Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Preparava-me para comentar um artigo de Daniel Oliveira no "Record" e o apreço ao mesmo por Dias Ferreira - «Bruma tem direito à presença do advogado» - quando deparei com uma adicional explicação do analista político que me poupou o trabalho:

 

«Fora dos termos políticos. Dias Ferreira diz que discorda de mim, por eu ter defendido que Bruma não tem o direito a ser acompanhado pelo seu advogado em reuniões com o Sporting. Estranho a crítica, já que, no meu texto do Record de hoje apenas defendi que o Sporting tem o direito a reunir com Bruma, sem ter de negociar com o jogador que ainda tem um ano de contrato com o clube apenas por intermédio do seu advogado. Ou seja, apenas defendi a presença física de Bruma nestas negociações e critiquei o que me parece ser um "sequestro emocional" de um jovem de 18 anos por parte do seu advogado. O que, obviamente, não impede, como o Sporting nunca quis impedir, que o dito advogado esteja presente nas reuniões e aconselhe o seu cliente. Não costumo ser confuso no que escrevo, nem desprezar o direito de qualquer trabalhador a ter apoio jurídico de um advogado.»

 

Bem, não costuma ser confuso mas foi, já que eu tirei a mesma ilação de Dias Ferreira e, por isso, me preparava para comentar o seu artigo. Daniel Oliveira recupera algum "terreno perdido" com esta adicional explanação, mas ele afirmou, de facto, que o Sporting tinha pleno direito de reunir a sós com um seu jogador sob contrato. O que até está certo, o Sporting tem esse direito, mas em negociações laborais, o seu atleta tem mesmo o direito de ser representado pelo seu advogado. Um pouco de semântica no subsequente discurso de Daniel Oliveira. Além do mais, ele não sabe, concretamente, como nós não sabemos, quais as verdadeiras intenções tanto do Sporting como dos representantes de Bruma.

 

Para evitar comentários despropositados, devo esclarecer que este meu texto não visa defender ou incriminar qualquer uma das partes, mas sim de sublinhar o direito de ser representado, em contexto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:26

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


12 comentários

Sem imagem de perfil

De Petinga a 12.07.2013 às 23:21

A questao parece-me ainda mais complexa, já que nunca me pareceu que o Sporting pedisse a presenca de Bruma SEM o advogado. Pareceu-me, sim, ter pedido a presenca simultanea de ambos. E Bebiano sempre disse (ou foi citado como tendo dito) "Bruma nao tem nada que estar presente na reuniao".
Estarei errado? É que isto depois cola com o que vem escrito no comunicado oficial da SAD à CMVM.

(PS: demasiados contornos estranhos nesta história, como notei logo de início...)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.07.2013 às 23:55

Limito-me a reiterar que em qualquer história há sempre três versões: a "minha", a "sua" e a verdade, e nós adeptos andamos, de certo modo, aos "pontapés" dos dois lados e acreditamos em quem muito bem entendermos. Parte-se do princípo que damos sempre o benefício da dúvida aos nossos, mas como adultos com a faculdade de raciocínio não podemos deixar de questionar determinadas questões menos claras.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 13.07.2013 às 00:20

Caro Rui

http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=3315159

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=643723

Nao há qualquer benefício da dúvida a ser dado, uma vez que é o próprio Bebiano quem assume que a Direccao do Sporting pretendia um encontro com todas as partes. Mas ele, pelos vistos, nao...

Se reparar, a instituicao Sporting foi sempre muito coerente nas suas posicoes em todo este caso. E nao me parece que venhamos a ter qualquer refutacao da (gravíssima) acusacao de que Baldé pretendia os 10% de direitos desportivos para si (assim faz mais sentido que nao pretendesse a presenca de todas as partes em reuniao?).

Já do lado do jogador, as posicoes assumidas nas múltiplas declaracoes à CS foram tudo menos consistentes. Bruma disse que amava o Sporting a 17 de Junho. Mas a 11 de Julho Bebiano diz que o jogador tem a cabeca completamente fora do Sporting. Baldé sempre disse que a renovacao era possível (no registo "sereno" que sempre notámos por aqui). Mas Bebiano queria reunioes para contestar a validade do vínculo contratual. E mesmo depois de ter denunciado o contrato por rescisao unilateral, afirmou que tinha propostas de 8 e 12 MEur.

Nunca percebi porque é que quem quer que o jogador renove passa tanto tempo de antena a contestar o contrato existente. Também nunca percebi como é que um jogador que se considera livre pode ter propostas de 8 a 12M (o dinheiro é para quem, se ele está livre?). Bebiano tem a consistencia de uma enguia - num momento é o representante para a renovacao, noutro momento contesta na praca pública a validade do vínculo, ainda noutro quer discutir esse mesmo vínculo com o Sporting (porque??) e no meio disto tudo recebe propostas (mas como é que Bebiano é abordado por clubes mas o Sporting nao? como é que Bebiano ouve propostas pelos direitos de um jogador que está livre de obrigacoes contratuais? como é que há clubes a contactar um jogador sob contrato? ou afinal nao está sob contrato?).

Pode haver muita informacao escondida, mas a interpretacao de que o jogador/seus representantes nunca estiveram realmente interessados em renovar contrato com o Sporting (mas sim em ir atrasando todo o processo) é, nesta altura, muito lógica. Sobretudo para "adultos com a faculdade de raciocínio".
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.07.2013 às 00:36

Como argumentar um assunto tão subjectivo e carente de factos comprovados ? Difícil se não impossível. Eu gostaria de dizer que, para mim, a situação é clara, mas não é, e por não ser felicito todos aqueles que têm essa faculdade de leitura.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 12.07.2013 às 23:24

Digo mais, basta os representantes para negociarem.
Coisas tão banais, e estes artistas, só inventam problemas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.07.2013 às 23:58

Neste ou em qualquer caso Haja Luz, quando não há boa fé e disponibilidade para negociar de uma ou de ambas as partes, coisas simples complicam-se imenso.
Sem imagem de perfil

De Marco Silva a 13.07.2013 às 09:38

Em vez de andarmos todos num jogo de culpas e acusações devíamos todos focarmos no seguinte: O Sporting foi alvo duma golpada que devia ser alvo de repúdio de toda a gente séria.

Para que conste, a confirmação por parte do empresário de Bruma que o contrato acabava na época 2013/2014 pode ler-se aqui:
http://www.maisfutebol.iol.pt/sporting/bruma-sporting-godinho-lopes-renovacao-estreia/1418830-1457.html
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.07.2013 às 11:10

Concordo, já fiz referência a isto inúmeras vezes.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 13.07.2013 às 11:34

\" Bruma sente-se magoado com o Sporting por não ter feito todos os esforços para que continuasse no clube.

\"Sei que devo muito ao Sporting mas não foi por minha culpa que chegámos a este ponto\", afirma em entrevista ao \"Correio da Manhã\".

O jovem leão diz estar de \"consciência tranquila\", uma vez que se o Sporting o \"tivesse valorizado, a questão já estava resolvida\".

Questionado sobre a possibilidade de ainda haver um entendimento com o Sporting responde: \"Não me parece que isso seja possível. As coisas chegaram a um ponto sem retorno. Acho que já não há clima para isso. Agora, vou trabalhar tranquilamente e aguardar pela decisão da justiça\".

\"Face ao comportamento do Sporting, não tinha outra solução que não rescindir\", frisa.\"
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.07.2013 às 12:07

Bem espero que esta declaração não seja mesmo dele. A ser, está a precisar de uma forte lição.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 13.07.2013 às 11:51

Palhaçada

\" Depois de o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, ter colocado completamente de parte o empresário israelita Pini Zahavi, na altura representante de Bruma, a ponto de não o ter recebido - o agente FIFA teria em mãos uma proposta do Chelsea de cinco milhões de euros... -, eis que o desenrolar do processo parece ter levado o responsável máximo dos leões a repensar a estratégia, a ponto de ontem ter solicitado a presença de Nir Zahavi, sobrinho de Pini e seu representante na Península Ibérica, em Alvalade.

Nesse sentido, os dois acabaram mesmo por encontrar-se no gabinete de Bruno de Carvalho, no multidesportivo situado no Estádio José Alvalade, e sentaram-se finalmente à mesa, num encontro ultra secreto, que decorreu da parte da tarde.

Os dois, de acordo com dados recolhidos por A BOLA, ultrapassaram então algumas questões que levaram a uma rutura total há não muito tempo, e terão tentado acertar uma estratégia que permita manter Bruma em Alvalade.

Isto, numa altura em que o próprio Bruma já rescindiu o contrato de representação que o ligava ao empresário israelita, alegando «perda de confiança», como afirmou, na altura, o seu advogado, Bebiano Gomes\"
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.07.2013 às 12:05

Também li isso Haja Luz e fiquei algo perplexo pelo cenário, especialmente em virtude da alegada declaração de Bruma, como indica no seu outro comentário

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo