Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dois novos reforços apresentados

Rui Gomes, em 05.07.13

 

O defesa-central Maurício Nascimento foi apresentado esta sexta-feira depois de assinar um contrato que o liga ao Sporting até 30 de Junho de 2018. Chega proveniente do Sport, da Série B do Brasil, onde até nem era titular indiscutível mas, com apenas 24 anos, esperamos que este seja o momento certo na sua carreira para atingir patamares competitivos superiores. Físico impressionante tem ele - 1,85m - veremos, entretanto, o muito importante resto.

 

O segundo reforço é Salim Cissé, avançado internacional da Guiné Conacri, de 20 anos, que na época passada esteve ao serviço da Académica - a sua primeira experiência e Portugal - participando em 25 jogos como titular e 16 como suplente utilizado, marcando 9 golos. Tal como Maurício Nascimento, tem 1,85m e assinou um contrato válido por cinco anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De sloct a 06.07.2013 às 09:13

Boa sorte, sabendo de antemão que a sorte deles será a nossa sorte.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 09:48

Como se tem vindo a verificar, os valores ficam em segredo. Sabe-se que Cissé foi só 20%, a parte da Académica, por cerca de 300 mil. Maurício também foi barato, mas não se sabe a percentagem que o Sporting adquiriu. Decerto que não foi 100%.
Sem imagem de perfil

De sloct a 06.07.2013 às 10:12

Pessoalmente não me choca nada, antes pelo contrário, comprar pequenas percentagens dum jogador.
É uma forma de ver se o jogador se enquadra, se mostra rendimento e consequentemente se se consegue valorizar, para a partir daí avançar para a compra de mais alguma parte do seu passe.
Acho isto legítimo, e uma boa forma de gestão.
O que me choca, e infelizmente isso é o pão nosso de cada dia no Sporting, é a venda prematura de partes dos passes para fazer face a despesas correntes. E não creio que essa situação se vá alterar, por muita "voz grossa" que haja....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.07.2013 às 10:21

Fundamentalmente, não há diferença alguma entre comprar o "bolo" e postriormente alienar umas fatias, ou só comprar uma ou mais fatias do bolo. Digo isto, porque foi uma política muito criticada pelos actuais e agora fazem precisamente o mesmo. E, não esquecer, contratos todos de 5 anos.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo