Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

Nascido em Neuchatel, na Suíça, Pedro Filipe Mendes foi ainda bebé para Espanha - Huelva - e chegou a Portugal com quase sete anos. Iniciou a sua formação como futebolista no Real Massamá e integrou a Academia Sporting em 2005. Pela promoção a sénior, em 2009/10, foi emprestado por uma época ao Real Massamá e novo empréstimo em 2010/11 ao serviço do Servette, então da II Divisão da Suíça.

 

Na época de 2011/12 foi emprestado ao Real Madrid B - Castilha - com opção de compra, embora o valor desta nunca tenha sido divulgado. Ainda realizou um jogo como titular pela equipa principal na "Champions" frente ao Ajax. Uma vez que a opção não foi exercida, regressou ao Sporting em 2012/13 onde foi integrado na equipa B e com a braçadeira de capitão. Foi chamado à equipa principal por Jesualdo Ferreira em Janeiro de 2013 e realizou três jogos, o primeiro como suplente frente ao Vitória de Guimarães e os dois seguintes como titular. Foi entretanto devolvido à equipa B quando recusou a renovação do seu contrato, tendo já assinado secretamente pelo Parma.

 

Pelo meio, houveram situações curiosas, segundo o jogador: «O Paulo Bento apostou em mim, chamou-me para três jogos - Barcelona, Baileia e Rio Ave - e falava bastante comigo. Cheguei a conversar com Carlos Carvalhal e fiz uma semana de treinos às ordens de Paulo Sérgio. Quando surgiu a oportunidade de ir para a Suíça, até tentei explorar outras soluções. Acabei por fazer a melhor opção e endireitei a minha carreira. Saí do Servette e não quiseram saber de mim. Estive a treinar à parte, apoiado pelo professor Carlos Bruno, e foram os meus empresários que me ajudaram. Regressei ao Sporting depois de ter estado no Real Madrid e o clube não me inscreveu na lista da UEFA. Isso foi uma grande decepção para mim e que me fez perceber que não apostavam em mim. Depois, quando anunciei que não ia renovar colocaram-me na equipa B.»

 

Desconheço se consta algo mais sobre o seu passado no Sporting, mas pela informação disponível alguma coisa de estranho terá ocorrido, já que não faz sentido que um jogador emprestado regressa a casa e é simplesmente ignorado. Foi entretanto possível confirmar o seu talento e muito provavelmente ainda hoje seria titular no Sporting mas, com ou sem razão, negociou com o Parma em segredo enquanto enredava as negociações de renovação com o Sporting. Ainda mais curioso, é que depois de ter sido afastado da equipa principal, jogou o balanço da época na equipa B e tornou a envergar a braçadeira de capitão. Incompreensível, mesmo !

 

Tudo isto leva a questionar se é uma história mal contada e... por quem ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Leu a 14.08.2013 às 10:16

Rui,

Vejo que gosta muito de histórias!
Pedro Mendes "com ou sem razão negociou com o Parma"?
Que raio de história é essa? Coloca a possibilidade de ter tido razão em actuar como actuou - escondendo o que estava a planear da entidade que lhe dava o meio de vida e a oportunidade de ser alguem?...

A fé pode mesmo ser má!

SL


Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.08.2013 às 10:37

Qual é o significado de "a fé pode mesmo ser má" ?

Se lê o blogue - está visto que não tem lido - já teria observado o número de vezes que critiquei o jogador, inclusive de o terem deixado continuar a jogar e darem-lhe a braçadeira de capitão. Esta crítica até já a escrevi na minha crónica semanal no jornal "Sporting".

É uma expressão, acima de tudo, porque apesar da sua falta de honestidade estava livre para assinar com quem desejasse na data.
Sem imagem de perfil

De Elpídeo Freitas a 14.08.2013 às 10:20

Se os factos fossem posteriores a Março de 2013 não havia estranheza nenhuma e a história que o jogador conta era verdadeira e ponto final.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.08.2013 às 10:42

Não deixa de ser curioso que sempre que aparece a comentar a sua contribuição é inconsequente.

Já tive ocasião de lhe dizer que na minha próxima visita a Macau - já lá estive dezenas de vezes - terei muito prazer em que me explique as suas teorias pessoalmente.

Faz-me lembrar certas pessoas do nosso mútuo conhecimento que passaram uns bons anos nessa parte do Mundo.
Sem imagem de perfil

De Elpídeo Freitas a 14.08.2013 às 10:47

Já percebemos que sabe escrever "ip locator" no google. Eu também saberia escrever "proxy server" se me apetecesse. Passemos adiante.

Suponho que não temos conhecimentos em comum. Melhor dizendo, desejo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 14.08.2013 às 10:56

Lamentavelmente temos, mas o meu ponto é que o leitor nunca contribui para o debate construtivo, preza-se em vir com as insinuações "brunista"s e defender o que obviamente considera uma qualquer "causa".

Até lhe digo mais, numa das minhas crónica no jornal "Sporting" então, critiquei forte e feio as acções do jogador e da anterior Direcção em lidar com este caso e nunca fui censurado, algo que acontece agora, mesmo sem razão de ser. As diferenças são notáveis...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo