Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Estórias de Alvalade - Carvalho

Rui Gomes, em 14.12.12

18 de Março de 1964 - Missão...possível!

 

Sporting: Carvalho, Pedro Gomes e Hilário; Fernando Mendes, Alexandre Baptista e José Carlos; Figueiredo, Osvaldo, Mascarenhas e Morais.

 

Manchester United: Gaskell, Brennan e Dunne; Creland, Foulkes e Setters; Herd, Chisnall, Bobby Charlton, Law e George Best.

 

Depois do 4-1 em Inglaterra, a missão de Alvalade era comparável ao melhor dos enredos atribuídos a James Bond - «Missão Impossível». Virar um resultado desfavorável de três golos, contra uma das melhores equipas do Mundo foi cartaz que começou por não entusiasmar muito os sócios leoninos. Mais de 40 mil pessoas rumaram a Alvalade deixando cerca de mil contos de receita nos cofres. O que levaram para casa foi muito superior ao gasto!

 

«Ganhámos 5-0 e eu perdi um quilo durante o jogo. Houve jogadores que perderam dois, outros três quilos. Nervos! Era o problema do adversário e era o problema de termos perdido 4-1 em Manchester. Tivemos conhecimento deste pormenor do peso porque pesávamo-nos sempre antes de cada jogo e no final. Nesse dia houve, de facto, grandes diferenças de peso nos jogadores. O mais sacrificado talvez tenha sido eu e nem sequer tive muito trabalho durante o jogo. Era a ansiedade e o medo de sofrer golos. Não podíamos sofrer golos! Só sei que a emoção do jogo era de tal ordem que até houve gente na bancada a perder peso também. Algumas confessaram-nos isso.»

 

* Do livro «Estórias d'Alvalade» por Luís Miguel Pereira.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29


2 comentários

Sem imagem de perfil

De A. Santos a 14.12.2012 às 14:05

Caro Rui Gomes,

Este Manchester United desta altura, era de facto uma equipa poderosíssima. Basta ver os nomes que a compunham, de entre os quais Bobby Charlton, Law, e o grande George Best... Só mesmo um Sporting de grande nível, para fazer a "remontada" que foi feita.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.12.2012 às 14:24

Caro A. Santos,

Talvez o jogo mais espectacular na história do Sporting. Eu vi mas os detalhes não são muito esclarecidos. Ao longo dos anos tive ocasião de trocar impressões sobre este jogo com Fernando Mendes, Carvalho, Hilário e Mascarenhas. Disse-me um deles, «isto é do tempo em que homens aram homens». Compreendi onde ele queria chegar.

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo