Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os investidores

Rui Gomes, em 15.05.13

 

Muito se tem falado de investidores para o Sporting. Aliás, este foi um dos vectores principais de discussão na campanha eleitoral das últimas eleições. Nenhuma das candidaturas foi capaz de provar que tinha investidores, mas apena uma ganhou pelo que será essa que terá de os apresentar. Mas que tipo de investidores estarão na manga da nossa Direcção, pergunta-se ? Ora, na minha opinião, existirão, fundamentalmente, quatro tipo de motivações para um investidor se ligar a um clube de futebol como o Sporting:

 

- rentabilidade do investimento

- simpatia clubística ou sentimento de pertença local

- poder, contactos e prestígio social

- gosto pelo desporto e pela indústria futebol (explicado mais à frente)

 

Ora analisemos o que o Sporting tem para oferecer a quem se posicione para nele investir:

 

Quanto a rentabilidade do investimento, será pouca ou nenhuma. O nível de dívida é muito elevado, acabando esta por "comer" eventuais fluxos financeiros que a actividade libertasse - se é que os virá a libertar. Sabemos que a generalidade dos Activos estão já dados a Credores para alimentar a extenção dessa dívida, pelo que a própria perspectiva de receitas futuras não é nada por aí além.

 

O amor ou simpatia clubística parece não ser suficientemente grande para que os Sportinguistas mais endinheirados se arrisquem a pegar num Clube com grande problemas financeiros e em que os sócios e adeptos parecem severamente divididos. Existe ainda um problema de dimensão que um investidor deste tipo sempre defronta: as maiores fortunas nacionais não parecem inclinadas a este tipo de investimentos e as fortunas de dimensão média não estão na disposição de arriscarem posições consolidadas noutros investimentos para se arriscarem a perder quase tudo numa jogada deste tipo.

 

O poder, contactos ou prestígio social que tal poderia proporcionar, já os tem quem poderia investir. Para os grandes investidores estrangeiros, o tipo de poder, contactos e prestígio social que o Sporting pode dar não é comparável ao de um Manchester City na Liga inglesa ou de um PSG, equipa principal da cidade e país mais visitados do planeta. É claro que nenhum tubarão das finanças internacionais vai dar dinheiro para ver um Moreirense ou um Paços de Ferreira a jogar com o clube no qual investiu. A alternativa que se poderia abrir - de termos investidores de Angola - está fechada há algum tempo, considerados até exemplos de severas perdas que esses investidores sofreram em Portugal e dos riscos judiciais que agora aparecem a este nível. Um ponto adicional: esqueçam lá essa coisa de que algum investidor virá de Moçambique. Esse país é um dos mais pobres do Mundo. E não só não tem fortunas de grande dimensão como, caso tivesse e alguém viesse de lá colocar milhões no SCP, rapidamente seria condenado aos olhos do seu país e do Mundo.

 

Assim sendo, só a quarta perspectiva poderia mostrar algum interesse. Comprar o Clube que formou Figo e Ronaldo, o Clube que mais jogadores formados nas suas escolas teve no último EURO 2012, o Clube que sempre se prezou de ter como valores o Esforço e a Dedicação, poderia ser interessante para quem apostasse no Futebol como um vector de desenvolvimento de um país ou região, como forma de promoção de um território ou modo de entretenimento  do seu povo. Penso que seria por isso que as últimas gestões colocaram enfâse nas visitas ao Médio Oriente, China e Índia, na busca de investidores com esse perfil. Procurava-se encontrar quem quisesse usufruir de tradição na formação e de alguma nomeada na Europa. No entanto, o valor da dívida do SCP, aliado à problemática de gerir um Clube com tantas divisões e "gente" sempre a falar, seria concerteza muito prejudicial à concretização do negócio.

 

No entanto, finalmente, alguém encontrou investidores. O Bruno conseguiu - parabéns Bruno ! Segundo ele, "os investidores estão prontos para entrar, logo que a reestruturação financeira estiver concluída". Ora estando esta concluída, certamente os investidores se darão a conhecer de imediato. E não só isso, como ainda arranja investidores que nem sequer querem a maioria do capital ou a maioria de gestão. O Bruno tem para nós os investidores perfeitos: metem o dinheiro e calam-se, crentes nas provadas condições do Bruno para gerir investimentos empresariais...

 

O pior é se os investidores vierem como vieram "as necessidades de Tesouraria de Curto Prazo" ou como tivemos conhecimento do terceiro elemento da estrutura de futebol: nunca apareceram umas e se deu a conhecer o outro... A estas promessas não cumpridas sem qualquer justificação plausível, há quem lhe chame "agora o Sporting ser nosso". Eu, que ao longo da minha vida conheci muitos empresários "Brunos de Carvalho", tenho infelizmente outro nome para elas...

 

* Texto da autoria de Desert Lion

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel a 16.05.2013 às 04:17

Ahahaha!
Pois é isso mesmo que os fiéis dessa igreja,levados pelo fanatismo e submissos a uma cega crença,não querem ver.
A verdade,no entanto,lá está nua e crua.O presidente do Sporting foi eleito com base num punhado de mentiras e enganos.
Os sócios foram levados a votar num candidato que mentiu,que não tem os pressupostos que afirmou em campanha eleitoral,e que grande campanha que durou ano e meio entre entrevistas desestabilizadoras e sabotagens.
A turba que o segue fez do insulto e da tentativa de silenciar quem tinha opiniões divergentes,a sua bandeira.
Os pormenores são conhecidos.
Repentinamente lembro-me de um senhor chamado Vale qualquer coisa e de um tal de Sérgio Silva que apresentou um cheque careca na sede do Boavista e passou-o em frente às câmaras de tv como num passe de prestidigitador.
Acho que a irracionalidade fez caminho no nosso clube.
Muitos anos de frustração acabaram dando voz e poder aos engenheiros sociais.
Vai ficar muito complicado,mas o Sporting vai sobreviver a isto.Não sei é por quantos anos a lição trará sensatez ao espírito dos nossos consócios.Eu imaginava que após Jorge Gonçalves nunca mais cairíamos nestes alçapões.

Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.05.2013 às 12:34

Caro Miguel,

Conforme Desert Lion cita no post, continuamos à espera do cumprimento das promessas que, até agora, nada se viu.

Também explica bem aquela foto do presidente com os supostos investidores em Moçambique durante a campanha eleitoral.

Claro, o argumento dos Brunecos é que os investidores só aparecem quando a "casa" estiver limpa e organizada.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 16.05.2013 às 10:46

Post pertinente, e comentário excelente
Sem imagem de perfil

De António Manuel a 16.05.2013 às 18:45

Não sou um profissional dos mercados financeiros embora tenha alguns investimentos próprios,daí algum conhecimento que procure ter sobre o tema.
Dado o nível de endividamento dos três grandes clubes portugueses e dado que me parece que nenhum reúne as condições acima referidas,isso leva-me a pensar que a entrada de investidores no futebol português parece uma hipótese remota.
Mas há uma dúvida que me fica depois de ler este post:qual é a posição de JC neste tema.
Afirmou que tinha um conjunto de investidores sportinguistas-de Portugal,claramente afirmado- dispostos a investir no capital social da SAD.
Parece-me que só podem caber nas categorias " simpatia clubística ou sentimento de pertença local" e "gosto pelo desporto e pela indústria futebol".
As fortunas envolvidas serão de média dimensão(não devo estar enganado neste ponto).
O próprio Rui Gomes confirmou (num comentário anterior) que tinha conhecimento dessa situação.
Estava JC a mentir?Votei em JC e considero-o um homem sério,daí a minha perplexidade.
Quanto a BdC está a correr a grande velocidade contra uma parede.
Ou tem ou não tem as soluções.Sabê-lo-emos muito em breve.
Se não tiver não haverá como o esconder.
E os sportinguistas(com a excepção da minoria que o apoia incondicionalmente) não lhe perdoarão terem sido descaradamente enganados.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.05.2013 às 19:38

Caro António Manuel

Vou deixar o Desert Lion responder a esta sua ponderada eacertada consideração.

Sim, é verdade, o que JC tinha ao seu alcance era precisamente nessa categoria. Salvo um, todos de fortunas de média dimensão. Esse investimento era condicional a determinadas medidas serem tomadas, inclusive, mas não obrigatoriamente, a negociação da maioria do capital da SAD.

Pessoalmente, não vejo onde virão os tais investidores de BdC. Ou tira um coelho da manga ou, então, como diz, vai haver uma grande onda de contestação.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Desert Lion a 16.05.2013 às 20:31

Caro Antonio Manuel, nao posso falar pelo JC, pois nao conheco, em detalhe, o que proponha. Posso falar sobre o que ouvi dizer, mas sem poder confirmar a total veracidade desta versao.

Assim, de acordo como que foi dito, o que JC conseguiu reunir foi um Grupo de Sportinguistas, portanto "simpatia clubistica", com um misto de grandes e medias fortunas. Cada um colocaria uma maquia mais ou menos proporcional a sua capacidade, que permitisse que o risco assumir fosse individualmente diminuto. Colocavam-se claras condicoes de gestao, assumia-se grande parte do capital e a gestao seria condicionada a um caderno de encargos negociados entre esse sindicato e a gestao do Clube.
Esta entrada permitiria uma renegociacao da divida numa posicao de muito maior forca, nao so porque as necessidades imediatas estavam cobertas, como ainda porque as pessoas que estavam a capital o Sporting sao de elevada credibilidade.


Pode pois agora perguntar-me: mas entao porque acha que o Bruno de Carvalho nao pode tambem conseguir isto? E eu respondo-lhe que e, fundamentalmente, por duas ordens de razoes:
- o curriculo empresarial de BdC e miseravel. Todo o seu trajecto e muito pouco abonatorio de qualquer capacidade de gestao e parece que ja nem a familia Aragao Pinto lhe fala;
- o tipo de abordagem de tipo "moleque" da sua "clique" afasta as pessoas mais serias, crediveis e experientes de qualquer possivel envolvimento significativo com essa equipa.

As unicas hipoteses entao de BdC conseguir investidores seriam as menos limpas: assumir o Sporting como uma "maquina de lavar" para capitais de origem mais do que duvidosa; ou dar contrapartidas secretas (por exemplo, um cativo de passes dos jogadores jovens ainda do Clube) para minimizar o risco dos tais investidores que ai aparecam. Mas nao quero acreditar que uma Direccao do Sporting possa embarcar por esses caminhos...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.05.2013 às 02:50

Caro Desert Lion,concordo consigo.Perdeu-se provavelmente em Couceiro um grande presidente e que tinha meios que nos permitiriam encarar o futuro com mais optimismo.Continuo a achar insano que uma pessoa,primeiro, desestabilize a direcção anterior e depois se candidate e ganhe a presidência de um clube com as dificuldades do Sporting,sem os meios necessários.É um suicídio pessoal e profissional.Se BdC não tiver realmente os meios que apregoou,teremos eleições (de novo!) no ano que vem.Ninguém aceitará(talvez nem alguns dos seus fanáticos apoiantes) o que terá que suceder para o Sporting cumprir os termos da reestruturação financeira
e viver só com o que tem,com tudo o que isso implica.
Sem imagem de perfil

De António Manuel a 17.05.2013 às 02:51

O comentário anterior era meu.Por distracção não coloquei o nome.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo