Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Todos os outros ganham menos..."

Rui Gomes, em 12.06.13

Na entrevista colectiva que o presidente do Sporting concedeu a 28 de Maio de 2013, este declarou, entre outras coisas, que "É ver as folhas salariais e verificar que tirando dois ou três jogadores dos nossos rivais, todos os outros ganham menos do que a maior parte dos jogadores do Sporting."

No exercício do terceiro trimestre, o Sporting comunicou ao mercado ter gasto 30 milhões de euros em custos com pessoal, comparados, por exemplo, com os 36,9 milhões de euros que a SAD do Benfica despendeu com 214 funcionários, dos quais 97 administrativos, 87 atletas, 17 técnicos, 11 funcionários que prestam apoio técnico e dois elementos nos órgãos sociais. Pelo que é do registo público em relação ao período fiscal de 2012, Garay e Luisão são os mais bem pagos do plantel, tendo recebido mais de três milhões de euros, seguidos por Pablo Aimar com 2,1 milhões. Depois, do plantel, constam 12 atletas que receberam mais de um milhão de euros e até Ola John e Salvio que foram contratados no Verão de 2012, portanto a meio do ano, receberam 800 mil euros. Os que receberam menos foram Jardel (373 mil euros), Kardec (312 mil) e Melgarejo (223 mil). Luís Filipe Vieira não recebe qualquer remuneração, mas já o mesmo não é aplicável a Domingos Soares Oliveira, administrador da Benfica SAD, que recebeu mais de 300 mil euros, Miguel Moreira, assessor de LFV, 157 mil euros e Rui Costa, director desportivo, 242 mil euros. Por cima de tudo e de todos encontra-se Jorge Jesus que, só ao IRS, pagou 1,5 milhões de euros, de um salário de 4,012 milhões de euros.

Também para efeitos de comparação e sem entrar em pormenores sobre o plantel portista, temos o presidente Jorge Nuno Pinto da Costa que recebe 400 mil euros de salário, mais 400 mil de prémio em caso de vitória em provas europeias e 300 mil euros pelo campeonato nacional. Na FC Porto SAD, Adelino Caldeira (sim, o mesmo), Angelino Ferreira e Reinaldo Teles, os três administradores, com um vencimento de 240 mil euros por época cada um, mais prémios.

Como já aqui escrevemos, o Sporting terá dois ou três jogadores com um salário superior a um milhão de euros, nenhum que ultrapassa os 1,5 milhões e muito menos ainda, obviamente, os dois ou três milhões. Bruno de Carvalho prescindiu de salário temporariamente - enquanto tiver de reduzir custos e despedir pessoas - e o vencimento dos novos dirigentes da SAD ainda não é conhecido.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


20 comentários

Sem imagem de perfil

De AM a 13.06.2013 às 02:27

Excelente post em que prova aquilo que sempre me pareceu uma mentira óbvia:esta ideia de que os nossos jogadores eram, com excepções,mais caros que os dos nossos rivais.É uma desculpa para o que aí vem.
A sensação que passa para o exterior é de total incapacidade,de impotência.É desolador.
Só ouvimos falar em vendas,vendas(Rojo,Miguel Lopes,Labyad,Schaars,etc,etc).
Dado que temos que substituir esses jogadores e,pelo visto,não temos dinheiro,qual será o nosso plantel?Vamos promover os B´s,vamos jogar com os emprestados?
Ainda me parece uma loucura alguém colaborar(porque houve muitos outros,nomeadamente os derrotados da última eleição)
activamente na desestabilização da direcção anterior,apresentar-se a eleições e ter uma mão cheia de nada.É uma insanidade.
Há um momento definidor fundamental: a AG para aprovar o plano de reestruturação.Aí ficará tudo claro(Também aqui estranho não haver ainda data marcada,pelo menos oficialmente).
Mas a generalidade dos Sportinguistas não aceitará facilmente que foi enganada nem a apresentação de uma equipa que não honre as nossa camisola.E repito ,parecendo ingénuo,ainda espero que as coisas não sejam o que escandalosamente parecem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.06.2013 às 03:07

Uma das questões que mais perturba é que estamos a pouco mais de 2 semanas de se iniciar a pré-época e ainda não consta, concretamente, um único caso resolvido quanto aos muitos emprestados que não contam nos planos de Leonardo Jardim. Relativamente aos transferíveis, rumores diários mas também nada oficial. Penso que os novos dirigentes estão a encontrar enorme dificuldade em "levar o barco a bom porto".
Dá para pensar que entre 12 a 15 jogadores com o futuro por esclarecer, que o rumo de alguns já estaria esclarecido.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 13.06.2013 às 05:24

Sem comissões e pagamentos por baixo da mesa, os custos com o pessoal oficialmente declarados são inferiores aos do Benfica ou FC Porto, mas €19,823 milhões depois, só para pagar "comissões", "direitos de imagem" ou prémios de assinatura, as despesas com o pessoal ficam muito mais elevadas, isto sem contar com os €6,088 milhões de outros passivos correntes (que incluem salários em atraso, subsídios em atraso, prémios em atraso, seguros em atraso e indemnizações em atraso) que a anterior administração foi incapaz de regularizar. Está tudo no último relatório trimestral, pena é que ninguém repare nestes detalhes importantes. O mesmo já tinha acontecido no ROC de 2011/2012, despesas de "comissões" e "direitos de imagem" elevadíssimas, quando comparadas com as dos rivais. Mas ninguém na altura foi capaz de reparar nisso.

Mas quando Bruno de Carvalho falou do assunto no Canadá nas entrelinhas, ninguém percebeu realmente o que estava a dizer, caso contrário até teriam perguntado... mas como em Portugal já não há jornalistas a sério faz tempo, gente que saiba realmente dos assuntos, que investigue e faça jornalismo como devia ser... Adiante.

O último relatório trimestral do FC Porto é omisso no que às comissões diz respeito, já o do Benfica tem uma lista discriminada dos fornecedores nas páginas 35 e 36, e incluir também remunerações a liquidar, mas somando todos os valores, aquilo que o Benfica pagou pelos seus jogadores fica muito abaixo do que o Sporting pagou...


Com uma estrutura de custos tão elevada, é mais que óbvio que só se fale em vendas nestes últimos dias e nestas últimas semanas, porque ao contrário do que aconteceu com Godinho Lopes, enquanto José Maria Ricciardi estava envolvido directamente com a gestão do Sporting, o dinheiro mais ou menos ia aparecendo, mas agora fecharam a torneira e alguém de equilibrar as contas. E tudo começou com José Eduardo Bettencourt, daí que os prejuízos da SAD tenham aumentado em mais do dobro nestes últimos quatro anos e ainda falta fechar as contas desta temporada!

Depois admiram-se que não há capacidade... só um louco é que queimava dinheiro seu num clube mais que falido. Se a banca não empresta nem mais um tusto, é porque já não há "colateral" para dar como garantias, o que havia para hipotecar há muito que já o foi...

Mas pobre coitado do Godinho Lopes e do José Filipe de Mello Castro Guedes, esses é que tinham uma gestão como devia ser, um projecto com as pessoas certas, tanto assim foi que na segunda temporada já tinham mandado os responsáveis pelo futebol todos embora e o resto é a miséria que se conhece.

O José Couceiro até era capaz de arranjar algum dinheiro, mas todos os jogadores interessantes em termos de valorização seriam simplesmente "trespassados" a mais um fundo por uns parcos milhões como fez Godinho Lopes, porque de outra forma, quem é que iria investir neste Sporting?


A garotada está muito mal habituada a ter os brinquedos que quer, esse tempo por enquanto terminou, vai haver ainda muita birra e choramingo, mas pelo menos voltamos a ter as contas em dia, só gastando o que há para gastar. Quem não tem dinheiro, não tem vícios.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 13.06.2013 às 13:48

Soluções há, ou já estão na fase das desculpas antes de fugirem? O tom não era esse antes de 23 de Março, ou era? Cá para mim estamos só a perder tempo.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 13.06.2013 às 14:37

Quem fugiu foi Godinho Lopes, o homem das bombas de gasolina e dos tectos salariais:

http://www.dn.pt/desporto/sporting/interior.aspx?content_id=2200365

Valeu bem a pena definir um tecto salarial, para depois pagar balúrdios quase sem fim em "comissões" e "direitos de imagem" por "baixo da mesa"...
Sem imagem de perfil

De AM a 13.06.2013 às 14:34

Bem,o Twin lá revelou a sua face.Tem andado a disfarçar mas agora percebeu-se ao que vem.As análises que faz ao ROC do Sporting não as vou comentar porque não é a minha área profissional(embora tenha alguma conhecimento autodidacta)-mas será a sua?

O post penso que responde de forma clara à questão dos salários.As comissões e afins são um assunto que tem que ser esclarecido pela auditoria de gestão.Ou também não se faz porque o clube está falido(nas suas palavras)?

Na parte dos seus comentários referentes à falta de dinheiro eu remeto-o para todas as intervenções de BC anunciando a entrada de parceiros e investidores e até-veja-se-de 15 a 20M no imediato;na vinda de 5-6 jogadores para reforçar o actual plantel(programa eleitoral de BdC),etc,etc.
Está tudo na internet,não é difícil consultar.

Claro que a situação em que está o Sporting costuma resolver-se,em clubes da nossa dimensão,com soluções de consenso e não com climas de guerra como o que tivemos.E o presidente é normalmente uma pessoa credível no mundo empresarial e com fortuna pessoal.Justamente pela dimensão do problema.

Ou já agora por alguém que tenha capacidade de gestão numa área específica e seja o representante de grandes interesses económicos e financeiros.BC fazia-se passar por isso.
Parece que.afinal,representa-se a ele próprio.Quanto à capacidade de gestão desconheço-a.

Claro que com um presidente sem capacidade de aportar mais valias financeiras ao clube,as coisas são mais difíceis.Só vejo como possibilidade jogarmos com a equipa B e os juniores,porque como diz e bem,no Sporting não há dinheiro,

Por fim queria dizer que o tom da sua mensagem não me parece de um Sportinguista.Será que até a esse ponto chegámos de haver pessoas ,quais profissionais,recrutadas para andarem a difundir determinadas mensagens pelas caixas de comentários?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.06.2013 às 17:01

Caro AM,

O último ponto do seu comentário merece ponderada consideração já que este "Tywin", que agora aparece com este nick mas já apareceu com diversos outros, há longo que me intriga e que, inclusive, já o avisei que deixaria de publicar os seus "livros".

Para ser sincero, deixei de prestar atenção aos seus comentários porque, salvo rara excecpção, escreve "livros" sobre contas e números que exigiriam horas de investigação para poder responder em condições.

Escrevo isto aqui para também ele ler e que continuo a ponderar não publicar nada mais seu. Pasma, de facto, alguém tão bem preparado, certo ou errado, com tantos números e aparente conhecimentos sobre RC. Que ele é incansável a "pintar" canários que favorecem BdC não é nada de novo, mas essa hipótese que o AM agora aponta merece consideração.

P.S. E é escusado o Tywin vir com argumentos de censuras, etc. porque nada servirão se eu entender que os seus comentários não são assentes em uma premissa de boa fé.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 14.06.2013 às 01:22

"Toda a Verdade passa por três fases.
Primeiro, é ridicularizada.
Segundo, é violentamente atacada.
Terceiro, é aceite como evidente"
Schopenhauer

Quando a mensagem não agrada, ataca-se o mensageiro. Infelizmente, ao contrário do que insinua, a minha opinião não está à venda, gosto de pensar pela minha própria cabeça, e de ter sentido crítico e independente. E como regra geral, prefiro comentar apenas os factos.

E é um facto que no que diz respeito às despesas com "comissões" e "direitos de imagem", aquilo que o Sporting tem pago nas duas últimas temporadas é bem superior ao que até agora foi discriminado nos ROC dos outros dois rivais.

Com uma fiscalidade tão penalizadora como aquela que temos em Portugal, não admira que se usem soluções "criativas" para aumentar a competitividade do nosso futebol, o problema é que as receitas não acompanharam nem de longe nem de perto o aumento brutal das despesas. E não é preciso ser-se um especialista em contabilidade para entender este facto presente nos últimos ROC da Sporting SAD.

Quanto às promessas do actual presidente, continuo à espera que as mesmas sejam cumpridas, mas para mim, especulo que a auditoria de gestão só irá avançar quando o clima de contestação à actual direcção subir de tom, tipo algo parecido com aquele que Godinho Lopes sofreu na pele.

Não se esqueça que Bruno de Carvalho também ameaçou agir judicialmente contra a anterior direcção: «Se a actual direção não cumprir com os estatutos e sair logo no dia 23, como já ouvi, sem resolver as despesas, como é sua responsabilidade, o nosso primeiro ato será abrir um processo judicial por gestão criminosa». As despesas não me parece que estão resolvidas, mas até agora ainda não vi noticiado qualquer processo judicial por gestão criminosa. Mas corrija-me se estiver errado.

O Godinho Lopes também fez muitas promessas que não foi capaz de cumprir, nesse aspecto, em termos de comparação, Bruno de Carvalho por agora, não tem sido melhor. Mas lembro-lhe que BdC também prometeu acabar com os orçamentos deficitários no que ao futebol profissional diz respeito, mas lamento as anunciadas intenções de cortes profundos nas outras modalidades.

Diz o povo e com razão, "o pior cego é aquele que não quer ver". Estou para ver quando é que a AG para aprovar a reestruturação financeira delineada por Godinho Lopes e aprovada pelos sócios vai para a frente, estou para ver quando é que os milhões aparecem, estou para ver quando é que a auditoria de gestão avança, estou para ver quem é que do actual plantel fica. E estou para ver quando é que se alteram os estatutos para que uma direcção cessante honre os compromissos assumidos, não deixando dívidas pendentes para outros pagarem.

Quanto ao presidente "com fortuna pessoal", desde que o Sousa Cintra se foi embora, que mais nenhum presidente teve capacidade de gestão para colocar as contas do Sporting em ordem, antes pelo contrário, mas lamento que apesar dos sucessivos alertas já aqui deixados, não sejam capazes de compreender a real gravidade da situação do nosso Sporting.
Sem imagem de perfil

De AM a 14.06.2013 às 04:04

Não há grande resposta para lhe dar.O actual presidente só foi eleito devido ás soluções que apresentou que inclusivamente incluíam o reforço da equipa ,o que é sempre popular.
Mas mesmo cumprindo com tudo o que prometeu,o nosso orçamento será sempre claramente inferior aos outros.

Assim poderemos ser competitivos ao nível do 3º lugar.Se as promessas não forem cumpridas,não consigo imaginar que equipa teremos e qual será o objectivo desportivo.Concordo com o que diz o Lionheart ,tentou-se imputar a Couceiro a política que se está agora a seguir ,o que é bastante desonesto.

Todos temos a consciência total da situação em que o clube está.Mas há soluções.Todas passam pelas reestruturação-a ser aprovada- e pela injecção de capital que pode ser feito de várias formas(tenho algum conhecimento nesta matéria,mas não vou desenvolver).

Os nossos adeptos têm uma grande lealdade ao clube-que é um bem intangível,não sei se quantificável-e querem acreditar.Mas têm que ter algo-o que se parece desenhar é nada.O mau desempenho desportivo acarreta a queda de receitas ,o que leva a um menor investimento e assim sucessivamente.Sempre mais dívida e menos receita.A Troika no Sporting.

Será o nosso fim.O 3º lugar(possibilidade de LC) deve ser um objectivo absoluto:pode permitir acesso a receitas e assegurar um rendimento desportivo capaz de mobilizar os adeptos .É este o caminho e foi nisto que os sócios votaram.O outro caminho é o da insolvência.Não há outra forma.

E só no nosso cube somos capazes de mobilizar os adeptos para lutar pelo 3º lugar.Lembre-se que no 1º ano de GL ficámos em 4º e batemos o recorde de assistência em Alvalade.Temos uns adeptos que de facto amam o seu clube e que são um bem intangível de grande valor .Com o tempo podemos ganhar massa crítica e ambicionar então voos mais altos.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 15.06.2013 às 16:43

Quando Godinho Lopes foi "eleito" em 2011, também anunciou reforços em campanha eleitoral, 8 no total contando com os "não desmentidos" e só um é que veio, ainda por cima um jogador com um historial de lesões bastante conhecido... mas na altura também houve quem se queixasse dessas promessas eleitorais.

Só estranho é haver tanta exigência para que uns limpem a porcaria deixada por outros, que a fizeram e que não foram capazes de assumir a responsabilidade por ela.

Os prejuízos dos últimos quatro anos não são responsabilidade da actual direcção, mas não vejo ninguém a exigir responsabilidades a quem de direito. Mas como bem sabemos, em Portugal, a culpa morre sempre solteira. Por isso é que o país também está como está...

Como o Lionheart sublinhou e bem ("agora não haverá problema, porque a prioridade de quem antes exigia investimento é ter as contas certas"), quando se governa em favor das massas...

O Sporting está como está porque não houve qualidade nem competência nos diversos níveis de gestão por parte das anteriores administrações, estourou-se imenso dinheiro no processo e agora há um claro "fechar de portas" no acesso ao financiamento fácil por parte de quem perdeu o "brinquedo"...

Ignorar que as últimas administrações tiveram acesso a recursos que as anteriores ou a actual nem sequer sonharam ser possíveis e desbaratá-los de tal forma que agravaram os prejuízos em mais do dobro, arruinando ainda mais o clube, só pode ser incompetência ou gestão danosa. Eu não quero acreditar na segunda hipótese.

O que fazer para inverter a "espirar recessiva"? Como o AM diz e bem, é preciso limpar a casa, "reestruturar" e voltar a investir. Só que para "reestruturar", leia-se, renegociar a dívida, é preciso ter fortes contrapartidas, e tendo a Sporting SAD tamanhos prejuízos, ainda por cima restam-lhe poucos activos para ter força "negocial", que fortuna pessoal em Portugal é que dá garantias à banca para fazerem uma "reestruturação" mais favorável ao Sporting? A única com capacidade para tal empreendimento era do Champalimaud, mas não consta que andasse metido em futebóis.

Ainda assim, se há coisa que os portugueses são capazes, é de lutar e inverter o rumo dos acontecimentos, desde que estejam todos unidos, porque em termos de capacidade de superação, não há por aí fora muitos mais capazes de dizer, perdão, fazer o mesmo.

Não duvido que Couceiro tivesse mais meios financeiros no imediato para amenizar a situação, o problema é que durante as eleições falhou em comunicar com confiança e certeza tais capacidades, e aquele segundo debate televisivo foi fatal às suas aspirações. Couceiro não fez alarde de ter os recursos necessários para resolver os problemas mais imediatos, a sua honestidade nesse aspecto acabou por traí-lo.

Infelizmente para o Sporting, BdC está longe de ser uma figura consensual, aliás, ele é mais fracturante que consensual, e nas últimas eleições, os sócios tiveram essa característica em linha de conta, o romper com o passado. Esperam os apoiantes da actual direcção que o lado fracturante do presidente seja mais vincado contra os adversários, caso contrário, muita gente vai ficar desiludida daqui a uns meses...

Saber usar a lealdade ao clube para gerar mais receitas é um dos caminhos a seguir e compreendo que haja sportinguistas com maior capacidade financeira dispostos a investir no clube com um retorno menos elevado ou menos "imediato", em que os "compromissos" e "contrapartidas" a dar pelo Sporting sejam menos desfavoráveis, mas primeiro é preciso equilibrar as contas (cortando nas gorduras e não nos músculos). Tempo e dinheiro. Que não abundam.

E, salvo erro, o Rui Gomes referiu e bem, os nossos rivais têm conseguido vendas astronómicas nos últimos anos, muito mais que aquilo que o Sporting foi capaz de fazer.

Com a dívida da SAD avaliada agora em mais do dobro (e alguém vai ter de a pagar) e sabendo que pelas receitas ordinárias, não há muito por onde crescer, fica muito mais complicado ter um orçamento elevado. Resta "investir" no estrangeiro, expondo o Sporting a "mercados emergentes".

No geral, não me atrevo sequer em colocar em causa as alternativas que apresenta, infelizmente BdC segue um caminho em que afasta por agora o uso dessas alternativas.

E Julho aproxima-se a passos largos...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.06.2013 às 16:57

Passamos o tempo a recorrer ao passado e a sublinhar os erros cometidos, de gestão e desportivos. Ninguém refuta isso. O que está agora sobre a mesa é que BdC afirmou vezes sem conta que tinha total conhecimento do estado do Sporting e que tinha os meios diversos - financeiros e de recursos humanos - para recuperar o Sporting. Chegou portanto a altura de começar a dar algumas provas de trabalho feito e deixarmos a "bengala" do passado, que nada serve para resolver os problemas do presente. Estas conversas de Godinho Lopes "assim" e Godinho Lopes "assado" já cansa. Queremos ver o início do prometido novo rumo, tudo o resto é adorno dispensável.

Bruno de Carvalho não oferece a credibilidade necessária para atraír investidores, agora ou no futuro.

Sem imagem de perfil

De AM a 15.06.2013 às 23:37

Bem Twyn você escreve de facto bastante.Eu pensava que escrevia muito antes de o ler a si.
O problema do dinheiro,já conversámos.Não se põe a questão de ser possível ou impossível.BdC fez várias promessas e afirmou que tinha soluções para os problemas financeiros do Sporting,portanto não me vou alongar mais.
Também JC tinha as suas soluções-dizia ele e eu acredito,porque o considero uma pessoa séria-mas não foi eleito.Logo é BdC que deve apresentar as suas.E estamos à espera.Se BdC cumprir o que prometeu,não será nada fracturante, pelo contrário.
Há muitas outras coisas no seu texto que podíamos discutir mas só ia criar uma daquelas polémicas típica dos blogues,abusar da paciência do nosso anfitrião e como sempre,no final,ficávamos na mesma posição.
Portanto ficamos todos a aguardar as medidas prometidas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.06.2013 às 23:42

Caro AM, por mim pode argumentar à vontade que não me incomoda. Já pedi diversas vezes ao "Tywin" para não escrever livros, mas ele insiste, até eu um dia perder a paciência.
Sem imagem de perfil

De AM a 15.06.2013 às 23:54

Caro Rui, de facto o Twyn gosta de escrever.É simpático da sua parte mas parece-me que já estamos aqui a entrar numa discussão um pouco circular.Penso que as posições estão bem definidas.Quero acreditar,apesar de certos comentários,que somos todos Sportinguistas preocupados com o futuro do nosso clube e só isso.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De haja luz a 13.06.2013 às 19:44

Rui e AM

Sem dúvida que o último ponto do comentário categórico do AM, define bem o que entrou no clube.
Há muito tempo que foi detetado esta velhacaria, á maneira de políticos sem escrúpulos.
Mais uma vez faço a mesma pergunta ao mentiroso,
qual os gastos TOTAIS(para não andar com maquiagens, e floreados de números para TENTAR iludir as pessoas) com futebol profissional, dos principais clubes nacionais nas últimas 5 temporadas?



Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.06.2013 às 22:15

Caro Haja Luz, sei que a pergunta não me foi dirigida, mas salvo em casos pontuais e em situações de maior relevo, não leio relatórios e contas.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 14.06.2013 às 00:44

Os custos com o pessoal do Sporting subiram substancialmente nos últimos dois anos, ficando quase a par dos rivais, mas o orçamento ainda é inferior. Não sei de memória, mas estava uns bons furos abaixo dos outros. No tempo do Soares Franco era metade do orçamento do Benfica, mas depois acho que subiu. Entretanto o orçamento do Benfica equiparou-se ao do Porto.

Recorde-se que a vitória na Champions em 2004 deu um poder financeiro aos andrades inigualável em Portugal, devido às receitas que angariou na competição e à valorização de m plantel que ainda por cima havia sido "barato". O Benfica demorou alguns anos a conseguir pôr-se a par do Porto, o que permitiu aos azuis conquistar novo tetra depois de 2005.

Como comparação, o orçamento do Sporting na próxima época será cerca de 1/3 do dos outros. Mas agora não haverá problema, porque a prioridade de quem antes exigia investimento é ter as contas certas. Não me esqueço da lata de acusarem a lista derrotada de estar para o Sporting como a "troika" está para Portugal, e afinal o outro implica um sacrifício ainda maior para o Sporting. Hipócritas.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 15.06.2013 às 17:12

É pior, o orçamento previsto para o Sporting estará ao nível daquele que o Sporting teve em 2005/2006, salvo erro, com os custos a serem quase todos cobertos pelas receitas, ordinárias e extraordinárias.

Esta temporada a coisa fica ainda mais complicada porque não há receitas da Liga Europa, resta ter esperança que Leonardo Jardim consiga tirar suficientemente rendimento do plantel e da equipa para jogar com mais intensidade que os adversários, aproveitando o facto de fazer menos jogos em certos períodos da temporada em relação aos adversários.

O problema é que não temos defesas contra o "sistema" e mais vulneráveis estamos agora que o conflito com o FC Porto se agudizou. Dias da Cunha no seu tempo ainda teve um Marinho Neves (http://cabelodoaimar.blogspot.com/2012/02/entrevista-marinho-neves.html) e ganhou um campeonato, mas financeiramente, a sua gestão foi um desastre.

E foram as gestões desastrosas que colocaram o Sporting nesta triste situação, em que tem de cortar na despesa para assegurar a sua viabilidade futura. E nos últimos anos o Sporting teve despesas excessivas e supérfluas, só aquilo que foi gasto a mais em "comissões" e "direitos de imagem", dava por exemplo, para manter os orçamentos das modalidades por muitos e largos anos. Ou para o Sporting ter um orçamento mais em conta para a próxima temporada.

Como já referi anteriormente, José Couceiro chegou tarde à corrida eleitoral, não teve tempo para se preparar devidamente para a campanha e não foi convincente o suficiente de que teria os meios necessários para resolver os problemas mais imediatos.

A sua personalidade encaixa melhor no perfil tradicional do presidente do Sporting, mas tradicionalmente o Sporting não costuma atravessar crises como esta e a última que me recordo, bem grave, foi protagonizada por um tal de Jorge Gonçalves, fugido em Angola, "muitos" anos antes do famoso con man "Vale e Azevedo".

Acredite que não há dia que não me passe pela cabeça pensar se Bruno de Carvalho não será ainda pior que estes dois, mas depois lembro-me do Godinho Lopes e do José Bettencourt, e questiono-me o que será pior mesmo: dois incapazes que juntos custaram quase -€148 milhões em prejuízos (sendo que um deles deve parte da sua fortuna pessoal à construção do novo estádio), ou uma autêntica incógnita, cujos rumores e boatos apontam para um rasto de inúmeras dívidas a nível pessoal e profissional?


Entendo e simpatizo com o desapontamento, a desilusão e o lamento de quem viu Couceiro derrotado nas últimas eleições, o que não compreendo é a completa falta de compreensão para o estado lastimável em que o clube ficou depois da "debácle" que foram as duas últimas administrações. E nem de consolo serve sequer pensar que pior podemos ficar, pois é um facto que o actual presidente é uma grande incógnita e até agora, tem deixado muito a desejar...
Sem imagem de perfil

De haja luz a 15.06.2013 às 22:47

Você tem noção do que escreve?
Leia o que escreveu e veja se faz algum sentido, com a verdade.
Ou então é pago á palavra, mesmo o que escreva seja ficção!
Como já era de esperar números tá quieto, só aqueles que o permitem continuar a debitar retórica vazia, e descontextualizada da realidade.
Criaram uma realidade artificial, e quiseram que os sportinguistas a comprassem!
Foi através da mentira que chegaram onde chegaram, e continuam no mesmo registo

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo