Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Lavagem cerebral é actualmente um elemento forte na cultura popular globalizada que visa premir certas atitudes e crenças de pessoas - crenças consideradas indesejáveis ou em conflito com as crenças e conhecimento nas outras pessoas. É precisamente isto que se verifica em tudo quanto é Sporting nos dias de hoje, a exemplo dos escritos que começam a surgir com maior frequência no jornal do Clube. E, quem melhor para enunciar a mensagem que um psiquiatra ?... Após o acto eleitoral o antigo dirigente da MAG, Daniel Sampaio, passou a assumir posição de destaque neste órgão oficial do clube. O seu texto publicado na edição da semana passada, é bastante elucidativo nesse sentido. Enquanto que a totalidade do mesmo pode ser lido aqui, limito-me a dar relevo a determinadas frases:

 

"A Assembleia Geral do Sporting, que decorreu no passado domingo, constituiu uma jornada inesquecível de unidade clubista."

 

"A Assembleia Geral demonstrou que o presidente Bruno de Carvalho nos traz a esperança de que tanto necessitávamos. Vaticino que vai ser presidente por muitos anos."

 

"Temos de voltar a olhar de frente para os nossos adversários".

 

"Compreendo a ansiedade dos adeptos: todos queremos mais e melhor jogadores, sorte no jogos, arbitragens isentas. Interessa perceber, todavia, que não podemos ter tudo ao mesmo tempo."

 

"Para mim, o sinal mais promissor, no futebol, é o da articulação do sector da formação com o das equipas profissionais, através de um trabalho conjunto."

 

E, a «pièce de resistance»: "Foi pena que Bruno de Carvalho não tivesse ganho as eleições em 2011, mas sabemos como Augusto Inácio e Virgílio Lopes há muito estão a pensar em toda a organização do futebol do Sporting."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Sem imagem de perfil

De peyroteo a 08.07.2013 às 15:38

Tirando a última frase, que podia ter sido evitada, não vejo mal nenhum no texto. Os jornais dos clubes não são todos assim? Não estou bem a ver artigos de opinião em jornais de clube que sejam desfavoráveis ao presidente em funções. Com certeza que já apareceram no Jornal do Sporting artigos muito elogiosos para Bettencourt no seu tempo de presidente, o mesmo acontecendo com Godinho Lopes, etc. Estranho é que fosse o contrário.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.07.2013 às 16:19

Eu refiro-me mais à presença que esta personagem tem vindo a assumir desde o acto eleitoral, já que nunca antes escreveu para o jornal. Os seus artigos são todos deste género, que eu entendo ser desinteressante para o leitor e, por vezes, até intelectualmente desonesto.

Como colaborador do jornal há já uns anos, afastei-me sempre deste tipo de textos, optando por abordar temáticas de forma objectiva e sei que têm sido apreciados pelos leitores.

O que está a acontecer agora é que quem não seguir esta linha que DS exemplifica é censurado. Já fui duas vezes, com textos somente analíticos e nada críticos. Em uma dessas ocasiões, ainda antes de DS surgir a escrever, porque comentei uma entrevista dele. Só posteriormente reconheci que como "amigo da casa" ele não pode ser comentado.

A semana passada censuraram o artigo completo sem qualquer explicação, explicação essa que já exigi e que ainda não me foi dada. O que acontecia em anos anteriores é que se escrevíamos algo que por timing ou sensibilidade não era conveniente, éramos contactados para omitir um qualquer parágrafo ou escrever algo diferente naquela edição. Sempre houve boa comunicação. Talvez por isso o número de colaboradores tem vindo a ser reduzido significativamente. Na última edição dois artigos foram publicados, o do DS e um outro que abordava o aniversário.

O Sporting tem vindo a fazer enorme esforço para aumentar a circulação do jornal, especialmente agora que se encontra disponível online. Compreende-se perfeitamente que, como voz oficial do Clube, ninguém vai escrever, e esperar ser publicado, críticas à liderança vigente, mas artigos demagógicos e sem abordar assuntos correntes de modo interessante não irão satisfazer esse objectivo.

Para já, o vogal da direcção, um tal Quintela, não aparenta ter habilitações para ser director do jornal, os seus editoriais são uma lástima. Curiosamente, escrevi artigos críticos de GL enquanto do seu consulado, e nunca uma só palavra foi censurada. O que está a acontecer agora, para mim, denota um grande sentido de insegurança por parte da direcção, já que nem meros escritos analíticos merecem a sua aprovação.
Sem imagem de perfil

De peyroteo a 08.07.2013 às 16:27

Nesse caso, estando por dentro do assunto, o Rui Gomes tem toda a razão para questionar. Não fazia ideia que colaborava com o jornal.
Eu, por mim, acredito que o jornal do clube deve defender os interesses do clube e dos seus adeptos e não esta ou aquela direcção. O grande interesse de um jornal deste género desse ser proporcionar informação aos adeptos que, por norma, não consegue encontrar na imprensa generalista.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.07.2013 às 16:41

Já passei por 5 presidentes, e salvo alguma ocasional acomodação, nunca houve problemas. O facto de, por vezes, ser crítico aqui no blogue, não significa que escrevo artigos desse género no jornal, relativamente aos órgãos sociais.

O que mais me incomoda sobre o que ocorreu com o meu artigo da semana passada, é que eu até compreenderia se me tivessem contactado a pedir para não abordar a temática, porventura pelo timing ou outras questões e, havendo tempo, eu escreveria algo diferente.

Até se deu o caso de o verdadeiro gestor do jornal estar de férias neste momento e notando a ausência do meu artigo contactou-me em particular a questionar o factp. Perante o meu deconhecimento sobre o que terá sido decidido, espero agora a sua clarificação após o termo das suas férias.

Acontece que deliberei afastar-me voluntariamente após o acto eleitoral, como diversos outros fizeram, mas foi-me pedido para continuar e eu aceitei.

Nós colaboramos desinteressadamente e apenas com o intuito de ajudar o Sporting, dentro do possível. Especialmente quando é necessário passar para o exterior determinadas mensagens sobre questões que afectam a vida do Clube.

Veremos o que isto vai dar, mas não estou muito optimista. Também colocaram lá um novo editor, que até não conheço, e segundo informações tudo passa por ele através de um "filtro" pouco receptivo a liberdade de expressão.
Sem imagem de perfil

De MM a 08.07.2013 às 18:24

«O jornal do clube deve defender os interesses do clube e dos seus adeptos e não esta ou aquela direcção. O grande interesse de um jornal deste género desse ser proporcionar informação aos adeptos que, por norma, não consegue encontrar na imprensa generalista.»

Tal e qual, para efeitos de credibilidade. Não consumirei um órgão comunicativo (seja ele qual for) se desconfiar da sua honestidade. A partir do momento que o jornal é pago e nem pode ver-se consultado gratuitamente «online» (ao contrário de outros que não gostamos, mas lemos, justamente por ser gratuito), e indo até mais longe no simples trato que é dado aos leitores. Por uma questão de respeito impõe-se que haja honestidade.

Rui Gomes, desconhecia que este 2º artigo fora censurado.
Não tem nada demais enfim:

http://camaroteleonino.blogs.sapo.pt/433345.html

Que tristeza ...

E uma tremenda falta de respeito para quem o escreveu.
Nalgumas coisas este Sporting anda cada vez mais parecido com o Benfica.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.07.2013 às 19:38

Caro MM, aparenta ser uma nova filosofia/política que não prestigia o Clube, nem os seus sócios e adeptos. Sobretudo, a ausência de comunicação - e por inerência falta de respeito e consideração - para com quem colabora desinteressadamente.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 08.07.2013 às 21:09

Rui eu não sei porque ficam surpreendidos!
Pensava que já todos tinham percebido com que tipo de pessoas estamos a lidar.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 08.07.2013 às 21:44

Eu não estou surpreendido Haja Luz, mas nem por isso o desagrado é menor.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo