Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Joãozinho chegou ao Sporting no mercado de inverno, por empréstimo até ao fim da época com a opção de compra por um milhão de euros. É a minha opinião que com os saldos que esta Direcção vai levar a cabo muito em breve, Joãozinho será a primeira vítima, com o Sporting a não exercer a dita opção de compra.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Petinga a 18.05.2013 às 17:29

E com toda a razao. Joaozinho nao vale 1 milhao de euros. Muito menos para um clube na situacao actual do Sporting. E a Direccao democraticamente eleita está no seu direito de resolver como entender todos os dossiers respeitantes a contratacoes e dispensas. Cá estaremos para avaliar os resultados (apesar de, neste blogue, se fazerem sempre avaliacoes calamitosas antes das coisas acontecerem sequer).
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 18.05.2013 às 17:58

Caro Petinga,

Neste blogue expressamos a nossa opinião de boa consciência, sem nos subalternarmos seja a quem for. O leitor, de igual modo, tem direito à sua opinião, e, neste caso concreto, não leu qualquer parecer sobre a decisão em relação a Joãozinho, apenas e tão só a opinião de que a opção de compra não será exercida pelo Sporting.

Essa das "afirmações calamitosas" é um conceito errado seu. Ninguém tem a obrigatoriedade de concordar com ninguém e um espaço livre como um blogue serve para debate livre. Quando existem factos, debatem-se e, na sua ausência, vem sobre a mesa temáticas relevantes às questões do momento. Essa sua indignação tem endereço errado meu caro e não impressiona, minimamente.

Passe bem.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 18.05.2013 às 21:20

Caro Rui Gomes,

talvez as palavras

"É a minha opinião que com os saldos que esta Direcção vai levar a cabo muito em breve, Joãozinho será a primeira vítima (...)"

me tenham soado como um "parecer" muito negativo ("saldos" nao sao geralmente coisa boa em equipas de futebol). Nao vejo razao para crer que o Sporting vá fazer qualquer coisa de parecido com "saldos": tentará negociar alguns dos jogadores com salários mais elevados, fardo pesado para quem quer sanear as contas da exploracao do futebol. Daí até haver "saldos" vai uma grande distancia... nao vejo também onde é que Joaozinho pode ser uma "vítima": vítima foi, quando muito, o Sporting; "vítima" dos inúmeros erros que o jogador foi cometendo nos jogos que disputou apesar de ter sido titular absoluto desde que chegou ao clube...

Saudacoes Leoninas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 18.05.2013 às 21:35

Caro Petinga.

O uso da palavra "vítima" é figurado. Quantos aos "saldos" falaremos daqui a umas semanas. Note, no entanto, que espero estar errado, mas tudo indica que não se trata somente dos jogadores com os salários mais elevados, em contrário, daueles que mais procura têm no mercado que é bem diferente. Bojinov e Onyewu ganham mais do que qualquer outro no actual plantel. Salvo a preço de chuva, quem os vai comprar. E, ainda mais, com a excepção de Rui Patrício, de quem o SCP ainda tem 65%, quase todos os outros o SCP poderá vender só tem, em média, 35% dos seus passes.

Por fim, quanto a Joãozinho: até concordarei que ele não tem deslumbrado e não sou eu que vou dar um parecer técnico. Por isso, recorro ao do prof. Jesualdo Ferreira que recomendou a compra do seu passe por entender que ele é muito jovem, tem margem de progressão e dá-se bem a ser trabalhado.

Em contrapartida, os únicos dois laterais esquerdos que temos no sistema, são o dinamarquês KIng que está na equipa B e nas exactas mesmas condições do Joãozinho e Turan que se encontra na Turquia. Não me sinto capaz de fazer avaliações técnicas sobre o desenvolvimento destes jogadores.

Se a Direcção entender que conseguirá comprar um lateral jovem, com talento superior ao do Joãozinho e por menos de um milhão, acho que faz muitíssimo bem.

Meu caro Petinga, será que ainda não compreendeu que muito além dos "fardos pesados", esta Direcção tem de vender para fazer receita porque, salvo a banca, não tem os apoios nem os investidores prometidos? Isto não é querer criticar, são factos inegáveis que não beneficiam o Sporting.

BdC diz que vai explicar na AG. Veremos então....
Sem imagem de perfil

De Petinga a 18.05.2013 às 21:59

Caro Rui

Agora sim compreendo melhor o seu ponto de vista. No entanto, permito-me considerar que para poder vender jogadores como Bojinov e Onyewu mais nao é preciso do que saber negociar - coisa que em Alvalade nao tem sido frequente na passada década. Vejamos se a nova Direccao tem capacidade para isso.
Um empréstimo com pagamento integral de salário pelo clube de acolhimento é a alternativa de último recurso.

Em materia de laterais esquerdos, nao vejo onde está o drama. Há na 1a Liga algumas alternativas melhores que Joaozinho e mais baratas. Todas teem sido discutidas em blogues e jornais. Nao está em causa o valor de Joaozinho, mas sobretudo a relacao preco-qualidade que está claramente inflacionada. Vale metade da cláusula e nao mais do que isso. Se estivessemos no tempo de Godinho, comprávamos o Joaozinho por 1 milhao e vendíamos logo a seguir 65% ou 70% do passe por 400 mil euros ao fundo do costume (fez a conta e percebeu onde está a marosca? É tal qual a negociata do Elias). No tempo actual, simplesmente nao compramos. Como medida isolada, gosto muito.

Por último, e em relacao aos investidores (uma tecla que comeca a ficar gasta): o Sporting tem que ser capaz de equilibrar as contas da sua exploracao, ponto. Se isso implicar vender jogadores para fazer receita, melhor. Se a venda de 2 ou 3 jogadores com mercado permitir reforcar a equipa cirurgicamente e abater dívida, excelente. Pessoalmente, prefiro um Sporting que é capaz de equilibrar minimamente as despesas com as receitas do que um Sporting que continuamente vive acima das suas possibilidades ou que usa dinheiro de outrém (os tais investidores) para fazer vida de lorde e gastar 30 milhoes de euros em reforcos numa só época. Essa é a minha opiniao porque é assim que entendo que o meu clube pode voltar a ser sustentável.

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 18.05.2013 às 22:12

Caro Petinga,

Permita-me a pergunta. Quem vai encontrar esses jogadores que são assim tão bons ? O presidente, o Virgílio ou o Inácio ?

O Onyewu veio a custo zero e tem contrato até 2014 e com a sua idade não é vendável. Bojinov tem contrato até 2016. A única razão que permitiu ele ser emprestado foi por que o próprio reduziu o seu salário significativamente para o efeito.

Lá vem a conversa do Elias novamente. Foi uma compra lógica que não resultou de quem era na altura titular da selecção do Brasil, não da China, do Brasil. Correu mal...

Compreendo muito bem o uso dos fundos por clubes que não têm dinheiro para comprar jogadores.

A lógica e o que nós preferimos é uma coisa, outra é o que BdC prometeu vezes sem conta durante e depois das eleições. Aqui no blogue temos o vídeo dos seus discursos com essas promessas. Ele não tem nem vai arranjar investidores. Aquelsa treta de ir a Moçambique durante a campanha só para enganar os incautos que haveriam investidores ali... um dos países mais pobres do Mundo. Leia o post aqui no blogue "Os investidores" escrito por quem sabe profundamene dessa área e está 100% dentro da actividade do Sporting nesse fórum. Ele identifica-se por Desert Lion.



Sem imagem de perfil

De Augusto Inácio a 19.05.2013 às 07:07

Augusto Inácio parece ser quem irá fazer o lugar de Luís Duque (61.500 euros anuais em 2010/2011, 246 mil euros em 2011/2012) e de Carlos Freitas, no que às novas contratações diz respeito, esperando-se que no processo, o Sporting poupe não só nos honorários como também nos prejuízos. Quanto às vendas e dispensas, parece óbvio que também terá uma palavra a dizer, juntamente com o presidente, resta saber se o treinador será tido e achado.

Em relação aos investidores, por muito que os mesmos queiram participar no negócio desportivo leonino, sem que o mesmo esteja devidamente arrumado, não deverão arriscar um tostão que seja, até porque qualquer investidor avisado preferirá ver até onde Bruno de Carvalho é capaz de ir. A herança é pesada e nos dois debates televisivos mostrou-se mais capaz que José Couceiro, que, em especial no segundo debate, demonstrou não estar devidamente preparado, o que terá pesado bastante em muitos dos indecisos.

Quanto ao Joãozinho, como já foi referido, o moço por metade do actual preço parece ser uma compra razoável, mas é possível que Seejou King tenha uma melhor relação qualidade/preço no que à sua aquisição diz respeito (a ser verdade que custa apenas 300 mil euros a aquisição do seu passe. E ainda temos Turan e Mika Pinto, sendo que este precisa de mais rodagem antes de tornar-se uma alternativa válida.

Salvo erro, Evaldo tem mais um ano de contrato, mas poderá ser novamente emprestado em função do seu elevado salário anual, estimado em 0,85 milhões de euros, por forma a reduzir os custos de exploração. A menos que Jefferson Nascimento (ou outro jogador qualquer) se transfira para Alvalade por um preço bem competitivo, o novo treinador do Sporting terá uma dor de cabeça nada agradável para resolver, até porque um qualquer jogador com passe na mão, implica sempre um elevado prémio de assinatura.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 19.05.2013 às 14:04

"Permita-me a pergunta. Quem vai encontrar esses jogadores que são assim tão bons ? O presidente, o Virgílio ou o Inácio ?"

Nao foi neles que os sócios votaram por esmagadora maioria? Choca assim tanto que se deixe trabalhar quem foi eleito antes de se comecar a criticar?

"Lá vem a conversa do Elias novamente. Foi uma compra lógica que não resultou de quem era na altura titular da selecção do Brasil, não da China, do Brasil. Correu mal..."

Nunca falei do Elias aqui, portanto nao vejo onde esteja o "novamente". E deixemos as coisas claras: a contratacao, financeiramente, foi de risco (pelos valores - foi o jogador mais caro de SEMPRE do Sporting) mas desportivamente tinha tudo para dar certo. O que me deixou chocado foi a comparacao entre os montantes que foram pagos e o rácio montante/valor que foi alienado ao fundo. Péssima, PÉSSIMA gestao desportiva.

http://www.dn.pt/desporto/sporting/interior.aspx?content_id=1998735

"Compreendo muito bem o uso dos fundos por clubes que não têm dinheiro para comprar jogadores."

Eu também compreendia. E depois acordamos para a realidade de um clube que precisa de fazer encaixes financeiros com transferencias mas nao detém mais de 35% (em média) dos passes dos seus atletas (como escreveu acima). Se calhar, era melhor para o Sporting deixar de sonhar e passar a comprar apenas quando puder ficar titular de pelo menos 70% ou 75% do valor dos passes?...
"Viver à medida das possibilidades" é um conceito que nao me parece ter sido interiorizado por aqui...

Saudacoes Leoninas
Sem imagem de perfil

De Fundos de Investimento a 19.05.2013 às 23:01

Quando Bruno de Carvalho apresentou o fundo dos russos com os famosos 50 milhões, foi escalpelizado e dissecado à exaustão, mas depois, quando Godinho Lopes usou e abusou dos fundos dos jogadores, já ninguém disse nada, nem um assobiar para o ar ou para o lado sequer...

Faz lembrar a política, e aquelas tricas de esquerdas e direitas, que não passam apenas de teatros para entreter as massas... :popcorn:
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2013 às 23:14

Já estou a ficar cansado destes seus textos fora de contexto. Ou emenda ou vou começar a não publicar nada !

Mas em resposta a este: o seu argumento não cabimento algum. Os dois tipos de fundos são totalmente diferentes e com implicações diferentes. Os fundos dos jogadores é um tipo de investimento que é aceite por quem não tem verbas suficientes para sustentar compras de activos.

Os fundos do tipo que BdC apresentou, não passa de um empréstimo e sem ele até explicar a troco de quê. As implicações são várias e complexas.
Sem imagem de perfil

De Fundos de Investimento a 20.05.2013 às 00:41

Lamento, mas o Bruno de Carvalho explicou mais do que uma vez o propósito do fundo dos 50 milhões dos russos...

O dinheiro serviria para a aquisição dos passes de jogadores que elementos de uma comissão de avaliação de ambos os lados considerasse passíveis de valorização.

Os jogadores eram contratados pelo Sporting, os custos de transferência suportados pelos russos, quando os passes se valorizassem, e houvesse interesse de outros clubes em adquiri-los, as mais valias seriam divididas entre o clube e os investidores.

Claro que o Sporting teria de segurar os jogadores por tempo suficiente, a tal política desportiva que Godinho Lopes mais tarde defendeu. Credibilidade.

A diferença é que Godinho Lopes acabou por alienar passes de jogadores a fundos de investimento para equilibrar as finanças da SAD e minorar os prejuízos e mesmo assim, em dois anos, acumulou praticamente -90 milhões de euros, em números redondos. Credibilidade.

O mesmo Godinho Lopes que durante os debates eleitorais colocou em causa os fundos de investimento e praticamente os abjurou solenemente. Credibilidade.


O senhor não sente respeito por Bruno de Carvalho. Já terá percebido que não tenho respeito por Godinho Lopes, famoso arguido do caso dos paquetes da Expo 98. Neste aspecto, estamos quites. ;)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 20.05.2013 às 00:58

Mas o que é que isto tem a ver com o preço do chá que se vende na China neste momento ?

Para que fique bem informado: NÃO apoiei Godinho Lopes, por incrível que pareça, agora, por grande engano meu, apoiei Bruno de Carvalho nesse acto eleitoral.
Sem imagem de perfil

De sergiom a 19.05.2013 às 01:00

Também estou de acordo em relação ao preço-qualidade, no jogador Joãozinho, poder estar inflacionada, no entanto, sejamos sinceros esse será sempre o problema de quem compra, parece sempre que é caro.

Concordo com o treinador do Sporting parece-me haver margem para progressão e não me parece que por este valor existam muitos defesas esquerdos no mercado, ainda mais quando só agora se vai começar a preparar a época, os melhores jogadores em final de contrato já foram pescados há muito e dos que existem vejo dois: Javier Pinola (30 anos. Nuremberg) e Fernando Amorebieta (28 anos Ath Bilbao) e certamente duvido que se enquadrem no novo tecto salarial do clube.

Portugueses ou a jogar em Portugal, mas ainda têm contratos com os seus clubes: Antunes (Málaga), Addy (Guimarães/Porto) e Jefferson (Estoril).

Resumindo, nesta altura provavelmente Joãozinhos não devem existir muitos, será importante neste contexto a capacidade negocial do nossos dirigentes, a vontade do jogador e o destino do clube Beira-Mar na próxima época.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 19.05.2013 às 01:17

Caro Sergiom,

A bem dizer, nunca tive uma opinião completamente formada sobre este jogador. Vi o mesmo que todos, gostei de algumas coisas e não tanto de outras. Como confio no parecer do prof. Jesualdo Ferreira, limitei-me a ouvir e acreditar na sua palavra, até porque não acredito que recomendasse o jogador ao Sporting se não acreditasse que ele se poderia valorizar.

Contrário à opinião de um outro leitor, também não vejo bons laterais, ainda jovens, baratos, ou seja, por verbas mais aceitáveis ao Sporting. O acordo está firmado com o Beira-Mar e fica por esclarecer se este clube estará disposto a baixar a verba se descer de divisão. O jogador, neste contexto, não tem espaço de manobra.

Temos o Sidjou King, salvo erro é esse o seu nome, na equipa B. Sei que também veio emprestado com opção de compra, mas não me recordo dos valores e desconheço qual a apreciação sob o seu desempenho desde que chegou em Janeiro. E, ainda, o jovem Turan, na Turquia, com contrato até 2016. Se Renato Neto se queixa que ninguém do SCP o vai observar na Bélgica, duvido muito que isto tivesse sido feito com o outro jovem. Vai ser mais uma daquelas decisões em cima do joelho: será convidado - talvez - para a pré-época e se mostrar progresso imediato poderá ter oportunidade, caso contrário, mais outro empréstimo estará em ordem. Não cabe na cabeça de ninguém que o SCP empreste jogadores e não acompanhe o seu desenvolvimento.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 19.05.2013 às 08:13

Tese muito difundida, nos últimos tempos por quem quis derrubar a direcção, mas facilmente desmontada, aliás foi mais uma sem qualquer nexo

\" Se estivessemos no tempo de Godinho, comprávamos o Joaozinho por 1 milhao e vendíamos logo a seguir 65% ou 70% do passe por 400 mil euros ao fundo do costume (fez a conta e percebeu onde está a marosca? É tal qual a negociata do Elias). No tempo actual, simplesmente nao compramos. Como medida isolada, gosto muito.

Por último, e em relacao aos investidores (uma tecla que comeca a ficar gasta): o Sporting tem que ser capaz de equilibrar as contas da sua exploracao, ponto. Se isso implicar vender jogadores para fazer receita, melhor. Se a venda de 2 ou 3 jogadores com mercado permitir reforcar a equipa cirurgicamente e abater dívida, excelente. Pessoalmente, prefiro um Sporting que é capaz de equilibrar minimamente as despesas com as receitas do que um Sporting que continuamente vive acima das suas possibilidades ou que usa dinheiro de outrém (os tais investidores) para fazer vida de lorde e gastar 30 milhoes de euros em reforcos numa só época\"
Sem imagem de perfil

De Petinga a 19.05.2013 às 13:56

Caríssimo hajaluz

Fez o "quote" muito bem, mas nao desmontou nada... compare as verbas envolvidas no negócio Elias e as verbas pelas quais o passe foi parcialmente alienado ao fundo, e depois falamos...

Saudacoes Leoninas

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo