Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bruma reconhece contrato até 2014

Rui Gomes, em 13.08.13

 

 

É inevitável que o novelo (novela) Bruma já se torne cansativo pelo mediatismo em torno da disputa sobre o estatuto do jovem jogador em relação ao Sporting, mas a realidade é que continuará a ser até o diferendo ser resolvido de uma vez por todas.

 

Desconheço até que ponto este apontamento noticioso do Correio da Manhã corresponde aos factos mas, a ser comprovado, será um trunfo importante nos argumentos que o Sporting apresentou à Comissão Arbitral Paritária:

 

Alega o diário que Bruma e o empresário Catio Baldé assinaram um documento, em Fevereiro de 2013 - depreende-se que terá sido durante as negociações com Godinho Lopes - onde reconhecem que o contrato que vincula o jogador ao Sporting é válido para a época de 2013/14, ironicamente o mesmo que agora alegam estar ferido de nulidade.

 

Adenda: Declarações do empresário Catio Baldé à Antena 1 esta terça-feira: «Não há nenhum entendimento ainda mas eu acho que há vontade para chegar a um acordo. Vamos fazer os possíveis para que isso se concretize. As pessoas estão a trabalhar. Temos a consciência que é urgente resolver esta situação. Bruma está a treinar orientado por uma estrutura técnica boa. A condição física está bem. É um jogador de alta competição e não pode facilitar. Só lhe falta o convívio dos colegas.»

 

Bem, este vai-e-vem de informações que não dá para apurar seja o que for de concreto. Estarão a negociar ?... Catio Baldé infere isso mas, e é um grande MAS, será melhor esperar por algo mais definitivo.~

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Petinga a 13.08.2013 às 06:35

Como de costume, o Correio da Manha nao oferece grande fiabilidade. No entanto, a ser factual parece-me que esta notícia confirma o que já supunha há algumas semanas: que o Sporting vai vencer este diferendo.
A grande questao que já tenho vindo a colocar é: o que fazer com Bruma quando se vencer o dito diferendo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 09:39

Muito dependerá da sua vontade em continuar no Sporting. É de prever que se estiver receptivo que não aceitará um contrato do género que os outros jovens aceitaram.

O meu conselho é que justifica-se fazer um investimento nele, pela promessa que representa, desportiva e financeiramente.
Sem imagem de perfil

De Manuel Guimarães a 13.08.2013 às 10:55

Caro Rui,

A reabilitação do Bruma, em caso de decisão do CAP favorável ao Sporting, é um processo que terá de ser gerido com muita cautela pela Direcção.
Não se trata de negar a valorização salarial que a potencialidade do jogador parece justificar. Mas sim, avaliar se será adequado que um jogador que provocou deliberadamente a sua entidade patronal, que não fez nenhuma pré-época, e fez o Clube perder €€€ em pareceres, venha a ser remunerado pela verba (igual ou parecida) que sempre reclamou. A acontecer isso é passar uma mensagem péssima aos restantes jogadores do plantel, e bastante contrária à moralização que tanto se quer implementar. Por outras palavras, valerá então a pena desafiar a entidade patronal e fazer birra.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 11:15

Caro Manuel Guimarães,

Concordo com a consideração mas temo que seja uma situação sem resolução ideal. Hoje em dia a vertente indústria do futebol pesa tanto ou mais que a desportiva e os clubes são forçados a defender a sua sobrevivência pelos meios possíveis. O jogador que é um bom jogador - Bruma ainda tem uns degraus pela frente para lá chegar - quase que faz o que quer. Entre os inúmeros exemplos, basta ver o que está a decorrer com o Gareth Bale, com o Suarez e outros.

Se o Sporting vencer o diferendo terá de escolher: renegociar a renovação pelos melhores termos possíveis e assegurar o atleta pelo seu potencial desportivo e financeiro ou arriscar que em Janeiro ele assine por outro clube e que em Junho venha a sair a custo zero. Além do mais, ainda está por esclarecer se ele pretende renovar ou se estará disposto a ser relegado à equipa B ou até não jogar durante uma época, visando um qualquer contrato milionário.

A partir do momento que a contenda não foi negociada em boa fé, por ambas as partes, todos arriscam perder.

Sem imagem de perfil

De Petinga a 13.08.2013 às 06:38

E já que estamos em onda de especulacoes que podem ser favoráveis ao Sporting:

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=420972

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 09:40

Sem ir ver calcucolo que seja sobre Pranjic e Bojinov, Panathinaiskos e Parma. O jornal não dirá mais do que já publiquei há dias. Nada confirmado e informação muito escassa.
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 13.08.2013 às 09:05

Prezado Amigo Rui Gomes

Esta novela já mete nojo. Demoram uma eternidade para resolver qualquer assunto, situação que é comum no nosso País.

Não faço a mínima ideia, quem possa ter razão e se a Direcção anterior tivesse feito um novo contrato antes de ele se estrear na primeira categoria, não estaríamos agora com este romance.

Eu como sportinguista, não o quero mais a jogar no meu SCP . O meu clube já perdeu grandes jogadores, que não cito, pois são muito conhecidos e que eu saiba não foi por esse motivo que não ganhamos títulos.
A politica do SCP , foi sempre errada, pois davam ordenados chorudos a jogadores medíocres, que nada acrescentaram e a rapaziada que saía da formação, pouco investiram neles e por isso verificamos as dezenas de atletas que são estrelas e que passaram pela nossa formação.

Esperamos, que esta politica, agora seguida, venha dar resultados futuros, pois existe muita qualidade nos jovens jogadores que actualmente vestem a nossa camisola.

Existem muitos casos pendentes para resolver e espero, que
esta Direcção se consiga libertar destas importações de jogadores, sem qualquer valor, que justificasse os ordenados chorudos que ganham. Vai ser difícil, pois até de borla são caros, pois os ordenados impedem qualquer negociação. Aguardemos o desfecho destes casos. Invistam é na nossa formação, que são jogadores habituados a ganhar e não tragam mais barretes que não servem para nada.

Parece-me que as contratações efectuadas este ano são de molde a termos a certeza que houve muito cuidado em escolher quem chegou. De todos apenas um ainda não nos convenceu da sua mais valia, pelo que temos de aguardar com paciência a sua evolução.

Uma palavra para o meu treinador preferido, onde já se notam
bastantes diferenças, em relação ao que se passou recentemente. Vai ser complicado para o treinador gerir tanta qualidade.

Um abraço do Fernando Albuquerque
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 09:49

Caro Amigo,

Sobre Bruma, espera-se uma decisão até ao dia 27, para ele poder ser inscrito pelo Sporting ou por outro. Há que olhar à questão financeira com este jovem e fazer um investimento.

Esta política com os jovens é o caminho a seguir mas, como já indiquei, é uma face de dois gumes casos eles não se realizarem para a equipa principal ou para serem bem vendidos, ficaremos com jogadores com contratos por muitos anos.

Ainda é cedo para avaliar os novos mas à partida as melhores apostas serão Montero e Slimani . Maurício não é o central que precisamos, Welder é um jogador vulgar e Magrão poderá apenas ser útil mediante o uso que LJ lhe der.

O seu treinador preferido, que eu também gosto, tardou a reconhecer o sistema de jogo mais adequado para a equipa e muito por isso estamos para começar o campeonato com a equipa não definida.

Um abraço
Sem imagem de perfil

De jose guinote a 13.08.2013 às 14:54

Há aqui em muitos dos comentários um equívoco de fundo: alguns sportinguistas defendem a não renovação com Bruma com base numa suposta falta de carácter. Trata-se de uma clássica mistura de alhos com bugalhos. O Bruma não é o Drier, porque o Bruma não teve acesso à educação que o Drier teve e não tem o apoio familiar que o Drier tem. O Bruma terá tido uma pequena margem de manobra neste processo e essa margem encolheu drasticamente a partir do momento em que o Sporting confrontou deliberadamente -não questiono a legitimidade da actuação mas tão somente a sua eficácia - o seu tutor, Catio Baldé. O Bruma não é um jogador de futebol livre com capacidade para decidir pela sua cabeça e pelos seus afectos. Está fortemente condicionado por um conjunto de circunstãncias de todos aqueles que apostaram nele a troco de eventuais benefícios futuros. Estes tutores e empresários de jovens potenciais estrelas investem com elevado risco numa espécie de "mercado de futuros" e não deixam de cobrar os seus ividendos sem dar a devida luta.
Por isso a mais adequada posição, e aquela que melhor serve o Sporting, desportiva e financeiramente, é renovar com ele e reintegrá-lo. Fazendo um esforço financeiro que o rapaz passou já a fase de "futuro" para assumir o estatuto de certeza. Fazer, como disse uns dias atrás o Leonardo Jardim, tudo aquilo que for necessário para o reintegrar no plantel, normalmente e sem stresses. Eu nunca dei um tostão por um desfecho favorável ao Sporting. Se isso acontecer é um final muito feliz para esta pré-época.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 16:06

Excelente análise meu caro, concordo na íntegra. Alías, já escrevi bastante sobre isto. A única dúvida, como bem sabemos, é se ele estará disponível para renovar.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 13.08.2013 às 16:23

A situacao é delicada porque o Bruma já criou demasiados anticorpos, já perdeu demasiado tempo de pré-temporada e - diga-se o que se dizer e escreva-se o que se escrever - já perdeu demasiado capital moral para poder agora reintegrar um plantel que me parece unido e bastante solidário.

Fazer o Bruma renovar? Sim, mas nao a qualquer custo (e duvido que, perdendo o diferendo, o jogador deseje continuar a forcar a mao. Basta ver o que disse hoje Baldé aos jornais).

Reintegrar o Bruma no plantel principal? Para que, para ser assobiado por 50% dos adeptos sempre que jogar em Alvalade? Para criar mais dificuldadea a uma equipa que já as vai ter de sobra na temporada que se inicia? Nao.

Solucao intermédia: enviá-lo para um qualquer Cercle Brugge, onde possa recuperar a forma física e continuar a evoluir longe dos holofotes da Imprensa. O Sporting precisa de tempo para se esquecer desta trapalhada toda. Só depois poderá voltar a aceitar o Bruma, possivelmente no arranque para 2014-15.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 17:26

Isso é mais uma medida punitiva que outra coisa que acabará por prejudicar o Sporting.

Compreende-se o factor emocional e a questão de princípios, mas não obedece à realidade actual do futebol e muito menos ainda à do Sporting.

Para já, duvido muito que ele queira renovar, mas se aceitar, nunca nessas condições, até porque exigirá determinadas condições pela assinatura.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 13.08.2013 às 18:04

Até compreendo o seu ponto de vista, mas parece-me que continua a sobrevalorizar a posicao do jogador em caso de derrota na CAP.

Estamos a falar de um jogador que tentou de forma jurídica sair do Sporting à forca e "espoliar" o clube dos direitos que detém sobre ele. A meu ver, nao terá grande crédito e muito pouca gente censuraria o Sporting se tomasse a opcao de colocar o jogador a treinar sozinho, à parte, até Junho de 2014. A sua credibilidade no mercado também cai a pique.

Nestas condicoes, nao vejo como é que Bruma pode exigir mundos e fundos (em termos salariais) e muito menos como é que pode pedir o que quer que seja pela renovacao. Sejamos francos, em caso de vitória do Sporting o clube tem a faca e o queijo na mao em relacao à carreira futura do jogador. E deverá fazer aquilo que é melhor para o plantel.

Eu prefiro um Esgaio, um Iuri Medeiros e um Chaby com vontade de estar no Sporting do que um Bruma contrafeito e que, como escrevi, só vai servir para gerar anticorpos contra uma equipa que até agora tem sido bem protegida de pressoes e controvérsias.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 19:51

Não discuto preferências por jogadores, nem eu, para que se saiba, fico deslumbrado pelo Bruma embora reconheça o seu grande potencial.

A ironia da situação, que agrade quer não, é que mesmo com a CAP a decidir favoravelmente para o Sporting, o jogador continua com o trunfo na manga caso esteja disposto a arriscar não jogar por uma época. Espera até Janeiro, assina então por quem ele desejar e em Junho sai a custo zero. A única carta na mão do Sporting é a ameaça, mesmo que não seja proferida, de ele estar uma época à parte do futebol.

Num mundo ideal, o que sugere é o que deveria acontecer, mas esse mundo não existe. Não optámos por esse curso com Pedro Mendes, sem nada a perder, aliás, até lhe demos a braçadeira de capitão, muito menos com o Bruma. E, para mim, este outro caso talvez tenha sido mais grave.

Meu caro, nesta situação não há vencedores salvo o Bruma, de uma forma ou outra. A partir do momento que não renovou antes das eleições e, posteriormente, se assumiu o conhecido braço de ferro, ficámos condenados.

No entanto, como já indiquei na adenda, Baldé aparenta indicar que estará em curso qualquer tipo de diálogo.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 13.08.2013 às 20:25

Nao concordo de todo consigo. O dano para a carreira de Bruma em caso de ser colocado a treinar à parte e nao ter qualquer jogo competitivo nas pernas entre Julho de 2013 e Junho 2014 é quase fatal. Nao deixará de ser jogador de futebol, mas dificilmente atingirá o nível que pode. Perder 13 meses de futebol competitivo quando se tem 18 anos (acreditando no BI de Bruma, claro) é mesmo o beijo da morte.

Nesta situacao só há perdedores. Bruma perde porque tinha tudo para ser a estrela da companhia e provavelmente em Junho de 2014 estaria a caminho de um grande europeu. O Sporting perde porque se ve forcado a dar um exemplo com um jogador de muito potencial. Mas adivinhe quem perde mais? Baldé, a quem se fecham as portas que teem alimentado todo o seu negócio de jogadores jovens há anos.

Nao me diga que nao tem reparado que os jogadores que nao pretendem renovar perdem espaco no plantel principal... e que a renovacao de um jogador "supostamente agenciado" por Baldé surge numa altura estratégica... tal como as frases de conciliacao proferidas pelo dito numa altura em que, pelo que sei, estamos a menos de 72 horas de sair a decisao oficial com probabilíssima vitória do Sporting.... nao me diga, pois, que acredita que o caso Pedro Mendes, hoje, seria gerido da mesma forma.

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 20:59

Ficaria muito surpreendido se concordasse.

Não digo isto cinicamente, mas tem uma percepção muito "romântica" do futebol e mais aiñda desta Direcção.

O Bruma ficar um ano fora não é recomendável, não contribuirá obviamente para a sua evolução, mas não será fatal. E se ele se lesionasse, já estaria despachado para o futebol ?

Todos perdem, o Bruma perde sempre menos.

O caso Pedro Mendes teve outros contornos e merece discussão à parte nesse contexto.

Sem imagem de perfil

De sloct a 13.08.2013 às 17:44

Não vejo viabilidade nenhuma no regresso do Bruma ao plantel. As palavras do André Martins (creio que foi ele) há uns tempos são disso sintomáticas, quando afirmou que só faz falta quem quer estar connosco, quem não quer não faz falta nenhuma.

E não tenho dúvidas que esse é o sentimento do plantel.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 13.08.2013 às 17:48

Penso que o André Martins optou pelo discurso politicamente correcto na altura. No seu lugar teria feito o mesmo. Os jogadores são sempre solidários e quando chegar a hora H, se chegar, irão aceitá-lo sem problemas de maior.

Aliás, o exemplo será dado pelo próprio Leonardo Jardim.
Sem imagem de perfil

De jose guinote a 13.08.2013 às 18:54

Mandá-lo para o Cercle de Bruge? Lá está de volta a velha tese de que o clube põe e dispõe da vida e da carreira dos jogadores. Mas o que é que o Bruma ia fazer para o Cercle de Bruge? Só se isso servisse para o Sporting se submeter ao rídiculo de ceder um jogador -caso isso fosse possível - mais valioso do que qualquer outro do seu plantel. Seria uma anedota em termos europeus e anedotas é sempre a figura triste que fazem os moralistas. Quanto ao André Martins, isso já foi esclarecido pelo Rui Gomes, tratou-se de um discurso de conveniência do qual tirar as conclusões que se pretende tirar, sobre a aceitação de Bruma no plantel, é tão despropositado como tentar retirar água do deserto. O Bruma será bem recebido em Alvalade pelos outros jogadores porque reconhecem o seu valor e porque qualquer um deles não está livre de passar por situações idênticas. Será bem recebido pelosadeptos porque eles são sensatos e querem o bem do seu clube acima de tudo e porque percebem que neste conflito o Bruma terá sido, de longe, o menos culpado. Bruma terá 100% de sportinguistas a aplaudí-lo se continuar a ajudar o seu clube com a sua capacidade. Há outras coisas mais dificeis de prever infelizmente.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo