Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Auditoria de Gestão: uma oportunidade !

Desert Lion, em 11.12.13

 

Congratulo-me com a aprovação e realização da Auditoria de Gestão. Li os seus conteúdos e parece-me que o âmbito está correctamente determinado, considerados os fins que pretende atingir. Vi, ainda, o valor que se irá pagar pela mesma: pouco mais de 300.000 euros, ou seja, pouco, se tivermos em conta que serão analisados 17 anos da vida do Clube/SAD...

 

Parece-me, pois, que terá havido bom senso nesta questão. Espero que o resultado dessa Auditoria venha “limpo”, nada mais apontando do que erros em algumas das opções tomadas – que todos sabemos que existiram – mas sem má fé, gestão danosa ou aproveitamento pessoal dos intervenientes. Confesso que é esse o resultado que antecipo e acredito que essa será a melhor forma de encerrarmos um capitulo de divisões, suspeições e ódios que não devemos voltar a ter no nosso Clube.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


22 comentários

Sem imagem de perfil

De L a 11.12.2013 às 16:02


Oportunidade para quê? Para um ciclo com mais paz? E com quem?

De tanto se falar no disparate da auditoria convencionou-se que já não podíamos passar sem ela e sem suspeitas ao mesmo tempo. De tanto perdermos, desportivamente e financeiramente só pode ter sido porque roubaram o Sporting. Por acaso até roubaram e muitas vezes e só não viu quem foi quem não quis. De lá para cá passou a ser a grande aposta das campanhas para quem não tem mais nada para oferecer, para além da bazófia do costume. Basta vir ao Camarote e todos os dias há comentários que o Sporting está muito melhor, até dá lucro. Qualquer um de nós se passar a não gastar um cêntimo do salário vai ver que chega ao fim do mês com muito mais dinheiro. E nem precisa de vender nada. E logo no mandato do sr. Azevedo que ainda há poucos meses era só milhões e parceiros, ainda estamos à espera de dois com 18 M. Arrancou porque alguém o segurou, ainda está cá porque entretanto vendeu e vai continuar a vender porque é a isso que está obrigado antes de entregar a chave.

O futebol não é uma actividade qualquer, deficitária por excelência, com resultados muito melhores fecham empresas todos os dias noutras actividades, só por si razão mais que suficiente para o maior leigo intuir que é capaz de não ser muito boa ideia. E ainda nos esquecemos muitas vezes que a maior parte das grandes decisões saem de AGs. Também vamos todos presos? Ainda há pouco tempo, com Dias da Cunha tínhamos um bom project finance sediado no BCP. Eu que nunca concordei com a mudança estratégica de parceiro financeiro - e depois da 2ª final europeia da história do Sporting, às vezes até nos esquecemos - não me atrevo a levantar suspeitas sobre ninguém, até porque nunca vi ninguém fazer nada ao Sporting nas costas dos sócios. Maravilha de presidente que até recuperou as percentagens dos passes.
Sem imagem de perfil

De iord a 11.12.2013 às 16:51

Vamos por partes, até porque é preciso respirar um pouco depois de ler tanto disparate junto:

"De tanto perdermos, desportivamente e financeiramente só pode ter sido porque roubaram o Sporting. "



A si e a outros como o senhor que defendem que a culpa deve morrer solteira, ou que a culpa do crescimento do passivo de 30 para 400 milhões em 18 anos é das fadas madrinhas, eu faço-lhe uma pergunta:

Porque razão Diogo Gaspar Ferreira, director-geral do Sporting aquando da venda dos terrenos à MDC, passou a também director desta mesma empresa em 2007? Terrenos esses que, como se sabe, foram vendidos abaixo do valor de mercado? O senhor certamente que não saberá responder, mas esta é uma das muitas questões que tenciono ver esclarecidas na sequência da auditoria.


"Qualquer um de nós se passar a não gastar um cêntimo do salário vai ver que chega ao fim do mês com muito mais dinheiro. E nem precisa de vender nada."


Esta frase demagógica estaria melhor elaborada desta maneira : Qualquer um de nós ,se passar a gastar MENOS dinheiro do salário, chegamos ao fim do mês com mais dinheiro.
Assim estaria de acordo consigo: esta direcção deitou de facto muito menos dinheiro à rua do que outras anteriores. Basta ver que por exemplo Fredy Montero, actual melhor marcador do campeonato, com 13 golos em 12 jogos, custou cerca de 1/3 de Pongolle (penso que na casa dos 6 milhões) . Escusado será relembrar o rendimento deste último... Gastar menos não significa decréscimo de qualidade, como aliás a classificação no campeonato assim o indica.
E aliás, essa foi a tónica da campanha. O próprio José Couceiro apresentou como uma das suas medidas a redução "brutal" (palavras do próprio) de custos. Nada de novo...



"E logo no mandato do sr. Azevedo que ainda há poucos meses era só milhões e parceiros, ainda estamos à espera de dois com 18 M"

Também nós ainda estamos à espera dos 100 milhões do Godinho, provenientes da bomba de gasolina e dos casamentos e baptizados. Descanse que ainda vai levar com os 18 milhões na cara...



"Maravilha de presidente que até recuperou as percentagens dos passes."

Exacto. Se para si determos percentagens perdidas de jogadores com potencial, activos valorosos, não é relevante, então estamos conversados. Mas também não será de estranhar, vindo de alguém cujo mote de boa gestão é gastar como se não houvesse amanhã e quem vier atrás que feche a porta. Mas esses já não são srs. Azevedos, são gestores de topo, homens de família, elite, habituais frequentadores do country club.

SL




Sem imagem de perfil

De Pean a 11.12.2013 às 17:06

Subscrevo tudo o que diz o Iord e acrescento:

"vendeu e vai continuar a vender porque é a isso que está obrigado antes de entregar a chave"

Sim, espero que continue a vender bem e a comprar melhor ainda como até aqui e que quando entregar a chave (o que acontecerá daqui a tempo suficiente para o L poder debitar mais uns quantos disparates enquanto o clube vai tendo sucesso) quem vier a seguir encontrará um clube a anos luz daquele que BdC encontrou.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.12.2013 às 17:13

Caro Pean,

Não me intrometo no v/debate sobre outras questões, mas a título de curiosidade, quem, na sua opinião, foi BEM vendido por esta SAD ?
Sem imagem de perfil

De iord a 11.12.2013 às 17:28

O Pean refere-se certamente a Bruma e Ilori, muito bem vendidos para quem não queria de maneira nenhuma continuar no clube.
Sem imagem de perfil

De Pean a 11.12.2013 às 23:08

Caro Rui,

como diz o Iorda refiro-me sim ao Ilori e ao Bruma que na minha opinião foram muito boas vendas, como aliás já tive oportunidade de referir e explicar o porquê em posts anteriores aquando das referidas vendas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.12.2013 às 23:16

É tudo muito subjectivo meu caro, pela perspectiva individual de cada um. Um dos princípios desta "auditoria de gestão" é o auditor avaliar o negócio de um jogador que foi vendido por X mas que o valor desse mesmo jogador seria XXX.

Há outras considerações, obviamente, mas este princípio também é aplicável a imóveis , por exemplo.

Pessoalmente, compreendo as circunstâncias que levaram à venda - aliás, a decisão CAP sobre Bruma foi um autêntico "milagre" - mas tanto um como o outro poderiam vir a valer muito mais. Inclusive, estou convencido que se Ilori se encontrasse no Sporting neste momento, seria titular indiscutível.
Sem imagem de perfil

De Pean a 11.12.2013 às 23:35

Caro Rui,
subjectivo é o real valor dos jogadores.

Elias valia XXXXXX, em campo mostrou valer X e porquê?
Pela mesma razão que Ilori saiu e essa é a mesma razão pela qual ele não seria nunca titular no Sporting se cá estivesse e que o faria sair a custo zero no termo do contrato.

Porque não querem estar nem jogar no clube!

E com Bruma foi parecido, com uns bebianos no meio, mas ambas quanto a mim, muito boas vendas.
Quanto a imóveis não me prenuncio pois desconheço.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.12.2013 às 16:46

Caro Desert Lion,

Como bem sabe, pelas nossas conversas pessoais, esta não é uma área do meu maior conhecimento e por isso evito o comentário.

Sem sequer querer debater os prós e os contras da auditoria, em si, surgiu uma disposição que me surpreendeu imediatamente e que me levou a consultar os meus associados que são peritos na matéria e com actividade em diversas partes do Mundo, embora sedeados em Hong Kong.

300 mil euros para um projecto desta envergadura é absolutamente ridículo, para ser simpático. O principal da acima referida firma e meu melhor amigo, até afirmou meio a sério, meio a brincar: "considerando a dimensão da auditoria, 300 mil euros nem dá para pagar a renda do escritório por um mês." Claro, a perspectiva dele é bem diferente e trabalha com outros números, mas tanto na sua opinião, como na minha, esta auditoria, sendo tão rigorosa e abrangente como foi declarado, deveria custar nunca menos de dez vezes o preço contratado e anunciado.

Não sei bem o que isto significa, mas pode muito bem levantar conjecturas quanto à real dimensão/profundidade da auditoria. E mais não digo sobre este assunto.

Sem imagem de perfil

De L a 11.12.2013 às 21:04


Caro Rui Gomes,

Para ele não passa de mais uma habilidade para ver se dura mais algum tempo mas para muitos adeptos não.

O Sporting é desde há muito tempo o clube mais transparente e mais democrático, com mecanismos muito próprios que mais nenhum clube tem, precisamente para impedir este tipo de matérias e serviram para os mandatos anteriores como vão servir para este. Uma coisa é andar-se a comprar jogadores que ninguém conhece em divisões secundárias... Há aliás uma pergunta fundamental que se devia colocar sempre antes da peregrinação à auditoria. Porque razão em nenhum dado momento, sobretudo no momento mais próprio, nunca nenhum sócio tentou impugnar ou denunciar com mais convicção qualquer acto que ainda se venha a agora a falar outra vez?

Também não foi por acaso que escrevi que estive sempre muito longe de concordar com vários caminhos que o Sporting já trilhou e nada mais normal até para o adepto mais comum. No que eu essencialmente não concordo com o caro Desert Lion deve-se à "inocência" do post não abordar também a malícia através da insinuação sempre presente quando esta gente aborda a auditoria: não pode ter sido sempre só azar. E há mais de 6 meses à frente do clube uma insinuação destas ainda se torna mais grave. E claro que vai ser campeão com os custos operacionais muito abaixo das receitas e com um orçamento 10 vezes mais pequeno que os rivais. No fim está muito longe de ser este presidente mas quem o apoiou que vai ter que prestar contas aos sócios sobre tanta lama.
Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 11.12.2013 às 17:21

Este vídeo merece ser partilhado, para podermos gozar um bocado com o Freitas Lobo: http://www.youtube.com/watch?v=BkO5COKAvZM
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.12.2013 às 17:24

Obrigado pela referência Mike. Publicarei um post só para isto, assim que possível.
Imagem de perfil

De Desert Lion a 12.12.2013 às 07:30

Caros amigos,

Gostaria apenas de deixar um comentário geral ao que aqui foi dito e explicar um pouco melhor o conteúdo deste meu post sobre a Auditoria, que saiu muito curto e pouco entendivel.

Apesar de discordar do meu colega de Blogue Rui Gomes quanto 'a necessidade de se fazer esta Auditoria (eu acho que teria sempre de ser feita dado o nível insuportável de suspeitas que se foi criando entre os sócios do Sporting), concordo com o essencial: estou convicto de que não houve faltas atribuíveis a ma' fé ou gestão danosa, por parte de quem geriu os destinos do Clube ao longo deste periodo.

Concordo ainda totalmente com o Rui quando se refere ao preço que vai ser pago: e' totalmente irrisório e seria impossível de obter se o objectivo fosse verificar, em profundidade, todos os itens mencionados como objecto da Auditoria ao longo de 17 anos de vida da Instituição. Há pois, também aqui, uma opção deliberada do Órgãos Sociais. Penso saber o que se pretende fazer (tal como o Rui ao me vou alongar muito mais nesta matéria ) - e se assim for, deixo os meus parabéns ao CD e ao CFD pelo bom senso demonstrado nesta questão de algum melindre. Se foi feito com outras intenções , então teremos muito para discutir ao longo dos próximos anos...

Finalmente, gostaria de esclarecer o iord sobre a questão do Director do Sporting que foi trabalhar para a empresa compradora dos terrenos. Não conhecendo a situação em concreto, posso dizer-lhe que e' muito vulgar - muito mesmo - que um responsável de uma empresa seja convidado a mudar-se para outra com quem manteve relações comerciais profundas. Normalmente as áreas de negocio são concomitantes, e o expertise " demonstrado por esse executivo chama a atenção de quem negoceia com ele, o que pode levar a convites para mudança de emprego. Eu próprio já acompanhei situações dessas e, posso ate' dizer que, numa delas, a empresa que convidou um dos quadros era a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, precisamente para gerir projectos imobiliários dessa Instituição . Ora não me parece que a Santa Casa o tivesse convidado porque ele lhes fez "jeitinhos" na negociação ... Para alem do mais, nenhuma empresa gosta de ter quadros corruptos entre os seus - se e' para pagar favores, acredite que todas preferem depositar o que tiver de ser depositado numa conta nas Cayman , em vez de terem lá dentro um individuo que poderá não defender a empresa que representa.

SL
Sem imagem de perfil

De L a 12.12.2013 às 10:37

Bom dia caro Desert Lion,

Parece que também ouvi no acto da assinatura do contrato o Bacelar Gouveia dizer que era um dia histórico. Ainda não pediu foi desculpas pelas bocas antes da ida ao Dragão. Vou passar por cima de propósito do trabalho que a auditora francesa vem realizar, assim como do preço dos almoços porque o que eu queria mesmo perguntar é como é que o Desert Lion acha possível auditar a gestão de uma actividade como o futebol? E a sério, porque no Sporting tudo deriva como bem sabemos do dinheiro que nunca temos para gastar no futebol e num patamar que permita aumentar receitas operacionais e títulos, já agora. O que está em causa é a especificidade do negócio e a expertise que requer. Conhece muitos auditores tão familiarizados com o negócio em causa como isso? Houve alguma onda de jogadores, árbitros, directores, sponsers, etc, franceses que foram a correr habilitar-se em económicas. Ou também vão chegar na forma de consultores ao restaurante? O Desert Lion está mesmo a ver a quantidade de notas que qualquer acto de gestão de qualquer clube português merece. Algum dia algum clube português esteve em condições para poder pensar em construir um estádio novo? O erro grosseiro foi da UEFA, do país, dos clubes ou dos sócios? E não estou sequer a questionar o fantástico retorno do Europeu, só queria chegar à fonte de muitos desequilíbrios estruturais no Sporting e ao custo da dívida que daí ressalta e que quase que põe em causa o desenvolvimento da nossa actividade - e longe de mim defender hoje o Sporting como único grande sem um estádio novo - agravado por tudo quanto não se fez a seguir e que também resulta na quase inexistência de receitas actuais.

Centrando-me só no último mandato, parece que o primeiro a analisar, obviamente que o Sporting não estava em condições de gastar mais um cêntimo, para sermos mais exigentes e usando só critérios contabilísticos era fechar a porta e fim da história. Mas houve quem explicasse aos sócios um ciclo de investimento que visava aumentar receitas e em última análise mais investimento. Pelos vistos correu mal. Muita gente falhou e já agora apetece-me contar uma história ainda estava Carlos Barbosa. Goste-se ou não da pessoa e eu posso dizer que nunca o suportei, também é só o presidente do maior clube português, com todas as sinergias que se adivinhavam. Quando veio dizer que os nossos adversários passariam a ser Real, etc, nunca esteve relacionado com futebol, estava só em cima da mesa o melhor contrato de patrocino desportivo da história do Sporting e que ainda iria desalojar o Porto de uma excelente exclusividade. Infelizmente também não se concretizou mas não foi o único a andar depois de falhar resultados, muito longe disso. Quando se constituiu a última direcção não esteve em causa só mais estabilidade ou votos como também disseram, também entrou muita gente com provas dadas efectivamente em várias áreas.

Não é pelo facto de nunca ter havido liderança desportiva que se pode pôr em causa a qualidade de muitos activos internacionais que também chegaram, por incrível que possa parecer agora até da saída de PPC a equipa se ressentiu. O discurso que já se ouve agora outra vez e que envolve património não foi o que também ouvimos na campanha de PPC? Deve ter deixado de ter apoiantes num ápice. Precisamos mesmo de alguém que nos venha dizer como é que correu a gestão, por exemplo, de treinadores e quanto isso nos custou? Foi dolo? À partida até foi muito mais despedir o professor Jesualdo Ferreira quando nada o aconselhava. E não foi daí que chegou o único responsável para que o actual presidente ainda não tenha metido a viola no saco? Também é futebol.

Como é que se analisam os custos e o impacto que também teve não nos terem deixado ir à Champions logo em 11/12? Ninguém consegue sequer antever o comportamento dos mesmos jogadores em 12/13, que como é óbvio chegam sempre muito mais focados na maior prova da UEFA. E sobretudo os custos da guerra para desalojar uma direcção a meio do mandato? O Elias que toda a gente sabia que era um jogador fantástico transformou-se de um momento para o outro num dos nossos piores negócios.
Sem imagem de perfil

De L a 12.12.2013 às 10:38

Também foi dolo propositado quando o Sporting não tinha dinheiro sequer para despedir alguém quanto mais para contratar novos jogadores sem parceiros. E acho que basta, o caro Desert Lion considera mesmo que é producente uma auditoria de gestão ao futebol do Sporting quando devíamos era estar empenhados em apoiar a equipa? Para escrutinar fluxos de dinheiro, que até entendo, fazem-se auditorias financeiras. De quantas auditorias de gestão similares tem o caro conhecimento?
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 12.12.2013 às 11:15

Sendo eu, como muitos, defensor de uma Auditoria de Gestão ( e isto muito antes de aparecer Bruno de Carvalho ) após anos e anos de uma gestão irresponsável que levou o Sporting ao estado que todos sabemos, a sua não realização seria uma machadada imperdoável na imagem que tenho ( e muitos outro têm ) no presidente.

Não sei se houve ou não dolo, mas que houve muita irresponsabilidade e ligeireza, não tenho dúvidas. É altura de dar os nomes aos bois. Finalmente.
Sem imagem de perfil

De Visconde a 12.12.2013 às 14:29

A auditória de gestão é uma promessa eleitoral que foi mais um aglutinador de votos no presidente Bruno de Carvalho. Era exigida por muitos sportinguistas. Para mim não era uma fundamental que fosse feita.
Ao contrario de uma grande maioria de sportinguistas não concebo e não acredito que os vários Presidentes que passaram pelo SCP tenha agido com dolo. Ao contrario de uma grande maioria dos sportinguistas não acho que esta auditória vá revelar "bichos cabeludos". Parece-me que servirá sobretudo para alguns acertarem contas com o passado e conseguirem mais uma vitória de Pirro.
Só o futuro nos poderá revelar quais as consequências deste acto, mas desconfio que não trarará mais união.
Espero que sirva para apaziguar algumas almas sportinguistas que vivem atormentadas há muitos anos.
Esperemos que os mesmos que vivem atormentados há muitos anos não possam ficar desiludidos se os resultados encontrados não provocarem o "sangue", por eles esperado.
Sem imagem de perfil

De L a 13.12.2013 às 10:51


Já que não obtenho nenhuma resposta do caro Desert Lion sobre a forma correcta de auditar 90% dos actos de uma gestão desportiva muitas vezes errática e os subsequentes prejuízos acumulados, onde se há alguma característica comum ao longo do período em causa são as sucessivas trocas de tudo e com grande influência de todos, inclusive direcções, treinadores, jogadores, que pouca coisa permitem, sobretudo mais estabilidade e como sabemos o papel determinante que ela desempenha, por exemplo, até no rendimento desportivo. E não vamos também esquecer que a actual direcção está apenas a começar. Só para reforçar esta ideia, veja-se a responsabilidade de todos os associados quando pusemos termo ao período onde registámos efectivamente mais alguma estabilidade desportiva e de onde resultaram os melhores resultados financeiros também no período em causa. O papel determinante de muitos na saída de Paulo Bento, a quem até um campeonato roubaram e como essa expulsão que não tem outro nome veio a hipotecar todo o mandato de Bettencourt, por mais erros que também tenha cometido já sem Paulo Bento. Porque a gestão desportiva também é isto, todas as decisões implicam consequências. E a melhor forma de não errar ainda é não decidir.

E se também já tinham sido os sócios a decidirem-se por um estádio novo ao invés de remodelar o velho, também eu não concordei com quase tudo referente ao património não desportivo no mandato de Soares Franco. E aqui uma ressalva para dizer que é óbvio que quem decide ser presidente do Sporting e figura publica de um dia para o outro também tem que estar preparado para tudo o que advém dessa decisão, inclusive ver-se difamado, infelizmente também faz parte da popularidade e do jogo de invejas. Não foi por acaso que muitas das suspeitas e algumas acusações transitam mesmo da 1ª campanha do ex-policia - para ver senão aparece outro a perceber tudo ao contrário - para quem em campanha até o pessoal da relva de Alcochete eram roqueteiros perigosos – e agora que se voltou a falar também de Cintra, um dos seus ex-colaboradores dissidente, foi o principal protagonista dessas acusações, Aguiar de Matos, que os sócios estavam habituados a ver reivindicar muita coisa em sede de AG. Um sobrinho seu também concorria nessas eleições e com um blog para esse efeito, julgo já desactivado. A grande diferença em relação ao geral das acusações que nos fartamos de ouvir foi que dessa vez havia um destinatário e também por isso foi possível ver depois Aguiar de Matos retractar-se e ter que pedir desculpas a Soares Franco. E esta é que era a forma correcta de pôr termo à pouca vergonha há muito tempo. Aguiar de Matos devia ter sido obrigado a pedir desculpas no sítio mais indicado para tal. Também não foi por cavalheirismo e chegamos ao dia de hoje a lamentá-lo. E quem pensa que as acusações mais em abstracto vão acabar depois desta auditoria está completamente enganado.

Formei a minha ideia por completo sobre o actual presidente, que aliás sempre deixei aqui bem clara, através do que me foi relatado por responsáveis do Sporting à altura do Centenário. Infelizmente a net também não é o sítio mais indicado para se falar de amigos que estimamos. Admito inclusive o 1º contacto de muitos sócios quando apareceu de um dia para o outro o 1º fundo de 50 milhões em resposta a um fundo do mesmo valor de outro putativo candidato. Claro que nenhum deles com qualquer relação ao futebol. E vou acabar esta reflexão a dizer uma coisa que é mesmo muito importante no futebol. No futebol só interessa olhar para a frente e quem não sabe isto não sabe nada de futebol. Até pode não parecer mas neste post também se fala de futebol. Eu também ainda me lembro, até porque foi há tão pouco tempo que um sr. do apito prejudicou claramente o Sporting num derby em Alcochete, onde este mesmo presidente disparou logo que só os árbitros eram responsáveis por mais de metade do passivo do Sporting. Efeitos da demagogia no estado mais puro. Também dizer que fomos todos que nos pusemos a jeito para o Sporting ter a direcção que tem hoje.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo