Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

19302423_VFnMM.jpg

Ontem tivemos uma oportunidade histórica de eliminar uma equipa alemã. Este Bayer, que está em 4º no campeonato deles e ainda teve baixas importantes tanto na 1ª mão como ontem (inclusivamente durante o jogo) é, em minha opinião, uma equipa de valor semelhante ao melhor Sporting. Infelizmente, Jorge Jesus não acreditou na nossa equipa e não arriscou e preferiu perder sem dar tudo do que arriscar dar tudo e eventualmente não ganhar. A equipa perdeu assim mais duas vezes esta época na Europa (a somar aos desaires com os albaneses e os russos) no espaço duma semana com o que isso traz de desmoralização. A única vantagem é que agora teremos mais tempo de descanso entre jogos.

 

Confesso que o que mais me assustou ontem foi a quase indiferença com que os jogadores nomeadamente William, o capitão de ontem, aceitaram a derrota, na senda do treinador. Não gostei nada de ver várias demonstrações de mau ganhar no Sporting ao longo desta época, mas ontem esperava ver alguma tristeza ou pena e não tanta resignação. William foi até ao ponto de dar os parabéns ao Sporting pelo que fez ontem (a exibição durante parte do jogo até foi boa, mas não mais do que isso). Os jogadores e o próprio Jesus pareciam até aliviados no fim e a ideia de não lançar Bryan e Slimani no mínimo ao intervalo é quase gozar com os sportinguistas (será que esses 45 minutos lhes pesaria muito nas pernas em Guimarães? não seriam equivalentes a um treino?). Ao menos podiam ter avisado os fantásticos adeptos, alguns que com muito sacrifício foram ontem apoiar a equipa à Alemanha.

 

Esta derrota e aparente mentalidade perdedora não ajuda nada a equipa numa altura em que os jogadores devem, mais do que nunca, estar motivados e imbuídos de espírito de conquista.

 

Estou desiludido porque perdemos esta época a oportunidade de fazer história na Europa (juntando à desilusão da não entrada na Liga dos Campeões e às saídas prematuras nas Taças nacionais), e não aceito desperdiçarmos uma oportunidade única de virmos a ser campeões, mas confesso que a minha esperança reside hoje mais na incompetência dos nossos rivais do que na nossa competência.

 

O jogo de Guimarães adquiriu agora uma importância enorme e só espero que os jogadores sejam capazes de lidar com a pressão e mudar depressa de "chip", o que nem sempre é fácil.

 

 

P.S.: Li hoje aqui comentários a avisar que se formos campeões iremos ter o blog inundado de ofensas e gozações. Elas que venham que seria óptimo sinal, mas é triste haver quem acredite que haja sportinguistas como nós que queiram que o Sporting perca, nem que seja ao berlinde, o que só manifesta uma má consciência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:47

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


34 comentários

Sem imagem de perfil

De Assif Osman a 26.02.2016 às 10:30

Meu Caro amigo,

Dei caras com o seu blog, por acaso, quando pesquisava uma informação na net. Infelizmente, só pude ler este post, por limitações de tempo. Devo dizer que percebo totalmente o que retratou. No entanto, esta questão de priorizar uma competição em detrimento da outra, é absolutamente fundamental, para termos alguma chance de ganhar o campeonato ou, pelo menos, garantir o acesso direto à Champions. Somos uma equipa grande, mas que não ganha o título máximo nacional há 14 nos, e nos últimos 30, ganhamos apenas 3. É preciso inverter essa tendência, e o nosso foco total deve estar aí. Depois de consolidarmos a nossa posição no panorama nacional, podemos sonhar em fazer algo mais na Europa. Os nossos adversários sabem que é assim que tem quer ser, por isso, são os primeiros a lançar pressões para que apostemos mais forte na Europa. Não temos, no entanto, nem plantel, nem caracter mental, para disputarmos com a mesma competitividade e em simultâneo as provas nacionais e europeias. Se nos deixarmos levar pela emoção ou por essa pressão que vem do exterior, corremos o risco de ficar sem uma nem outra. É verdade que não há garantias de que iremos ganhar o campeonato com esta abordagem, mas as nossas chances aumentam consideravelmente.

Meu caro amigo,

O clube está a viver uma época decisiva. Temos que vencer vários obstáculos externos, pelo que a última coisa de que precisamos é de obstáculos vindos de dentro. Dá para ver que estou a escrever a um verdadeiro sportinguista, pelo que apelo a que contenhamos as críticas, pelos menos as feitas publicamente. Não quero dizer que não tenhamos direito a estar contra algumas coisas. Apenas acho que neste momento devemos estar unidos como uma família, e a nossa roupa suja só deve ser lavada dentro de casa, e no momento certo. Espero que não me leve a mal. Saudações Leoninas,

PS - O meu nome é Assif Osman e escrevo de Moçambique. Pode-me contactar pelo email assifosman@gmail.com
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 11:21

Assif Osman, mal comparado essa é a mesma conversa que os apoiantes do Hitler tinha quando ele tomou o poder. Temos que alertar com justiça para o que pode ser melhorado e não aceito facilmente quem tenha deitado a perder uma enorme oportunidade que ontem tivemos de fazer historia. Como é possivel depois de mais 50 contratações e com um dos treinadores mais caros do mundo nao termos equipa para lutra por mais do que o campeonato? Já para nao falar que nao foi isso que nos foi prometido.
Sem imagem de perfil

De Assif Osman a 27.02.2016 às 06:00

Acho que a comparação a Hitler é mesmo infeliz, caro amigo. Acho que é inclusivamente sufista e demagógica. Vou tomá-la como um exagero literário da sua parte, e não me vou debruçar muito ela.

Em relação so resto, deixe-me explicar o meu ponto de vista em alguns dos outros aspetos que refere no seu post:

1. Europa:

Não é verdade que não tenhamos lutado pela eliminatória. Tanto lutamos que até fica o amargo da boca, porque pareceu estarmos muito perto de conseguir. A reclamação não pode ser a de não termos lutado. Pode, isso sim, ser a de não termos apostado todas fichas no jogo. Deixe-me lembrar-lhe que o Sporting, apesar de toda sua grandeza e longevidade, apenas ganhou um título europeu de futebol ao longo da sua história. E já houveram muitos presidentes e treinadores com elevados investimentos no passado. Repito, embora como adepto que se guia pela paixão e pela emoção, gostasse de ver o Sporting Campeão europeu (e, quem sabe, seguindo sem interrupções o caminho que estamos a seguir agora, possamos um dia chegar lá), compreendo que que tem a responsabilidade de dirigir o clube, tenha que o fazer com algum pragmatismo e realismo. Tenho que pena que a direção tenha que enfrentar pressão interna contra essa postura, mas se tiver que ser, que enfrente!

2. Treinador caro:

Temos um dos treinadores mais caros do mundo. Isso é um facto. O objetivo era fazer com que o Sporting, com muito menos recursos do que os adversários, conseguisse lutar de forma efetiva pelo título nacional. Em resultado da propaganda enganadora que tem sido feita pelos vizinhos da segunda circular, as pessoas parecem esquecer-se que continuamos (mesmo com o treinador muito caro) a ter metade do orçamento que os nossos principais rivais. E não é só orçamento! Também o investimento no inicio da época foi muito inferior (só Mitroglou e Giminez custaram o dobro do nosso investimento). Para conseguirmos intrometer-nos de forma séria na luta pelo título, precisávamos de um treinador muito experiente, conhecedor do futebol português e até das muitas jogadas de bastidores. Foi o que fizemos e, está, para já, a dar resultado. Seria demais pedir que lutássemos pela Europa também, nesta fase.

3. Admito que houveram muitas contratações e que, do ponto de vista desportivo, muitas falharam (Slavchev, Ryan Gauld (?), Shikabala, etc). Contudo, é preciso entender que o Sporting não tem condições financeiras para ir ao mercado buscar jogadores com créditos firmados e com pouca probabilidade de falhanço. Nem condições financeiras nem os "lobbys" e influências certas (acho que nem deve procurar ter essas influências). A aposta passa então por ir descobrir jogadores com potencial, de alto risco, mas baratos. Com o dinheiro que gastaria para comprar 1, compra 10. Se desses dez, um der certo, a aposta está ganha. Um bom exemplo na recente lista de jogadores comprados é Paulo Oliveira. Alguém tem dúvidas de que se o quiséssemos vender hoje por 20 milhões, fazíamo-lo já? E isso não pagava as tais "50" contratações falhadas? É bastante fácil estar de fora a criticar. Quem está lá dentro é que tem dificuldades em decidir, e está sujeito a acertar e errar.

Abraço e saudações leoninas
Sem imagem de perfil

De Mário Ferreira a 12.03.2016 às 02:21

Caro Sportinguista

Acusa o CL de demagógico e a seguir diz que o orçamento do nosso clube é metade do dos rivais. Vou acreditar que não o fez por demagogia, mas por ignorância - leia-se, falta de informação. Compare a rubrica "custos com o pessoal" do Sporting e a dos lampiões e depois diga-me alguma coisa.
Sem imagem de perfil

De Assif Osman a 12.03.2016 às 05:47

Caro Sportinguista,

O orçamento de uma equipa de futebol não vem somente dos custos com o pessoal. Mesmo nessa rubrica, temos orçamento inferior a Benfica e Porto. Se acrescentarmos os gastos em contratações de jogadores, ficamos com certeza nos tais 50% que referi no meu post.

SL
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 26.02.2016 às 12:17

Bom dia Assif foi mesmo por acaso que encontrou este blog e leu este post , porque se já o conhecia á mais tempo estou seguro que o seu comentário seria outro .

Faz tempo que venho tentando explicar e passar a mesma mensagem que o Assif passou no seu comentário mas como vê nem todos pensam da mesma forma mantendo-se irredutíveis e não reconhecendo as melhorias consideráveis que o futebol do Sporting apresenta esta época apesar de estarmos afastados já de algumas competições , umas por manifesta infelicidade e outras "coisas" na taça de Portugal no jogo em Braga , outras pelo risco e algum menosprezo pela surpresa Portimonense e agora o embate pesado contra um dos panzers da Alemanha em que ficou claro que o Sporting tinha que tomar decisões importantes para a defesa dos seus objectivos principais da epoca.
A época de futebol está constantemente dependente de muitas cisrcunstancias ; do estado fisico dos jogadores , da classificaçao da equipa na liga , do tipo de adversários e nivel de jogos na competição europeia e quando os jogos são realizados.
Disse aqui antes e quem entende bem o jogo que desde á uma semana estávamos em circunstancias bem diferentes que o Benfica nosso principal opositor na Liga , o Sporting ganhando ao Boavista , em Guimarens e Benfica ficaría á beira do título mas enquanto o Benfica disputa 2 jogos antes de ir a alvalade o Sporting disputaría 3 sendo 2 deles de exigencia maxima com deslocaçôes á Alemanhae Guimarens, o Benfica por sua vez espera mais tranquilo recebendo o União da Madeira com períodos de reposo bem mais prolongados.
Qualquer treinador do mundo estando á frente da Liga com 3 pontos de vantagem e podendo ficar a 6 adoptaría um estratégia semelhante á que o Jorge Jesus fez.
Não só porque esses eventuais 6 pontos podem ser a machadada final nesta fase derradeira da época mas principalmente pelo históra negativa dos ultimos anos do Sporting no campeonato e como clube que procura recuperar a sua estabilidade e poderío.
Guimarens é o cerne da questão de tudo isto , uma equipa terrível na sua casa e porque pratica um excelente futebol que arrasou em casa do proprio Braga , tivessemos nós um outro adversário nesta altura na liga mais acessìvel e a estratégia de JJ poderia ter sido diferente para o embate com os alemães.
A mão começa a ser pequena para o passáro gordo que quer agarrar quanto mais querer agarrar 2 , o risco de perder os 2 sería maior.
Cumprimentos.

Sem imagem de perfil

De Assif Osman a 27.02.2016 às 06:06

Bom dia, caro amigo.

Obrigado pelas suas palavras.

O sporting é feito também da sua diversidade de opiniões. Infelizmente, muitos dos outros participantes não partilham das nossas ideias, mas não deixam de ser tão sportinguistas e importantes para o clube como nós. A única coisa que lamento é que nesta fase crucial, em que precisamos de ter energias conjuntas e concentradas na vitoria do campeonato, tenhamos que mostrar crispação interna e de forma pública. Mas, seja como for, vamos vencer! Força, Sporting!

Saudações leoninas.

Assif
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 26.02.2016 às 10:54

Caro City Lion e como já comentei noutro post, não percebo a insistência em querer lançar Bryan e Slimani ao intervalo. O jogo estava controlado pelo Sporting ao intervalo... Para quê, honestamente?

Lamento igualmente que considere que vamos ser campeões por demérito dos nossos adversário e não por nosso mérito. Se o senhor se sente envergonhado pelos nossos jogadores e treinadores ou se acha que não jogamos o suficiente para sermos campeões, eu sugiro que veja e reveja a época do Sporting. O jogo de Guimarães sempre teve uma importância enorme e tenho a certeza de que os jogadores sabem isso perfeitamente e mostrem a mesma atitude do que quando fomos jogar a Setubal, Nacional ou Paços

Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 11:34

Diogo Martins, controlado? Bryan no lugar de Mané e com Slimani no lugar de Teo teriamos muito mais chances de ganhar. Esta época temos oscilado entre o bom o razoavel e o mau mas felizmente tivemos sempre confiança para ganhar varios jogos no fim e nos jogos grandes estivemos bem, cá está apreoveitando bem as debilidades dos rivais.
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 26.02.2016 às 12:06

Ganhámos porque jogámos bem ou porque os adversários jogaram mal? Tem de se decidir. Tanto que tínhamos o jogo controlado que tiram o Kissling para pôr o Ramalho, momento que o Ruiz entra.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 26.02.2016 às 20:52

Tanto que falas e nao dizes nada...

""..... que tiram o Kissling para pôr o Ramalho, momento que o Ruiz entra."""

Mas viste o jogo ?? LOOOOOOOOLL !!
Entao mocinho retirou-se lesionado ... Nao viste !!! Entao qual foi o jogo que viste?? ....
Entao e nao viste que o Leverkusen terminou o jogo com um central de raíz. Um miudo de 20 anos ..... Johnattan Tah !!
Nao viste porque os da televisao também nao disseram... LOOOOOLL !!
Que grande analista és.... e ainda andas por aqui a mandar bitaittes...

Conheces o Ramalho ?? Ou ouviste dizer aos comentadores !!!!
Pois essa é a diferenca entre ter uma opiniao ou falar porque alguém da televisao disse .....
Nem sabes qual a posicao que ele joga LOOOOOOOOOOOOOOOOLL !!

Desiludiste-me Diogo....
Sem imagem de perfil

De CARLOS a 26.02.2016 às 10:58

Como já referi em comentário anterior, muitos posts aqui são de provocação pessoal ao Presidente do Sporting. Atenção que eu não sou seguidista de nada nem ninguém a não ser de mim próprio. Mas realmente neste ponto penso o mesmo que tu pensas. Assim desde o inicio da época que sinto uma forte desvalorização das competições europeias no discurso do Jesus. Para um clube como o Sporting isso não se poderá admitir. Penso aliás que a direção teria que ter tomado desde o inicio da época uma postura contra esse discurso derrotista do treinador e não o fez. Ninguém exige ao Jesus ou a qualquer outro técnico das equipas portuguesas que ganhem as taças europeias, sabemos bem que as equipas portuguesas, todas elas são de segundo escalão europeu para baixo. Mas pelo menos tem que tentar ir o mais longe que possam, foi sempre isso que vi no Sporting. Noutras épocas nunca vi um técnico do Sporting a fazer pedidos para ser eliminado das competições europeias. Realmente quando vi que o adversário era o Leverkusen, sabia que dificilmente o Sporting iria passar, mas pelo menos tem que dar o melhor que possa ter. O Jesus até pode pensar certas coisas, mas não as pode veicular em público, sob pena de desmobilizar jogadores e adeptos. Vamos fazer agora aqui um mero exercicio, vamos pensar nas competições europeias da próxima época, se é assim quem dos adeptos do Sporting irá adquirir bilhetes para ver os jogos, sabendo de inicio que o técnico prefere ser eliminado. Eu não irei ver mais jogos do Sporting nas competições europeias enquanto se mantiver este estado de coisas. Quanto ao geral do clube ele está muito melhor do que estava, como disse não sou segudista de ninguém, mas estou a gostar da maioria da gestão do Bruno Carvalho.
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 11:24

Carlos, o Jesus faz o que quer em Alvalade. Os sportinguistas foram enganados no principio da época com promessas de lutar por todas as competições. A gestão desportiva tem deixado muito a desejar e a venda do Montero foi a ultima gota de água.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 26.02.2016 às 11:29

SL
Não acho que seja mentalidade perdedora, até pelo jogo que se fez.
É evidente que JJ "descansou" alguns para Guimarães e para o campeonato nacional, que é, será e sempre foi o nosso principal objectivo!
Mas pergunto eu, qual é a culpa de JJ quando alguns jogadores que entram em campo, não dão o "litro", terá ido pelo seu discurso? Não acredito!
Só vou dar um exemplo de um jogador que tenho vindo a verificar que o mesmo "não quer" ou "não sabe" mais que "aquilo" - e até sei que ele é "apreciado" por aqui!
CARLOS MANÉ - Que mania de se "agarrar" à bola.... que falta de capacidade para rematar à baliza e entrar em mais um "rodriguinho" e perder a bola. Jogue simples e com a sua velocidade.... que assim, penso eu, irá mais longe!
E fico por aqui!
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 11:36

PSousa, o jogo como disse foi bom durante uns 45 minutos. O discurso de Jesus para a Liga Europa foi muito pouco motivador. Mané concordo mas não era o Jesus que ia fazer crescer os nossos jogadores? Nesse caso e no de William por exemplo passou-se o contrário.
Sem imagem de perfil

De Sotto a 26.02.2016 às 11:44

A diferença entre as grandes equipa e as equipas médias.. é que as grandes querem ganhar sempre...!!!!!!
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 16:00

Sotto, nem mais e recordo as declarações acertadas do Paulo Sousa esta semana a explicar isto.
Sem imagem de perfil

De Alexandre F a 26.02.2016 às 12:27

E depois um outro ponto de vista... O Benfica consegue um contrato de patrocínio nas camisolas com a Emirates, enquanto o Sporting andou a tentar e não conseguiu até chegar a NOS...

Se eu fosse um possível patrocinador olhava para a carreira europeia do Sporting e o que é que via? Eliminado na pré eliminatória da Champions, apuramento à rasca na fase de grupos na Liga Europa com derrota frente ao poderoso Skenderbeu, e nos oitavos duas derrotas... Enquanto o Benfica ganha em Madrid, apura-se para os oitavos na Champions e para já ganha vantagem na eliminatória...

Diz o presidente BdC que o Sporting é a maior potência desportiva nacional, mas eu pergunto se é assim não devia jogar para ganhar tudo? Não devia a maior potência ter mais potência do que o Skenderbeu? Ou o Portimonense?
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 16:01

Alexandre F, estou desgotoso com o que se passou ontem e a quererem passar os sportinguistas por parvos. O Jesus tem o objetivo de ser campeão nos três grandes e quer lá saber do resto para alguma coisa.
Sem imagem de perfil

De Alexandre F a 26.02.2016 às 17:00

Concordo, que ninguém tenha dúvidas que ainda o vamos ver no Porto.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 26.02.2016 às 12:52

Mentalidade perdedora????

O City apresenta como sempre os seus argumentos na minha opinião mal sustentados e agora o City vai responder o mesmo dos meus.

Uma equipa que nesta fase derradeira comanda a Liga com 3 pontos de vantagem , que dominou o campeonato até agora desde o seu início mantendo os papões fregueses do costume sempre á distancia nao pode ter mentalidade perdedora.
As fraquezas porque o Sporting tambem as tem se forem reconhecidas e bem geridas internamente podem não ser entrave decisivo para que o clube a alcançe o objectivo principal da época.
Ganhar sempre queremos todos nós , isso nem tem discussão , mas as vitórias nos jogos não nascem do nada ou acontencem por acaso.
O Sporting dos ultimos tempos tem felismente para todos nós sportinguistas ganho muito mais vezes e cada vez mais começa a ser um hábito mais consistente.
Tudo isso é uma realidade mas que tem sido muito trabalhada , com estratégias mais cuidadas e defenidas.
O jogo de ontem não pode ser nunca isolado no panorama geral que o futebol do Sporting tem para esta época , o adepto mais distraído isola-o de facto e argumenta outro tipo de exigencias mas que na realidade nao pode funcionar assim.
O facto de termos que ir a Guimarens nesta jornada da Liga antes de recebermos o Benfica em Alvalade são circunstancias de todo especiais que não permitem cometer muitos erros e riscos na estratégia global.
Podemos dizer que a oportunidade nao foi a melhor para atacarmos os alemães com outras armas.
Bom dia.
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 16:04

juliuscoelho, quem nem se chateia com a derrota tem mentalidade perdedora. Ontem como disse o Bayer estava ao nosso alcance e perdermos porque não demos tudo. Não sei se isso traz ou não vantagem: ok fisicamente estamos mais repousados mas como sabe a parte psicológica conta muito e termos ultrapassado os alemães davam grande moral (ai sim justificaria uma recepção no aeroporto).
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 26.02.2016 às 14:43

CityLion,

Comparando o futebol à guerra, por vezes para ganhar é necessário retirar e reagrupar... JJ tal como um experiente general é criticado por mancebos que nunca foram vitoriosos e que só sabem criticar a estratégia decidida aquando da eliminação da Champions... objectivo prioritário, o campeonato nacional!
Dizer que a estratégia dos vencedores é ir a todas as guerras com toda a força é de quem nunca ganhou nada!
Sem imagem de perfil

De FPacheco a 26.02.2016 às 16:50

É preciso retirar 4 vezes???
Imagem de perfil

De City Lion a 26.02.2016 às 18:20

Schmeichel, o que me faz mais impressão é haver sportinguistas que aceitam isto com o investimento que fizemos este ano no treinador e em jogadores sem margem para venda futura. Apostamos no curto prazo queremos ganhar o maximo possivel no curto prazo. Não tinhamos um plantel de Champions?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 26.02.2016 às 18:48

Citylion.
Eu acho que temos tido uma boa política de contratações, que nos permite ter ano após ano melhorias evidentes... ninguém disse que temos um plantel para competir de igual para igual na champions.
O investimento no treinador reflecte-se nos 11 pontos que temos a mais neste ano!
Sem imagem de perfil

De ALM a 26.02.2016 às 19:13

Esta é uma guerra com 5 batalhas. Ganharam a batalha mais fácil e perderam as duas seguintes. A batalha principal nem era preciso ganhá-la indo até ao fim, para isso eram precisos mais e melhores soldados (talvez os tenham, mas não lhes dão valor ou não os treinam o suficiente), bastava conquistar algum terreno ao inimigo para alargar e mostrar o vosso poder e a vossa força. Nem isso conseguiram fazer. Na 2º maior e duradoura batalha estão um pouco dominantes mas pode não ser o suficiente para a ganhar. Talvez o cansaço das tropas inimigas, que por terem mais carácter, aguentaram-se mais tempo noutras batalhas vos salve a época e ganhem a última batalha.
Não acham uma cobardia ganhar apenas o campeonato, jogando no cansaço dos adversários tendo-vos excluído de disputar outras provas em que eles lutaram até onde puderam?

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo