Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Analisadas (infelizmente sem o pormenor que mereceriam) as Contas da SAD referentes ao 3º Trim. do Exercício corrente, temos de ter uma palavra de elogio para a actual Direcção. A recuperação económica do Clube está, efectivamente, a ser feita, não se tendo verificado quebra do nível de competitividade desportiva do Futebol do Sporting – antes pelo contrário.

 

Se ao nível dos Proveitos correntes não existe grande diferença face ao passado, já no que toca aos custos a redução verificada foi substancial. A redução dos Custos com Pessoal foi de 1/3, tal como aconteceu com os Fornecimentos e Serviços Externos e os Outros Custos Operacionais. A nível de Amortizações do Plantel, passou-se para metade do que se fazia há um ano atrás, em função dos menores valores investidos em contratações.

 

Não valendo muito a pena entrar em detalhes, mas apenas apontando para o futuro, que é o que realmente importa, teremos uma situação de final de Exercício próxima da seguinte:

 

Proveitos Obtidos (excluída a venda de jogadores): +32 ME

Custos Operacionais (excluída a amortização de jogadores): -40 ME

Amortização de jogadores: -8 ME

Custos Financeiros Líquidos: -4 ME

 

Ou seja, teremos um deficit corrente (excluindo vendas de jogadores, mas incluindo as necessárias amortizações do plantel) de, aproximadamente, -20 ME. Considerando que já foram realizados 18 ME em vendas de jogadores (Bruma, Ilori e outros), estaremos a cerca de 2ME de vendas de atingirmos o equilíbrio económico no Exercício - o que pode até já ter acontecido via «operação Leonardo Jardim».

 

No entanto, a significativa melhoria registada não significa que estejamos já em patamar desejável de performance económica. Um deficit operacional, antes de vendas de jogadores, de 20 ME é ainda extremamente oneroso para uma estrutura da dimensão da nossa SAD. Penso que será nesse sentido que se enquadra a notícia recente de que a Direcção pretende baixar (ainda mais!) os custos de pessoal para a próxima época.

 

Quanto à situação patrimonial, nada de relevante há a assinalar. Aumentaram os financiamentos bancários em contrapartida da diminuição de dívidas a fornecedores. Ou seja, deixámos de dever a uns apenas para passarmos a dever a outros, o que não sendo positivo, pois não se demonstra capacidade de gerar qualquer cash-flow para diminuir o Passivo, acaba por ser melhor do que o que se vinha fazendo até agora, em que se registavam consecutivos incrementos na massa devedora líquida...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


34 comentários

Sem imagem de perfil

De eu vi um sapo a 01.06.2014 às 19:41

A minha alma tá parva!
Ainda olhei duas vezes pra ter a certeza que estava no camarote leonino.
Muito boa gente não ficou contente com o seu post desert
Sem imagem de perfil

De comentador desportivo a 01.06.2014 às 20:48

Mais uma vez o meu agredecimento, pelas suas entendidas explicações.
A competitividade que conseguimos ter, ou melhor os pontos que fizemos, devem-se a vários factores, vou só enumerar dois, o treinador,e uma directiva da UEFA, que afectou alguns clubes do campeonato especialmente os do norte.
Em termos de plantel, a equipa baixou bastante de qualidade.
Queria-lhe só fazer uma pergunta, do que analisou estes números parecem-lhe fidedignos, ou poderá haver alguns retoques?
Sem imagem de perfil

De sergiom a 01.06.2014 às 23:07

"Em termos de plantel, a equipa baixou bastante de qualidade."

Em 2012/2013, acabou em 7º;
Em 2013/2014, acabou em 2º.

És lampião só pode.
Imagem de perfil

De Desert Lion a 02.06.2014 às 08:46

Caro comentador, tambem me parece que a equipa baixou a qualidade media dos seus executantes. No entanto, como equipa, foi muito mais solida e ainda bem que esse tipo de compensacao (menos individualidades compensada por mais treinador e lideranca) ocorreu e que conseguimos resultados acima do esperado.

Acredito que estas contas sejam a transcricao fidedigna da vida economico-financeira da Sporting SAD. Eventuais ajustamentos so antevejo por via de processos judiciais que estejam em curso e que venham a ser perdidos. Desconheco o valor global que podera estar envolvido nesses tramites.

Quanto a pergunta que me coloca, se entendida num sentido lato, como e' sabido, estas sao as contas da SAD. Existe ainda o Clube, a SGPS e a SPM, como entidades "activas" no Grupo Sporting. Cada uma dessas tem o seu endividamento proprio, pelo que o que existe nao e uma "surpresa" como alguns dizem. Esta espelhado nas contas de cada uma dessas entidades, com clareza. O valor global dos passivos do Sporting era na ordem dos 400 ME quando eu estive a estudar as contas com detalhe. E depois disso ja la passaram o JEB, o GL e agora o BC, pelo que falarmos de um Passivo total superior a 500 ME nao devera andar longe da verdade.

SL
Sem imagem de perfil

De Joao a 01.06.2014 às 22:40

Este comentario apenas revela a sua falta de honestidade intelectual e incapacidade de efectuar algum tipo de argumentacao logica e independente.

Voce apenas demonstra ser uma pessoa que vai atraz dos outros e que nao usa a cabeca para pensar por si proprio. E' por isso que se admira que haja quem o faca, como e' habito por aqui.
Imagem de perfil

De Desert Lion a 02.06.2014 às 09:29

Tem razao: no Camarote estamos sempre a surpreender! Acontece que os autores sao totalmente livres e expressam as suas opinioes de forma descomprometida. Ora ja' com alguns comentadores isso parece nao ser bem assim...
SL
Sem imagem de perfil

De Sergio Palhas a 01.06.2014 às 20:56

Como se costuma dizer os números não enganam!

Na próxima época com os M€ a serem arrecadados pela presença da CL, estaremos mais próximos de deixar o cenário de déficit operacional (antes das vendas) juntando à manutenção da politica salarial.

Acredito piamente que este caminho será o mais correto ter os orçamentos do SLB e do FCP é surreal e impróprio para a nossa realidade (muitos anos de déficit acumulado), o FCP por exemplo após um mau ano viu os seus resultados no VERMELHO, enquanto não vendem (também não devem comprar) vão fazer mais um empréstimo obrigacionista (inicialmente era de 15M€ mas já se fala que vão aumentar o valor ... devido à "forte" procura!), o SLB ainda tem uma folga pelos milhões de Rodrigo e A.Gomes + Matic (30M€ de resultado liquido 3º trimestre após 70M€ em vendas) mas não o suficiente para manter o Garay ou mesmo Siqueira ... dá que pensar.
Imagem de perfil

De Desert Lion a 02.06.2014 às 09:22

Na verdade, o RL dos primeiros nove meses do exercicio 13/14 do SLB e' de +16 ME, quando tiveram as vendas que refere ao longo desse periodo. Ainda nao estao como nos, mas o caminho faz-se caminhando ;)
Quanto ao FCP, sempre assentou a sua politica economica nas vendas de jogadores. Quando elas nao acontecem a verdade, e como o azeite, vem logo ao de cima...
SL
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 01.06.2014 às 23:49

Se nos lembrarmos da última vez que o Sporting foi campeão, em 2001/02, 4 anos depois da primeira participação do Sporting na Liga dos Campeões em 1997/98, os R&C da altura diziam o seguinte:

http://www.sporting.pt/incscp/pdf/investor_relations/ir_contasanuais_281102.pdf, pag. 9:

31 JUL 2002 / 31 JUL 2001
Proveitos: €38,167 M. / €33,186 M.;
Dos quais:
Mais-valias em transferências: €13,413 M. / €5,514 M.;
Bilheteira: €5,589 M. / €3,092 M.;
Bilhetes de época: €2,675 M. / €2,612 M.;
Direitos televisivos: €7,073 M. / €5,489 M.;
Quotizações: €3,590 M. / €3,004 M.;
€7,993 M. em receitas da UEFA CL em 2000/01;
Sem mais-valias em transferências: €24,754 M. / €27,672 M.;
Custos com o Pessoal: -€28,419 M. / -€25,523 M;
Total de Custos: -€60,882 M. / -€54,632 M.;
Resultado Líquido: -€22,715 M. / -€21,445 M.;


Após a terceira participação do Sporting na UEFA CL, estes foram os resultados:

http://www.sporting.pt/incscp/pdf/investor_relations/ir_contasanuais_261007.pdf, pag. 8:

30 JUN 2007 / 30 JUN 2006
Proveitos: €65,498 M. / €40,213 M.;
Dos quais:
Mais-valias em transferências: €25,456 M. / €6,335 M.;
Bilheteira: €3,470 M. / €4,070 M.
Bilhetes de época: €7,860 M. / €5,862 M.;
Direitos televisivos: €8,992 M. /€8,106 M.;
Quotizações: €4,098 M. / €3,788 M.;
Participação em competições europeias: €6,618 M. / €4,503 M.;
Sem mais-valias em transferências: €40,042 M. / €33,878 M.;
Custos com o Pessoal: -€21,666 M. / -€17,482 M;
Total de Custos: -€51,018 M. / -€39,990 M;
Resultado Líquido: +€14,480 M. / +€0,313 M.;


As receitas de bilheteira, em especial no que aos bilhetes de época diz respeito aumentaram bastante, assim como os direitos televisivos (não tanto), já o aumento das quotizações não foi significativo.

Ainda assim, na temporada seguinte (2007/2008), as receitas excluindo proveitos com transacções de passes de jogadores foram de €45,461 M. contra €45,306M. em custos operacionais excluindo custos com transacções de passes de jogadores, o que deu origem a mais um exercício ligeiramente positivo.


Após a quinta participação do Sporting na UEFA CL, estes foram os resultados:

http://www.sporting.pt/incscp/pdf/investor_relations/ir_relatoriocontas0809_140909.pdf, pág 15:

30 JUN 2009 / 30 JUN 2008
Proveitos sem mais-valias em transferências: €46,822 M. / €45,461 M.;
Mais-valias em transferências: €0,597 M. / €2,488 M.;
Bilheteira e Bilhetes de época: €10,201 M. / €12,505 M.;
Direitos televisivos: €10,775 M. /€11,273 M.;
Quotizações: €4,432 M. / €3,976 M.;
Participação em competições europeias: €10,000 M. / €7,201 M.;
Custos com o Pessoal: -€23,731 M. / -€19,863 M;
Total de Custos: -€44,065 M. / -€38,335 M;
Resultado Líquido: -€13,349 M. / +€0,597 M.;


Olhando para as contas dos primeiros três trimestres de 2013/14, vemos que em termos de receitas sem mais-valias em transferências, não chega a €25M., e tendo em conta que de facto, a temporada terminou a meio de Maio, se tivermos €30M. em receitas sem contar com mais-valias em transferências no final do ano, já será bem bom.

Enquanto que os custos e perdas operacionais excluindo transações de passes de jogadores poderão chegar aos €45M. no final da temporada, se não forem mais, sobram as outras duas parcelas, adiantadas pelo Desert Lion, que somadas dão €12M. Se as vendas de Tiago Ilori e Bruma, no papel, permitem compensar as amortizações e perdas de imparidade do plantel e os gastos e perdas financeiros, ainda assim, mesmo somando a "venda" de Leonardo Jardim, tal não chega para cobrir os gastos operacionais, sendo que os custos com o pessoal deverão cifrar-se no final da época por volta dos €30M.

Não admira pois que haja quem queira regressar aos valores praticados por Filipe Soares Franco e ter gasto com o pessoal na ordem dos €20M. apenas. Se em tudo o resto se gastar em igual medida, a coisa só se compõe com regulares presenças na fase de grupos da Liga dos Campeões (€10M., por baixo), direitos televisivos e receitas de bilheteira na casa dos €12M. cada, mais uns €11M. em demais proveitos. O que até poderá dar lucros regulares de €5M., excluindo mais-valias em transferências.

E assim, quem sabe, chegar a 2025, e ter dinheiro para pagar as VMOC.

Tudo muito bonito no papel.

Veremos se a coisa resulta na prática.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 02.06.2014 às 06:42

Muito boa análise (complementando a do Desert Lion).
Nao sei se será mesmo possível reduzir ainda mais os custos com pessoal; uma reducao de 1/3 já me parece brutal. Talvez tendo em consideracao as dispensas de jogadores com maior massa salarial se consiga um ajuste aqui ou ali, mas ir até aos 20M... parece mesmo complicado.
Onde acho que vai ter que haver uma mudanca de paradigma é na chegada regular à LC (que é imprescindível) e na capacidade de realizar mais-valias com transferencias ano após ano. Em abono da verdade, o Sporting passou demasiados anos pós-Nani sem realizar nenhum encaixe verdadeiramente significativo. Este defeso comeca com uma receita "inesperada" pela transferencia do treinador mas a SAD vai mesmo precisar de negociar jogadores.

Já agora: porque é que o resultado líquido de 2008/2009 foi tao negativo quando os proveitos se situaram bem acima dos custos com pessoal?
Imagem de perfil

De Desert Lion a 02.06.2014 às 10:14

E esse o caminho aprovado por quem nos financia. O primeiro ano correu acima das expectativas, veremos como decorrem os proximos 12!

SL
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 02.06.2014 às 09:03

Prezado Amigo Rui Gomes

Li com atenção os comentários a este post. Estamos na presença de uma análise de valores a que infelizmente não temos acesso, ou melhor eu não consigo localizar onde os mesmos se encontram. Confiando nos números apresentados, penso que o SCP está no bom caminho ou seja a politica instalada é de não gastar milhões de euros em compras loucas de jogadores e uma substancial redução de custos, aumentando a competitividade da equipa de futebol, o que eu acho uma excelente gestão.

Numa entrevista do LFV ele afirmou que em Portugal existe um clube com maior passivo que o clube de Carnide, não dizendo qual.

Ontem, este assunto foi badalado nos programas de desporto da TVI e na RPT, a que não assisti, por estar a ver um programa musical que aprecio. Quando havia intervalo ligava para os referidos programas. E numa dessas vezes ouvi dizer que o SCP esconde um valor de 300 milhões de euros que não considera passivo !
Eu gostaria que alguém me informasse a que se refere este valor, pois numa sociedade comercial essa situação não existe, pois tudo tem de estar claro em relação aos valores do Activo e do Passivo. Como de trata de uma SAD, haverá a possibilidade de fugas desta natureza ? Parece.me absurda esta afirmação do LFV, que pelo conhecimento que tenho é um catedrático em contabilidade.

Um abraço Fernando Albuquerque
Imagem de perfil

De Desert Lion a 02.06.2014 às 10:10

Caro Fernando Albuquerque,

Permita-me responder em lugar do Rui Gomes. Escrevi num comentario acima que o valor do passivo, globalmente considerado, do Grupo Sporting devera ser na ordem dos 500 ME. Sinceramente, nao tenho tempo para ir procurar os dados concretos, mas faco-o a partir de deducao logica, face ao que tem sido a evolucao do Clube/Grupo.

Esse Passivo nao esta escondido. Essa divida adicional esta na SPM (que vai ser consolidada em breve, passando para "dentro" da SAD e com projecto de fusao publicado) e no topo da piramide, no proprio Clube/SGPS, enquanto detentor do activo Estadio e das participacaoes nas outras sociedades.

Muita desta divida foi acumulada por ma gestao. Muita tambem foi porque, ao contrario do Clube dos Bons Pais de Familia e do Cube do Norte de Portugal, o Sporting nao teve direito a prebendas dos politicos, como a construcao dos estadios, dos pavilhoes e centros de estagio quase de "borla", como aconteceu com os rivais.

Em conclusao, a nossa situacao e muito preocupante, mas e recuperavel. Existe empenho por parte das Entidades Financeiras, nao porque "gostem" do Sporting mas porque a isso sao obrigadas. Como se costuma dizer, quando se deve mil tem-se um problema ; quando se deve um milhao, o Banco tem um problema...

SL
Sem imagem de perfil

De Petinga a 02.06.2014 às 10:32

Caro Desert Lion,

Permita-me agradecer o esclarecimento. Li algures que uma parte significativa do passivo que está "espalhado" pelas diferentes sociedades do grupo Sporting inclui dívidas de umas sociedades às outras (seriam quase todas credoras e devedoras umas das outras) e, portanto, em termos "reais" o passivo global seria sempre inferior à soma das partes? Nao consigo perceber bem a lógica desta afirmacao mas já a li em vários locais.
Acima escreveu "os próximos 12 anos". Este plano de financiamento vai até tao longe?
Obrigado pelas informacoes.
Imagem de perfil

De Desert Lion a 02.06.2014 às 11:14

O vencimento das VMOCS ocorre em 2025, salvo erro.

Sim, ha' muitas transaccoes e dividas intra-grupo, que se anularao numa perspectiva consolidada. Nao tenho valores que lhe possa indicar sobre quanto valem essas transaccoes. No ultimo R&C do SCP, o Passivo global das suas participadas ascende a quase 600 ME. Teremos de abater a esse valor as dividas entre empresas do Grupo.

E ha' que lembrar que a existencia de "passivo" nao e', necessariamente, uma coisa ma'. O passivo da Coca Cola Company e' de 57 Bilioes de Dolares Americanos! O problema do Sporting e' o desequilibrio entre o valor das coisas que tem (Activos) e o valor de quanto deve (Passivos).

Nao me esforcando muito a pesquisar, a melhor estimativa que encontro para esse valor e' a que esta' registada na nota 7. da Price Waterhouse Coopers as contas do Sporting Clube de 2013. Nao entrando em detalhes muito tecnicos, aponta-se para um valor global de "Passivo Consolidado" a data na casa dos 515 ME e um valor patrimonial negativo de 290 ME. Ou seja, avaliam-se os Activos do Sporting em 225 ME e as suas dividas em 515 ME.

Certamente esta analise nao encerra toda a verdade. Teriamos de ter acesso a todas as contas das empresas do Grupo, ou a uma Consolidacao global, para podermos fazer afirmacoes definitivas. Mas, certamente, nao andaremos longe da verdade ao avancarmos estes numeros.

SL
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 02.06.2014 às 10:58

Prezado Desert Lion

Agradeço o seu esclarecimento. Peço desculpa, mas estas modernices de contabilidade ainda mais complicam os meus conhecimentos do assunto, pois sempre trabalhei em sociedades comerciais e como sabe no Passivo, eram contabilizadas as contas CAPITAL PRÓPRIO, RESERVAS, RESULTADOS TRANSITADOS (prejuízos) DIVIDAS A TERCEIROS (fornecedores e Estado) etc. etc. Possivelmente, os nomes das contas já não estes, pois estou fora do assunto já há vários anos.

Quando diz que o SCP tem um passivo de 500 milhões está-me a dizer que é esse o
valor que temos de desembolsar a quem devemos ou é o total do Passivo onde estão as citadas contas ? Como sabe os prejuízos serão compensados com lucros e não existindo o caminho a seguir já sabemos qual será.

Saudações leoninas Fernando Albuquerque
Sem imagem de perfil

De Arnoldo Iguarán a 02.06.2014 às 11:15

Permitam-me reforçar, para que fique 100% claro, que não há nenhum passivo escondido.

Os 300M€ adicionais, que se juntariam aos 210M€ constantes das contas 12/13 entretanto aprovadas, resultariam da aplicação do método de equivalência patrimonial.

Estão mais do que visíveis nas contas e estão claramente referidos no parecer da Price que acompanha as contas do Sporting, parecer esse que, ao contrário do que insinuou Vieira e afirmou o palerma do Pedro Santos Guerreiro, não resulta de conversa de bastidores - está acessível no próprio sítio do Sporting. Só não viu quem não quis ver...
Sem imagem de perfil

De Arnoldo Iguarán a 02.06.2014 às 11:17

E aproveito para agradecer ao Desert Lion os preciosos esclarecimentos que aqui tem prestado sobre este tema.
Sem imagem de perfil

De HY a 02.06.2014 às 11:58

Obrigado Desert Lion. Não tendo conhecimentos técnicos suficientes para entar em pormenores, agradeço-lhe por me ter tirado algum peso face às notícias sobre um possível défice escondido...Ao menos que tudo se saiba.

A conclusão é que a situação é difícil mas recuperável. Já é muito bom sinal, assim haja capacidade. O que me angustia é a necessidade quase absoluta de estar na Champions... há tanta gente a empurrar-nos para fora em Portugal. Sobretudo se se tornar vital para algum dos nosso adversários... Mas não há razão para não superarmos isso. Assim os sportinguistas saibam unir-se em torno do essencial.

Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 02.06.2014 às 12:58

O presidente do SLB fez uma afirmação vaga-porque nem teve coragem de dizer as coisas -e depois lá vieram os do costume dizer o que ele não disse.

A minha actividade profissional não está relacionada,de nenhuma forma,com a economia e finanças,mas esta é uma área que sempre me interessou,portanto cultivo um conhecimento autodidacta destas matérias mas que não chega,como é óbvio para discutir estas questões seriamente.

Portanto vou deixar algumas dúvidas que me assaltam.

-As afirmações do presidente;

Quando da apresentação da reestruturação o presidente deu entrevistas a vários orgãos de CS,tendo ido ao "O Dia Seguinte",a 24 de Junho de 2013, onde disse claramente que o endividamento total do Grupo Sporting era de 354 M.

Do GRUPO,portanto não há exclusões de nenhum tipo.
Ver:

http://www.youtube.com/watch?v=vLaH3cminis&index=5&list=PLmGq6o_nI1rXnLiq6CZ4KVzfxB2-FK71e

a parir dos 3 min e 38 seg.

Considero uma situação de estrema gravidade que não se estivesse a falar a verdade.
Por outro lado este valor foi alcançado conjuntamente com os bancos portanto nem consigo perceber como pode estar errado.Enganaram-se nas contas?


A Auditoria Financeira de 2012;

Como se sabe GL pediu uma auditoria às contas do Grupo Sporting,na sequência de promessa eleitoral.
O período abrangido foi de 1/8/1995 até 26/03/2011.A auditoria abrangeu a totalidade das empresas,o que é explicitado no relatório completo.

O Sumário Executivo está aqui e penso que se consegue ler bem e reflecte muito bem a natureza dos nossos problemas.

http://www.sporting.pt/incscp/pdf/analiseevolucaopatrimonial_010212.pdf

Não vejo no que está escrito como é que tínhamos um endividamento que permitisse o aumento de que se fala.

Fala-se em dívidas de financiamento de 276 M-incluindo as VMOC de JEB- e de Capitais Próprios negativos de 183M.Foi amplamente divulgada esta situação.
Quando é para falar mal...

Não consigo perceber como é que se chega aos míticos 500 M ...mas já compreendo como é que se chega a 354 M

O relatório completo está aqui:

http://economico.sapo.pt/public/uploads/Sporting.pdf

Boa sorte na leitura,Eu li-o na altura,mas para quem não é desta área,como eu, não é um leitura ,como dizer,fácil.

Além do mais de uma revelação deste tipo seria de esperar que tivesse uma divulgação na CS que não teve-sobretudo porque se trata do Sporting.

E que leva-se a uma queda da cotação das nossas acções.Mas hoje até estão
a transacionar em alta(o,70).
Aliás desde que se fala desta situação ,a acção tem subido.

Dito isto tudo acho que deve haver um esclarecimento,mas feito na altura próprio e do modo mais adequado.
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 02.06.2014 às 16:58

parir->partir
leva-se->levasse
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 03.06.2014 às 00:49

Naturalmente que quem viu o relatório da auditoria que referi apercebeu-se que avaliava o período de 1/08/ 98( e não 95 como por lapso escrevi) até 26/03/201,embora se estendesse até 31/05/1995 em alguns aspectos.

Também como o leitor Fernando Albuquerque gostaria que o DL-que é tanto quanto sei ,um profissional dos mercados financeiros,com larga experiência-desse um esclarecimento final sobre este assunto ,se possível,levando em consideração os resultados da auditoria referida,que não tenho dúvida,conhece profundamente.
Desde já como sportinguista agradeço.
Imagem de perfil

De Desert Lion a 03.06.2014 às 06:49

Caro Leao 1906,

Muito obrigado pelos oportunos links.

Relativamente a dimensao do Passivo total do Grupo Sporting, veja que no proprio relatorio que disponibilizou, a data de 30 de Junho de 2010, o Passivo Consolidado era ja' de 375 ME (penultima pagina do relatrio).

Ora acresca a isto as perdas de 2010/11 ; 2011/12 ; 2012/13. Se, por forma a simplificarmos a conversa, equivalermos resultados negativos a necessidades de financiamento, e se assumirmos que foi a SAD a fazer o grosso dos movimentos do Grupo nestes anos, teremos a seguinte estimativa para o Passivo Consolidado, a data de 30 de Junho de 2013:

- 375 ME (base) - 44 ME (Res. Liq. SAD 10/11) - 46 ME (Res. Liq. SAD 11/12) - 44 ME (Res. Liq. 12/13) = 509 ME

Ou seja, aproximadamente os valores indicados pela PWC (515 ME).

Quanto as afirmacoes de BdC naquele programa, nao vou comentar em detalhe. A missao dele e' diferente da minha, pelo que os "graus de liberdade" na minha actuacao sao muito maiores do que os dele. E tambem ja' vimos que, pelo menos nestas questoes de numeros, nem tudo o que ele vai dizendo e' para se escrever...

SL
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 03.06.2014 às 17:03

Caro Desert Lion,muito obrigado pelas seus muito oportunos esclarecimentos.

Estou muito curioso para ver a explicação para os 354 M.Mas deve ir na linha da explicação que deu a um outro leitor,a propósito das dívidas entre marido e mulher.

Também fico satisfeito por compreender que não havia nada oculto e portanto a reestruturação que foi acordada com os nossos parceiros bancários não está em causa,o que seria muito mau.

Também concordo consigo.Aquele auditoria ,mesmo para um leigo,revela um caminho desastroso.
Como foi possível continuar com mais do mesmo desafia a lógica.

Mais uma vez agradecido pelo esclarecimento e pelo post.
Certamente não será o último.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 02.06.2014 às 16:32

Eu julgo que autores de alguns artigos de opinião de certos jornalecos deveriam ser chamados à barra de tribunal, sendo o SCP uma sociedade cotada em bolsa este tipo de boatos sem qq fundamento (apenas porque o Vieira de forma cobarde deitou cá para fora), este tipo de boatos prejudica e muito a imagem do clube.

SL,
Imagem de perfil

De Desert Lion a 03.06.2014 às 07:05

Caro Sergio,

Va ao site do Sporting. Leia as ultimas paginas do R&C do Clube 2012/13. Esta' la' tudo. Falsidade e' a afirmacao de que esta' ha' um valor escondido. Nada esta' escondido, tudo esta' bem 'a vista - basta querer ver.

SL
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 03.06.2014 às 11:33

Obrigado já vi e percebi o "busilis" da questão a que aguardar então pelo final da reestruturação de forma a termos então uma dimensão correta do Passivo total do SCP.

SL,
Sem imagem de perfil

De Fernando Albuquerque a 02.06.2014 às 18:13

Prezado Desert Lion

Embora esteja mais esclarecido, a verdade é que só depois de se juntarem (consolidarem) todas as sociedades do SCP , cuja constituição nunca percebi, com excepção das contas da SAD é que saberemos qual a situação real e o que me interessa saber é como o nosso clube vai pagar o que deve. Estas engenharias contabilísticas só servem para baralhar e por vezes esconder muita coisa, pelo que espero, que a acusação do LFV , na entrevista dada, seja mais uma das suas mentiras que são muitas e que as pessoas esquecem.

Diz que o saldo negativo entre o Activo e o Passivo é de 290 milhões, o que não é saudável. Pessoalmente estou mais preocupado com a divida aos Bancos e aos Fornecedores, que não perdoam e que todos os dias vivem connosco . As restantes contas a "engenharia " resolve este assunto, pois é para isso que existem os gabinetes de contabilidade.

Agradeço o tempo que lhe roubei. Obrigado

Saudações leoninas Fernando Albuquerque
Imagem de perfil

De Desert Lion a 03.06.2014 às 07:02

Caro Fernando Albuquerque,

Essas dividas mais prementes estao a ser tratadas "em pacote" com quem nos financia. Foi-nos definido um caminho apertado pelo qual teremos de seguir se queremos manter a confianca dos credores. No primeiro ano esse objectivo sera', certemante, atingido. Veremos como nos correrao os proximos...

SL
Sem imagem de perfil

De JA a 02.06.2014 às 22:31

Grave é a noticia do Expresso de que as empresas do grupo sporting tem um passivo de mais de 300 M€ O que significa que com as dividas do clube a divida total é de 577 M€
Foi criminoso o que as anteriores direcções fizeram ao scp ...
Imagem de perfil

De Desert Lion a 03.06.2014 às 06:58

A divida nao e' dessa importancia. Essa soma inclui dividas intra-grupo que nao devem ser consideradas. Um exemplo: ao avaliar a riqueza da sua familia nao considera as dividas que tenha para com a sua mulher. Se o JA lhe dever 50 Euros e lhos pagar, a riqueza da sua familia fica inalterada - o valor limitou-se a fluir de um membro para outro mebro da familia. Assim, o valor global de passivo, depois de removidas essas dividas intra-grupo, sera proximo dos 515 ME referidos acima. E repare que no passivo podem estar rubricas que nao sao de exigibilidade imediata, ou que ate podem vir a nunca ser exigiveis.

Mas sim, e' bem verdade que houve um trabalho desastroso de diversas direccoes a este, bem como a outros niveis.

SL
Sem imagem de perfil

De L a 03.06.2014 às 11:07


Bom dia caro Desert Lion,

Se me permite uma opinião, não vindo falar das contas ou da gestão do Sporting, não é só perigoso como de certo modo leviano estar a caracterizar o trabalho do Sporting, como desastroso fora do contexto do futebol português. Basta atentar também nos números dos outros grandes, que do ponto de vista desportivo e à vista de todos sempre trilharam caminhos que nunca foram os do Sporting. Só para citar um exemplo, fez sempre toda a diferença dentro ou fora da Champions.

Só neste exercício, o Porto também acaba de informar que a coisa já vai em mais de 38M, ainda sem sócios insurgentes e sobre o Benfica lê-se e ouve-se muito um lucro de 30M nos media. Claro que quando o Benfica vende e na última janela do mercado dizem que foram 70M, fala-se só do resultado operacional do trimestre e nunca do resultado final só de cerca de 15M, que é realmente o resultado líquido dos 9 meses do exercício. O que eles pretendem sempre é comparar ordens de grandeza diferentes, à conveniência. Isto só para que se fique com uma ideia dos perigos na CS.

Agora o que eu gostava mesmo de saber é o que é que é feito de uma direcção que ainda há pouco tempo era comunicados por tudo e por nada? No lugar de tantos sportinguistas a falar de contas.

Quanto mais não fosse para dizer que também se ouve e à boca grande que o Benfica Clube nesta fase ainda consegue estar pior que a Benfica SAD. Empresa que segundo o Vieira - também na última entrevista - acaba de conseguir a proeza de vender vários jogadores, entre eles o maior activo por metade da cláusula e mesmo assim, palavra de Vieira, garantir um activo sempre a crescer ao longo do exercício.

Aliás a grande pergunta que se deve fazer ao Benfica, para além claro de um treinador desesperado no mercado que se desdobra em entrevistas para dizer que acaba de recusar o Milan – até nisto o Jesus é único – mas dizia eu sobre o último R&C encarnado, é porque é que a nota relativa ao saldo de clientes diz que o valor referente aos dois jogadores em que ninguém pegou mas diz que vendeu nos últimos minutos da última janela do mercado para um fundo, ainda está inteiramente por receber? Ainda vale a pena continuarmos a falar dos resultados encarnados?

Com ou sem perdões fiscais, operações coração, títulos de papel higiénico, opas chinesas com patacas de Macau, EPULS, Gebalis, BPN/SLN, C M Lisboa, etc, etc, etc.

Também é impossível caracterizar a autêntica bomba que são as contas encarnadas fora do contexto do estado português mas comparado com o Sporting, com as contas todas perfeitamente assumidas e regularizadas junto dos principais credores, ao fim e ao cabo devia ser sempre o que realmente mais importa para todos ou mesmo com o Porto, depois de tantos milhões em vendas, é uma brincadeira de meninos. Nada que possa sequer admirar alguém que sabe de antemão a quantidade de empresas de que Vieira já foi afastado por vários tribunais deste país. Que aquilo nunca vai sobreviver da mesma maneira depois da passagem do Vieira é um dado adquirido há muito tempo e por muitos e quando vêm falar em contas andam sempre atrás do mesmo.

Quanto ao Sporting, sem a entrada de alguém com muito mais que os milhões todos que o Bruno andou tanto tempo a prometer, gasta o que o deixam gastar. E mesmo assim se bem ou mal…
Imagem de perfil

De Desert Lion a 03.06.2014 às 13:22

Caro L,

Tem razao na generalidade dos comentarios que tece. Mas tera' de reconhecer que se foi longe de mais - com a colaboracao dos credores, e' certo.

E perceba que desta apreciacao nao excluo o actual presidente. Ja' as contas eram desesperadamente deficitarias e nas primeiras eleicoes ganhas pelo GL, o BC falava em Fundos de 50 milhoes para jogadores e treinadores (todos pagos a peso de ouro, certamente).

Pelo que tem havido incuria geral no que toca ao tratamento das contas dos Clubes. E' claro que 'a medida que o dinheiro dos Bancos vai sendo mais escasso, os gestores comecam a ganhar mais juizo. Aconteceu primeiro no Sporting (porque sempre foi o mais fragil e o mais transparente), mas ja' estara' a acontecer tambem nos outros, como muito bem refere...

SL
Sem imagem de perfil

De L a 03.06.2014 às 15:58


Efectivamente não foi uma vez nem duas que gastamos muito para sermos terceiros e pouco para sermos campeões e quando o 3º nem à Champions vai pior. Em 11/12 acabei a época a pensar o que é que terá passado pela cabeça do presidente para gastarmos tanto se já sabia que íamos ser roubados da maneira que fomos. Era impossível ficarmos fora da Champions mas se calhar não sabia. Mas gastar menos num clube da dimensão do Sporting não é segurança nenhuma, é sempre possível fazermos ainda pior ou roubarem-nos ainda mais. E depois vamos ver o que é que os sócios pedem. Da última vez pediram mais reforços mas não deixaram o Paulo Bento chegar ao Natal e ao mercado. Ainda não deviam saber o que era o passivo como o Barroso. Responsabilidades há muitas num futebol que é o espelho do país.

Eu costumo dar um exemplo - não sei se já o citei aqui alguma vez – mas como toda a gente também vai ao supermercado, eles quando não vendem também mexem muito facilmente nos custos variáveis, fecham caixas, etc, o pior é quando chegam aos fixos e depois é mais um estádio fechado em Portugal.

Qual é que foi a passagem mais desastrosa do Duque, a 1ª ou a 2ª? Pessoalmente podemos debater isto e muito mais mas o que se está a passar não tem nada a ver com reserva nenhuma em relatório nenhum mas com os tiros nos pés de uma seita e sobretudo de um impreparado e populista de primeira, que depois dos milhões dos russos já fazia uma auditoria para prender os antecessores todos e agora que era preciso pôr as galinhas na capoeira e dizer-lhes que andam há 6 ou 7 anos a dar prejuízo como nunca ninguém deu em Portugal, que só para o curto prazo precisam de vender meia-equipa, manda os sócios irem ter com o tipo que preenche o IRS ou pior com algum autodidacta na net.

Grande abraço caro Desert Lion.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo