Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Onde há fumo há fogo ?

Rui Gomes, em 13.12.12

Onde há fumo terá que haver obrigatoriamente fogo ou é apenas mais um caso de maldicência ?... A controversa declaração oriunda da França, por intermédio de Florian Marange, defesa do Bordéus, precipita precisamente esta consideração. Em entevista à rádio RMC, Marange questionou a constante forma de Lionel Messi, após o jogador do Barcelona ter conseguido ultrapassar o recorde de Gerd Muller de golos marcados durante um ano civil (88): «Como é possível ele conseguir aquilo ? Nem Cristiano Ronaldo que é um jogador muito bom, ou Zidane, conseguiram. O Zidane, quando jogava, tinha sempre fases em que estava menos bem, o que é normal acontecer com qualquer jogador. Messi, que tem 25 anos, marca golos em todos os jogos, está bem em todos os encontros, nunca se lesiona. É muito impressionante. Eu pergunto-me se ele não será dopado ou se toma qualquer coisa especial, porque não é possível estar em grande forma em todos os jogos, estar sempre a marcar, estar sempre a 100 por cento. Eu não sei. Eu interrogo-me. Quando um jogador faz muitos jogos, e a grande nível, fica cansado. Em relação ao Messi, ficamos com a impressão de que ele nunca está cansado. Ele deve recuperar-se muito bem, deve ter algum nutricionista só para ele, um preparador físico, um estilo de vida muito bom.»

 

Não é a primeira vez nem a segunda que surgem suspeitas em relação a alguém ligado ao desporto espanhol. Há cerca de um ano, o antigo tenista Yannick Noah afirmou que os desportistas espanhóis usam uma «poção mágica» para conseguir tantos títulos internacionais.

 

Devo admitir que muito embora já tenha questionado a eventual produtividade de Lionel Messi em uma outra equipa, que não o Barcelona, e em um outro campeonato, que não o espanhol, nunca me surgiu a ideia de doping e quero acreditar que esta disposição não corresponde à realidade. É verdade que o polémico caso de Lance Armstrong, entre outros, ensina-nos que nada é impossível num «milieu» onde a vertente económica se impôe sobre a desportiva, mas bem espero que esta «reflexão» sobre Lionel Messi não passe de uma conjectura maldicente.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55


2 comentários

Sem imagem de perfil

De André a 13.12.2012 às 14:58

Eu também acho que os resultados de Messi não são normais. Deve haver algo por trás disto tudo, muito bem estudado.
Só espero que em Janeiro sejam correctos na entrega do prémio do Melhor do Mundo ;)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.12.2012 às 20:14

Caro André,

É um caso muito grave para se dar rumo a insinuações, mas pela razoabilidade do argumento e por muito do que temos observado no mundo desportivo, é um cenário plausível, embora se prefira que não seja verdade.

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo