Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Os distúrbios «empresariais»

Rui Gomes, em 04.01.13

 

Com a abertura do mercado de transferências de inverno, não surpreende ouvir-se manifestações de interesse sobre o jovem holandês do Sporting, Ricky van Wolfswinkel. Dito isto, existe uma condição no seu vínculo contratual que só admite propostas sobre a sua cláusula de rescisão - estava em 22 milhões de euros - durante o mês de junho, em cada ano do contrato. O empresário do avançado, Marco de Marchi, que aparenta ser de origem italiana, sentiu a necessidade de vir a público «ilucidar» a audiência, na Nazaré diriam «vender peixe»:

 

«Não existem, actualmente, propostas concretas de clubes italianos. Tivemos contactos com alguns clubes mas foram só conversações. É um jogador que se pode dar bem no campeonato italiano porque é um internacional experiente. Quem o contratar, fará um bom negócio para o presente e para o futuro, visto ter apenas 23 anos. Vejo-o numa equipa ambiciosa de primeira ou segunda linha. Em janeiro não será difícil mas vamos ver a evolução do mercado. O Sporting não está interessado num empréstimo mas sim numa venda a título definitivo. Tem contracto até 2016 mas isso não será, certamente um problema.»

 

Compreendo a sua necessidade de vir justificar a sua existência - e os seus honorários - mas o que mais despertou a minha atenção foi a frase «o Sporting não está interessado num empréstimo.» Por muito mal que o Sporting esteja, nem dá para tentar raciocinar a origem da fantasista noção de um qualquer «empréstimo» do seu melhor - e único - goleador. Se a equipa leonina está em crise, a vertente ofensiva - as estatísticas claramente confirmam - tem contribuído muitíssimo mais para ela do que a vulnerabilidade defensiva. Na minha óptica - por gostar imenso do jogador e por prever alto rendimento seu, enquadrado numa equipa a praticar um bom nível de futebol - nem vender consideraria, salvo por uma proposta irrecusável, muito menos «emprestar». O empresário pode ficar tranquilo porque o Ricky não sairá em janeiro - de modo algum - e no verão, logo veremos. Em última análise, com estas declarações, não está a prestar um bom serviço ao seu cliente e muito menos ao Sporting.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:44

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo