Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Melhoramento sem deslumbrar

Rui Gomes, em 08.12.12

 

O «céu» poderá estar mais limpo, mas o relvado não está nas melhores condições, especialmente após o alagamento de quinta-feira. Este piso de Alvalade já é conhecido pelos seus problemas crónicos e muito dá para perceber que nunca oferecerá condições ideais.

 

Alguns breves reparos sobre o desafio:

 

- O Sporting não fez uma exibição deslumbrante mas já se verificou uma boa organização de jogo. Falta melhorar os níveis de confiança e, sobretudo, a qualidade de penetração das manobras ofensivas, complementada pela eficácia da finalização.

 

- Marcelo Boeck poderá não estar ao nível de Rui Patrício, mas dando-se a eventualidade da saída deste, o Sporting fica bem servido. Compensa pelo seu enorme entusiasmo e melhor capacidade de pôr a bola em jogo, algo que Rui Patrício continua a necessitar de aperfeiçoar, e muito.

 

- Ricardo Esgaio justificou a oportunidade que lhe foi dada pelo senhor Vercauteren. Promete vir a ser um excelente jogador com tempo, treino e experiência.

 

- Admiro a atitude e o espírito de luta de Gelson Fernandes, mas não estou convencido que significa uma mais-valia para o Sporting. Eficaz nas recuperações e a cobrir muito terreno, mas muito aquém do desejado com a bola nos pés.

 

- Cédric Soares mostrou algumas melhoras mas tenho dúvidas se justifica ser opção sobre Arias.

 

- Apesar de ainda não ser o central que o Sporting necessita, Boulahrouz surgiu a dar maior estabilidade à defesa. Esta, no seu todo, ainda cometeu alguns erros que com um adversário superior resultariam em dissabores.

 

- Muito indica que Rinaudo está a regressar aos níveis que o tornaram indispensável na época passada. O aparato das suas entradas continua a ser uma preocupação, porque os árbitros não vão hesitar em penalizá-lo.

 

- Labyad ocupou pela primeira vez espaços mais adequados ao seu natural «milieu», nomeadamente a jogar nas costas do ponta-de.lança. Continua a ser uma grande promessa que requere treino e jogo para se evidenciar em pleno.

 

- Reconheço a juventude e margem para progressão de Valentin Viola. Uma entrega total durante os 90 minutos, com falhas naturais pela sua inexperiência. Não ameaça Ricky van Wolfswinkel mas tem enorme margem para progressão.

 

- Capel continua a demonstrar a razão de ser um dos jogadores de maior valor do plantel. E, pelas inúmeras faltas que sofreu, continua o líder destacado, nesse capítulo, nas provas europeias. É de esperar mais do mesmo frente ao Benfica, especialmente se o árbitro der liberdade a Maxi Pereira e Luisão.

 

Uma enorme desilusão, esta investida europeia do Sporting. Este último embate permitiu dar a despedida com dignidade, sem compensar o todo da competição. Só se pode desejar que o melhoramento continue a evidenciar-se para permitir a aproximação aos lugares mais cimeiros da Liga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo