Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

«É praticamente impossível uma saída de Bruma para o FC Porto. Ninguém falou comigo. E penso que isso não passou pela cabeça de Bruma. Bruma quer renovar com o Sporting mas o processo está parado. O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, quer reunir com o jogador sem a presença dos seus representantes, situação que o atleta não aceita. O jovem já disse por telefone aos dirigentes do Sporting que só aceita encontros sobre o seu dia-a-dia do clube. O Bruma nunca recebeu um telefonema de um director do Sporting enquanto esteve na Turquia no Mundial de Sub-20 e mesmo quando chegou a Portugal. Lembro os casos de Figo, Futre e Moutinho: a incompetência continua. Bruma não pediu mundos e fundos, não pediu milhões. Só quer um contrato bom para ele e para o seu futuro.»

 

E a "novela" continua...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:32

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 09.07.2013 às 15:33

O Catio Baldé tem razão quando diz que:

"...quer reunir com o jogador sem a presença dos seus representantes, situação que o atleta não aceita."

O Bruma não tem nada que se reunir com BdC pois isto não é uma situação desportiva e sim de contrato. Embora eu ache que o Bruma deveria, mais o seu advogado, reunir-se com o presidente, ele tem o direito de recusar.

E isto também me parece ser uma frase bastante ajuizada:

"Bruma não pediu mundos e fundos, não pediu milhões. Só quer um contrato bom para ele e para o seu futuro."
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.07.2013 às 17:16

Apesar de tudo e de reconhecer que a missão primordial de Catio Baldé é de defender os interesses de Bruma, pela sua desde sempre conduta e discurso, fico com a ideia que ele tem sido a pessoa mais sensata e ponderada no todo do processo, ainda do tempo de Godinho Lopes.

Concordo plenamente que Bruma tem o direito absoluto de se fazer acompanhar pelos seus representantes em tudo o que se relaciona com negociações contratuais. Exigir o contrário, além de não fazer sentido, viola esse seu direito.

Nós temos conhecimento do que tem sido propagado pela comunicação social, com ou sem fundamento, mas, ao certo, não sabemos as exigências sobre a mesa, de ambas as partes.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 09.07.2013 às 18:21

Acrescento isto

«Na época dos majores bastava dar um murro na mesa, o jogador assustava-se a assinava. Agora não é assim. Deviam preocupar-se em fazer tudo para não perder o atleta», aconselhou Cátio Baldé, para quem «a incompetência parece continuar»
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.07.2013 às 18:34

Bem visto Haja Luz, obrigado.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo