Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




 

Na conferência de imprensa de antevisão ao último jogo da época oficial frente ao Beira-Mar, Jesualdo Ferreira confirmou que vai acompanhar a equipa ao Brasil e que, em princípio, será esse o seu último desafio na liderança técnica do Sporting. Sobre a sua situação, proferiu as seguintes palavras: "Vou pôr a pratos limpos quando eu entender. Os timings são marcados por mim e pelo Sporting. Houve uma proposta do Sporting para eu continuar e terá de haver uma resposta que tem de ser pública, mas que vocês devem ter compreendido que está mais do que feita internamente. Gostaria de salvaguardar os compromissos que assumi."

 

Fico satisfeito por saber que Jesualdo Ferreira se compromete a tornar público o desfecho das negociações da sua renovação contratual que, como ele indica, esclarecidamente, levaram a que uma decisão já tivesse sido tomada internamente pelo Sporting. Se existiam dúvidas, fica agora bem claro, de uma vez por todas, que Jesualdo Ferreira não continuará em Alvalade.

 

Já aqui escrevi, repetidamente, que era de esperar que a sua visão sobre o que deve ser o futebol do Sporting difere significativamente da do presidente e de Augusto Inácio. Limito-me a estes dois porque se desconhece quem mais poderá ter participado neste processo. Reitero o que acredito, e continuarei a acreditar, até provas em contrário, que os novos líders do Clube nunca quiseram Jesualdo Ferreira e viram-se forçados a oferecer-lhe uma proposta de renovação pelo seu bom trabalho à vista e pelo enorme apreço por parte dos jogadores e da vasta maioria de adeptos. Essa proposta que lhe foi apresentada foi maquinada  de forma a provocar a sua recusa, satisfazendo, portanto, os maiores desejos da chamada estrutura leonina e, em simultâneo, dar ampla munição para a miltante falange de Brunecos poderem propagar a contenda à conveniência, alías, como já andam a fazer há diversos dias. No final das contas, continuamos com a constante mudança de treinadores - agora até aqueles que fazem um bom trabalho - e a "nação" sportinguista continua como tem estado de há uns tempos a esta parte: dividida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:07

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo