Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Agora, sim, é só ruído

Rui Gomes, em 23.01.18

 

As duas últimas semanas foram destrutivas, sem nexo e prejudiciais para quem quer ver esclarecidas as suspeitas que importa.

 

19668301_GZJst.jpg

Muito do que aconteceu é consequência directa da Assembleia Geral da Liga que oficializou o azedume entre os 13 clubes do G15, o FC Porto e o Sporting. E, tal como o sentido de oportunidade do G15, acabou por servir apenas para agravar (muito) o ambiente e espalhar a infecção, também as consequências e retaliações foram inúteis e destrutivas.

 

Só numa circunstância se pode aceitar que o empenho de jogadores e treinadores seja questionado, como aconteceu no Tondela-Benfica e no Braga-Benfica: quando a polícia investiga, e mesmo assim com cuidado. Estamos a falar da relva; não das alcatifas dos gabinetes. A última coisa que os clubes podem querer é que os adeptos percam as ilusões. Não há nenhuma fonte mais credível, aos ouvidos do público, do que o futebol a dizer sobre si próprio que não tem carácter: não é uma suspeita que se levanta; é uma confissão. Foi isso que, sobretudo, Bruno de Carvalho e Nuno Saraiva fizeram, com uma ligeireza agoniante.

 

Está bem que há hipocrisia da parte de quem usou métodos semelhantes durante anos e anos, mas a teoria do olho por olho só produz cegos. O mesmo se aplica às últimas revelações dos emails. Nestes meses, ficámos a saber de muitas coisas importantes, que não são ruído, nem cabalas, nem campanhas, nem "ataques ao coração do Benfica", como Rui Vitória lhe chamou (sem pensar na quantidade de pessoas que ofendia, ele que é um cavalheiro). Lançar suspeitas sobre outros clubes, como sucedeu no último Universo de Bancada, é perder o foco, diluir o assunto, fornecer álibis fáceis a quem sabe usá-los. Estas, sim, foram duas semanas de puro ruído.

 

José Manuel Ribeiro, jornal O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


9 comentários

Sem imagem de perfil

De MarcoI a 23.01.2018 às 10:09

Como se os últimos 2 ou 3 anos não estivessem repletos de "puro ruído", sendo este caro colunista um dos que o produz em boas e ridículas doses...

Hoje em dia o jornalismo desportivo está, infelizmente, destinado exclusivamente à camada populacional menos inteligente (seja na televisão seja nos jornais). Não se aproveita nada :/ (este blog é distinto, obviamente!!! :-D )
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2018 às 12:04

Eu ia precisamente referir isso.
De artigos e posições "sérias" como a deste artista está cheio o jornalismo desportivo. Daí que seja a miséria que é.

Focam-se em tudo menos no desporto.
Sem imagem de perfil

De antonio a 23.01.2018 às 12:04

O comentário acima é meu
Sem imagem de perfil

De João Sportinguista a 23.01.2018 às 10:15

Muito bem, comentário lúcido nada incendiário; de incêndios ficamos fartos mo "ano de sonho".
Mas o processo dos e-mails tem que continuar, há matéria para investigar a fundo e terá que haver consequências se for o caso.
SL
Sem imagem de perfil

De Pereira a 23.01.2018 às 10:19

No Tondela - FC Porto não há nada de suspeitar?
Sinceramente!
Sem imagem de perfil

De Flip a 23.01.2018 às 11:27

Exactamente por haver é que sai agora este artigo tão pueril. Quando as falhas favoreciam os clubes de Lisboa não se lembrou este avençado de contumil de escrever estas palavras; assim que acontece um lance ridículo daqueles a favorecer os patrões "alto lá, acabemos com este ruído e voltemos ao tema anterior". A expressão "lobo em pele de cordeiro" assenta-lhe que nem uma luva. Mas está longe de ser o único, claro está.
Sem imagem de perfil

De Sérgio a 23.01.2018 às 11:34

Olha este! agora põe-se de lado. Ele que andou a embarcar em teorias da conspiração agora já não lhe parece bem o "ruído". A parte do texto onde diz: "Está bem que há hipocrisia da parte de quem usou métodos semelhantes" bem podia usar ele próprio para enfiar uma carapuça na cabeça.
Perfil Facebook

De João Paulo Gonçalves a 23.01.2018 às 12:03

Digam ao homem para ser mais directo no que escreve.
Conversa redonda para não se comprometer muito com o que diz, é típico deste senhor. Faz lembra o "vocês sabem do que é que eu estou a falar..."
Se todos alinhassem pela suposta cartilha, o que não se teria escrito sobre o FCP-Tondela...
Sem imagem de perfil

De Bento de Jesus Carvalho a 23.01.2018 às 14:03

Honestamente, lendo e ouvindo os comentários da maior parte dos jornalistas, tenho dificuldade em encontrar algum que considere isento.
Criticam o "ruído" criado por dirigentes, diretores de comunicação e até treinadores dos clubes, mas no fundo vivem disso, e se esse "ruído" não existisse a maior parte deles teria o emprego em risco, pois só este alimenta uma imprensa desportiva em que pontificam 3 jornais desportivos diários, o que constitui caso único na Europa (pelo menos é essa a ideia que tenho).
Aqui há uns dias estive a ver no youtube alguns resumos alargados de jogos antigos, e não é que os jornalistas entrevistavam os jogadores e treinadores antes dos jogos, ao intervalo e no fim, com uma naturalidade que hoje não se vê. E mais estranho ainda os jogadores ao invés de repetirem lugares comuns, falavam do jogo das suas incidências, das alterações tácticas, da influência da entrada deste ou daquele jogador. Não era necessário virem os pseudo intelectuais que por aí pululam a interpretar esta ou aquela táctica.
Pensei para mim mesmo, que me tinha apaixonado pelo futebol naquela época, e que hoje não teria sucedido o mesmo.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo