Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um campeão que deixa saudades

Rui Gomes, em 10.05.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:40

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Lionheart a 10.05.2013 às 21:31

Um achado! A partir daí criou-se o mito do mercado de Inverno no Sporting, mas encontrar jogadores como o André Cruz a meio do ano acontece uma vez na vida. Nunca mais tivemos um marcador de livres tão bom e consistente como ele, em que os seus golos valeram tantas vezes os três pontos. Na defesa compensava a falta de velocidade com a sua leitura do jogo e posicionamento no campo.

No campeonato de 2000, que o Sporting disputou taco-a-taco com o pentacampeão Porto, em que mesmo depois de ultrapassar os andrades na classificação ainda faltavam disputar 8 jogos até final da época, muitos apostavam que o Sporting não aguentaria a pressão e iria deixar-se ultrapassar de novo. Foi preciso haver jogadores muito experientes e psicológicamente fortes naquele balneário para se conseguir segurar as pontas, e um dos quais foi certamente o André Cruz. Especialmente depois daquele resultado inesperado contra o Benfica em Alvalade, em que em vez de festejar o título a equipa passou mais uma semana de nervos. Mas felizmente o Sporting acabou o campeonato em estilo, com uma vitória expressiva na cidade do Porto e mais um golo do André Cruz. :)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.05.2013 às 21:46

Nunca mais teremos um jogador como ele. Em termos de classe técnica, até não sei se existe outro mesmo agora. Ele era o pacote ideal e os livres eram um caso à parte, por serem tão extraordinários.
Sem imagem de perfil

De MM a 10.05.2013 às 22:35

Lionheart, ainda me lembro do jogo com o Alverca (acho eu). Vi o Pedro Barbosa à entrada para o estádio (grande o gajo, muito muito alto). Esse jogo tinha sido antes de irmos para a liderança, antes do jogo com o FCP. O Porto tinha empatado e nós jogando em Alvalade poderíamos tê-los igualado no 1º lugar mas ... também empatámos. E fugimos à derrota porque no ultíssimo lance da partida 2 jogadores isolados do Alverca (um deles o Paulo Costa) falharam só com o guarda-redes pela frente.
O GR nesse jogo não foi o Schmeichel, estava lesionado.

Esse empate caseiro foi de uma tristeza total e deixou mta gente com a sensação de que apesar da proximidade nunca teríamos estofo para quebrar o enguiço.

Felizmente, correu bem.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 10.05.2013 às 23:40

Sem dúvida MM. Não tenho memória de todos os jogos, lógico, mas como tu também me lembro que antes do Sporting-Porto houve possibilidades de ultrapassar o Porto - como essa contra o Alverca - mas o Sporting falhou sempre.

A frustração e a desconfiança larvavam, só que nessa época o Porto perdeu mais pontos do que era hábito (também porque teve menos ajudas...) e isso permitiu-nos estar sempre em cima deles até ao jogo de Alvalade. Os andrades chegaram até às meias-finais da Liga dos Campeões, salvo erro, enquanto o Sporting foi eliminado da Taça UEFA antes do final de 1999, daí que enquanto eles estavam com sobrecarga de jogos, o Sporting concentrou-se nas competições internas. Dado o nosso plantel ser mais limitado que o deles, se assim não fosse o Sporting tinha estourado e o mais certo era não ter ganho nada. Depois do clássico voltámos a escorregar naquele célebre jogo em Leiria e ficámos só com mais dois pontos do que eles, mas logo na jornada a seguir o Porto também empatou, por isso a coisa emparou-se.
Sem imagem de perfil

De MM a 11.05.2013 às 01:06

Tenho essa época especialmente marcada porque não falhei nenhum jogo em Alvalade (e na Luz, os 2 jogos com o SLB, um empate e uma vitória, o saldo). Eles (FCP) na LC foram aos quartos-de-final, perderam para o Bayern numa eliminatória algo inglória, empate a 1-1 nas Antas com o Bayern a fazer o 1-1 num lance onde bate uma falta sem indicação do árbitro, muito depressa, e depois na Alemanha derrota para o FCP por 2-1, com o Bayern a marcar o golo da passagem em cima do minuto 90.
Recordo ainda o golo do Jardel na Alemanha, grande categoria.

Nós perdemos para o Viking, 1ª eliminatória da taça UEFA, derrota na Dinamarca por 3-0 e vitória em Lisboa por 1-0, golo de Acosta. O primeiro jogo de Inácio ao comando do Sporting foi precisamente em Alvalade frente ao Viking.
Foi sobretudo uma época inesperada. Criou-se a dada altura uma química no grupo que superou o deficit de qualidade para o adversário.

Eles tinham melhor 11 (FCP), e também tinham melhor treinador. Claro, foi uma época também muito estranha porque marcada pelos 7-0 de Vigo e pela (1ª de 2) não qualificação do SLB para as provas Europeias. Naquela altura fora uma coisa nunca antes vista.

Época a todos os níveis atípica.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 10.05.2013 às 22:50

De acordo, grande jogador.
Sem fazer comparações, temos alguém que tem qualidades de grande classe na defesa,Boularouhz

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo