Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

img_770x433$2017_08_29_18_15_51_1307075.jpg

  

Em causa está uma situação entre Eliseu e Diogo Viana, que levou o Sporting, em 22 de Agosto, a pedir a elaboração de auto de flagrante delito à Comissão de Instrutores da Liga de clubes, que por sua vez o remeteu no dia seguinte para o CD, concluindo que no lance em que o jogador do Benfica acaba por pisar o adversário houve "prática de jogo violento (...) punível com pena de suspensão a fixar entre o mínimo de um e o máximo de quatro jogos".

Na sequência disto, o CD recebeu em 23 de Agosto as respostas solicitadas ao árbitro do jogo, Rui Costa, e ao vídeo-árbitro, Vasco Santos. O primeiro explicou que viu "o jogador do Belenenses a cortar a bola pela linha lateral e um choque que (...) pareceu normal", não considerando qualquer acção faltosa. "Em campo não me apercebi ter existido qualquer agressão ou prática de jogo violento", acrescentou o juiz, que mandou recomeçar o jogo com lançamento lateral a favor do Benfica.

Vasco Santos confirma que analisou o lance e que entendeu não haver motivos para sancionar Eliseu: "Após ter visto o referido lance, através de diversas imagens que me foram disponibilizadas, entendi no momento não ter existido qualquer agressão ou prática de jogo violento por parte do jogador do Benfica naquela sua acção. Por esse motivo não comuniquei com o árbitro para lhe sugerir que visse as imagens do mesmo".

O órgão liderado por José Manuel Meirim considera que, "se a um agente de arbitragem não compete avaliar actos ou omissões de agentes e aplicar as normas constantes do Regulamento Disciplinar, ao Conselho de Disciplina, por sua vez, por via de regra, não lhe cabe aplicar as leis do jogo", competência da equipa de arbitragem.

"Nos casos em que um determinado 'lance de jogo' seja observado e avaliado pelos agentes de arbitragem, não será o Conselho de Disciplina que, sobrepondo-se àquele juízo qualificado, irá determinar se ocorreu, ou não, uma violação intolerável das Leis do Jogo quando estas tenham um cariz vincadamente técnico", acrescenta o CD na sua fundamentação.

Sublinhando o "papel fulcral [do árbitro] na determinação da existência ou não de infracção disciplinar", o órgão disciplinar entende que "não é ao Conselho de Disciplina que competirá saber, por si, o que é uma 'entrada física ao corpo do adversário que coloque em risco a integridade física desse adversário'" conforme descrito artigo 154.º do regulamento disciplina, sobre "prática de jogo violento e outros comportamentos graves".

"O Conselho de Disciplina, para poder dar como verificada a infracção disciplinar (...), não pode nunca prescindir da apreciação que os agentes de arbitragem fazem dos 'lances de jogo', à luz das Leis do Jogo, em que haja contacto físico, nomeadamente aquela que se prende com a ocorrência, ou não, de prática de jogo violento", lê-se ainda.

O Conselho de Disciplina conclui que, tendo em conta que nenhum dos árbitros considerou ter havido infracção às leis do jogo, "fica prejudicada a verificação dos pressupostos de que depende a prática da infracção disciplinar prevista e sancionada pelo artigo 154.º, nº 1 (...), nomeadamente a existência, no caso e para além de qualquer dúvida razoável, da 'prática de jogo violento'".

"Nestes termos e com os fundamentos expostos, o Conselho de Disciplina - Secção Profissional - da Federação Portuguesa de Futebol considera inexistirem indícios claros da prática de infracção disciplinar, pelo que decide arquivar o auto", lê-se na decisão.
 
 
Autor: Lusa
 
 
ADENDA: Reacção do Sporting, através de uma missiva de Nuno Saraiva:
 
«Quando, com base na homilia de um padre, se arquiva uma agressão destas, fazendo tábua rasa de tudo aquilo que foi dito pelo próprio Conselho de Arbitragem que reconheceu a agressão que deveria ter sido punida com ordem de expulsão, e ignorando a unanimidade de todos os especialistas, creio que não é preciso dizer mais nada. Com esta decisão, que significa a morte dos autos de flagrante delito e o tirar de tapete à Comissão de Instrutores da Liga e ao próprio Conselho de Arbitragem, escancara-se a porta à anarquia. Somar esta decisão à jurisprudência de quatro jornadas de absoluta impunidade resume-se a uma palavra: Vergonha!».
 
Reacção do FC Porto, através do director de comunicação Francisco J. Marques:
 
«Se o árbitro Vasco Santos, coordenado em tempos por Adão Mendes, não consegue avaliar o lance de Eliseu, é demasiada incompetência. É um lance tão evidente, tão visível, que nenhuma equipa se pode sentir tranquila. Acho que é incompetência absoluta evidente. Não pode arbitrar jogos. Se ele não vê aquilo, como é que vê algum tipo de lance? O árbitro de campo não viu, pronto, lamenta. Todos nós compreendemos isso. O videoárbitro, se não vê é por manifesta incompetência. Se não viu este lance, não presta».
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:43

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


71 comentários

Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 29.08.2017 às 18:50

A impunidade reina quando o clube em causa é o SLB.

Esta gente anda brincar com todos nós os consumidores detes produto que o futebol nacional:

Conselho de Arbitragem assume que Eliseu deveria ter sido expulso
https://www.publico.pt/2017/08/21/desporto/noticia/conselho-de-arbitragem-assume-que-eliseu-deveria-ter-sido-expulso-1782961

Porque é que o CD não teve em conta o "parecer do CA" valorizando apenas os fundamentos de quem errou na análise do lance a equipa de arbitragem (VAR incluido).
Sem imagem de perfil

De antonio a 29.08.2017 às 20:00

O lance foi ajuizado como sendo limpo, inclusive pelo VAR. Ponto.

Não se trata de impunidade, mas sim de regras. Vá sejamos sérios.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 29.08.2017 às 20:01

Está no gozo certo!?
Sem imagem de perfil

De antonio a 29.08.2017 às 21:10

Não Sérgio, não estou no gozo.
Se o VAR analisou e, julgo que o próprio CD também o fez, não vejo para quê contestar a decisão. Está decidido.

Ou vamos andar a reavaliar até conseguirmos encontrar matéria para suspender?
O que tem este caso de relevante para o Sporting?
Onde estão as queixas de outros lances bem piores envolvendo jogadores de outros clubes?
Vai dormir mais descansado sabendo que Eliseu não joga?
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 30.08.2017 às 08:16

Foca um aspecto importante:

"Ou vamos andar a reavaliar até conseguirmos encontrar matéria para suspender?"

As imagens são claras houve agressão o CONSELHO de ARBITRAGEM confirmou o erro de análise do VAR (veremos em que isso se reflete para o sr. Vasco Santos), não é preciso encontrar matéria ele sempre existiu houve um sr que não viu (Rui Costa) e houve outro que não quis ver (Vasco Santos).

Dois negativos não fazem um positivo!

Agora é publicarem-se as notas dos sr. Rui Costa e do sr. Vasco Santos, mas lá está nos últimos anos habituamos apenas a saber as notas dos jogos dos árbitros do SCP que o SLB perdeu ou que o sr. beneficiou de um erro de arbitragem ... va lá que já n temos no CA o sr. Ferreira Nunes para bufar as notas a conveniência de alguns e premiar os padrecos que foram ordenados por Adão Mendes e mais uns quantos..



P.S: A lesão do Grimaldo deve ser mais grave do que se julga.
Sem imagem de perfil

De antonio a 30.08.2017 às 09:17

Eu falo de laranjas e o Sérgio fala de nozes. Assim nao saímos disto.

Estar a falar de um sistema que protege o Benfica, dada a atual conjetura na FPF e especialmente no CD é realmente rebuscado. Gostava é que respondesse às questoes que coloquei.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.08.2017 às 20:06

Em 2009, num FC Porto 1 Benfica 1, após Proença ter sancionado com uma GP um lance entre Lisandro Lopez e Yebda, posteriormente o Conselho de Disciplina puniu com 1 jogo de castigo o argentino Lisandro Lopez por simulação, via sumaríssimo, contrariando portanto a decisão do proprio arbitro!

VERGONHA!

E CORRUPTUS UNUM!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.08.2017 às 20:54

Se não se identificar, nome/pseudónimo, o seu comentário não será publicado.Fica o alerta para a próxima vez.
Sem imagem de perfil

De antonio a 29.08.2017 às 21:21

E o que é que uma decisão tomada em 2009 tem a ver com o Eliseu? Haja pachorra.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 30.08.2017 às 08:20

Não é uma questão de pachorra é mesmo de falta de honestidade sua.

"Conselho de Disciplina puniu com 1 jogo de castigo o argentino Lisandro Lopez por simulação, via sumaríssimo, contrariando portanto a decisão do proprio arbitro!"

E bem diga-se já que a simulação foi grosseira.
Sem imagem de perfil

De antonio a 30.08.2017 às 09:20

Nao reaja a quente que isso tolda-lhe a razao. Eu apenas pergunto o que é que um lance de 2009 tem a ver com o Eliseu. É uma pergunta simples.
Outra pergunta ainda mais simples é: quem é que saiu beneficiado com 1 golo inválido a seu favor nesse jogo?

Já viu se agora eu fosse buscar lances do Sporting onde há simulacao e depois nao há penalizacao? Nao saíamos disto.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 30.08.2017 às 09:33

A ver se percebe:

"Conselho de Disciplina puniu com 1 jogo de castigo o argentino Lisandro Lopez por simulação, via sumaríssimo, contrariando portanto a decisão do proprio arbitro!"


"Conselho de Disciplina"
"puniu com 1 jogo de castigo"
"via sumaríssimo"
"contrariando portanto a decisão do proprio arbitro"

O "mesmo" órgão agora não se sente "capaz" de corrigir a má decisão arbitral.

E não vale a pena afinal de contas você defende quem agride sob a proteção do arbitro e do VAR não seja castigado por mais evidente que acção seja.
Sem imagem de perfil

De Luis Vicente a 30.08.2017 às 21:35

Ó Palhas não sejas cromo.
As regras mudaram!!!
Se o lance não tivesse sido avaliado pelo árbitro e sancionado era uma coisa.

Mas como foi sancionado,não pode haver dupla penalização!!!!
Vai dar palha a outros.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 31.08.2017 às 07:52

Falando em cromos!
Olha quem apareceu + um fâ de longa data, espero que esteja tudo bom com o Luís Vicente.

SL,

Sem imagem de perfil

De Bruxo_Empata_Fada a 30.08.2017 às 11:46

"Outra pergunta ainda mais simples é: quem é que saiu beneficiado com 1 golo inválido a seu favor nesse jogo?"

Sim é facto, e justamente por isso o Lisandro foi punido.

E a Corrupta Instituição não foi favorecida pela não expulsao do Eliseu?

1 Aos 60 minutos ganhavam 3-0, se o Eliseu tem sido expulso, teriam ganho 5 0? Ganham-se e perdem-se campeonatos por goal average!

2 Com Grimaldo lesionado, os CORRUPTOS teriam de adaptar em V Conde um lateral esquerdo, teriam mesmo empatado, e ganho 1 ponto?

E CORRUPTUS UNUM
Sem imagem de perfil

De sloct a 29.08.2017 às 19:22

Extraordinário!

Não consigo decidir se isto é para rir se para chorar!

Ignóbil não tenho dúvidas que é!
Imagem de perfil

De PSousa a 29.08.2017 às 19:47

Fraquinhos!
Esta decisão é fraca e da forma que foi podia ter sido dita na semana passada.

Será por causa disto que o site do Sporting está em baixo? ahahahah
Hoje ainda não consegui aceder.
Sem imagem de perfil

De Bruxo_Empata_Fada a 29.08.2017 às 19:56

O Vasco Santos deixou a arbitragem, e passou a integrar a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal!

E CORRUPTUS UNUM
Sem imagem de perfil

De sangueverde a 29.08.2017 às 20:02

Posto isto e depois disto....a menos que algum jogador do benfica "saque" da ponta e mola dos calções e esfaquei algum adversário em pleno relvado, não vejo possibilidade de alguém desse clube poder vir a ser expulso.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 30.08.2017 às 10:17

Provavelmente ainda perguntavam o que andava a fazer o jogador adversário naquela zona do campo aquela essa hora.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 30.08.2017 às 10:45

LOLOL!!!!
Sem imagem de perfil

De anonimo a 29.08.2017 às 21:21

Eles mandam nisto clube dos emails vouchers etc e a ditadura a funcionar este cancro ja esta instalado ha muitos anos quem perde e o futebol portugues perigoso jogar contra o benfica jogadores adversarios qualquer dia tem que jogar com proteccao total porque eles dao mesmo para matar e a univesidade do lfv
Imagem de perfil

De PSousa a 29.08.2017 às 22:46

Na Adenda, dou razão à missiva do Saraiva.
Pelas imagens vê-se bem a "intenção" de Eliseu, vergonhosa decisão!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.08.2017 às 23:14

Reparei que comentou o site do Sporting. Tem estado inacessível todo o dia e ainda continua. Devem estar a efectuar alterações.
Sem imagem de perfil

De Pastor a 29.08.2017 às 23:48

Completamente absurdo. Isto parece comédia á la carte em estilo nonsense.
Sem imagem de perfil

De MarcoI a 30.08.2017 às 01:27

Creio que este ano os Saraivas e Marques não sei quê ainda vão enlamear mais o futebol...

Venha dai a SuperLiga Europeia e fiquem os dois clubes a enveegonhar-se um ao outro aqui no cantinho 😁 ( nunca pensei dizer tal coisa)

Minha rica Inglaterra onde personagens destas seriam pura e simplesmente apagadas... ( juntamente com os adeptos que lhes barem palmas)
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 30.08.2017 às 08:06

Em inglaterra o Eliseu já nem calçava no jogo seguinte!
Sem imagem de perfil

De João a 30.08.2017 às 10:34

E o Brahimi calçava quando? E o Battaglia?

Para quando uma queixa do Sporting contra o Brahimi?
Para quando uma queixa do Porto contra o Battaglia?

Ou ambos os clubes (e seus adeptos) só estão preocupados com os jogadores do Benfica?
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 30.08.2017 às 10:57

LOL o Bataglia é vermelho então !???
Olhe nesta jornada o Eliseu vinha outra vez para rua ... viu algum amarelo !???? não pois não!
Sem imagem de perfil

De João a 30.08.2017 às 11:06

Um dos lances do Battaglia é para vermelho!

Mas comenta lá então o lance do Brahimi, sff.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 30.08.2017 às 08:21

Ainda bem que falaste em Inglaterra. Nessa liga, o Eliseu e o Pizzi já tinham, no mínimo 2 jogos de castigo em cima, mesmo que o lance não tivesse sido visto pelo árbitro.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 30.08.2017 às 10:19

Veja lá o que deseja, olhe que não sei o que seria do seu clube nesse pais com o que se tem vindo a saber ultimamente.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 30.08.2017 às 08:20

O CD com medo de abrir precedente a que decisões de árbitros possam ser contrariadas depois dos jogos, abriu outro precedente ainda mais grave. Agora NENHUM jogador pode ser castigado depois do jogo, porque pode-se sempre usar a desculpa que o lance foi visto pelo VAR e se o VAR não disse nada é porque não achou que houvesse motivo para expulsão e sendo assim já não precisamos da existência do CD da Liga para nada.
Sem imagem de perfil

De PSG a 30.08.2017 às 09:52

Vocês gostam muito do papel de coitadinhos...é pena.

Só na realidade alternativa em que muitos de vos vivem é que podiam imaginar que o Eliseu seria castigado, nem se trata de perceber se foi uma ação violenta ou não, o que se passa é que o árbitro tomou uma decisão e nesses casos não será na secretaria que se vai alterar isso, até porque não estamos a falar de uma agressão.

Falam dos casos do SLB como se nos outros jogos, incluindo imaginem os do SCP, também não existissem situações dessas.
A realidade é que não havendo a convição de que terão a capacidade para ser campeões tentam na secretaria obter vantagem que lhes facilite essa tarefa....
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 30.08.2017 às 09:58

O que é que o comentário do PSG tem a ver com o que eu escrevi?
Esse comentário não é uma resposta ao que eu escrevi e sim um comentário ao post, certo? Está, portanto, no sítio errado, porque se fosse uma resposta ao que eu escrevi teria que ter falado sobre o precedente que foi aberto pelo CD a todos os casos de possivel agressão.
Sem imagem de perfil

De PSG a 30.08.2017 às 10:07

Tem razão :)

Mas no caso em concreto foi tomada uma decisão em relação ao lance pelo arbitro logo seria um precedente complicado estar a alterar isso no CD.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 30.08.2017 às 10:10

Daí o meu comentário a dizer que a partir de agora, com o VAR, ninguém nunca mais poderá ser castigado, pela simples razão que o CD pode sempre dizer que o VAR analisou (mesmo que árbitro principal não tenha visto) e não se pode alterar uma decisão do VAR. Precedente ainda mais grave, portanto.
Sem imagem de perfil

De PSG a 30.08.2017 às 11:16

É por essa e por outras que defendo que as decisões deviam ser públicas, tanto do VAR como do árbitro, sempre que fosse possivel poderiam as imagens que serviram de base à decisão ser emitidas tanto na TV como nos ecrans dos estádios. A ideia é que seja tudo claro, a decisões podem não ser unanimes, mas pelo menos todos sabiamos que foi tomada uma decisão em relação a um lance, percebiamos que houve um critério. Assim continua tudo muito obscuro.

Mas tambem muito importante seria simplificar as regras e acabar ao máximo com os "critérios", fazerem parte da análise conceitos como "intensidade" ou "intensionalidade", só para referir 2, é parvo.

Comentar post


Pág. 1/3





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo