Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Camilo Lourenço - licenciado em Direito Económico pela Universidade de Lisboa, Universidade de Columbia, em Nova Iorque e Universidade de Michigan, onde fez uma especialização em jornalismo financeiro - é contra a cedência de participação proposta e emite uma opinião assente em uma primeira análise do plano divulgado. Destaca dois aspectos. Por um lado, a pouca clareza do documento e, por outro, o facto de o aumento de capital ser "um mau negócio para todos": «Para quem compra, porque a maioria do capital continua na mão do clube, que é, no fundo, o responsável pela situação a que a SAD chegou. Para quem vende, porque está desesperado por capital e vai alienar a qualquer preço. Há dois anos, um bloco de acções de 25 por cento teria um peso maior.»

 

Camilo Lourenço admite que ao estabelecer hipotecas sobre os direitos de superfície do estádio e do pavilhão, o Sporting corre os risco de, no futuro, perder essas infraestruturas, mas desdramatiza: «Quem quer ficar com um estádio ? Os clubes não têm de ter activos físicos. Precisam de ter activos como passes de jogadores, uma boa formação, um bom centro de estágio onde desenvolva a sua actividade.»

 

O economista, é defensor de que os clubes devem desistir da ideia de manter a maioria do capital social das SAD e, ao terminar, insiste na importância de o clube dar mais esclarecimentos: «Espero que a CMVM obrigue o Sporting a dar elementos mais claros sobre o negócio.»

 

 

Não tenho opinião sobre as declarações de Camilo Lourenço, mas entendo ser benéfico ouvir os pareceres possíveis de quem assume perícia na matéria, para melhor compreender o que está a ser apresentado aos sportinguistas para aprovação, na Assembleia Geral agendada para o próximo dia 30.

 

Eu tenho seguido uma linha de pensamento na minha vida e nos meus negócios que me tem servido bem, assente na premissa que ninguém dá seja o que for sem a expectativa de retorno, e quando nós nos encontramos em uma posição vulnerável, esse retorno vai ser, mais cedo ou mais tarde, muito mais substancial do que nós imaginamos e, decerto, muito mais do que desejaríamos. Veremos se esta disposição será aplicável ao Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


23 comentários

Sem imagem de perfil

De haja luz a 22.06.2013 às 17:21

Agradeço Rui mais esta sua contribuição para esclarecer a situação.
Adeptos bem informados decidem melhor.
O nosso camarada desert também tem dado uma grande contribuição nesta matéria, com posts e comentários valiosíssimos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.06.2013 às 18:03

Entendo, caro Haja Luz, que toda a informação é pouca, com este tão importante assunto.
Sem imagem de perfil

De Alvaro a 22.06.2013 às 17:32

Camilo Lourenço, outro "guru" da nossa praça, que apenas é capaz de dizer o óbvio.

O negócio não pode ser bom para ninguém, porque ninguém está numa posição confortável, nem o Sporting, nem a banca... ninguém.

Ou tentamos dar alguma vida ao clube, com muito custo e suor por este "mal menor" na figura desta reestruturação, ou teremos um clube com morte anunciada em pouco tempo. Infelizmente, não temos alternativa. E não é preciso ser um "Camilo" para perceber isto.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.06.2013 às 18:00

A questão primordial é de pelos meios possíveis tentar compreender o que é, indubitavelmente, um assunto muito complexo e não ao alcance de todos. Eu, por exemplo, não sinto qualquer dificuldade em admitir que existen diversos aspectos do que é proposto que não compreendo e quero compreender para ter uma opinião mais informada.

É importante de mais para simplesmente dizer "temos de fazer algo e venha o que vier".

Mas digo-lhe, desde já, o que vai acontecer na AG: as propostas vão ser aprovadas pelas simpatias correntes e com um número significante a não compreender totalmente em que estão votar. Aliás, haverão aqueles que nem sequer se preocuparão com essa consideração. Basta ter sido BdC a propor para ser aprovado. É o momento que atravessamos.
Sem imagem de perfil

De sergiom a 22.06.2013 às 18:17

Já com Soares Franco foi assim aprovou-se tudo, vendeu-se tudo, às cegas, nas AG ninguém criticava, passava tudo, sob frases ameaçadoras de que era a único meio para salvar o clube e afinal de conta...o que se passou foi o contrário, onde andavam vocês? Acordaram só agora?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.06.2013 às 18:31

Caro Sergiom, sem ainda compreender tudo do que está a ser proposto, é precisamente esse o meu maior receio. É através de Bruno de Carvalho mas seria o mesmo com qualquer outro, pela enorme importância para o Sporting do que está sobre a mesa.

O seu reparo é justo e certeiro, indiscutivelmente.
Sem imagem de perfil

De Rui a 22.06.2013 às 21:50

o sergiom defende então que, como no tempo de S. Franco e outros, se aprovou tudo sem contestação, devemos manter essa prática nos tempos actuais? É isso?

E, aproveitando a oportunidade, que raio de ligação directa é essa, muito em voga hoje em dia, onde levantar questões acerca das decisões da actual direcção implica ter dado um apoio cego às direcções anteriores?!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.06.2013 às 01:32

Não Rui não é isso que eu digo, eu não digo que por antes se aprovar tudo agora deva acontecer o mesmo.
Já defendi neste blog que não é porque um fez mal outro tenha direito de o fazer.

O que eu tento que se perceba é que desde há muito tempo, tudo se aprova e nada se contesta. Nada se discute nas AG, fazem-se "ameaças" de fim de clube e é tudo a correr.

Quando eu escrevo "Onde andaram vocês?", são aqueles que nunca se ouvem nas AG e que nos blogs comentam tudo, sem muitas vezes saber o que se comenta e por isso mais vale estarem quietinhos. É que na maioria das vezes estamos a enganar quem nos está a ler.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2013 às 01:46

Caro Sergiom, o "Rui" acima identifcado não sou eu. Só para esclarecer.
Sem imagem de perfil

De sergiom a 23.06.2013 às 08:50

Sem imagem de perfil

De Rui Barros a 23.06.2013 às 10:50

Esclarecido.

Os sócios têm hoje uma responsabilidade acrescida dada a situação do nosso clube. Têm a obrigação de tomar as decisões que entendam ser as mais correctas para a futuro (leia-se sobrevivência) do Sporting. Mas para que tal aconteça é imprescindível que cada um de nós entenda perfeitamente o que nos é proposto em AG e que perceba as suas consequências.

É um facto que muitos sócios, no passado, se abstiveram dessa responsabilidade e, em minha opinião, a situação actual do clube demonstra-o bem. Veremos se os sócios emendam a mão...
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 22.06.2013 às 19:29

Vamos ter mais uma AG "história", em que MAIS UMA vez estará em causa a "sobrevivência" do clube. Só chavões repetidamente usados para que tudo seja aprovado sem discussão. Não tenha dúvida que voltaremos a ouvir isto.
Sem imagem de perfil

De sergiom a 23.06.2013 às 01:36

É esse o ponto, os chavões, já nos cansam com isso e cada vez se foi fazendo mais porcaria e o clube cá está, nos moldes em que sabemos sem dúvida, mas vivo.
Fomos usados com a história da sobrevivência, disso eu tenho noção e penitencio-me...cada dia.
Sem imagem de perfil

De fernando silva a 22.06.2013 às 20:00

pelo menos parece ser um passo em frente, porque pelos vistos os ultimos negocios feitos teem sido só maus para o SCP, como comprova a divida, se agora é mau para todos, já é uma valorizacao, pelo menos para o SCP
agora mais a serio, nao me parece que houvesse outra saida, devido ao estado a que o clube foi levado, e se todos os pressupostos, (pagamentos a tempo, rigor nos orcamentos, ...), a as propostas serao como uma hipoteca sobre uma casa, (em maior escala, claro), desde que pagas a tempo e horas, os bancos nao virao exigir o estadio.
em relacao á holdimo, trocar 26% pelo retorno das maiorias dos passes, penso que seja tambem uma boa medida, dependendo agora das valorizacoes desses passes,mas antes issodo que correr o risco de a empresa em causa exigir o imediato pagamento e com isso ter de fechar as portas...
mas nada como esperar para ver, ao inves de criticar só por criticar
fernando
Sem imagem de perfil

De Desert Lion a 22.06.2013 às 21:13

Caro Fernando Silva, nao penso que aqui se critique, apenas por criticar. Aqui expoe-se pontos de vista e confrontam-se as Direccoes com as promessas que fizeram. E claro que , agora, ja nao ha alternativas. Acha que a situacao so ficou mal agora? O Bettencourt vendeu o Moutinho ao Porto para pagar salarios. Antes dele o Soares Franco vendeu tudo o que era patrimonio para ir mantendo o sporting a tona. Quando o GL entrou no Sporting, nao havia um tostao e os salarios estavam em atraso. Dificuldades sempre houve, caro amigo. Mas o que se fez agora foi o que se jurou que nao se faria. Alias, ha declaracoes do Presidente nesse sentido, durante o periodo eleitoral, quando se perspectivou este mesmo parceiro para estar no capital da SAD com o Couceiro. Esta e uma forma de estar na vida com a qual nao posso concordar e que nao gosto de ver no nosso Sporting. SL
Sem imagem de perfil

De sergiom a 23.06.2013 às 01:41

Eu já o escrevi aqui e cada vez tenho menos dúvidas, Dias da Cunha foi o último grande presidente, peço desculpa se estou off tópic, mas não me lembro de a situação ser tão gravosa antes de Soares Franco.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.06.2013 às 21:18

O nosso objectivo é tentar compreender pelos meios e informação disponíveis. Nem tudo é transparente.

Neste contexto, caro Fernando Silva, há conhecimento de causa por parte dos autores deste blogue, em especial o Desert Lion, por ser a sua àrea de acção profissional e outros factores que não estamos em liberdade de divulgar.

Sugiro que leia o seu último post e sequentes comentários neste sentido.

A preocupação principal, e é precisamento isso que se prevê que vá acontecer, a matéria vai ser aprovada sem a maioria dos que votarem verdadeiramente compreenderem a totalidade do que está a ser proposto, potencialmente em detrimento do Sporting.

O Sporting já se encontrava numa má situação, indubitavelmente, e Bruno de Carvalho entrou para esta negociação completamente vulnerável, de mãos e bolsos vazios, sem outros recursos ou qualquer outra disposição que lhe permitisse mais do que lhe está a ser oferecido. Contrários ao que os menos informados pensam, não vai entrar umk cêntimo fresco no Sporting com esta operação e não existem e nunca existiram os investidores no sentido em que ele prometeu vezes sem fim antes e já depois de assumir o poder.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 22.06.2013 às 20:01

"A Holdimo entrou em Alvalade pela mão de Godinho Lopes. Primeiro ajudou a comprar jogadores, depois a evitar rescisões.

A dívida que o Sporting contraíu junto da empresa angolana Holdimo deu-se em duas fases. A primeira aconteceu logo no início da era Godinho Lopes, má temporada 2011/2012 quando o então presidente leonino queria investir forte para ter resultados desportivos no mais curto espaço de tempo. Durante o seu mandato, GL chegou a procurar investidores na China, em países árabes e em Angola. Teve até uma reunião em Lisboa com o actual dono do Mónaco, Dmitry Rybolovlev.

Mas seria a Holdimo que acabaria por ser um dos parceiros estratégicos para GL apetrechar o plantel do futebol profissional. Não se conhecem ao certo os jogadores que a Holdimo ajudou a transferir para o Sporting, mas fontes contactadas pelo DN garantem que havia uma relação de confiança entre o clube e a empresa, proporcionada pelas relações de amizade entre GL e Nobre Guedes, você-presidente do clube e administrador da SAD. Em ambas as instituições, Nobre Guedes tinha a seu cargo o pelouro financeiro, logo, era o interlocutor privilegiado com o mercado, com a banca e eventuais investidores.

Quando a situação salarial se agudizou, GL voltou a recorrer à Holdimo para assegurar a gestão corrente. Entenda-se por isto que o antigo presidente conseguiu evitar rescisões de contrato do futebol profissional com dinheiro proveniente da empresa de Álvaro Sobrinho.

O DN sabe que numa altura em que GL equacionou seriamente a recandidatura à presidência do Sporting tinha como garantia a colaboração de Álvaro Sobrinho, para assegurar a sustentabilidade financeira do clube e da SAD.

Ao colocar-se fora da corrida eleitoral o assunto caiu, se bem que Álvaro Sobrinho tenha sido associado à candidatura de Couceiro, facto nunca confirmado."


Uma pergunta. Quem é que se atravessa por esta direção para garantir a gestão corrente, se for preciso? Pois é...
Sem imagem de perfil

De haja luz a 22.06.2013 às 22:31

\" Só chavões repetidamente usados para que tudo seja aprovado sem discussão\"


Lion, talvez o local ESTRATÉGICO da AG, não tenha sido ao acaso.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 22.06.2013 às 22:59

Claro, para que a grande maioria dos presentes sejam os indefectíveis do Carvalho. Alguma vez o Sporting realizou uma AG tão fora de mão? É só manhas com estes tipos.
Sem imagem de perfil

De Elpídeo Freitas a 23.06.2013 às 03:41

Não sabia que os apoiantes de GL precisavam de visto para entrar na República Independente da Ajuda.

Grande artista esse Bruno.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2013 às 03:43

Finalmente que diz uma coisa certeira: "ARTISTA", sem dúvida.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 23.06.2013 às 10:56

Tens de perguntar aos apoiantes do GL se se sentem bem-vindos, ou não. Mas tens razão. A Ajuda até nem é má. Podiam ter-se lembrado de Chelas, então é melhor assim. Agora somos um clube do "povo", pobrezinho coitadinho. Temos de ter as continhas certinhas, por isso a Ajuda tem de servir.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo