Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Contas do último semestre de 2015

Rui Gomes, em 01.03.16

 

12662613_10153256471856555_1773362916477469784_n (

 

COMUNICADO SOBRE AS CONTAS DO ÚLTIMO SEMESTRE DE 2015

 

 

«A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, acaba de comunicar à CMVM, como é sua obrigação legal, as suas contas referentes ao último semestre de 2015, e que apresentam um resultado negativo de 18  Milhões de Euros.


Para evitar quaisquer especulações que podem ser geradas por falta de informação que enquadre os presentes resultados comunicamos aos interessados que eles são, desde logo, condicionados por dois factores de conhecimento público: por um lado a sentença desfavorável no caso Doyen vs SCP e, por outro, a eliminação no play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, nas condições e circunstâncias por demais conhecidas e comentadas.

 

Relembramos que o impacto da sentença do caso Doyen constitui neste momento uma provisão uma vez que ainda decorre a fase de recurso, em relação à decisão proferida, e sublinhamos que as receitas resultantes da boa prestação da equipa na Primeira Liga e dos novos contratos comerciais negociados pela Administração auguram o regresso aos resultados financeiros positivos nas próximas prestações de contas.»

 

O Relatório e Contas completo está disponível aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


35 comentários

Sem imagem de perfil

De Drake Wilson a 01.03.2016 às 05:18

Ao ler a informação veiculada pela comunicação social acerca da apresentação dos R&C dos três grandes, destaco pela negativa as justificações apresentadas pelos resultados negativos, colocando como acessório de defesa o facto de não constarem verbas adquiridas após o fecho de contas, ou ausência das mesmas pela não atribuição de prêmios adquiridos em competições não disputadas.

Uma diáspora de amadorismo, argumentos contra-informativos ao nível de "trazer por casa", reflectem a prancha de salvação do dirigismo português, que infelizmente nem ao nível dos dirigentes mais novos apresenta esperança.

Para finalizar, e particularmente no Sporting; a boa participação na liga no decorrer desta temporada, pode apoiar movimentos de mobilização adepta, permitindo o angariamento de mais quotizações e espectadores aos recintos diversos de várias modalidades. Pode atribuir um acesso directo à competição Champions League com a consequente aglutinação do elevado prêmio presencial. Mas serão esses os valores equilibradores das contas dos clubes?

Qual a previsão de vendas de passes de jogadores em período off-season que aí vem? Que activos existem e a que valores conseguirá o Sporting os colocar no mercado, mesmo após a amortização de impostos e comissões aplicadas? Infelizmente o activo dispensável com superior valor de mercado não se conseguiu negociar (Carrillo), William Carvalho não está a fazer uma boa época de acordo com as expectativas, Brian Ruiz tem um valor virtual de mercado face à idade.
Sobram os jovens que se têem vindo a destacar, mas sem uma titularidade absoluta, nunca atingirão o valor de comercialização desejado.

18 milhões de prejuízo para se lutar apenas pelo campeonato nacional, é tudo menos sustentável.

Ps. Contratos comerciais dão garantias, se forem aceites pelas entidades reguladoras competentes.
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 01.03.2016 às 09:58

A sua resposta demonstra algum desconhecimento sobre a situação do Sporting.

Parece-me estranho que seja negativo ou símbolo de amadorismo explicar, sumariamente, as contas aos adeptos. A questão da Doyen era relevante e tem um impacto significativo nas contas (quase contrário, seriam de cerca de € 5M negativos, em linha com o expectável).

As quotizações são irrelevantes (porque dizem respeito a montantes do Clube e não da SAD) e os montantes em espectadores da equipa de futebol (porque as modalidades também não são SAD) não são significativos, nem imagino que possam ter um aumento muito maior do que agora. Não é por aí. Por outro lado, por regra, os montantes da Champions vão dizer respeito às contas de 2016/2017 e não de 2015/2016, ainda que o FCP tenha feito de modo diferente este ano.

O Sporting alude a contratos comerciais que não estão com qualquer questão com entidades reguladoras - renegociação com a PPTV e sponsorship das camisolas / estádio, etc. O problema é a duração dos direitos televisivos, cujo contrato começa apenas em 2018.

No fim de dia, será realmente necessário vender 1 ou 2 jogadores.

A situação não é a ideal, mas é compreensível e está controlada (muito menos do que há 3 ou 4 anos).
Sem imagem de perfil

De Drake Wilson a 01.03.2016 às 23:42

Boa noite Daniel, queira explicar-me por favor, em relação ao último parágrafo do texto transcrito, a seguinte frase: "... e sublinhamos que as receitas resultantes da boa prestação da equipa na Primeira Liga (...) auguram o regresso aos resultados financeiros positivos nas próximas prestações de contas."

E para mim, "explicar sumariamente as contas aos adeptos", usando o argumento "Doyen"ou a "eliminação no play-off", não me satisfaz.
Trata-se de 18 milhões de prejuízo em exercício semestral, o que para a dimensão do Sporting actual é demasiado. O Sporting, por muito que seja o desejo de todos nós voltar aos títulos, não pode querer fazer um papel de rico que vive seguro e sustentado em base de endividamento financeiro, quando todos sabemos que não tem ainda base para isso.

Para mais, vender Montero por 5 milhões, em rigor, revela falta de soluções que permitam negociar activos por valores dentro do que é necessário. Ficámos com 20% assegurados numa futura venda, o que a bem dizer e falando da valorização que o mercado chinês atribui ao desenvolvimento do valor comercial de um jogador, é o mesmo que dizer que são 20% de nada.
Sem imagem de perfil

De General Store a 01.03.2016 às 05:33

Como sócio-gerente de uma empresa de pequena/ media envergadura portuguesa, gostava de apresentar e ver reflectida em acta a seguinte declaração em tom de explicação aos restantes detentores de quotas: "apresenta-se um resultado negativo de 18 milhões de euros (...) nas condições e circunstâncias por demais conhecidas e comentadas." Julgo que me iliba de todo e qualquer objecto nefasto ;)
Sem imagem de perfil

De A relva é verde a 01.03.2016 às 06:45

Isto não é importante.

O importante é as alegrias que os ciclismo dá!
As alegrias que o hóquei dá!
Falar dos vouchers!
Falar dos sócios do Barça e do Benfica.

O Sporting podia ser maior que o Barcelona se não fossem os árbitros.
Se não fosse o sistema do Benfica! Ou o colo!

Ou se não tivesse chutado para canto o Robson ou o Mourinho.
Sócios e presidente maníaco-depressivos!

Equipa mijada em Guimarães, nem ela própria acredita no seu mérito em estar em primeiro....força mental à la Belenenses!

Nunca o calvário termina, nunca a comédia acaba!
Sporting sempre!

PUBLIQUEM, SENÃO....! DIGO AO BRUNO!
Sem imagem de perfil

De Queres é tacho a 01.03.2016 às 17:09

"nunca o calvário termina, nem nunca a comédia acaba"

E mesmo perdes três vezes!!!

Mas o importante é o Gonçalo Guedes, o engano do bolo de velas (102 anos) do clube, e as finais que nunca conseguem ganhar!!

Nunca acabem por favor!!!
Sem imagem de perfil

De David Marques a 01.03.2016 às 07:48

Mas esta gente não conhece a legislação? Não conhecem o artigo 246 do código de valores mobiliários?
Não sabem que têm que apresentar as contas semestrais? Não sabem que elas têm que ser publicas?
este comunicado vale zero porque não apresenta a informação que é obrigatória.
Mas que amadorismo é este? O que estão a tentar esconder?
Chega de palhacadas.
Sem imagem de perfil

De HY a 01.03.2016 às 11:52

Não é verdade que julga que o comunicado são as contas, pois não? Vá ver as contas e comente, mas não diga semelhante disparate, por favor.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2016 às 11:58

HY,

Como sempre, não comento as contas, mas a realidade é que o Sporting emitiu o comunicado que publiquei e não disponibilizou o link para o Relatório e Contas. Foi necessário ir ao site da CMVM procurar a informação, e salvo para quem conhece bem como aquilo funciona, não é fácil.

Eu, que não percebo muito dessas coisas, a exemplo, fui a esse site e encontrei os relatórios do SLB e do FCP, mas curiosamente não o do SCP.

O link que coloquei no post foi dado por um leitor.
Sem imagem de perfil

De js1974 a 01.03.2016 às 12:02

O comunicado foi ontem, na cmvm só ficou disponível hoje às 07:37 da manhã.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2016 às 12:12

Obrigado. Por isso, então, não o encontrei. Ainda perdi mais de meia hora à procura porque não queria publicar o post sem o link.
Sem imagem de perfil

De HY a 01.03.2016 às 14:02

Rui, o comentário não era para si, mas para a infundada acusação do comentador anterior que estariam a tentar fazer passar o comunicado pelas contas.

Não comento porque não sou competente. Lendo os diversos comentários talvez possa ir compreendendo algo e arriscar uma opinião, mas não gosto de falar do que não percebo.

Mas é óbvio que o comunicado não pretende substituir as contas, mesmo alguém incompetente como eu compreende isso. Ou não sera?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2016 às 14:30

Eu compreendi, embora na altura ainda não tivesse lido o comentário do outro leitor. Apenas pretendi esclarecer.

É óbvio que o comunicado saiu com o intuito de minimizar emoções e possível crítica, antes da CMVM disponibilizar o Relatório e Contas completo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.03.2016 às 08:51

Pronto, eu sabia....
Agora vai ser sempre a cair.
Meu querido Sporting onde vais assim.

Isto já parece um avião carregado de crainças e conduzido por um louco!
O pior é que já vejo o pico da montanha a aproximar.
O castelo corre o risco de ruir.
O Sporting assim vai acabar.
Sem imagem de perfil

De Jorge Miguel a 01.03.2016 às 11:13

Inacreditável estar em 1º lugar a 10 jogos do fim e ler um comentário destes, ainda por cima olhando para o nosso passado recente... ou é memória curta, ou não sei...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2016 às 11:39

Caro anónimo,

Deixo aqui o alerta que se voltar a comentar sem se identificar (nome/pseudónimo) será editado.
Sem imagem de perfil

De Leao de Coimbra a 01.03.2016 às 09:03

A lei não refere apresentação de comunicados sobre as contas.
A lei refere a apresentação das contas!!

Os sócios têm direito a ver, a analisar as contas!!

Se já nem dinheiro há para equipamentos(a falta de profissionalismo que foi jogar com o equipamento da Liga Europa ontem, em Guimarães, com direito a multa diz tudo...)

Adeus meu Sporting.
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 01.03.2016 às 10:00

http://web3.cmvm.pt/sdi/emitentes/docs/fsd137338.pdf

Estão aqui as contas.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.03.2016 às 12:01

Caro Diogo Martins,

Agradeço a referência. Não sei bem porquê, fui ao site da CMVM e encontrei os relatórios do SLB e do FCP e não o do Sporting.

Fiz isto ontem depois do jogo, mas reconheço que não sou muito conhecedor desse site.
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 01.03.2016 às 12:45

Como alguém referiu, julgo que só ficou disponível hoje... O relatório do Sporting é o mais recente.
Sem imagem de perfil

De animal feroz a 01.03.2016 às 10:01

Bom dia,
Quanto às contas do Scp, parecem equilibradas na vertente operacional.
Contudo os lucros martelados do ultimo relatório anual, refletem-se agora.

3 pontos que achei curioso neste R&C:

Ponto 1) Falta de imagens e gráficos (só aparecem quando se quer propagandear lucros martelados);

Ponto 2) Até final de dezembro o Scp gastou 90% do valor que o slb paga em salários.(sem coates, barcos, etc). Aumentou em 11M a folha salarial num ano, interpolando para o 12 meses dá por volta dos 12 13 M.
A ideia de pagar 1/3 ou 1/2 do rival, é claramente desmentida.

Ponto 3) Achei engraçada a rubrica de pagamentos de direitos de imagem. Não há fundos mas há engenharias à la brasil,


Sem imagem de perfil

De SMCM a 01.03.2016 às 18:27

Essa é que é a questão. Fazendo as contas ao ano o SCP paga agora 47milhões (sem contar com o Barcos, Coates, Marvin e Bruno César) falta tirar o ordenado do Montero e Tanaka. E a renovação do William também não deve contar (soma lá mais 1 milhãozito)..
O Benfica está nos 53milhões anuais e o Porto nos 77,2 milhões. Ou seja, não estamos muito longo dos rivais para andarem a dizer que não temos equipa para lutar em todas as competições à semelhança do que os outros fazem!..
Quanto aos gastos a única diferença é que os outros ainda compram jogadores de 10milhões e 20milhões e o SCP compra barato ou jogadores sem contrato.
Sem imagem de perfil

De carlos a 01.03.2016 às 11:11

É este o brilhante gestor....

E as provisões de 18M não deveriam ter sido previstas antes da SENTENÇA? E ainda por cima falam como se existisse alguma hipotese de ganharmos o recurso o que é manifestamente enganador

É tudo uma mentira com este aldrabão deste bdc. Há uns meses andava a cantar de galo porque tinha tido resultados positivos, não se coibindo de chamar a si toda a responsabilidade e méritos, agora, que já não é possivel continuar a maquilhar resultados, vemos o resultado do brilhante desempenho de bdc.

18M negativos.

Alguem quer continuar a apoiar este mentiroso patológico? Já perceberam que este gajo é outro godinho lopes que nos leva para o abismo?

Pergunto-me sinceramente, o que mais é preciso acontecer para esta malta perceber a fibra deste vale azevedo??? Se calhar só mesmo quando se fechar portas é que estas brunecas percebem o mal que fizeram a um clube centenário.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 01.03.2016 às 11:39

De Carlos tenha lá calma
1º estamos em plena semana de decisões importantes no futebol nas contas do titulo e é de todo imprudente começarmos todos aos tiros internamente nesta altura.

2º Temos que esperar as próximas contas para sacarmos melhores conclusões

3º Sendo uma situação desagradável de facto e preocupante á perspectivas do problema ser gerido positivamente lá mais para a frente.
Sem imagem de perfil

De Luis Pereira a 01.03.2016 às 11:21

O que me preocupa a mim nao é apresentar 18 milhoes negativos. Estes já deviam ter sido apresentados o ano passado mas a engenharia do Presidente evitou o castigo do Fair Play financeiro. O que me preocupa é o efeito composto que essa inflacao provocou nas contas deste ano juntamente com o inflacionamento dos custos operacionais.

A direccao quer á forca toda que isto seja visto como uma quebra de 18 milhoes por causa da Doyen. Mas nao é só! É uma quebra de mais de 40 milhoes comparando com o mesmo periodo do ano passado. De 24M para (18M).

A Doyen explica apenas 30 milhoes (duas vezes 15) há mais por explicar e estes vem dos salarios e custos, ainda por cima amortizados pelas competicoes europeias, este pára choques nao vai existir no 2o semestre (menos 10 milhoes)

A acrescentar a isto 7 milhoes de divida bancária que reforca a ideia de que andamos a contrair divida para pagar divida.

E o aumento dos salarios em mais de 25 milhoes anuais, quer-me parecer que vamos andar á volta dos 30. Nao esquecer que o aumento de 12 milhoes é por 6 meses e inclui meses onde nao tinhamos o plantel completo e as contratacoes de Janeiro.

Isto no final do ano vai andar á volta dos 30 milhoes negativos sem vendas.
E isso é preocupante tendo em conta que o nosso acesso ao crédito acessivel nao está fácil
Sem imagem de perfil

De js1974 a 01.03.2016 às 11:27

Táticas e faltas não é comigo, mexe mais com paixões que racionalidades, sou mais números.

3.4.2 Os Capitais Próprios apresentam uma variação negativa de 18.246 milhares de euros, fruto do resultado negativo dos primeiros seis meses em análise. O Conselho de Administração irá efectuar as devidas diligências para efeitos do cumprimento do artigo 35º do Código das Sociedades Comerciais, conforme detalhado no presente relatório.

«Artigo 35.º

Perda de metade do capital

1 - Os membros da administração que, pelas contas do exercício, verifiquem estar perdida metade do capital social devem mencionar expressamente tal facto no relatório de gestão e propor aos sócios uma ou mais das seguintes medidas:
a) A dissolução da sociedade;
b) A redução do capital social;
c) A realização de entradas em dinheiro que mantenham pelo menos em dois terços a cobertura do capital social;
d) A adopção de medidas concretas tendentes a manter pelo menos em dois terços a cobertura do capital social.

2 - Considera-se estar perdida metade do capital social quando o capital próprio constante do balanço do exercício for inferior a metade do capital social.

3 - Os membros da administração devem apresentar a proposta prevista no n.º 1 na assembleia geral que apreciar as contas do exercício, ou em assembleia convocada para os 90 dias seguintes à data do início da assembleia, ou à aprovação judicial, nos casos previstos no artigo 67.º

4 - Mantendo-se a situação de perda de metade do capital social no final do exercício seguinte àquele a que se refere o n.º 1, considera-se a sociedade imediatamente dissolvida, desde a aprovação das contas daquele exercício, assumindo os administradores, a partir desse momento, as competências de liquidatários, nos termos do artigo 151.º»

Alguém vai entrar pela madeira.

Ah caraças se tivéssemos vendido Montero e o Viola em Dezembro... talvez já nem fossemos em 1º digo eu. 3-2 a AAC e 3-2 ao Braga alguém se lembra?
Sem imagem de perfil

De Diogo Martins a 01.03.2016 às 12:46

A quantidade de vezes ao longo da última década que o Sporting caiu no 35.º do CSC...
Sem imagem de perfil

De magriço a 01.03.2016 às 16:46

No passado fizemos VMOC's para estagnar o problema.
Agora o que iremos fazer? Mais Vmoc's? Empurrar o problema com a barriga para a frente?
Precisamos de ter resultados positivos urgentemente para reverter o problema.
Cada vez mais me parece uma gestão desesperada que equilibrada, com o duplicar de salários num só ano...
Sem imagem de perfil

De js1974 a 02.03.2016 às 09:01

Não estou bem dentro de qual o caminho certo, mas parece-me que poderá vir mais um empréstimo obrigacionista, veremos.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo