Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 20.08.17

 

2000-audi-rosemeyer-concept.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

2000 Audi Rosemeyer - 3 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07

 

20767914_1427113640742276_6173247496517820908_n.jp

 

O Sporting B deslocou-se ao complexo desportivo do Real Massamá, para conseguir um precioso, embora dramático triunfo. Na realidade, a equipa leonina parecia que iria sair derrotada, quando Pedro Marques, aos 89 minutos, fez o golo do empate. E, a coroar a reacção sportinguista nos últimos 20 minutos de jogo, Pedro Delgado fez o golo da vitória aos 90+3 minutos. De certa forma, repetiu-se no Monte Abraão o que se passou na Covilhã, vitória por 2-1 conseguida nos derradeiros minutos com golpes de audácia e de persistência.

 

O árbitro Jorge Sousa protagonizou uma cena algo caricata e que, por certo, dará que falar, ao dirigir-se a Stojkovic em português vernáculo: “Eu não brinco com ninguém, cara…, põe-te na pu... da baliza, cara…”! Realça-se a calma e a paciência do guarda-redes leonino perante o desatino do árbitro portuense. Estavam decorridos 63 minutos de jogo e o resultado ainda em 0-0.

 

 

Com esta vitória, o Sporting B está classificado em 5º lugar, com 6 pontos. Na próxima jornada, em 23 de Agosto, recebe o Cova da Piedade na Academia de Alcochete, às 16h00.

 

Ficha de jogo:

 

Campeonato da 2ª Liga (3ª jornada)

Real Massamá 1 - Sporting B 2

Complexo Desportivo do Real Massamá, Monte Abraão, 20 de Agosto de 2017

Árbitro: Jorge de Sousa (AF Porto)

 

Real Massamá: Tom Santos, Jorge Bernardo, Vasco Coelho, Dmytro Lytvyn, Zé Pedro, Kikas (Morgado, 58), Brash, João Basso (Gustavo Cazonatti, 84), Abou Touré, Marcos Barbeiro (Marcelo Lopes, 79) e Carlos Vinícius

 

Treinador: Filipe Martins

 

Sporting B: Stojkovic, Bruno Paz, Merih Demiral, Kiki Kouyaté, David Sualehe (Abdu Conté, 71) Miguel Luís, Pedro Delgado, Rafael Barbosa, Jovane Cabral, Cristian Ponde (Kenedy Có, 55) e Rafael Leão (Pedro Marques, 71)

 

Treinador: Luís Martins

 

Golos: 1-0, Jorge Bernardo (65’), 1-1, Pedro Marques (89’) e 1-2, Pedro Delgado (90’+3’)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:59

Fotografia com história dentro (60)

Leão Zargo, em 20.08.17

 

Manuel Caldeira Sporting.jpg

 

Caldeira e o nervoso da estreia

 

O Sporting contratou Manuel Caldeira ao Lusitano de Vila Real de Santo António no Verão de 1950. O jogador, com 23 anos de idade, já possuía bastante experiência como defesa direito, e os leões precisavam de reforçar o seu sector recuado que acusava alguma veterania. Constou que terá recebido 100 contos de “luvas”, uma quantia significativa para a época.

 

A estreia oficial verificou-se num Benfica - Sporting para o Campeonato Nacional, no Jamor, em 17 de Setembro de 1950. Caldeira era um jogador enérgico, destemido, que não virava a cara à luta, muito seguro de si, mas naquele derby as pernas tremiam-lhe como varas verdes e suava abundantemente. Como dava sinais de nervosismo e ansiedade, o capitão de equipa, o guarda-redes João Azevedo, perguntou-lhe se havia algum problema. “É medo, senhor João, é medo”, respondeu-lhe o algarvio. O Sporting venceu por 3-1 e o novo leão fez uma exibição muito positiva, ficando aprovado no exame.

 

O medo passou-lhe depressa. Manuel Caldeira vestiu a camisola leonina em 217 jogos oficiais durante nove temporadas e conquistou o título de Campeão Nacional por cinco vezes. Participou em 4 de Setembro de 1955 no Sporting - Partizan de Belgrado, o primeiro encontro para a Taça dos Clubes Campeões Europeus. Em 2003 foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Saudade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

Gabigol estará a chegar a Lisboa

Rui Gomes, em 20.08.17

 

image.jpg

 

Gabriel Barbosa (Gabigol) - já aqui referenciado no Camarote Leonino - deverá chegar a Lisboa esta segunda-feira para assinar contrato com o Sporting por uma época, por cedência do Inter de Milão. Isto, segundo o jornal italiano Gazetta dello Sport.

 

Jorge Jesus referiu há dias que gostava de ter um jogador com características ofensivas e o avançado brasileiro de 20 anos encaixa nesse perfil.

 

Gabigol chegou ao Inter em Agosto de 2016, proveniente do Santos, a um custo de 29,5 milhões de euros. Sentiu dificuldades na sua primeira época na Serie A, participando apenas em 10 jogos com um golo marcado, e aparenta não ter espaço na equipa italiana neste momento.

 

O empréstimo será sem custos salariais para o Sporting, que fica apenas com encargo da habitação e carro.

 

Tendo em conta que o Sporting tem o jovem Gelson Dala à espera de uma oportunidade para jogar, não me parece que esta transferência seja necessária ou que faça grande sentido.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:12

 

image.jpg

 

Jorge Jesus conseguiu este sábado, pela visita ao Vitória de Guimarães, como treinador da I Liga, ultrapassar pela primeira vez a 3.ª jornada do campeonato sem que a equipa que orienta sofra qualquer golo. Claro, sendo ele quem é, tem logo uma explicação na ponta da língua:

 

«O sector defensivo do Sporting está muito forte porque eu tenho privilegiado o treino do sistema defensivo nestas semanas que levamos de trabalho».

 

Até admitiremos que isto corresponde à verdade, mas também explicará, porventura, a dificuldade da equipa em marcar golos até este jogo em Guimarães.

 

Sobre a importância deste desafio e o da próxima quarta-feira, para a Liga dos Campeões, o treinador do Sporting teve isto para dizer:

 

«A Champions é importante do ponto de vista económico, mas desportivamente não é o mais importante. O que importa é o campeonato. Mas se passarmos há um reforço financeiro. Em termos desportivos é sempre complicado ganharmos uma Champions. O nosso objectivo é ganharmos títulos em Portugal».

 

Até reconhecemos alguma verdade nesta sua consideração, mas há coisas que sendo pensadas não devem ser ditas, pelo menos publicamente. Um cínico poderá ficar com a ideia que Jorge Jesus está já a abrir caminho caso o jogo diante o Steaua Bucareste não corra bem. Na realidade, o que está em disputa é a passagem para a fase de grupos e não a conquista da competição, que, não obstante o parecer do estimado técnico, é importante desportivamente para a equipa e para o Clube.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:23

 

0de1a52a5cf29fe3520fef6d2016c84d.jpg

 

Rogério Casanova, jornal Expresso, com a sua usual análise humorística sobre a performance dos jogadores do Sporting, na terceira jornada da I Liga contra o Vitória de Guimarães:

 

Rui Patrício

A sua longa especialização em evitar que erros de jogadores do Sporting resultem em golos contra o Sporting começou a render frutos ao minuto 18, quando evitou que o erro de um jogador do Sporting (no caso, Rui Patrício) resultasse num golo contra o Sporting. Mesmo nestes jogos desprovidos de traumas ou fricções, entra sempre com todos os seus recursos físicos e psicológicos em estado de alerta, como mostrou no lance ao minuto 32, em que interceptou um cruzamento perigoso com o queixo, o nariz, o lábio inferior, o ombro esquerdo, e a mão direita, mais ou menos por esta ordem. Exemplar a mancha na segunda parte, evitando não apenas o golo, mas também um destacável ilustrado de 16 páginas sobre o erro de Piccini na edição de amanhã do Correio da Manhã.

 

Piccini

Exibiu toda a sua visão de jogo no lance do 0-1, ao encontrar o único jogador em campo (e um dos poucos na história recente do clube) capaz de marcar um golo daquela posição. A atacar, somou o tipo de iniciativas cuja designação correcta é "interessantes", no sentido em que não foram (hoje) bem sucedidas, mas foram bem pensadas, bem executadas, e sugerem um lateral-direito com um QI que não pode ser medido em apenas dois dígitos. O que é interessante, até por ser novidade. A defender, teve uma única falha no jogo inteiro. Mas o certo é que viemos de duas épocas consecutivas em que a organização ofensiva de qualquer adversário tinha sempre um Plano A - fazer lançamentos longos para as costas de João Pereira ou Schelotto - e raramente precisava de um Plano B. Agora isso não é suficiente. Piccini costuma estar no lugar certo para isso não ser suficiente. O que, pelo menos para já, é suficiente.

 

Coates

Com o cordão sanitário devidamente instalado à volta da pequena área, limitou-se a pequenas patrulhas de circunstância e a dois ou três lances incaracteristicamente cautelosos, em que decidiu não arriscar e ceder canto. Na verdade pode nem ter sido cautela, mas sim a sua formidável leitura de jogo, que o informou a tempo e horas que hoje nem de canto ia haver problemas.

 

Jérémy Mathieu

Depois de oitenta e quatro minutos a explicar com heróica paciência aos jogadores vimaranenses que não, que eles não tinham razão, que não era assim que se fazia, e que todos os seus argumentos eram inválidos, sofreu um toque no tornozelo direito e saiu para o balneário, presumivelmente para receber a assistência médica de que eu próprio senti necessidade quando percebi que ele saiu lesionado.

 

Fábio Coentrão

Primeira assistência para a sua conta pessoal, estando agora apenas a um abraço de Dost de igualar o total de Zeegelaar na época anterior. Intratável no 1x1 com Raphinha, nunca passou por apuros de maior a defender, excepto a meio da primeira parte, quando se viu numa situação de inferioridade numérica perante uma falange de adeptos do Guimarães organizados num sistema táctico 40-40-20 e munidos de papéis amarrotados, esferográficas, farrapos de plásticos e uma dezena de isqueiros intrigantemente familiares.

 

Rodrigo Battaglia

O melhor passe longo da sua curta carreira no clube deu início à jogada do 0-3 e esse inesperado sucesso pareceu ter-lhe aberto o apetite para testar novos raios de alcance: na segunda parte era vê-lo a ensaiar variações de flanco à mínima oportunidade. De resto, perdeu-se a conta ao número de iniciativas do adversário que abortou. Como um psicopata num safari, encarregou-se de assassinar tudo o que mexia. Tão ágeis e atarefadas pareciam aquelas pequenas combinações do Vitória no meio-campo! Tão iludidamente optimistas aquelas jogadas - e aquelas crias de jogadas - a saltitar pela relva no seu habitat natural! Átila, o Huno, gostava de dizer que por onde ele passasse, a relva não voltaria a crescer. Mais modesto, mais lúcido, mais profissional, Battaglia contenta-se em deixar a relva no sítio e exterminar apenas toda a vida inteligente.

 

 

EDMM2H40.jpg

 

Adrien Silva

O raio de acção parece infinitesimalmente maior de jogo para jogo - hoje tanto aparecia a fazer desarmes na sua área (minuto 5) como a fazer recuperações no último terço (segundos depois). A velocidade de reacção é que não parece estar a ser recuperada ao mesmo ritmo. Continuam a surgir múltiplas ocasiões de jogo em que o corte, ou o passe, ou o toque de habilidade, chega uma fracção de segundos depois do pretendido. Não jogou mal; mas também ainda não jogou o que (ele) sabe e (a gente) precisa. E há, de resto, sempre um índice infalível para perceber se o próprio Adrien está satisfeito com a sua exibição: deixá-lo marcar um golo e examinar a sua cara nos festejos.

 

Gelson Martins

Não vá o rapaz sentir a ânsia dos "novos desafios" ou de "conhecer novas paragens", arranjou-se um expediente para evitar que mude de clube, e de país: mudá-lo de posição. É eminentemente argumentável que já podia e devia ter acontecido há mais tempo e em mais ocasiões. Obriga-o a pensar de maneira diferente, e a não transformar aquela transtornante facilidade de drible numa colecção de automatismos. Hoje foi frequente vê-lo com espaço livre à sua frente e com um espalhafato de adversários na sua esteira - uma Guernica de pitons no ar, chuteiras viradas, meias do avesso - para hesitar no momento de definição, ao ver-se confrontado com um insólito excesso de opções. Mas é insistir, que só lhe faz bem. A ele e à equipa.

 

Marcos Acuña

Começou no seu posto habitual na esquerda, onde se empenhou em correr uns metros, levantar a cabeça, procurar Dost, e sofrer falta. A meio da primeira parte foi desviado para a faixa direita, onde revelou uma impressionante capacidade de adaptação, tendo de imediato corrido uns metros, puxado para dentro, levantado a cabeça, procurado Dost, e sofrido falta. Nas bolas paradas, de livre ou de canto, continua a semear a esperança entre os colegas: braços erguem-se por toda a grande área, como numa sala de aula em que o professor faz de repente uma pergunta fácil. De bola corrida, continua a falhar demasiados passes simples e terá obrigatoriamente de mostrar muito mais do que mostrou hoje.

 

Bruno Fernandes

A pré-época foi suficiente para perceber que rende muito mais numa posição mais recuada do que nest... olha, golo! Que grande remate. Mas como ia dizendo, a sua visão de jogo, a capacidade de ver todas as linhas de passe numa única matriz, tudo isto são características muito mais úteis numa posiç... outro remate! Passou a milímetros. Mas como estava a explicar, esta é a posição errad... golo! Bom, são óptimas notícias, mas nada disto refuta a ideia central deste parágrafo, que é a de a sua posição ideal no terreno ser mais rec... grande jogada. Uma pena ter ido à barra. Mas lá está, se estivesse mais recuado, se calhar tinha entrado. Tal como eu sempre defendi, e com toda a razão.

 

Bas Dost

Completamente fora de forma, tendo marcado apenas 40% dos golos que a equipa marcou hoje, quando na época anterior chegou aos 50%.

 

Iuri Medeiros

Fez tudo - rigorosamente tudo - bem nos minutos em que esteve em campo - excepto quando tentou rematar à baliza, prometendo assim, e desta forma um bocado literal, uma época em que pode atenuar algumas das saudades que os adeptos ainda sentem de João Mário.

 

Jonathan Silva

Jogou os últimos 14 minutos, permitindo que Coentrão fosse levado para o seu santuário de elixires, unguentos e pomadas. Teve tempo para conduzir (com bastante competência) parte da jogada do quinto golo, para falhar uma recepção de bola, e para agredir o oxigénio ao tentar fazer um corte de cabeça, acção ainda assim preferível a agredir uma cabeça ao tentar fazer um corte de oxigénio.

 

Bruno César

Jogou os últimos sete minutos a central, no lugar de Math... Foi André Pinto, aliás. André Pinto! Peço imensa desculpa, é o hábito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:22

Foto do Dia

Rui Gomes, em 20.08.17

 

XG58NXTE.jpg

 Bruno Fernandes - O homem do jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 19.08.17

 

2019-Aston-Martin-DBX.jpg

 Um dos carros mais caros do Mundo

Aston Martin DBX - para sair em 2019 por 300 mil dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00

 

guimaraes_sporting.png

 

... E quem falou melhor e mais alto foi Bruno Fernandes com uma soberba exibição, coroada por dois golaços, o primeiro dos quais logo aos 3' (que vale a pena rever), que teve o duplo efeito de dar uma injecção de calma e confiança à equipa leonina e, em simultâneo, uma boa dose de intranquilidade ao Vitória de Guimarães. O "bis" de Bas Dost, aos 21' e 24', simplesmente reforçou o estado de coisas naquela altura do jogo.

 

 

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício, Piccini, Coates, Mathieu, Fábio Coentrão, Battaglia, Adrien Silva, Bruno Fernandes, Gelson Martins, Marcus Acuña e Bas Dost.

 

Suplentes:  Salin, Jonathan Silva, André Pinto, Alan Ruiz, Bruno César, Iuri Medeiros e Doumbia. 

 

Fora do lote dos 18 ficaram Petrovic e, grande surpresa, Daniel Podence. Veremos que explicação Jorge Jesus vai dar sobre esta ausência, se foi por opção sua ou devido a qualquer impedimento físico.

 

A defesa leonina esteve sólida e mais uma vez sem sofrer golos - não obstante o "brinde" de Piccini na segunda-parte que Rui Patrício resolveu - com um pouco do "velho" Fábio Coentrão bem em evidência.

 

O melhor jogo da época dos médios leoninos, com Battaglia e Adrien Silva em muito bom plano, porventura o melhor jogo do "capitão". O elemento menos convincente do onze inicial terá sido Marcus Acuña, que apesar do bom centro para o primeiro golo de Bas Dost, ainda não repetiu o afinamento que nos mostrou no seu jogo inaugural.

 

Excelente exibição dos "leões" com uma inesperada goleada, indubitavelmente catapultada pelo primeiro golaço de Bruno Fernandes. Esperamos que este jogo venha a dar o nível de confiança que vai ser necessário na próxima quarta-feira na Roménia, frente ao Steaua Bucareste.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:58

 

jonathansilva_2.jpg

 

Após o impasse negocial entre Sporting e Sevilha relativamente a Marvin Zeegelaar, é agora reportado que o emblema espanhol virou-se então para Jonathan Silva.

 

Existem duas versões diferentes sobre o fracasso da contratação do defesa holandês: uma, que o Sporting exigiu a cláusula anti-rivais, que o Sevilha rejeitou; outra, que os dirigentes andaluzes reagiram perante a constestação dos adeptos nas redes sociais. De uma forma ou outra, a realidade é que os espanhóis continuam desesperadamente à procura de um lateral esquerdo, daí a aparente tentativa a Jonathan Silva.

 

Desconhece-se se houve uma proposta formal por Jonathan, mas é indicado que o Sporting referiu o valor da cláusula de rescisão que se centra em 45 milhões de euros, a pronto pagamento. Porventura, uma via para fazer ver que não há disponibilidade neste momento para vender o jogador, salvo por valores irrecusáveis, dado que é a única alternativa no plantel a Fábio Coentrão, cuja disponibilidade física, como bem sabemos, não oferece garantias algumas.

 

Recorde-se que Jonathan Silva renovou recentemente com o Sporting, prolongando o seu vínculo até 2022.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:41

Rumores do mercado: Wallace

Rui Gomes, em 19.08.17

 

 

Wallace Souza Silva, médio-defensivo brasileiro de 22 anos que actua no Hamburgo. Chegou ao emblema alemão em Janeiro de 2017, proveniente do Grémio de Porto Alegre, a um custo de 9,2 milhões de euros.

 

Tem contrato válido até Junho de 2021 e o seu passe neste momento está avaliado em 8 milhões de euros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:00

Leoas são elas

Rui Gomes, em 19.08.17

 

DianaTeixeira_374_RevistaJ_4.jpg

Diana Teixeira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:34

 

20953405_10154652138836555_3774211492805674901_n.j

 

A lista de 20 jogadores convocados por Jorge Jesus para o embate deste sábado em Guimarães. Deste grupo, dois terão de ir para a bancada e creio que os mais lógicos candidatos são Petrovic e Alan Ruiz.

 

Ficaram de fora Tobias Figueiredo, Mattheus Oliveira, João Palhinha e Gelson Dala. Já referi em outros posts, que se estes últimos dois jovens não forem emprestados, vão passar a época a "ver navios".

 

Continua o "mistério" em torno de William Carvalho, em que não se sabe ao certo se a sua ausência se deve a uma lesão, o que me parece muito suspeito, se simplesmente o estão a proteger face às negociações em curso com o West Ham. Ficou de fora contra o Vitória de Setúbal, por opção, cumpriu castigo no jogo com o Steaua Bucareste e salvo Jorge Jesus tirar outro coelho da cartola - tipo Fábio Coentrão - também vai falhar este. Não deixa a ideia de ser a gestão ideal para o jogador e para o Sporting, mas ninguém melhor que o treinador e o presidente para decidir estas questões (?).

 

Eis, ainda, considerações de Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão ao jogo:

 

Algum dos reforços rende mais do que esperava?: "Estamos a trabalhar há oito semanas e alguns jogadores chegaram aqui novos. Se compararmos com os nossos rivais, os nossos rivais têm uma equipa que está há oito anos a jogar junta. Dentro dessas oito semanas andamos numa fase de aprendizagem e a conhecer melhor os jogadores. Há jogadores que, mesmo estando aqui há pouco tempo, já fazem uma comparação em termos de valorização individual, no setor defensivo, é melhor em relação ao ano passado. No último jogo falei do Mathieu, falei do Piccini, porque estamos a falar de um sector que não sofre golos".

 

Se pudesse pedir um reforço, quem era?: "Estou um bocado sujeito a saber quem pode sair. Desde a primeira hora que sabemos que temos vários jogadores no mercado, com muita qualidade e que de um momento para o outro podem sair. Se me dissessem que não sai ninguém e se gostava de ter mais um jogador para um sector, gostava de ter um jogador com características ofensivas".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:25

 

img_770x433$2017_08_18_21_25_18_1303122.jpg

 

Os juniores do Sporting iniciaram a defesa do título com uma vitória, por 2-0, na deslocação ao reduto do Alcanenense, em jogo antecipado da jornada inaugural do Campeonato Nacional.

 

Os jovens "leões" começaram por beneficiar de um autogolo já na segunda parte do encontro, com o derradeiro golo a surgir por intermédio de Douglas Aurélio.

 

Deste modo, contra uma equipa que ascendeu esta época à mais importante divisão da competição, o Sporting garantiu os primeiros três pontos da temporada, no início de uma campanha rumo ao desejado bicampeonato.

 

No sábado, dia 28 de Agosto, a Naval 1.º de Maio é o próximo adversário. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:24

 

mw-860.jpg

 

A Supertaça feminina de futebol, entre Sporting e Sporting de Braga, vai disputar-se no Estádio Cidade de Coimbra, em 03 de Setembro, anunciou na quinta-feira a Federação Portuguesa de Futebol.

 

Em Coimbra, vão estar frente a frente as duas equipas que dominaram o futebol feminino português na última temporada, com o Sporting, campeão e vencedor da Taça, a encontrar o Sporting de Braga, segundo do campeonato e finalista da Taça.

 

De acordo com a FPF, o horário do encontro será definido oportunamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:23

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 18.08.17

 

slr_300_1955_cb.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

1955 Mercedes-Benz 300 SLR - 43,5 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

 

 

Fábio Coentrão, lateral esquerdo do Sporting, foi titular e jogou 86 minutos da partida entre o Sporting e o Steaua de Bucareste a contar para a 1ª mão do play-off da Liga dos Campeões. Inicialmente o jogador tinha ficado de fora da lista de convocados e Jorge Jesus tinha dito que a ausência do português se tratava de uma opção técnica. O comentador da SIC, Rui Santos, gostava de ver este caso melhor explicado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

 

sporting_lisbon_logo_88270.jpg

 

Enquanto o futuro de alguns jogadores já foi definido, no que à próxima temporada diz respeito, existem vários à espera de uma resolução. Depois, ainda temos aqueles que integraram o plantel principal na época passada e que não fazem agora parte dos planos do treinador. Casos que terão de ser resolvidos em breve dado que o mercado fecha no dia 31 de Agosto.

 

Jogadores já emprestados:

 

- Jefferson (SC Braga)

- Lukas Spalvis (Kaiserslautern)

- Domingos Duarte (Chaves)

- Mama Baldé (Desportivo das Aves)

- Carlos Mané (Estugarda)

- Ryan Gauld (Desportivo das Aves)

- Leonardo Ruiz (Boavista)

- Matheus Pereira (Chaves)

- Francisco Geraldes (Rio Ave)

- Paulo Lima (Sparta de Roterdão, à experiência)

- Luc Castaignos (Vitesse)

- André Geraldes (Belenenses)

 

Jogadores cujo empréstimo está a ser equacionado/negociado:

 

- Pedro Silva (Não foi inscrito para a Champions, mas poderá integrar a lista B)

- Gelson Dala (continua a treinar com a equipa principal e está inscrito para a Champions)

- Cristian Ponde (está na equipa B de momento)

- Azbe Jug (por definir - não foi inscrito para a Champions)

- Federico Ruiz (por definir - não tem lugar em nenhuma equipa do Sporting)

- João Palhinha (continua com a equipa principal, mas empréstimo é uma possibilidade)

 

Jogadores considerados "excedentários" que procuram colocação:

 

- Bryan Ruiz (negociações com o Standard Liège, mas nada de concreto)

- Ezequiel Schelotto (depois do Brighton, Nice, Sampdoria e Chievo, surge agora o Alavés)

- Douglas (nada consta)

- Marvin Zeegelaar (suposto impasse nas negociações com o Sevilha)

- Oriol Rosell (nada consta)

- Ary Papel (está na equipa B de momento)

- Heldon (nada consta)

- Fabrice Fokobo (nada consta)

- Sambinha (nada consta)

- Simeon Slavchev (CSKA Sófia negoceia empréstimo, mas nada concreto)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

 

06TU0ESX.jpg

 

Não é novidade alguma surgirem notícias sem qualquer fundamento sobre o Sporting, nomeadamente no que diz respeito ao mercado de Verão. Precisamente por este estado de coisas, não queremos acreditar que haja o mínimo de verdade no que está a ser noticiado sobre as negociações com o Sevilha relativamente a Marvin Zeegelaar.

 

Recém-reportagens surgem a indicar que a transferência do jogador holandês para o Sevilha estava praticamente fechada, com o Sporting em vias de encaixar três milhões de euros no imediato, mais 500 mil euros em objectivos, mas o negócio caiu por terra. Isto, supostamente, porque a SAD exigiu colocar no contrato a cláusula anti-rivais que os andaluzes rejeitaram.

 

Além do mais, já havia sido noticiado esta quinta-feira pela imprensa espanhola que o negócio tinha abortado na sequência das inúmeras críticas dos adeptos nas redes sociais e nos canais oficiais do clube espanhol.

 

Esta segunda notícia até é plausível, mas a primeira parece-me pura e simplemente fantasista, tendo em conta que se trata de um jogador que tem sido severamente criticado enquanto no Sporting pela sua diminuta qualidade, ao ponto de nem sequer estar autorizado a treinar com a equipa, apesar de ter contrato com o Clube até 2020, e que custou apenas 400 mil euros.

 

Com tudo isto sobre a mesa e um potencial lucro superior a três milhões de euros, não dá para imaginar que o presidente e restantes dirigentes da SAD estejam preocupados com a cláusula anti-rival, que, na minha opinião, até nem devia ser permitida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30

O conto de fadas que chega ao fim

Ricardo Leão, em 18.08.17

 

20595206_zL1PC.jpg

  

Para um presidente que se arroga de ter saneado as contas do clube o qual, afirma repetidamente, vive uma fantástica saúde financeira, a revelação do incumprimento do pagamento da dívida para com o Sporting Clube de Braga, de quase 2 milhões de euros, já confirmada, aliás, foi o desmascarar (mais um...) do conto de fadas com que Azevedo de Carvalho tem tentado (até agora com parcial sucesso) enredar os associados do clube.

 

São estes episódios, todavia (é verdade, já pagaram à Doyen?), que contribuem para revelar a verdadeira face do "gestor de sucesso" de Alvalade, habituado que está em empurrar com a barriga tudo o que são as inúmeras dívidas contraídas durante o seu consulado.

 

Desde a desastrosa gestão da pré-época (uma vez mais...), até aos episódios de desvalorização de jogadores do plantel, passando pela absurda tentativa de inclusão de cláusulas anti-rivais em contratos de jogadores que quer vender (se não os quer por Alvalade porque não são bons qual é o problema de eles irem parar aos rivais, ficam melhores!?), desta forma inviabilizando negócios, o mandato de Carvalho não deixará, quando acabar, de ser analisado em sede, também, de uma administração que lesou gravemente os interesses desportivos e financeiros do Sporting. Por isso, e por muito mais, Bruno terá e irá responder.

 

Isto já para não falar dos números de outro tipo de ilusionismo que tem protagonizado. O da saída do banco então é de "bradar aos céus". Para quem não tenha ainda entendido o que se passou, aqui vai uma explicação: Bruno estava farto do banco e, fundamentalmente, o banco estava farto dele e disso recebeu inúmeros testemunhos por muito que Jesus afirme o contrário. O casamento, com a necessidade familiar de o ter por perto e a comodidade da tribuna, onde toda a família se pode reunir, fizeram o resto. De permeio convinha que fosse, diplomaticamente, é certo, marcando distância em relação a Jesus o que facilitará o despedimento se e quando ele surgir em breve, momento em que, aliás, o deveria de imediato acompanhar. Depois foi só arranjar uma explicação absurda para "tótós" que "o ramalhete já estava composto".

 

Para terminar aguarda-se o pedido de desculpas aos sócios pela atitude que tomou no tristíssimo e lamentável incidente com o presidente do Arouca. Bruno era o anfitrião e como "dono de espaço" (não é ele que em Alvalade é Deus?) estava sobremaneira obrigado a ter uma postura diferente e não responder da mesma forma grosseira do adversário. Não o teve e foi o se viu. Foi castigado e foi-o bem. Só que, em vez de ter prometido aos sportinguistas que igual atitude não se repetiria, que era o mínimo que se esperava de alguém que se diz "diferente", veio com balelas de honra lesada, promessa de recursos, etc, etc. A mesma cantiga de sempre, no fundo, de quem no seu íntimo sabe que não tem qualquer razão.

 

Bruno Azevedo de Carvalho, vê se cresces. Já tens idade para isso!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds