Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A reestruturação - notas adicionais

Rui Gomes, em 27.06.13

O que nos é pedido para aprovarmos na AG do próximo dia 30 de Junho é uma reestruturação global do passivo do Grupo Sporting, alicerçada em cinco vertentes fundamentais:

 

1) A passagem do direito de superfície do Clube para a SPM por 33 anos, e a fusão desta na Sad, gerando um aumento de capital de 8 milhões por esta via.

 

2) A conversão de créditos da SAD   em capital (20 milhões da Holdimo) e quase-capital (80 milhões de novas VMOCS do BCP/BES, a 12 anos). Existe aqui óbvio ganho por redução de custos financeiros incorridos, incomportáveis aos níveis anteriores, e óbvia diminuição de controlo e autonomia, na SAD.

 

3) A reestruturação da dívida do Clube  num novo empréstimo de 68 milhões e o que parece ser a reestruturação das actuais VMOCS, em nova emissão de valor semelhante ao da anterior (55 milhões de VMOCS, já detidas pelo BES/BCP), passando as novas a vencer a 12 anos. Empurram-se problemas para a frente (40 anos aparenta ser o prazo novo do empréstimo ao SCP-Clube).

 

4) A oneração global de todo o património do Sporting (hipotecas sobre os imóveis e penhor das acções das sociedades) para responder à globalidade da dívida contraída pelo Grupo Sporting. Diga-se que seria inevitável que isto acontecesse, numa reestruturação feita sob este formato.

 

5) A entrada prevista de 18 milhões de capita "fresco" vindos de investidor(es) externo(s). Este valor, a entrar, deverá ir direitinho para liquidar responsabilidades bancárias assumidas. Este novo investidor representará cerca de 23 por cento do capital da SAD, tendo pois posição de relevo na sua gestão.

 

Relativamente a estas, concordo com o teor global do acordo. É um acordo desesperado, obtido junto de Bancos que estão muito pressionados para não deitarem tudo a perder, por uma Direcção que entra de mãos a abanar e que pouco tem para oferecer, pelo que aproveita tudo o que os credores lhe dão - incluindo até o novo accionista já conhecido. É um acordo menos favorável do que aquele esteve estruturado entre a anterior Direcção e os credores, que passaria por um "hair-cut" à dívida mas, verdade seja dita, na situação actual, essa é uma análise que já não interessa absolutamente para nada. Dito isto, é importante notar que a declaração do presidente do Sporting na sua recém-entrevista - insistindo que o que foi assumido pela anterior Direcção era um PER- não corresponde à verdade, uma vez que um plano de reestruturação foi formulado através de Godinho Lopes em combinação com o BES e BCP, apoiado pela KPMG. O PER era somente uma alternativa de último recurso, na eventualidade da antecipada oposição ao plano pelo actual presidente e apoiantes, vir a resultar na sua reprovação em Assembleia Geral, semelhante ao cenário que foi agora sugerido pelo próprio presidente. Esta informação vem de fonte cem por cento fidedigna, desinteressada, mas com directo conhecimento de causa.

 

Tenho de apontar três fortes motivos de discordância com esta proposta, os dois primeiros de substância e um terceiro de forma:

 

i) A escolha do novo accionista (Holdimo), que vai totalmente ao arrepio do que foi prometido antes, por esta mesma Direcção, em período eleitoral. As palavras têm de ter consequências, seja no nosso trabalho, no nosso Clube ou no nosso Parlamento. Nada me move contra o Sr. Álvaro Sobrinho, mas é inquietante vermos a velocidade com que se abandonam promessas e se deixa de dar valor à palavra dada. Para além do mais a Holdimo vai eleger um Administrador para a SAD, ficando os Bancos com outro (na verdade é alguém da KPGM, mas todos sabemos quem exigiu a sua presença fiscalizadora).

 

ii) A não apresentação do outro, ou outros, novos accionistas (os tais 18 milhões) ao escrutínio dos sócios. O pedido na AG inclui a passagem para a Direcção de poderes totais na selecção desses accionistas e a renúncia de preferência pelos actuais accionistas, o que, na prática, impede os sócios do Sporting de se pronunciarem sobre quem será o próximo detentor de quase 1/4 do capital. Aliás, se já existem estes investidores, como já foi dito que existiam, não se percebe esta formulação, que mantém o secretismo sobre os mesmos e vincula os sócios a qualquer que seja a escolha feita pela Direcção, em questão absolutamente vital estratégica como esta. Sou pois totalmente contra este voto em branco em branco à Direcção para passar o Capital da SAD para outrem, sem consulta prévia aos sócios.

 

iii) A total falta de transparência pela não apresentação, com clareza, do plano financeiro destes financiamentos, VMOCS, etc. - agora negociados. É impossível, pelo menos a partir dos documentos divulgados no site do Sporting, termos ideia firme sobre o que serão as nossas obrigações a curto, médio e longo prazo, pois não se faz divulgação dos planos financeiros previstos para amortização de cada uma das reformulações de créditos e quase-capital. Assim, não sabemos de quanto dispomos e quanto temos de entregar aos credores, em cada período, pelo que é impossível, a partir destes dados, elaborar  sobre quanto sobra e qual poderá ser a competitividade desportiva do Clube/SAD, nas diversas modalidades, ao longo dos próximos anos. Advinha-se, pelas declarações da Direcção, que será um plano muito exigente, pelo menos no muito curto prazo. Pode-se ainda afirmar, pelo valor global a ser devolvido aos credores, que o que o Sporting está a ser obrigado a fazer é algo inédito a nível do panorama desportivo nacional.

 

Para finalizar, e quanto às restantes propostas a votação:

 

- O orçamento de funcionamento do Clube do próximo ano, cuja aprovação se propõe, também não é disponibilizado, pelo que não me posso pronunciar sobre o mesmo. Deverá sofrer cortes substanciais, se avaliarmos pelas medidas que estão a ser tomadas nas modalidades, e mereceria análise atempada - que não apenas uma aprovação sem estudo prévio, que é o que esta Direcção se prepara para fazer. Votaria a favor, apenas e só se os esclarecimentos da Direcção na Assembleia Geral me deixassem totalmente tranquilo quanto ao futuro das modalidades, na linha que foram as promessas eleitorais.

 

- Nas questões de quotas e associativismo, acredito que a Direcção tenha um plano para aumentar o número de sócios, para o que necessitará de dar algumas facilidades financeiras à entrada destes no Clube. Deveria apresentá-lo, em lugar de vir com propostas vazias. Ainda assim, votaria favoravelmente o proposto.

 

- Dado o cariz extremamente presidencialista que vêm assumindo as eleições do Sporting, concordo que a assinatura do Presidente seja necessária para obrigar o Clube. Também aqui voto favorável, portanto.

 

Penso, em conclusão, que esta será uma Assembleia Geral sem história. Não há alternativas, nisso o presidente tem razão. As que havia, contemplando uma maior entrada de capital inicial, uma pool de novos accionistas, com outra credibilidade e um tipo de reestruturação junto dos credores menos onerosapara a competitividade do Clube a curto e médio prazo, foram derrotadas nas urnas, pelo que não vale a pena chorar sobre leite derramado. De qualquer modo, é positivo que os Bancos, que sempre estiveram ao lado do Sporting para o que foi sendo necessário, voltem a ser considerados parceiros por quem antes não tolerava a sua ligação ao Sporting Clube de portugal, o que penso ser um significativo passo em frente na pacificação do Clube.

 

P.S. - Só me baseio para esta análise nos documentos disponibilizados no site do Sporting. Caso exista informação adicional sobre esta matéria, proveniente de fonte credível, agradeço que me seja transmitida afim de reformular este texto na medida em que tal se mostre necessário.

 

* Texto da autoria de Desert Lion.

 

Nota: Pelos seus afazeres profissionais, Desert Lion poderá não poder responder prontamente a questões que sejam levantadas pelos leitores, aos quais agradecemos, desde já, a devida compreensão. Relativamente a alguma matéria que esteja sob o meu domínio de conhecimento, responderei eu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:33

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


31 comentários

Sem imagem de perfil

De George a 27.06.2013 às 05:26

Apenas um par de questões rápidas, que tem conhecimento de causa para responder:

"É um acordo menos favorável do que aquele esteve estruturado entre a anterior Direcção e os credores"
- Gostaria que fossem publicados no blog os detalhes do acordo que estava a ser estruturado. Se é considerado mais favorável, é porque os detalhes existem, ou uma comparação não teria lugar.

"Esta informação vem de fonte cem por cento fidedigna, desinteressada, mas com directo conhecimento de causa."
- Gostaria de saber o nome e função (anterior) da pessoa em causa. Se é para contrapor ao exposto pelo actual Presidente do Sporting, cara e nome público, e sendo que haveriam diversas pessoas quer dos tais bancos quer da anterior direcção que poderiam desmentir publicamente o dito, com os riscos que isso acarreta no caso de poder ser provado o contrário, uma fonte "fidedigna" anónima, proveniente de um nick-name, não tem valor excepto se der a cara/nome da referida fonte.

"As que havia, contemplando uma maior entrada de capital inicial, uma pool de novos accionistas, com outra credibilidade"
- Qual o montante de capital inicial, e estava acordado com quem? Quem eram esses accionistas e quais os montantes envolvidos?

E é tudo, foram coisas que me suscitaram curiosidade, e suponho que serei esclarecido cabalmente. Obrigado, cumprimentos.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 08:49

Meu caro,

Deixo para o Desert Lion responder o que ele entender quando estiver disponível mas, da minha parte, faço-lhe as seguintes perguntas:

Que provas é que o presidente do Sporting apresentou quanto à alegada inexistência de um plano anterior ?

Porque é que não lhe foram exigidas essa provas ?

Quanto à fonte, é uma pergunta cínica e desnecessária.

O tom do seu comentário implica que há má fé da parte do Desert Lion em dar o seu apreço da informação disponível sobre a reestruturação, quando isso não corresponde à verdade.
É uma pessoa desinteressada, salvo como sócio do Sporting.

Suponho que ele possa relatar alguns dos detalhes conhecidos do outro acordo, embora não hajam documentos públicos para o efeito, como é de esperar.
Sem imagem de perfil

De Zé B. a 27.06.2013 às 08:50

Como é possivel ainda haver quem defenda o caminho antes percorrido?
Como é possivel dizer que antes havia alternativas melhores que as agora propostas???
Se em 3 meses se apresenta um plano de reestruturação financeira, o que se andou a fazer durante 2 anos, para além de acrescentar 100 milhões de euros de prejuizo???
Se essas alternativas existiam, e até eram melhores, porque ficaram na gaveta???
Como é possivel questionar a credibilidade dos novos acionistas, se a anterior direcção lhes vendeu partes dos passes de 28 jogadores? Estavam a colocar os jogadores nas mãos de pessoas sem credibilidade?
Haja paciência...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 09:08

Respondo ao que me é possível e deixo o resto para o Desert Lion.

Quem é que está a defender o quê e quem ?

Porque é que não deduz que pessoas diferentes, com meios diferentes têm uma presença diferente perante a Banca e que as exigências desta também são diferentes ?

Há um oceano de diferença entre vender passes de jogadores a pessoas que operam fundos e aceitá-los como accionistas na SAD. Haja paciência por não identificar a diferença.

A sua outra pergunta não passa de retórica. Não sabe nem tem conhecimento mas recorre à conhecida cassete.

O Desert Lion oferece a sua opinião sobre o plano. Aceitar ou não aceitar fica inteiramente ao seu critério, sem pena para o autor ou para mim.



Sem imagem de perfil

De MM a 27.06.2013 às 09:26

Zé B., em nenhum momento é lido, pelo menos por este leitor, agora ou ao longo do último ano, que se defendia o caminho anteriormente percorrido. Essa espécie de argumento já não cansa: simplesmente enoja.

«Se em 3 meses se apresenta um plano de reestruturação financeira, o que se andou a fazer durante 2 anos?»

Era do conhecimento público que o plano de reestruturação financeiro estava a ser ultimado pelo anterior elenco directivo, motivo pelo qual pediu (CD) à então AG (Barroso) tempo para que se visse proposto e aprovado. Sugerir-se que este plano apareceu miraculosamente no espaço dos últimos 3 meses é uma mentira.
Sem imagem de perfil

De Desert Lion a 27.06.2013 às 10:56

Infelizmente, nao tenho disponibilidade para responder aos comentarios, mas uma vez que o Ze B. parece ter resumido todas as desconfiancas sobre o que escrevi, passo em dois minutos, a deixar breve explicacao.

Carissimo, ninguem defende o caminho percorrido. A anterior Direccao fez o que se chama uma fuga para a frente: tentou investir mais, para levar o Sporting a Champions e a titulos, e atrair mais socios, patrocinadores e ainda potenciar o valor dos jogadores - assim gerando as receitas para pagar o acrescimo de investimento inicial. Falhou e falhou com estrondo. Mas nao foi mal intencionada essa sua accao.
Lembro, alias, que essa era tambem a estrategia de BdC de ha dois anos atras, quando apresentou um Fundo para aquisicao de jogadores de 50 milhoes de euros. Certamente que o Sporting co-participaria nos investimentos desse Fundo, pagando ainda os salarios dos jogadores a contratar. Pelo que a estrategia de aumento de investimentos na area desportiva para viabilizar o crescimento do Clube para o nivel dos seus rivais era, sensivelmente, a mesma em ambos os contendores.

Os planos existiram, varios ate. Nunca sairam da gaveta porque nao havia condicoes para aprovar nada, dado o miseravel comportamento da equipa de futebol nesta epoca desportiva.

Nao questino a credibilidade do accionista. Leia que escrevo que 'nada me move contra o Sr. Alvaro Sobrinho'. Quem parecia nao acreditar nele era o candidato BdC, quando disse que esse nunca seria um parceiro aceitavel no Sporting, se ele ganhasse as eleicoes. Quando refiro a 'pool de investidores com outra credibilidade', refiro-me a um conjunto de pessoas com presenca relevante nos meios socio-economicos nacionais. A diferenca de credibilidade esta mais no numero (ter um grupo em lugar de um apenas) do que que nas pessoas em si consideradas.

Os passes colocam-se e depois resgatam-se. Como disse acima, o mesmo teria feito BdC se tivesse ganho as eleicoes ha dois anos atras, pelo que nao pode agora vir criticar esse tipo de procedimento.

SL
Sem imagem de perfil

De Zé B. a 27.06.2013 às 10:00

"Não é sob um clima de guerra e instabilidade que se vai reconduzir o Sporting a um novo rumo. Quem não compreende isso, é melhor afastar-se, porque faz parte do problema e não da solução, hoje e sempre."

Onde será que li isto?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 10:18

"Interessante" essa sua consideração que opinar sobre um plano financeiro que exige estudo e opinião seja catalogado com criar um clima de guerra. Por outras palavras, todos nós devemos ir para a AG de olhos vedados e lábios cerrados e aprovar cegamente seja o que o for apresentado à nossa frente.

É de facto uma ideologia "fascinante" deste novo Sporting.
Sem imagem de perfil

De MM a 27.06.2013 às 10:00

Caro Desert Lion (e Rui Gomes, evidentemente),

Sobre o ponto 3, a próxima janela (julgo) onde os credores / subscritores da anterior emissão poderiam reclamar controlo da SAD era Janeiro de 2014. Isso obrigaria sempre o Sporting a negociar um novo empréstimo para liquidar o anterior, com a emissão de novas VMOC a vencerem em novo prazo de tempo. Novamente, para um leigo (eu, não o Desert Lion evidentemente), a ideia que fica é mesmo a de «empurrar para a frente». Algo, imagino, inevitável. De igual modo, segundo percebi, estes títulos vencendo em 2025 o mesmo problema ser-nos-á colocado nessa altura ou (muito provavelmente) antes, caso o Sporting falhe ou apresente dificuldade em cumprir as obrigações anuais referentes a juros, problema que o Sporting enfrentava nesta altura, já que o anterior empréstimo e a anterior emissão de títulos no valor de 55 milhões vencia em 2016, certo? Em matéria de juros, o «óbvio ganho por redução de custos financeiros incorridos» são boas notícias. Ganhos particulares que num quadro muito negro nos permitem ainda assim encarar o futuro imediato de forma mais optimista.

«Pode-se ainda afirmar, pelo valor global a ser devolvido aos credores, que o que o Sporting está a ser obrigado a fazer é algo inédito a nível do panorama desportivo nacional».

Resultado duma situação extremamente precária para a qual este CD evidentemente não contribuiu, e resultado da não existência dos investidores para a SAD que este CD foi repetidamente prometendo em campanha.

Por último, sobre o plano de reestruturação engendrado pelo anterior CD, fica evidente mais uma mentira desta vez afirmada aos ecrãs de televisão. Afirmou Bruno de Carvalho à SIC Notícias, «na reestruturação financeira não havia nada feito. Zero.». Uma descarada mentira. Mas é por isto que fica difícil dar crédito a tudo o mais que diga. Ainda por cima mente quando não tinha necessidade nenhuma de fazê-lo, para efeitos de procura de louros e méritos apresentando-se como santo milagreiro que em 3 meses, sozinho, fez o que mais ninguém conseguiu. Isto é de uma infantilidade tremenda.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 27.06.2013 às 10:17

"Isto é de uma infantilidade tremenda."

Esta frase resume tudo. O Desert Lion fez uma apreciação clara e concisa sobre o que está em causa. Não há alternativas, porque foi isto que foi sufragado nas urnas e portanto agora é isto que tem de ser implementado e com tudo o que isso implica, incluindo o estilo.

Só para dar um exemplo, temos a forma como o jornal do clube está a ser utilizado por estes brincalhões. Ultimamente tem saído à sexta-feira, mas esta semana saiu hoje porque tem o emplastro na capa. De certeza que esta semana o jornal chega aos assinantes, devido à AG no Domingo. No meu caso devo receber três jornais, o desta semana e o das duas semanas para trás, porque não recebi antes. Aliás nos últimos três meses tem sido quase sempre assim. O resultado disto é que quando vier a cartinha para renovar a assinatura anual, vai directoa para o lixo e assim poupo 45 euros por ano. Remédio santo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 10:33

Caro Lionheart, não faça isso porque deixa de ter o "prazer" de me ler no jornal. Há coisas que não têm preço.
Sem imagem de perfil

De MM a 27.06.2013 às 11:07

Lol.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 27.06.2013 às 11:56

hehe É verdade, onde é que eu tinha a cabeça? :)))
Sem imagem de perfil

De Alvaro a 27.06.2013 às 15:33

Antes, não se podia insultar o senhor presidente do Sporting, de nome Godinho Lopes. Mas agora a este, já é aceitável chamar de emplastro.

Sim senhor...
Sem imagem de perfil

De AM a 27.06.2013 às 13:36

Excelente post.Gostaria também de ver esclarecidas as questões relacionadas com as exigências financeiras que nos são exigidas.
Mas a razão da minha intervenção é outra:

Pedro Santos Guerreiro,hoje,na última página do Record, em artigo de opinião diz o seguinte:"Segue-se um investimento de quase 19 milhões de "históricos" do Sporting,encabeçados por José Maria Ricciardi e Sikander Sattar.
Ironicamente,o "clube Stromp",que esteve com Bettencourt e com Godinho, e que Bruno de Carvalho tanto criticara,é de novo aliado."

PSG é um indivíduo bem informado.Políticas clubísticas à parte ,acho que seria excelente,pois,para além do dinheiro,unificaria o clube.
Isto é verdade?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 14:06

A informação que me foi disponibilizada há dias e que eu optei por não publicar, refere 18 milhões não 19 e que era o próprio BES a fim de garantir maior controlo na SAD.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 27.06.2013 às 15:24

Faz sentido, sim. Em primeiro lugar porque o Carvalho não tem nem nunca teve investidores, em segundo lugar porque não existe interesse no estrangeiro, e em terceiro lugar porque quem emprestou várias dezenas de milhões de euros ao Sporting manda sempre, independentemente de resultados eleitorais esporádicos. Principalmente porque não têm respeito algum por quem encheu a boca com dinheiro, mas põe lá tanto por ano como os outros sócios pagantes. É a vida.

Agora lembrem-se do que andaram a dizer os cacifeiros e quejandos a propósito da reestruturação, nomeadamente sobre os nomes citados pelo PSG, e reparem no contorcionismo que se vai seguir. Ao menos dá para rir. ;)
Sem imagem de perfil

De Petinga a 27.06.2013 às 14:23

Penso que a análise do Desert Lion é muito elucidativa e concordo que a entrada em cena da Holdimo como accionista é uma cedencia muito forte. Mas também sei reconhecer que numa altura em que é preciso fazer encaixes com transferencias mas em que os passes de 28 jogadores estao nas maos de um só parceiro, a forma mais razoável de recuperar esses passes todos de uma só vez é deixar entrar esse parceiro como accionista na SAD. Essa análise faltou no texto do Desert Lion.

Para além disso, penso que para uma pessoa desinteressada o Desert Lion faz demasiadas comparacoes com o passado. Passado esse a que só ele tem acesso.

1. Quais sao as condicoes que constavam do "plano de reestruturação (que) foi formulado através de Godinho Lopes em combinação com o BES e BCP, apoiado pela KPMG"?

2. Porque é que tem que ser o Presidente a oferecer provas de que nada tinha sido feito? As provas de que nada existe geralmente... primam pela sua inexistencia. Se me disserem que eu nao comprei uma camisa, a única forma de provar que essa informacao é falsa é apresentar a dita camisa...

3. Em que condicoes é que a Holdimo ficou detentora das percentagens de passes de 28 jogadores do Sporting? Quanto recebeu o Sporting por essa operacao (no todo)? Certamente que quem tem acesso ao plano anterior de reestruturacao de dívida também poderá dar alguma informacao nesse sentido. Isto nao é nenhum pedido "reaccionário", mas sim a única forma de percebermos se o que actualmente se oferece à Holdimo em troca dos ditos passes é mais, menos ou comparável com o que a dita pagou por eles.

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 16:05

A expectável retórica de quem não estar e comentar de outra forma.

Faz aqui perguntas que devem ser dirigidas ao Conselho Directivo na AG já que ainda falta muita informação sobre o que foi apresentado.

Como sempre, acho piada como a sua abcecação leva-o a inverter questões. Já era do conhecimento geral que negociações estavam em curso pela mão de Godinho Lopes antes das eleições. Nunca ninguém duvidou disso, nem quando o próprio pediu mais tempo a Eduardo Barroso para as finalizar. Agora, só porque BdC falou, esse já não é o caso e a palavra dele é "sagrada". Só a banca poderia intervir e esclarecer e, em princípio, não o fará por não querer envolver-se em matéria deste cariz. BdC disse só havia o PER e essa afirmação foi prontamente aceiter como verídica,sem perguntas.

Foi entregue ao BdC um dossier com as informações sobre a Holdimo e o seu investimento nos passes dos jogadores. Porque é que não perguntam isso ao BdC na AG ? Ele sempre esteve em poder da informação, além de, persistentemente, ter clamado saber tudo do que constava o Sporting.

Era impossível o Petinga não encontrar defeitos com este excelente trabalho do Desert Lion, um mero sócio que não tem qualquer ligação oficial com o Sporting.

Em vez de passar a vida a criticar, porque é que na sua sapîência toda o Petinga não nos apresenta um trabalho pomenorizado sobre o plano de reestruturação. Prometo que o publicarei no blogue.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 27.06.2013 às 17:58

Caro Rui

Repare que comecei o meu comentário com
"Penso que a análise do Desert Lion é muito elucidativa e concordo que a entrada em cena da Holdimo como accionista é uma cedencia muito forte"

A análise do Desert Lion é muito boa. Mas nao é perfeita porque denota em partes (e apenas em partes) uma parcialidade que nao permite ao autor ser totalmente isento. Nao é de bom analista comparar a situacao em análise com algo de que apenas o analista tem conhecimento ou tecer consideracoes baseado em informacoes vagas, cuja fonte nao revela.

É muito importante saber em que condicoes é que a Holdimo tomou conta dos passes de quase todo o plantel do Sporting para podermos perceber se o que actualmente se propoe é vantajoso ou nao.
Seria ainda mais interessante saber que condicoes é que a anterior Direccao tinha negociado no tal acordo de reestruturacao.
O Rui critica o facto de aceitarmos a palavra de BdC como verdade. Mas pede que aceitemos a sua e a do Desert Lion de que a anterior Direccao já tinha tudo pronto e era muito mais favorável do que agora, como verdade.

Repito: o seu blogue, como qualquer outro na Internet, deveria viver de discussao saudável. Nao de um escriba que se comporta como uma crianca a quem nao fazem as vontades sempre que recebe um comentário que nao faz "Ámen" ao que foi escrito.

Saudacoes Leoninas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 18:19

Nós não pedimos nada a si ou a qualquer outro leitor nesse contexto. Escrevemos e publicamos em boa fé e,dai, cada um tem direito à sua opinião. Só pedimos e esperamos que as opiniões sejam apresentadas em um sentido construtivo.

Essa sua acusação de "criança" reflecte a sua pessoa de modo indubitável e será o único que lhe dou que repitação do mesmo ou semelhante determinará o seu último comentário neste espaço.

Isto, por incrível que pareça, vindo de uma pessoa sem ó mínimo de objectividade e que já ameaçou em mais que uma ocasião não regressar a este blogue se, por outras palavras, os autores não se comportarem de acordo com as suas ideias.

Reitero, para que não seja mal compreendido: este é o único e último aviso que lhe participo neste sentido. Até porque se somos assim tão negativos e mal comportados como diz, desafia a razão e o bom senso a sua constante aparência no espaço.

O Petinga é o único, repito, o único leitor, que com cada comentário coloca em dúvida a minha/nossa consciência e integridade.

Sem imagem de perfil

De Petinga a 27.06.2013 às 19:00

Caro Rui

Escusa de ficar ofendido. Se escreve num blogue, é para ser lido e comentado. Se entende que comento de forma ofensiva, tem bom remédio e censurar-me. Deduzo que nao o fará porque comento sempre com argumentos claros e específicos.

Lamento que tente transformar sempre qualquer debate saudável e educado numa luta campal quando nao tem resposta às perguntas ou questoes que eu educadamente coloco.

Já o hajaluz (que nao é capaz de esgrimir um único argumento lúcido) pretende colocar em causa o Sportinguismo de quem ousa discutir o que aqui se escreve. E o Rui aplaude. Onde é que eu já ouvi isto? Roca o fundamentalismo de que o mesmo hajaluz tao veementemente acusa os membros da tal "seita" a que ele se refere e que eu nao faco ideia qual seja.
Deve ser a mesma seita dos "eles" contra os "nós". Sejam "eles" quem forem e "nós" quem se pretende que sejamos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 18:22

Perdão: Queria eu dizer que "este é o único aviso".
Sem imagem de perfil

De haja luz a 27.06.2013 às 18:11

Como é que alguém se diz Sportinguista, pode vir levantar uma crítica que seja ao autor do texto, que nos fez um favor desinteressadamente, com o intuito de esclarecer os sportinguistas, pois andávamos todos com muitas dúvidas.
É preciso ser ordinário!
Vocês são adeptos duma seita não do clube, vocês não defendem em nada o clube.
Ou são agentes subversivos infiltrados ou são empregados pagos, para defender o chefe.
É que esta trupe mete mais que nojo, desde que o chefe deles esteja no poleiro, está tudo bem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2013 às 18:41

Caro Haja Luz,

Fico/ficamos gratos gratos pela gentileza das suas palavras e consideração.

Sem sermos donos da moral e da razão e como qualquer outro ser humano termos, igualmente, as nossas tendências muito naturais, despendemos centenas em cima de centenas de horas em trabalho desinteressado neste espaço, apenas pelo nosso sentido de sportinguismo.

Não deveria ser necessário sublinhar esta realidade mas, lamentavelmente, existem pessoas que não possuem o mínimo de decência.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 27.06.2013 às 23:39

Não tem de quê Rui e Desert.
Eu também agradeço a sua delicadeza.




Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 30.06.2013 às 13:50

Image

http://www.forumscp.com/index.php?action=dlattach;topic=53054.0;attach=28012;image

Por estas contas, parece que há algum perdão de dívida, fica ainda por apurar de onde vêm os 30 milhões assinalados com a nota "AG 30/06 14h00m ***". Já fui informado da sua origem e que natureza terá este "investimento", mas estou à espera do fim da AG e dos comunicados oficiais para confirmar.


Quanto a negócios, os há que agradem a todas as partes. A grande vantagem da banca é que desta vez o ónus da reestruturação cai sobre esta direcção, porque com Godinho Lopes, se isto ou parecido, mesmo que melhor, fosse para a frente, caía o Carmo e a Trindade.


Godinho Lopes entretanto já emitiu um comunicado, mas lembro-me que ele também afirmava ter registos em áudio de conversas com o LFV e até hoje...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.06.2013 às 14:51

Há muito por explicar quanto a este plano de reestruturação. Dito isto, vai ser aprovado, e deve ser, por falta de alternativas. Vai ser uma AG sem grande história, não obstante o sensacionalismo à sua volta.

Seria interessante fazer um estudo para determinar quantas pessoas que votaram /votarão a favor compreendem verdadeira e totalmente o plano.

Essa da gravação já é velha e usada.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 30.06.2013 às 16:42

"Ponto 1: Apresentação da actual situação económico-financeira do universo Sporting Clube de Portugal."


" Mais de 1200 sócios presentes. Ou seja, mais 400 em relação à última AGE."

" A SAD do Sporting tem apenas 34% dos passes dos seus jogadores."

"47 mil sócios dos 100.956 inscritos são pagantes."

" A receita de bilheteira passou de 3,9M€ para 1M€ (sem contar com GameBox)."

" Custo em salários do actual plantel em Junho 2013 é de 34 ME, com as actualizações salariais contratualizadas se nada for feito, em Julho de 2014 será de 44,7 ME"

" Últimos 5 anos, gastos 95 ME em jogadores e ainda faltam pagar 24 ME a clubes e agentes."

" Passivo consolidado do grupo Sporting: 354,6 ME"

" Numa generalidade (atletas, colaboradores, funcionários...), o Universo do Sporting tem 721 pessoas."

" 9M€ de comissões para contratações de jogadores nos últimos 3 anos." A Bola disse que eram 12 milhões...

"Há jogadores do nosso plantel que com as cláusulas todas contratuais se os vendermos temos um prejuízo de 9 milhões.

Vai ser tudo mostrado aos Sportinguistas."

" Confirmada a vergonha do negocio Miguel Lopes. Se o clube o vencer por 1 cêntimo, tem pagar 5 ME ao Porto."

"Há jogadores que se eu os quiser vender o Sporting ficamos com dívidas de 9 milhões, outro que se o quisermos vender ficamos com dívidas de 5 milhões."

"Auditoria de gestão vai fiscalizar entre 1995 e 2013."

" Bacelar Gouveia a confirmar auditoria de gestão de 1995 a 2013."

"A SAD do Sporting só tem 34 por cento dos passes dos seus futebolistas. A revelação foi feita durante a assembleia geral do clube leonino, que decorre este domingo no Pavilhão da Ajuda.

"Na mesma reunião magna foi ainda revelado que os agentes contam com 33 por cento desses passes."

"José Couceiro está na AG."


Do Record:

"16:20 - Bruno de Carvalho: "Quando entrei aqui estava a ser negociado um PER. E os parceiros financeiros com a cabeça virada para ele. Disse que não..."

16:00 - Bruno de Carvalho: "Aqui está o belo trabalho feito por Nobre Guedes. Duplicámos os custos. Havia pessoas a trabalhar para três e quatro empresas do Sporting. Espero que a auditoria de gestão limpe tudo isto. Este projeto é vital."

15:50 - Foi revelado na AG que o Sporting só tem 34 por cento dos passes dos seus jogadores, sendo que 33 pertencem a agentes desportivos.

16:20 - Bruno de Carvalho: "Quando entrei aqui estava a ser negociado um PER. E os parceiros financeiros com a cabeça virada para ele. Disse que não..."

16:00 - Bruno de Carvalho: "Aqui está o belo trabalho feito por Nobre Guedes. Duplicámos os custos. Havia pessoas a trabalhar para três e quatro empresas do Sporting. Espero que a auditoria de gestão limpe tudo isto. Este projeto é vital."

(...)

15:50 - Foi revelado na AG que o Sporting só tem 34 por cento dos passes dos seus jogadores, sendo que 33 pertencem a agentes desportivos."

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo