Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Paulo-Oliveira-608515.jpg

 

O Sporting confirmou esta segunda-feira o acordo com o Eibar para a venda de Paulo Oliveira. O Clube vai encaixar, no imediato, 3,5 milhões de euros, mais 500 mil euros se o emblema espanhol conseguir a permanência na La Liga.

A Sporting SAD fica ainda com 30 por cento dos direitos económicos do defesa-central e uma cláusula de recompra que será válida durante as próximas três épocas, embora não tenha revelado os valores dessa cláusula.

O Eibar também confirmou a contratação de Paulo Oliveira, que assinou um contrato válido até 2021.

 

Agrada-me a cláusula de recompra e algo me diz que chegará o dia em que será exercida. Continuo a não compreender esta tomada de decisão (venda) mas não duvido que tudo partiu da posição de Jorge Jesus em relação a Paulo Oliveira. A SAD (leia-se, Bruno de Carvalho), limitou-se, mais uma vez, a fazer a vontade ao treinador.

 

Nota: António Teixeira, empresário de Paulo Oliveira, teve isto para dizer sobre o jogador e a transferência:

 

«Jogar na Liga espanhola é sempre importante para um jogador e o Paulo está muito motivado para este novo desafio. Nestes três anos de Sporting, jogou quase sempre durante o primeiro ano e meio. Depois as oportunidades foram menos.

 

O Paulo Oliveira gostaria de ter jogado mais no Sporting, mas reconhece que as opções do treinador têm de ser respeitadas. Ninguém lhe pode apontar nada de negativo, assim como o jogador só pode dizer bem do clube, que sempre o tratou da melhor maneira.

 

Houve abordagens do SC Braga e V. Guimarães, para além de clubes alemães e outros emblemas espanhóis, mas o Eibar foi quem se movimentou mais rapidamente».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:05

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


33 comentários

Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 17.07.2017 às 15:56

O Paulo Oliveira era o central mais fiável do plantel. Podia não chegar ao nível do Coates nos melhores jogos, mas também não baixava ao nível do Coates nos piores. E a bitola era alta, francamente. Achei uma péssima venda, desprestigiante para o clube e para o jogador. 3,5 milhões?! Um central seleccionável, ainda por cima, face ao panorama carenciado do futuro próximo nessa posição?! Um central bem melhor do que Ruben Semedo, vendido por um quarto do preço daquele?! Preferia que o tivessem emprestado a um Braga ou um Guimarães, que ambos o queriam, e depois logo se veria: para o ano, se ele tivesse evoluído, voltava; se ele tivesse mantido o nível, então vendia-se, e de certeza por melhor preço, uma vez que teria jogado de certeza.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 17.07.2017 às 15:59

Ah, e outra coisa: cabeça no lugar. Do que se percebe, é dos jogadores mais estáveis emocionalmente do plantel. Um elemento discreto, tipo Ricardo Carvalho, e que dá toda a sensação de ter um efeito positivo no balneário. Que me lembre, nunca criou ondas, e já passou do relvado à bancada. Enfim...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo