Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

NoticiaNoImage.jpg

 

Comunicado do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol

 

 

1. O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, pela natureza das suas competências, tem por regra a não intervenção pública.

 

O exercício da função disciplinar, qualquer função disciplinar, quer-se serena e reservada.

 

Situações há, todavia, em que o órgão disciplinar do futebol português não só pode como deve pronunciar-se publicamente mediante a emissão de comunicado.

 

O Conselho de Disciplina, na época desportiva que se encontra a quinze dias do seu final, já o fez, embora, naturalmente, em casos contados.

 

2. A emissão de um comunicado como a que agora se efectiva sendo excepcional deve fundar-se em razões ponderosas e objectivas, que reclamem a tomada de uma posição pública junto de todos os operadores do futebol e, acima de tudo, perante aqueles que vêem nessa modalidade desportiva uma referência quase diária, isto é, os adeptos, os amantes do desporto e o público em geral.

 

3. Hoje toda a imprensa confere assinalável destaque a um conjunto de declarações e factos, de diversa natureza e origem.

 

Refere-se ainda a investigação do Ministério Público e do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

 

Assim sendo, perante este retrato público, não pode o Conselho de Disciplina deixar de se exprimir, em nome da confiança que devem merecer as instituições desportivas que exercem o poder disciplinar junto de um, como vimos, vastíssimo universo de entidades e pessoas.

 

4. Na sequência das primeiras declarações e notícias sobre o mesmo objecto, que tiveram lugar a 6 e 7 do corrente mês, o Conselho de Disciplina determinou no dia 8, a abertura de um processo de inquérito para apurar a possibilidade de, a partir delas, se configurar ou não a prática de alguma infracção disciplinar.

 

Tal despacho foi, de imediato, remetido à entidade com poder instrutório disciplinar exclusivo, a Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

 

Ontem, perante novas declarações e notícias, foi determinado anexar esses elementos ao processo de inquérito.

 

O mesmo sucederá amanhã perante as notícias de hoje e sempre assim será quando o Conselho de Disciplina tomar conhecimento de elementos relativos ao objecto do inquérito.

 

Esclareça-se, aliás, que ao Conselho de Disciplina não chegou, até a este momento, qualquer denúncia, participação, queixa, seja de quem quer que seja ou mesmo anónima.

 

O Conselho de Disciplina agiu de imediato, perante as declarações e notícias públicas, como lhe impõe a lei e os regulamentos, não se demitindo das suas funções a coberto da necessidade do impulso de outros.

 

5. No momento em que nos encontramos a cerca de duas semanas do início de uma nova época desportiva, seria bom que os procedimentos disciplinares, relativos ao passado, se encontrassem a findar.

 

Não é assim e por diversas razões, muitas delas de natureza processual e erigidas em nome da garantia de defesa dos próprios agentes arguidos.

 

6. Tal, contudo, não deve ser um entrave a que o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol e todos os operadores do futebol, desde logo, também, a Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, façam todos os esforços que são reclamados por todos aqueles que verdadeiramente amam o futebol como modalidade desportiva que se desenrola em conformidade com os valores desportivos.

 

Todos, no espaço das suas competências, devem isso ao futebol e, nesse sentido, apela-se a que todos tenham um empenhamento redobrado de molde a afastar de forma célere, não só o manto de suspeitas que escurece o universo das competições profissionais,  mas ainda para que todos os procedimentos disciplinares, independentemente da sua natureza ou objecto, venham a alcançar a mais rápida resposta final possível, de modo a que tais competições se disputem, desde o dealbar da época desportiva 2017/2018, num ambiente de regularidade e estabilidade.

 

O Conselho de Disciplina reafirma, uma vez mais, esse propósito de sempre.

 

Cidade do Futebol, 15 de Junho de 2017

 

José Manuel Meirim

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:28

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Filipe a 15.06.2017 às 21:47

Isto no futebol português está a ficar feio ou sujo ?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.06.2017 às 22:13

Está a ficar ???... Ou já está há muitos anos ?
Sem imagem de perfil

De antonio a 15.06.2017 às 22:28

Havendo elementos que possam levantar dúvidas, tudo isto não passa de uma jogada para afastar árbitros não influenciáveis pela estrutura corrupta de Porto. É uma vergonha pactuar com este tipo de gente e os seus planos.
E é uma vergonha votar num presidente que pactua com isto.
Sem imagem de perfil

De MarcoI a 15.06.2017 às 22:41

A questão aqui é o estrebuchar do morto ( o fcp). O sporting faz o papel de... bem, nem sei de quê 😁

Até sei. Contam com a caixa de ressonância da falange de adeptos apaixonados pelo SCP ( leia-se anti-benfica) que por norma é alérgica ao pensar, para disseminar estas parvoices.

O BdC aproveita para dizer que é um sucesso e que não vence por causa disto, a rapaziada bate palmas e depois, felizmente, a justiça acaba com isto e o Benfica è Penta.

E para o ano hao de se lembrar de mais umas parvoeiras quaisquer.

Surpreende-me é que até sportinguistas mais ou menos esclarecidos gostem destes ventos mal cheirosos do norte ( caso deste blog).
Sem imagem de perfil

De MarcoI a 15.06.2017 às 22:45

P.S Nao surpreendentemente ( e não citando nomes), dentro dos habitués deste espaço ninguém com que dê gosto conversar se pronunciou sobre esta parvoice
Sem imagem de perfil

De Filipe a 15.06.2017 às 22:55

Neste post já respondi a um senhor benfiquista agora não estou com paciência para dar troco a outro , mas se os Emails são verdadeiros e penso que são pois há intervenientes que deram já o seu afirmativo, o Benfica e principalmente o Sr. Paulo Gonçalves foi apanhado numa rede de tráfico de influencias e este senhor já tinha sido apanhado em mais situações. Realmente o Benfica tem uma grande estrutura que se dedica a muita coisa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.06.2017 às 23:00

Caro Filipe,

Apenas para o alertar que o comentário desse outro leitor, a que o Filipe respondeu, foi editado por mim, levando a sua resposta por arrasto.

Foi uma decisão que eu tomei logo no primeiro dia, que não permitiria comentários com referência a pessoas em nada relacionadas com este caso dos emails.

Espero que compreenda.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.06.2017 às 22:48

Meu caro,

A cada comentário, o seu espaço neste blogue está muito próximo de desaparecer.

A v/eterna mentalidade e respectiva cultura leva-vos a apontar as armas em todas as direcções e nunca, mas mesmo NUNCA, admitir qualquer responsabilidade, ou a possibilidade de haver alguma culpabilidade.

Já que esse seu estado não lhe permite compreender mais, explico-lhe que a razão que publico artigos de opinião de cronistas/jornalistas de O Jogo é apenas e tão só por serem aqueles que se apresentam em perfeitas condições para proporcionar debate. Raramente, manifestamos a nossa opinião sobre esses artigos, embora não haja qualquer dificuldade em o fazer da nossa parte.

Deixe-se dessa parvoíce de alvejar o mensageiro e tente evoluir um pouco !!!

P.S. Se eu desejasse ler disparates "encarnados", visitaria espaços afectos ao "glorioso". Como não o faço, não os vou admitir em minha própria "casa".
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 15.06.2017 às 23:01

Mau alinhamento, não sei bem porquê. Este meu comentário é dirigido ao leitor MarcoI.
Sem imagem de perfil

De hugo gomes a 16.06.2017 às 01:06

Caro senhor Rui Gomes o meu foi retirado mas não falei nenhuma mentira e falei apenas de corrupção no futebol ou acha que os casos que mencionei não são verdade veja bem o que se passou este campeonato e as coisas estranhas com os castigos que não saem para um clube.tinha a ver com este tema.desculpe se o ofendi por ter descrito o que um vice presidente de um clube fez e já foi condenado pela justiça e nada aconteceu ao clube ou não acha que é estranho
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 16.06.2017 às 03:37

Meu caro,

O seu comentário foi editado porque optou por fazer referência a pessoas que nada têm a ver com a actualidade. Além do mais, para referir esse antigo vice-presidente do Sporting e as suas acções, deve-o fazer com exactidão e não simplesmente mandar bocas para o ar.

Como já disse a outros benfiquistas, se eu desejar ler disparates "encarnados" visitarei um espaço afecto ao tão badalado "glorioso". Como não o faço, também não admito esses disparates em minha "casa".

Estamos conversados.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 16.06.2017 às 09:11

Rui Gomes,

Tem toda a razão.... isto é um blogue leonino.... não é o jornal abola.

Não deixa de ser caricato a forma como muitos benfiquistas conseguem justificar estes emails com situações do passado... já que eu lembro-me muito bem do que disseram que deveria ter acontecido no apito dourado.
Sem imagem de perfil

De julius coelho a 16.06.2017 às 01:34

Do Concelho de Disciplina da Federação liderado por este juiz militante Meirim nao sairá absolutamente nada que ponha em causa o seu clube Benfica. Disso temos nós a certeza , ele faz parte dos tentáculos do polvo.

As barreiras a derrubar são muitas e bem montadas , nao vai ser nada fácil tirá-los da toca , estão já a unir as tropas para contra-atacar .

Vai ser necessário muito mais que divulgar as pendijadas do sistema corrupto, no outro dia são e serão imediatamente desmontadas de qualquer forma como exemplo de hoje e já em gozo respondeu o Jaime Antunes á pergunta que era isso de "põr a carne no assador" a resposta foi o Adão Mendes queria certamente fazer um churrasco lá em casa"

Vamos ter disto todos os dias nao se iludam.
Sem imagem de perfil

De Hugo Gomes a 16.06.2017 às 12:47

Não é justificar com coisas do passado pois o caso do vice presidente não é passado e presente e o caso do fumo e do não cumprimento do castigo tb não é passado e tem a ver com justiça e não com clubismo e tem a ver com as atuações das entidades (in)competentes e como poderam agir neste caso não tendo agido nos outros casos

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo