Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Diego Capel no mercado ?

Rui Gomes, em 03.08.13

 

 

Sempre constou que Diego Capel seria um dos alvos principais deste defeso, mas até agora nada de concreto surgiu. A exemplo de rumores que apareceram há uns tempos atrás, o Eurosport noticia hoje que o director desportivo do Marselha, José Anigo, considera o extremo espanhol um reforço ideal para as alas da equipa francesa.

 

Recorde-se que Diego Capel chegou ao Sporting em Julho de 2011, proveniente do Sevilha, por 3,5 milhões de euros e 20 por cento do lucro de uma futura venda. O jogador assinou então um contrato válido por cinco épocas (2016) e ficou com uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. Em Setembro de 2011, o Sporting comunicou à CMVM a alienação de 20 por cento do seu passe ao Sporting Portugal Fund por 950 mil euros. O Relatório e Contas do 1.º semestre de 2012/13 indica que o Sporting detinha então 75 por cento do seu passe. Não foi encontrada explicação para a diferença de 5 por cento, embora seja admissível que se relacione com a Holdimo.

 

Em duas épocas de leão ao peito, Diego Capel participou em 85 jogos - 75 como titular e 10 como suplente utilizado - acumulando 5921 minutos de jogo (65,8 jogos) e marcando 12 golos. Será, porventura, o jogador mais popular entre os adeptos, do actual plantel do Sporting.

 

A questão que se apresenta é óbvia, mas talvez não muito simples: deve o Sporting transferir este jogador e por quanto ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


41 comentários

Sem imagem de perfil

De haja luz a 03.08.2013 às 19:38

Por muito dinheiro.
Para cima de 20M
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 19:42

Bem, 20 milhões seria bom, de facto.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 03.08.2013 às 20:18

Questao de resolucao complexa :-)

Pensando um pouco, "nao".
Se acabar por suceder, nao faco ideia se é possível realisticamente obter mais do que 10-12 M por ele (e já seria muitíssimo bem negociado se subisse até "double digits"). Isso quer dizer que

20% (ou 25%) iriam para o fundo = 0.2*12 = 2.4M

e 20% do lucro para o Sevilha = 0.2*8.5 = 1.7M

restando ao Sporting 7.9M. Claro que podíamos sempre fazer um negócio "a la Porto", meter mais um Boulahrouz no pacote e dizer que o Capel só saiu por 4M ou 5M dos 12M totais para recolhermos uma parte maior da verba. Estou a brincar... :-)

20M é totalmente irrealístico, na minha opiniao.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 20:38

Na minha opinião, mesmo não sendo um fora de série, é uma peça importante no Sporting do momento e salvo uma oferta mesmo elevada, não deve saír.

A questão é que nem o Sporting nem o mercado a que o Sporting tem acesso proporcionarão uma verba para além do 10 milhões e, mesmo isso, não sei. 20, como diz o Haja Luz, não era de hesitar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.08.2013 às 20:22

Acho que não deveria ser vendido, faz parte de uma base
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 20:34

Concordo, salvo por uma proposta mesmo irresistível.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 03.08.2013 às 22:10

Penso que em relação à atitude do jogador, ninguém tem dúvidas de que é dos mais empenhados e que faz tudo ao seu alcance. É muito importante em alguns jogos e momentos específicos do jogo. Muito bom a esticar quando a equipa se vê encostada lá atrás. Mas no trabalho colectivo, penso que é dos jogadores mais fracos. Tantas vezes que faz com que o lateral corra o corredor todo para ser ignorado. Limita imenso o jogo ofensivo.
A única questão que me faz torcer o nariz à venda é a falta de opções no momento. Carrillo e Wilson são curtos. Inácio vai buscar outro brasileiro ao Ceará? Erro tremendo, o empréstimo do Viola!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 22:17

Concordo no essencial Pedro, especialmente em relação a Viola.

Compreendo a sua análise sobre Capel, mas é curioso como ele consegue ser frequentemente aquela diferença necessária para arrancar uns golos e umas vitórias.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 03.08.2013 às 22:36

No jogo contra o Nacional, no período em que esteve em campo fez 3 centros "à Capel", sem olhar sequer para a área. Em 2 deles nem estava lá ninguém. Isto é o jogo dele. Claro que em 90 minutos, ele fazendo 10 vezes isto, a probabilidade de encontrar um colega aumenta. Destas situações resultam os golos a que se refere.
Longe de mim dizer que ele é mau jogador. Apenas era da opinião, no fecho da época passada, que era um dos transferíveis, por ser o extremo mais limitado.
Sou sincero e digo que prefiro de longe um Hélder Barbosa e que até gostei quando o associaram ao Sporting.
Agora tudo mudou, porque já não temos Viola, Bruma e Jéffren parece definitivamente fora dos planos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 22:46

Reparei nesse pormenor no jogo com o Nacional. Também achei que ele não estava muito motivado nesse dia.

Uma das razões que lhe dou valor, além da sua enorme entrega, é pelo número de vezes que vai à linha. Não é fácil arranjar extremos que façam isso. Mas muito também depende do movimento colectivo, para tirar partido dessa sua característica. Seria interessante saber as suas assistências, mesmo neste Sporting pouco goleador de há uns tempos a esta parte.

Curiosamente, não sou grande fã de Hélder Barbosa. Uma questão de gostos diferentes. Uma das alternativas a considerar, apesar da sua juventude, é Chaby. Tem impressionado nesta pré-época. Gostei novamente dele contra o Nacional. Claro, é um jogador diferente de Capel.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 03.08.2013 às 22:56

Sempre apreciei o jogo do Hélder Barbosa. E curiosamente, fez uma grande época com Leonardo Jardim.
Em relação ao Chaby, é de facto um jogador interessantíssimo. Primeira parte excelente contra o Nacional. Teve aquela lesão que atrasou um ano a sua afirmação, mas espero que seja desta.
Penso é que ao ser encostado à linha, perde um pouco do que o define. O Chaby é o último passe. Pode estar ali o 10 que procuramos há anos e que víamos em Matías de mês a mês.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 23:03

Sim Pedro, eu sugeri o Chaby como alternativa, reconhecendo que não é um ala natural.

Gostei dessa "que víamos de Matias de mês a mês", por ter dito isso frequentemente, por outras palavras.

Só o passar do tempo, treino e jogos definirá Chaby , mas a sua técnica é por de mais evidente. Era bom que tivesse ali um 10, mas já me satisfaria com um médio ofensivo com jogo nos últimos 25/30 metros, que é, para mim, um grande problema nosso.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 03.08.2013 às 22:32

Rui

Qualquer rapazola, dos outros, são os maiores, só saem por 50M, para cima, e os nossos, 25 tostões está vendido.
Sou contra essa mentalidade.
Vender jogadores ao desbarato, é errado. Este é um jogador com qualidades acima da média,pode valer bastante dinheiro.


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 22:37

O Haja Luz recusa a realidade do momento. Salvo uma ou outra excepção, a valorização indvidual surge pela valorização colectiva. Nos paramares baixos em que o Sporting tem andado, é muito difícil o mercado dar o justo valor a este e a outros jogadores. Por ingrato que seja, assim é.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 03.08.2013 às 22:45

Já agora

\" O PSV entrou da melhor forma na temporada, , vencendo o ADO Haia, por 3-2. O médio Stijn Schaars, contratado pela equipa de Eindhoven ao Sporting, contribuiu com duas assistências para a equipa orientada por Philip Cocu.

Santiago Arias, lateral colombiano igualmente contratado ao Sporting, também foi titular pelo PSV, que se junta a Ajax e Groningen na frente da classificação.\"

De salientar mais um treinador que não deve perceber nada disto, contratar dois jogadores como estes e metê-los a jogar, só um treinador incompetente, para uns pseudo entendidos.
Segundo os \"entendidos\" de football manager, dois cepos que ganhavam mais que qualquer jogador, dos outros.
Um já \"velho\", outro segundo os mesmos \"fraquissimo\" pois já tínham passado vários treinadores, e não apostavam nele.
Enquanto estas vozes tiverem repercussão no clube, será difícil sair da situação que nos colocaram
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 22:49

Por acaso li isso Haja Luz e reparei logo que foram ambos titulares. Ainda é cedo, mais adiante poderemos avaliar melhor a sua performance no PSV. Como sabe, eu gostava dos dois e preferia que tivessem ficado no Sporting.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 03.08.2013 às 23:05

Também gostava do Schaars, mas seria hipócrita se não dissesse que prefiro ver o André Martins e o Adrien a jogar juntos. Seria a favor da sua venda se significasse maior possibilidade do João Mário substituir um dos dois durante a época, mas tendo contratado o Magrão, dexei de perceber.
Nunca fui grande fã do Arías e penso que vivemos um bocado na "filisofia do português de bancada". O que não joga é sempre melhor do que o que joga. Como criticam o Cedric, o Arías era melhor... O campeonato holandês é o ideal para ele. Lá só se ataca. Os resultados mostram isso. E 90% dos laterais, jogam só do meio-campo para a frente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 23:17

Eu gostava muito do Schaars, além de bom jogador, um excelente profissional e com espírito do colectivo. A sua primeira época no Sporting foi apenas excelente. Aquela grave lesão na época passada, afectou imenso a sua performance.

Claro que gosto de André Martins, mas o seu físico ainda me incomoda, especialmente no jogo no miolo e nas lutas um a um.

Eu tinha grande esperança no Arias por ser ainda muito jovem. Gostaria de o ter visto mais integrado na equipa principal para o poder avaliar melhor. A equipa B não é bem a mesma coisa.

O Magrão, penso eu, foi uma alternativa com salário baixo. Só assim é possível compreender a decisão. Adorava saber se a opção foi com o aval de Leonardo Jardim ou se ele se limitou a respeitar as exigências da SAD pela folha salarial.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 03.08.2013 às 23:23

Diz-se que já no Braga o tinha tentado contratar. Quero acreditar que sim. Não me recordo de alguma vez o ter visto jogar. Vou esperar para ver, sem grandes expectativas, diga-se.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 23:39

Para finalizar Pedro, a contenda que mais me intriga - já escrevi bastante sobre isto - é o sistema de jogo de Leonardo Jardim, o seu favorito 4x2x3x1 . Não consigo compreender como ele pretende acomodar um ponta de lança mais fixo e o Montero no mesmo onze, em situações normais de jogo.

Esta minha tese não é agora, já dizia o mesmo por ver o Ricky lá à frente sozinho. Muito por isso começou a fazer trabalho de musculação no ginásio para poder lutar com os centrais, mas o Montero nem com o ginásio terá esse tipo de jogo, quando o seu forte é a técnica e a velocidade.

Não gostava do 4x4x2 do Paulo Bento, mas entendo que o melhor sistema para o Sporting é o 4x1x3x2 . Claro, com dois médios à frente da defesa, a solidez defensiva é superior, mas mesmo nestes últimos dois maus anos, a analisar as estatísticas, o nosso tendão de Aquiles era a falta de produção ofensiva e não a defesa, mas sem esta ser extraordinária.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 04.08.2013 às 00:01

Não me parece que ele vá jogar com 2 avançados no centro, excepto em alguns casos pontuais. Eu tomo sempre o Braga como exemplo, porque vi poucos jogos do Olympiakos.
Recordo-me que ele tinha Lima, Meyong, Paulo César, Nuno Gomes e Carlão. Quando jogava com 2 avançados, um estava na linha. Encostava o Lima ou o Paulo César para jogar o Meyong, o Carlão ou o Nuno Gomes no centro, com um extremo tecnicista do outro lado, Alan ou Hélder Barbosa.
A chegar um avançado menos móvel como se diz, será para encostar o Montero ou o Wilson para as diagonais, porque têm ambos bom remate (fiquei especialmente entusiasmado com os últimos jogos do Wilson), tendo Carrillo ou Capel do outro lado. O 4-3-3 do Braga era muitas vezes 4-1-3-2 em ataque.
É apenas a minha visão, mas posso estar enganado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2013 às 00:46

Bem, veremos o que ele vai fazer. Eu penso que o forte do Montero é o jogo no miolo, mas de trás para a frente, que é precisamente o que o Sporting não tem tido e que necessita, urgentemente.

Devíamos fazer o que Mourinho fez frequentemente no Real Madrid, que era jogar só com um ala - claro, esse ala chama-se Cristiano Ronaldo - mas permitia então os dois pontas de lança, um deles que recuava mais, até para ajudar na defesa. O Cristiano aparecia frequentemente em diagonal, que é o seu jogo forte. Neste sistema, ele alinhava com o 4x1x3x2, a defender ou a atacar. Mas seja qualquer for a opção, uma coisa é certa, na minha opinião: o Montero na ponta da lança ofensiva não produzirá o desejado. Não é feito para as bolas no ar e para a luta com os centrais, de costas para a baliza.

Os próximos jogos esclarecerão algo mais, mesmo sem o tal ponta de lança fixo.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 03.08.2013 às 23:00

Meter em causa a qualidade deste jogador!?
Tecnicamente é o jogador mais evoluído.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.08.2013 às 23:07

Haja Luz, ninguém está a meter em causa a qualidade de Capel. É um jogador com determinadas características, uma delas que é a sua dificuldade no jogo diagonal em cima da área.

Em geral, é um jogador importante para o Sporting.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 05.08.2013 às 02:33

A qualidade técnica de pouco serve se a tomada de decisão for quase sempre mal feita. ;)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 05.08.2013 às 02:39

Tywin, explique-se um pouco melhor, tenho interesse em saber esse seu ponto de vista.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 06.08.2013 às 13:55

O Diego Capel sempre resolveu os seus problemas com base na técnica, do drible. E cresceu assim e formou-se assim. Não precisou de jogar tanto para os outros, como por exemplo, o André Martins. O CR7 também é fortíssimo nesse aspecto, tal como o Messi, mas ambos são muito fortes também na tomada de decisão. Naquele momento em que se decide em rematar, passar, ou fazer mais um passe. Obviamente que jogar com outros executantes de elevada craveira ajuda a distinguir a qualidade única de certos atletas.

No fundo, não interessa gabar a qualidade técnica de um jogador se ele depois não colocar todo esse potencial ao dispor da equipa, se fintar demais, se estragar jogadas de ataque, se ficar "encurralado" nas laterais. Daquilo que pude ver na última temporada, pelos números que conseguiu, tenho a ideia que pode melhorar neste aspecto, mas tal só acontece debaixo da liderança de um treinador bastante competente.
Sem imagem de perfil

De jose guinote a 04.08.2013 às 09:54

Vender o Capel será um erro crasso. a menos que os valores empresença sejam irrecusáveis. Mas que valores seriam esses? Metade da cláusula de rescisão? Julgo que qualquer negócio abaixo dos quinze milhões apenas por auto-punição se poderia aceitar. Capel é frequentemente atacado na blogosfera pelos adeptos por questões de natureza táctica, pelo facto de jogar de cabeça no chão, porque ignora as subidas do lateral e eu sei lá um conjunto enorme de defeitos mais ou menos incorrigíveis. Eu não conheço esse jogador. Não o vi jogar ao longo destes dois anos. O Capel que eu conheço é outro jogador, aquele que teve capacidade para inverter o sentido do jogo mesmo nos momentos de maior aflição, quando estávamos sob pressão, o dos golos salvadores mesmo em jogos de elevada importância, o que nunca desiste e arrasta a equipa consigo, o que assiste os avançados como mais ninguén no plantel o fez, o que introduz vlocidade e imprevisibilidade no jogo colectivo - só Bruma se lhe compara, e o ultrapassa, neste particular, na capacidade de agitar o jogo e lhe mudar o sentido - e que ajuda a desastabilizar a organização defensiva adversária. O Capel que tem uma empatia única com a massa associativa que é sempre muito mais justa e mais certeira que os adeptos da blogosfera. Há quem ache que o Capel tem defeitos e fique prisioneiro desses defeitos de tal maneira que é incapaz de lhe ver as qualidades. Pois é, mas se o Capel não tivesse os defeitos que tem seria hoje titular do Real ou do Barcelona e um dos jogadores mais valiosos da Europa e do Mundo. Não jogaria no Sporting porque teria saído de Sevilha para esses lados. Mas não é assim o nosso Capel que mesmo com os seus defeitos todos é um Capel muito bom, que nos dá muito jeito, que não podemos ceder a menos que nos paguem por ele o justo valor de mais de 15 milhões de euros. Tudo o que for menos que isso é como disse no príncipio mais um acto de auto-punição mais uma dentada na moral e na afectividade dos adeptos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2013 às 12:34

Penso que mesmo reconhecendo alguns dos seus defeitos, ninguém o considera senão um bom jogador. Como diz, e bem, se não os tivesse não estaria no Sporting. É uma realidade inegável.

Duvido imenso que algum clube interessado ofereça 10 ou 15 milhões por ele. A desvalorização colectiva dos tempos recentes implica desvalorização individual.

Como já disse, prefiro que não saia salvo por uma proposta irrecusável, mas não tenho dúvidas que o objectivo é vendê-lo se surgir uma oferta modesta que seja.
Sem imagem de perfil

De haja luz a 04.08.2013 às 12:40

\" . O Capel que eu conheço é outro jogador, aquele que teve capacidade para inverter o sentido do jogo mesmo nos momentos de maior aflição, quando estávamos sob pressão, o dos golos salvadores mesmo em jogos de elevada importância, o que nunca desiste e arrasta a equipa consigo, o que assiste os avançados como mais ninguén no plantel o fez, o que introduz vlocidade e imprevisibilidade no jogo colectivo\"

De acordo José. Além do que referiu tem uma capacidade técnica, que haverá poucos, muito poucos na liga. E para quem se esqueceu, ele e o Emiliano faziam grandes jogadas.
Há pessoas com falta de memória, reconhecimento e gratidão
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2013 às 12:47

Haja Luz, há pessoas com opiniões diferentes que o Haja Luz deve respeitar mesmo que discorde.

Nem tanto ao mar nem tanto à terra. Nem tudo é dito num sentido crítico ou em oposição. Por isso o futebol é o que é.
Sem imagem de perfil

De Pedro Ferreira a 04.08.2013 às 15:34

"Há pessoas com falta de memória, reconhecimento e gratidão."
Jogar no Sporting Clube de Portugal não é um favor que qualquer jogador faz! Devemos agradecer por fazerem o trabalho deles?
Simplesmente expressei a minha opinião, que é diferente da sua. Não a vejo como menos válida. Nunca disse que o Capel é mau jogador, antes pelo contrário.
Já vi também num comentário esta magnífica distinção:
"O Capel que tem uma empatia única com a massa associativa que é sempre muito mais justa e mais certeira que os adeptos da blogosfera."
Sou sócio, tenho gamebox há 6 anos e comento em 2 ou 3 blogs, que acho que merecem a minha atenção, pela qualidade dos posts. Não sei em que categoria me enquadro, mas como tenho uma opinião diferente, não percebo nada do assunto...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2013 às 15:55

Caro Pedro, como já tentei fazer ver aos nossos leitores, não é através do extremar de posições que vamos lá. Isto de escrever e comentar na blosgosfera é algo ingrato precisamente port isto. É possível adiantar pareceres críticos sem se assumir oposição a quer que seja, mera diferenças de opinião.

Infelizmente Pedro, muito deste clima divisionário tem a sua razão de ser e quem lidera o Sporting devia dar o exemplo em vez de agravar a divisão. Este recém-comunicado em relação a Bruma é um exemplo perfeito do que não deve ser feito. Surgindo de forma impensada, a situação não melhora.
Sem imagem de perfil

De josé guinote a 04.08.2013 às 12:50

Eu concordo consigo sobre a vontade, não disfarçada, de o vender. Mas proponho uma outra reflexão sobre o valor justo para a venda. Admita-se que Capel tinha vindo para o Porto -é um dos jogadores que jogaria no Porto pelo menos com muita regularidade, parece-me bem melhor que o Varela ou do que o Licá agora adquirido - quem o conseguiria levar por 7 milhões? Pois é, é como diz, a desvalorização colectiva arrasta a individual mas a mudança também passa por aí , por contrariarmos esse fatalismo. Nessa matéria não se tem visto grandes obras, tem sido mais propaganda do que actos concretos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 04.08.2013 às 12:58

Caro José, à parte das considerações filosóficas, o Sporting, a exemplo do FC Porto, só poderá vender bem os seus activos estabelecendo um patamar competitivo superior ao dos últimos anos e, sobretudo, andar na montra da Champions.

Esta é a realidade do momento no futebol. Se vamos conseguir fazer isto só o passar do tempo demonstrará. Muito por isto, eu sempre insisti que não se pode deixar de investor no futebol, com moderação que seja, porque sem investimento não há retorno. Embora determinadas poupanças sejam necessárias, não serão estas que nor irão permitir elevar os patamares competitivos, assim como também podemos investir sob má gestão e o resultado está à vista.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo