lugar", isto é, cada presidente que entra leva os seus, que se vão posicionar onde já existem outros e que vão ficando. Não deixa de ser caricato.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.04.2013 às 00:48

Sim, concordo meu caro. Assim como também reconheço que alguma «limpeza» tem de ser feita. O que ainda não sabemos são os critérios. A exemplo, e digo isto cinicamente, não consta que o lugar na Academia do filho do Daniel Sampaio esteja em perigo. Repito, digo-o cinicamente, pela associação a BdC, embora desconheça a competência do psicólogo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo