Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A recandidatura: um segredo mal guardado

Leão Zargo, em 30.03.16

 

BdC 2015.jpg

 

A recandidatura de Bruno de Carvalho à presidência do Sporting é um pouco como aquela história da pescadinha de rabo na boca: antes de o ser, já o era. Na verdade, nunca chegou a ser grande segredo. Muitos sportinguistas sempre pensaram que, no dia seguinte à vitória eleitoral de 2013, Bruno de Carvalho começou a planear a recandidatura. Para os mais cépticos há a entrevista ao jornal Record, em 27 de Março de 2015, onde o presidente do Sporting anunciou que estava na corrida para um novo mandato. “Vou recandidatar-me”, garantiu.

 

Bruno de Carvalho possui uma faceta de jogador que o leva sempre a procurar antecipar a jogada do seu antagonista. Há um ano atrás, Bruno de Carvalho passou pelo seu maior aperto como presidente do Sporting. Estava bem presente na memória de todos a tentativa frustrada de demissão de Marco Silva. A conquista da Taça de Portugal e a contratação de Jorge Jesus permitiram-lhe serenar as águas e lançar a época de 2015-16. Serviu-lhe de lição e, por certo, não quer outro aperto assim.

 

Talvez por isso, Bruno de Carvalho agora pretende apressar a contenda, pois tem visíveis dificuldades na gestão do seu tempo de intervenção pública. Ouvir-pensar-falar-calar-ouvir-pensar-falar não é com ele. Como se isso não bastasse, há ainda os imponderáveis do futebol e de uma situação financeira periclitante. Por isso, aposta nos meios de que dispõe para espalhar a versão dos acontecimentos que lhe interessa, mesmo confundindo a veracidade dos factos à vista. Nisto revela-se um discípulo fervoroso de Sun-Tzu: "As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas."

 

Tirando a ironia do recurso à malfadada comunicação social (“Rascord” e “A Burla” na curiosa linguagem dos apaniguados), fica a certeza de que o Clube já está em campanha eleitoral, apesar de se viver um momento crucial pela luta do título de campeão nacional. Precisamente o mesmo Bruno de Carvalho que considerava indispensável que todos os sportinguistas se focassem nas finais que ainda vão decorrer até Maio. Há quem se recorde de Sousa Cintra quando se demitiu em Junho de 1991 para provocar eleições antecipadas.

 

Agora, não há volta a dar e o Clube entrou em modo campanha eleitoral. Bruno de Carvalho pica os sectores da oposição na tentativa de que saltem os candidatos, pois precisa de citar nomes na praça pública como do pão para a boca. Mas, em quem não se revê na actual direcção, há o receio de que fica pelo caminho quem avançar demasiado cedo. O tempo é de nervos de aço e de cabeça fria. Haverá guerrilha de parte a parte, isso é certo, e Bruno de Carvalho é especialista nessa área. Pelo sim e pelo não, como joga em antecipação, já começou a marcar o território e a elaborar a lista de apoiantes.

 

Acredito que haverá um candidato na oposição que faça sonhar os sportinguistas, que os entusiasme e os mobilize. Agora já é tarde para recuar. Pode demorar a surgir porque não se trata de lugares e de prebendas no Sporting, mas de um projecto para o Clube. Lugares e prebendas distribuem-se rapidamente, as bases de um projecto demoram mais a construir. Quem chegou aqui já não recua. É tempo dos sportinguistas superarem o seu labirinto de ideias e de memórias. Os dados estão lançados e vamos para um “tempo” que não se repetirá na vida de muitos. Nestas ocasiões, convém recordar quem sabe. Por exemplo, o padre António Vieira: "Quem quer mais do que lhe convém, perde o que quer e o que tem. Quem pode nadar e quer voar, tempo virá em que não voe nem nade." Sinal de confiança !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


41 comentários

Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.03.2016 às 13:02

É certo e sabido que o homem se ia recandidatar!
Mas uma coisa é certa, o clube ainda não está em campanha eleitoral... mas talvez sim o seu actual presidente.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 13:11

PSousa,
se o presidente do Sporting está em campanha eleitoral e utiliza os próprios órgãos sociais do Clube nessa campanha...
Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.03.2016 às 13:14

Isso não quer dizer que é o clube que está em campanha, o mais que você pode dizer é que BdC está a usar o que não devia, pelo menos nesta altura do "campeonato".
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 13:21

Aguarde pelos próximos tempos, PSousa. Terá a oportunidade de assistir ao pior do que há... numa campanha eleitoral!
Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.03.2016 às 14:03

Zargo,
Já nada me surpreende, nem no reino do Leão... nem em qualquer outro reino!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 15:09

PSousa,
é inerente à natureza humana!
Sem imagem de perfil

De Zé Vitor a 30.03.2016 às 13:23

Parece que ele agora proibiu o vermelho lá no Lumiar.

http://www.jn.pt/desporto/interior/bruno-de-carvalho-proibe-o-vermelho-5100759.html

ehhehe ainda não parei de rir, com este gajo.


cumprimentos

Zé Vitor
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 13:29

E o azul pode-se?
Imagem de perfil

De Corvo a 30.03.2016 às 14:20

Azul? Nem sonhar!
É crime lesa-majestade.
E cumpram ordens sem fazerem grandes ondas porque senão terá de tomar medidas drásticas e proibir o vinho tinto.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 15:11

Corvo,
olhe para dentro da casa benfiquista, vá lá...
Imagem de perfil

De Corvo a 30.03.2016 às 16:53

E então? Que há por lá que mereça reparo especial?
O Renato S joga de chuteiras verdes e não e por isso que não dá conta do recado.
E não estou muito certo, mas parece-me que há para lá uns quantos que jogam com chuteiras da mesma cor, e azuis.
Continuo a não ver grande prejuízo para o Benfica.
:)
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 17:34

Corvo,
as últimas chuteiras da Adidas são de cor verde e há muitos jogadores que as usam. No Sporting, no Benfica e noutros clubes. E fazem bem porque são excelentes. Mas, também há quem calce Nike vermelhas que também têm muita qualidade. No Sporting, no Benfica e noutros clubes.
De qualquer modo, digo-lhe o seguinte: é infantil se houver alguma restrição aos jogadores quanto à utilização de determinadas cores. Aliás, as cores proibidas tornam-se as mais apetecidas. É dos livros.
Imagem de perfil

De Corvo a 30.03.2016 às 20:32

Mas é claro que sim! Por isso nunca saí do registo de brincadeira.
Além disso, os jogadores, e não só, têm as suas superstições e muitas relacionadas com a cor, para lá dos gostos pessoais.
Particularmente detesto a cor vermelha e gosto da verde e azul. E era, porventura, por uma questão de matização preferida que não defendia o Benfica com unhas e dentes?
Infantilidade; disse e muito bem.
Ps: Por acaso, essa coisa dos livros que referiu serem as cores proibidas as mais apetecidas, teria influenciado a ida do Carrillo para o Benfas?
Vai ver que foi isso. :)
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 20:52

Corvo,
estou a ver que lhe puxa o pé para a brincadeira. Carrillo vai para o Benfica por falta de jeito de Bruno de Carvalho para negociar os casos bicudos.
Isto é, Carrillo vai de carrinho! Com muita pena minha.
Imagem de perfil

De Corvo a 30.03.2016 às 21:06

E quem não sabe?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 30.03.2016 às 13:53

Caro Leão zargo,

A recandidatura de BdC é o expectável e o exigido pela maioria dos sócios. Não percebo onde é que BdC surpreendeu alguém.... até o próprio post o refere que ele já o tinha dito há um ano atrás.

Tendo em conta o que foi o mandato de BdC não percebo a histeria com a comunicação de recandidatura, ou melhor entendo bem a histeria com o único propósito de o descredibilizar e de o atacar (como têm sido hábito nestes últimos 3 anos). O que seria então uma decisão de um Presidente a sério? não informar que se vai recandidatar? ele com esta decisão está a dar tempo à oposição para se preparar... portanto, acabou o tempo das desculpas.... quem quer ser alternativa, que se apresente, com ideias, e não apenas com um programa de critica ao que este Presidente faz e diz, porque para se ganhar a BdC tem de se ter um programa alternativo e válido.... BdC permitiu esse tempo à oposição!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 14:03

Caro Schmeichel
Considero que a recandidatura de Bruno de Carvalho não constitui uma surpresa. Sempre disse que estava escrita nas estrelas desde o dia seguinte à eleição em 2013. Para os mais distraídos, há um ano atrás BdC fez questão de o recordar. Bastará uma apreciação breve da sua personalidade e a forma como geriu os conflitos internos para se saber o que vinha a caminho.
Não questiono o direito de apresentar a recandidatura, mas questiono a sua oportunidade. Afinal de contas foi o próprio BdC que apelou aos sportinguistas que se focassem nas finais que vão ser disputadas até ao mês de Maio!
Sem imagem de perfil

De vitor a 30.03.2016 às 14:41

Não foi há um ano. Foi desde o primeiro dia que ele disse que vinha para ficar muito tempo, FELIZMENTE.
Preparem-se, façam uma oposição a sério, Quanto à oportunidade ela é a melhor para vocês, arranjem candidato e candidatem-se. Têm muito tempo para isso.

Vitor
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 15:13

Vítor,
aposto que vai haver "oposição a sério"! Singelo contra dobrado. Se calhar é por isso que vai grande a preocupação.
Sem imagem de perfil

De Carlos Lopes a 30.03.2016 às 14:00

Lá vem você com o Sun-Tzu, deve ter o livro na mesa de cabeceira, cita-o em todos os post's... lol... não vale a pena que a malta também já leu.
Gostava de perceber qual é o seu problema quando um presidente que faz um bom trabalho pelo clube (e este tem-o feito de facto) tenha vontade em recandidatar-se.
Já agora, também gostava de saber porque é que o ex-presidente, que tanto se agarrou ao lugar ao ponto de ameaçar com assembleias gerais na bancada central, e que achava sem um pingo de vergonha na cara que tinha condições para continuar a levar o clube para o abismo não se recandidatou.
Pois é, bonés há muitos...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 14:07

Carlos Lopes,
faço três-citações-três: Sun-Tzu, António Vieira e Bruno de Carvalho (ele próprio)! E só se apercebe de uma?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.03.2016 às 14:13

Carlos Lopes,

Até acho uma iniciativa construtiva o meu colega ter o livro de Sun-Tzu, ou qualquer outro do género, na mesa de cabeceira. Sempre é melhor do que ter a foto do Bruno, como será o seu caso, para venerar religiosamente todas as manhãs ao levantar.

O caro é o novo porta-voz da falange ?... É que agora surge prontamente armado com respostas a tudo que, por qualquer motivo, faça sombra ao Bruno.
Sem imagem de perfil

De Carlos Lopes a 30.03.2016 às 14:28

Mas qual "falange"?
A dos 40 mil novos sócios em 3 anos?
Não, eu pertenço a outra "falange", a que paga cotas há mais de 40 anos e que já viu o clube na miséria por 2 ocasiões, depois de Jorge Gonçalves ( RIP ) e depois de Godinho, da 1º vez quem arrumou a casa foi o Sousa Cintra, e desta vez foi o Bruno de Carvalho, isto são factos, o resto são "tretas".
Ainda não perceberam que a "falange" são vocês próprios, meia dúzia de gatos pingados que mais não fazem do que criticar por criticar, ainda por cima sempre destrutivamente e apenas por razões pessoais? O Sporting está acima das pessoas, sejam elas quem forem.
Se ainda não percebeu daqui a 1 ano vai perceber, ai vai vai.
Criticar é fácil, fazer é que é difícil.
E já agora responderem à pergunta que deixei, é "não sabem ou não respondem"?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 15:17

Carlos Lopes,
se a oposição como você diz é constituída por "meia dúzia de gatos pingados que mais não fazem do que criticar por criticar" não se percebe por que razão há tanto nervosismo e preocupação nas hostes. É que meia dúzia de gatos pingados não aquecem, nem arrefecem!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 15:20

Caro Rui Gomes
O Carlos Lopes esteve a ler o Sun-Tzu por estes dias. Não vem mal ao mundo e sempre é melhor do que ler todas as noites antes de se deitar o livro de citações do Messias.
Sem imagem de perfil

De PedroC a 30.03.2016 às 14:17

Vocês ate quando ha a oportunidade de fazer alguma coisa, sem ser apenas conversa fiada nos blogs e na net como têm feito nos ultimos anos, têm de arranjar alguma desculpa, ou fazer alguma critica, ou arranjar algum esquema para provar que a situacao è prejudicial aos que se opoem de alguma forma a esta direccao.

Aquele tipo de tretas e desculpas que usam para nao ir as ag's fazer as criticas.

Toda a gente pode falar, dizer o que quiser, mas no final a verdade è so uma! Quem escolhe, quem manda sao os socios. E no dia de votar, chamem-se brunos ou barreiros, ganha quem tiver mais votos.

Agora nao sei quem tem mais receio neste momento. Se o Bruno de perder o poiso por nao ser competente para o manter, ou se a oposiçao de nao o ganhar, por na realidade se resumir apenas a meia duzia de ressabiados, com zero ideias para o Sporting.

Se calhar è por isso que ficaram tao escandalizados com este anuncio tao precoçe. Queriam ver se mantinham o suspense, e se escondiam a careca mais uns tempos.

Estes podem compreendo que estrabuchem, porqur nada maid sabem fazer. Tenho a certeza de que se por acaso houver alguem com uma alternativa credivel, pouco se importara com este anuncio. Se calhar ate o agradeçe. Quem nao tem medo vai a luta! O problema mesmo è que nos ultimos 3 anos, ninguem apareceu para lutar. A nao ser aqui...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 15:24

PedroC
Não leve a mal. Mas isso é copy paste de algum briefing apressado! É que na realidade não comenta o post e vem com uma conversa repetida pelo menos mil vezes.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 30.03.2016 às 15:34

É o forte deste leitor !!!
Sem imagem de perfil

De PedroC a 30.03.2016 às 19:13

E obrigado por me colocar na lista do "briefing".

Que honra para um pé descalço como eu.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 19:32

Não precisa de agradecer, PedroC. Mas, na verdade limitou-se a repetir frases que já utilizou anteriormente, sem comentar o texto do post.
E não há a necessidade de classificar depreciativamente pessoas que se limitam a exprimir as suas opiniões num blogue.
Sem imagem de perfil

De Leao de Coimbra a 30.03.2016 às 14:18

Figo?
Sem imagem de perfil

De J.Pinto a 30.03.2016 às 14:48

Em primeiro lugar, creio que o Sporting tem estado desde a 2ª metade do reinado de GL em campanha eleitoral - e quando digo Sporting, digo BC enquanto oposição e presidente mas também uma serie de "notaveis" que não apoiando ninguem em especial (para já) são oposição permanente a BC e só aparecem por vezes porque o bom trabalho deste mandato não o tem permitido

Segundo - é um facto que o que se passou com MS, foi 0 momento mais complicado de BC, mas a maior parte dos adeptos esteve contra a decisão de despedir o treinador e não propriamente contra o presidente ou contra a permanencia deste à frente do Sporting

O que se viu repetido pela blogosfera eram apelos para que BC mantivesse MS para que ambos pudessem continuar a fazer o bom trabalho que até ali tinham feito

BC ou qualquer outro presidente está sempre dependente do resultados e se viesse outro treinador que não JJ, seriam os resultados que definiriam o futuro de ambos.

Quanto ao anuncio da re-candidatura, não vejo qual é o mal - não é qualquer surpresa e nao vai afectar minimamente os jogadores. Pior seria fazer disso um tabu "a la Cavaco"

Pessoalmente eu encaro estas eleições com bastante expectativa - acontecem numa altura de franca recuperação do clube e são as primeiras desde que me lembro que acontecerão na altura devida e quer o presidente, quer os opositores pode preparar a estrategia cuidadosamente e sem pressas
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 16:07

J.Pinto
Tem razão, há muito que o Sporting vive numa espécie de campanha eleitoral permanente. Mas, confesso que não considero que esse seja o maior dos problemas, pois quem governa tem de estar preparado para a oposição. É um falso problema, portanto.

A propósito de Marco Silva abordei apenas o “aperto” que Bruno de Carvalho apanhou. Na verdade, não há dados objectivos para mais do que meras suposições.

Como já referi, não vejo grande problema no anúncio da recandidatura no jornal A Bola. Já estava à espera. Registei foi a ironia de ter sido feita naquele jornal que alguns sportinguistas chamam A Burla e por quem apelou a que nos focássemos apenas nas finais que faltam disputar.
Sem imagem de perfil

De m1950 a 30.03.2016 às 15:17

"Do ponto de vista da gestão global é possível fazer mais e melhor e não demonstrar um complexo de inferioridade permanente em relação a alguns dos nossos adversários e ter uma postura de respeito e tolerância, não só para com os adversários mas também com aqueles que, sendo sportinguistas, pensam de maneira diferente", defendeu, em declarações à RR." - Rui Barreiro.

Volto a notar em poucos dias , a utilização da expressão "complexo de inferioridade" , já o tinha visto aqui 3 vezes repetido por um comentador citado na rubrica opinião do leitor , e agora vejo o senhor Rui Barreiro a dizer o mesmo. Começou no Paulo Bento , e é uma das frases preferidas da comunicação do Benfica há muitos anos , frase que certamente todo o auditório leonino já ouviu na boca de um benfiquista.
O Rui Barreiro a quem Ojogo deu espaço como colunista , que surge na Revista Sábado que lançou em 3 clássicos 3 peças de ataque ao Sporting seja a Jesus , seja à vida do Visconde , seja ao Bruno de Carvalho antes de clássicos decisivos , mostra estar orientado a nível de comunicação por pessoas que querem tudo menos o bem do Sporting. Sendo que demonstra ainda estar numa espécie de missão , pois quando surgiu repetia coisas aqui escritas no Camarote tal como a ideia do "debate televisivo" , depois a estupefacção pela abertura de uma AG em resposta a um sócio.

Ou seja temos aqui um tipo que está a nado e quer vir brincar , nem sequer tem estratégia de comunicação , é inspirado pelo Ministro de Carnide e pela leitura que faz ao camarote onde vem buscar umas "dicas" e agora é colunista no Ojogo.

Uma coisa para mim é certa , os rivais têm interesse em que este Presidente saia , torcem para apanhar um pato outra vez , o que não se deve nunca conjugar , são sportinguistas com o Benfica , estarei atento a todas as campanhas e todas as propostas , até porque eu sou da ideia , de que quando mais este Presidente for apertado mais vai trabalhar , portanto gostava que aparecesse uma oposição capaz com alternativas e propostas para o Clube, isso não deixará ninguém adormecer , e o Sporting [o Bem maior] irá ganhar com isso.

Em relação ao Bruno de Carvalho , não deixo de registar com alguma preocupação o facto de ter dentro do seu próprio seio um processo de quase dissidência , com a saída de elementos que foram um dia decisivos , que hoje mostram não acreditar nesta liderança. Terá de crescer e entender que um líder conquista não impõe , e para ser forte terá de ser respeitado pelos que o acompanham , mas para isso terá de se dar ao respeito e respeitá-los também.

O poder só transforma os líderes mais fracos , esta é uma frase que gostava lhe chegasse , pois se os que o apoiaram deixaram de lhe reconhecer capacidade ou integridade alguma coisa aconteceu aí , e falo principalmente do Miguel Paim , que foi um dos que ajudou a derrubar Godinho Lopes , eu e muitos somos gratos a coragem desses 2 jovens ( André Patrão e Miguel Paim).

O Clube está a criar uma estrutura forte e é mérito seu e da sua equipa , ganhará estas eleições com título ou sem título , nem que não seja por mérito terá o voto de gratidão dos sportinguistas , mas a continuar assim ficará muito vulnerável a médio prazo a que venha uma personalidade mais consensual prometer que mantém a sua equipa e sai apenas a cara do líder e alguns retoques já que a globalidade dos sócios está satisfeita com o crescimento indiscutível do Sporting a todos os níveis.

Em 2017 terá os meus votos (garantido) mas espero que seja por mérito e não por gratidão.

Fica aqui o meu puxão de orelhas.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.03.2016 às 16:21

m1950
Permita que lhe diga que divagou sobre algo que não decorre directamente do meu post. Estará relacionado apenas muito indirectamente, mas isso não torna justo o seu comentário.

Tem razão quando afirma que Bruno de Carvalho deveria olhar para dentro e procurar perceber por que razão se afastaram muitos que acreditaram nele em 2013 (ou até em 2011). Mas, parece-me que isso não será possível em virtude do ambiente de entricheiramento que se vive no círculo restrito de Bruno de Carvalho.

Durante muito tempo resolveu-se esse dilema com uma conversa miserável: "Bruno" é tão bom, tão incrivelmente bom, que quem se afastou foi porque não obteve tacho ou tem agenda.
Entretanto, como se afastaram muitos (e muitos) que acreditaram em Bruno de Carvalho a conversa sobre agendas e tachos tornou-se pateta e contraproducente. Um problema, de facto!

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 30.03.2016 às 22:45

Caro Leão Zargo
A recandidatura de Bruno de Carvalho não apanhou ninguém de surpresa. Faz parte do seu projecto pessoal de ser Presidente/patrão do Sporting à maneira antiga. Parece que passou despercebido, mas não é por caso que aponta os exemplos de Pinto da Costa e de Luís Filipe Vieira, como modelos a seguir. Não sei se fica, mas estou convicto que veio para ficar. A minha convicção é que não está no Sporting com espírito de missão, como João Rocha e outros. Independentemente da sua eventual competência, encontrou no Sporting o seu modo de vida. Sejamos realistas: só uma candidatura forte, mobilizadora e credível, o pode derrotar neste momento. Espero que as dicas que avança tenham pernas para andar, para bem do Sporting. SL
Sem imagem de perfil

De Drake Wilson a 31.03.2016 às 02:37

“ A construir o futuro!
1. Hoje a minha filha mais velha Catarina faz 13 anos!
2. Reforço na aposta do atletismo, a nível nacional e europeu!”
– Página de Facebook denominada “Página oficial do presidente do Sporting Clube de Portugal”, colocado no dia 28 deste mês, às 10.30.

“Porque Portugal não é um país de vadios. É um país de amadores”
– José Almada Negreiros, “Ultimatum Futurista”, 1917

Hoje infelizmente, na cerimónia de lançamento do “Programa de Educação e Formação” promovido pelo SJPF, não se verificou a presença do presidente do Sporting, provavelmente ocupado com a publicação numerológica designada “A Construir o Futuro”, apresentada na sua página oficial. Não me parece que a ausência no evento seja um escândalo, mas de certo modo a preocupação em apresentar “provas” do trabalho desenvolvido por sí é tal modo sôfrega, que difícil será conciliar tempo para o desempenho da sua função em obrigações institucionais.

Tal questão, levou-me a reflectir acerca da realidade sócio-cultural do nosso País, e como esta define sobejamente o olhar sobre os quais os portugueses na generalidade observam com desinteresse a sua responsabilidade social. Não de diferente prisma, (pouco) se valoriza a política, as artes, a cultura, a proteção do enraízamento do legado. De todos os tempos, os portugueses que mais me marcaram foram o Gen. Ramalho Eanes e José Almada Negreiros. Este último, na sua obra de 1917 (8 anos após a implementação da República) – Ultimatum Futurista – define o estado no qual o nosso povo estava mergulhado, em águas em tudo semelhantes à actualidade. Segundo ele, “o português só conhece sentimentos passivos: a indolência, o servilismo, a timidez, a resignação”

O problema do presidente não está declaradamente na energética atitude em prol do que considere em superlativo como a defesa do Sporting. Bruno de Carvalho, como qualquer sportinguista, deseja o melhor para o clube, algo que não duvido. A sua intransigência no apuramento de responsabilidades ao mau trato financeiro do clube, assim como o colocar a descoberto a tendência de não se considerar o Sporting no respeito que lhe é merecido – principalmente por o que representa no/para o nosso país –, são os pontos fortes que este tem como vantagem sobre anteriores “homens-fortes” do clube. Bruno de Carvalho trouxe ao Sporting outra proactividade, “acordou” as massas desinteressadas que só pagam quotas quando o Sporting está na frente, e o universo sportinguista em larga escala foi magneticamente atraído a sí. Bruno de Carvalho ergueu sozinho a onda verde-e-branca adormecida. Dos tais que andavam a dormir.

O problema do presidente não se prende com o emocional envolvimento e a “reinvenção” do Sporting, o mesmo que terá levado Visconde de Alvalade a não se submeter ao estigma de pequenez. O problema sim, prende-se com o isolamento a que o presidente remeteu o Sporting e a falta de soluções competentes a administrar num clube em delicada situação financeira. O irresponsável caso Doyen foi um revés seu após a vitória no caso Bruma, mas a gestão de assuntos como Dier, Carillo, falta de publicidade nas camisolas, ou mesmo os dois ex-técnicos, não se explicam apenas por azar. Bruno de Carvalho demonstrou a sua não-aptidão como gestor – algo que o seu passado pessoal também não esconde – e agora, na sua própria interpretação de herói dos tempos modernos, nada mais tem a mostrar do que um estudo que salda positivamente entradas e saídas de jogadores no decorrer do seu mandato.

(...)

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo