Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É evidente que, pela situação actual, existem dúvidas se o senhor Franky Vercauteren é o treinador ideal para o Sporting. Não discordo, necessariamente, dessa tese, mas a pergunta que fica no ar é: Onde é que está o treinador ideal para o Sporting? Neste planeta, não está de certo, já que nos últimos 20 anos a equipa leonina já viu 20 e não sei quantos treinadores. E não venham os discipúlos obcecados dizer que um medíocre como Van Basten é que é a solução. Já demitimos um treinador histórico com a equipa em primeiro lugar. Demitimos outro, porque depois de ser campeão teve a «ousadia» de ficar em terceiro lugar. Outro, ainda, que depois de pôr o Sporting a jogar como já não se via há muitos anos, teve a «incompetência» de perder o título, ao fechar do pano, através de um golo que nunca devia ter sido validado, para, depois, perder igualmente a final da Taça UEFA, patamar, com certeza, que o Sporting tem vindo a atingir anualmente, desde essa data. Entretanto, surge aquele que durante quatro anos tanto fez com tão pouco e que, mais uma vez, foi defraudado do título. Esse, também, viu e ouviu os insultos e os lenços brancos e, rua com ele. Por fim, tivémos um outro que logo nos seus primeiros dias foi abençoado pela arbitragem do «sistema» de forma inédita; prejuízos em campo e o lendário boicote, quase como a cereja no bolo.

E assim andamos...que nos leva à inevitável conclusão que para quem ninguém serve, tem aquilo que merece !

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De A. Santos a 06.01.2013 às 17:52

Caro Rui Gomes

Subscrevo inteiramente esta sua "fria" análise, mas verdadeira. Neste momento, o Sporting é um clube de risco para qualquer treinador competente. Dificilmente estarão disponíveis para treinar o nosso clube, precisamente pelo que refere...
O clube terá que enveredar pelo caminho de uma Direcção forte, a longo prazo, com projecto definido, e não apenas para 3 anos... Veja-se o exemplo dos nossos principais adversários, Pinto da Costa já vai com trinta e tal anos à frente do FCP, Luís Filipe Vieira com mais de 12 anos à frente do Benfica. Estes dois clubes estão neste momento a colher frutos desta mesma estabilidade directiva. O Sporting obrigatoriamente terá que seguir estes exemplos de sistemas presidencialistas a longo prazo, para que possa dar sustentabilidade a qualquer treinador. A outra via, tem os resultados que todos conhecemos...

Cumprimentos
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2013 às 18:07

Caro A. Santos,

Concordo com a sua apreciação,obviamente. Quanto ao treinador, não é só estar disponível para assumir mas, mesmo aceitando o desafio, conseguir dar a volta desejada, no «inferno» que se vive dentro e em torno do Clube. O modelo de presidente a longo prazo é o ideal, mas não vai acontecer no Sporting, seja com Godinho Lopes ou qualquer outro, salvo um milagre.Não está no ADN sportinguista. O que eu penso que irá acontecer - inevitavelmente por falta de alternativas para a sobrevivência do futebol profissional - é aparecer um investidor que assuma controlo sobre o futebol, autónomo, em termos operacionais, do Clube. Por norma, estes tipos de investidores - como a minha série «Os magnatas do futebol» claramente indica - só aparecem quando tudo tiver mesmo no fundo para assegurar um bom investimento. Perante as realidades da indústria da actualidade, qualquer futebol profissional não pode estar subjugado a eleições e pareceres populistas. Reconheço que é um cenário que vai que vai quebrar uma estrutura histórica, mas não vejo alternativas. Os dias do dirigente voluntário desapareceram.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De A. Santos a 06.01.2013 às 18:23

Que venha o investidor já!!!! Pena é, como diz e corroboro, que seja em consequência dos cacos todos partidos... A casa tem que ser arrumada, e a anarquia tem que acabar de uma vez por todas!...

Saudações Leoninas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 06.01.2013 às 18:43

A anarquia não vai acabar tão cedo, caro A. Santos. A oposição obcecada pelo poder não vai desistir e os resultados desportivos dão essa janela de aproveitamento. Ainda hoje o tal «dar rumo» está ou vai estar reunido com Eduardo Barroso, embora ainda não consiga satisfazer as exigências estatutárias. Admito que com a actual MAG, tudo é possível. Uma AG é inevitável, nas circunstâncias. Para privilegiar os interesses do Sporting, a casa, com diz, tem de estar arrumada, para dar poder de negociação ao Clube, caso contrário...

Cumprimentos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo