Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Contra a força não há resistência

Rui Gomes, em 07.01.16

 

GAqAajZ.png

 

Na realidade, escolhi o título do post ao intervalo do jogo no Bonfim, desconhecendo, obviamente, que o Sporting viria a marcar mais três golos nos seguintes quinze minutos. Não pretendo, com isto, ridicularizar o Vitória de Setúbal, mas o Sporting foi simplesmente muito forte para o seu adversário neste dia.

 

Y7AZ3BCZ.jpg

Jorge Jesus não surpreendeu com a sua escolha do onze inicial. Referimos no post sobre a convocatória que era expectável a integração de Bruno César de imediato. Que o médio brasileiro acabasse por fazer uma excelente estreia com dois belos golos, não estava, para ser sincero, nas minhas previsões. 

 

Um Sporting a jogar com muita confiança, compacto e muito bem posicionado no terreno. A defesa que defrontou o FC  Porto, no sábado passado, ficou intacta, tal como prevíamos, e esteve novamente impecável. A maior diferença no meio campo terá sido um William Carvalho muito mais activo, mais sobre o corte e quase sempre eficaz com a bola nos pés.

 

C12ZX2KG.jpg

Como já tive ocasião de observar em comentário, o Sporting alinhou praticamente sem extremos naturais, com Bruno César a cair mais para a ala esquerda e João Mário para a direita. Ambos, sempre que a oportunidade se apresentava, a fazer jogo pelo interior, em diagonal, e, na realidade, seus três golos surgiram em zonas frontais.

 

Seis golos, todos merecedores de destaque, com porventura a mais bela jogada a verificar-se no segundo tento de Slimani, aos 52', com João Mário a lançar Bryan Ruiz e o costa-riquenho a fazer um cruzamento perfeito para a cabeça do avançado argelino do Sporting.

 

Belos remates, para golo, de Bruno César assim como João Mário, uma extra dimensão ao jogo deste muito elegante médio leonino. Bom pormenor técnico de Aquilani, que foi servido por João Mário, para o sexto e último golo da partida.

 

Nada dava para prever esta goleada no Bonfim. Que aconteceu, é apenas e tão só por mérito do colectivo verde-e-branco, desde os técnicos aos jogadores. Bela exibição que garante a continuidade do Sporting no topo da tabela classificativa - agora com 4 pontos de vantagem sobre o FC  Porto, que empatou (1-1) com o Rio Ave - e mais um jogo de teórica elevada dificuldade, pela visita do SC Braga a Alvalade, no domingo.

 

wdiag.jpgimg_467x599$2016_01_07_02_56_24_1047637.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


30 comentários

Sem imagem de perfil

De m1950 a 06.01.2016 às 22:22

Melhor exibição coletiva do Sporting fora de casa da última década.

Hoje foi futebol total , aquilo que eu queria para este Sporting , qualidade na definição , muito forte o Sporting no corredor central a persistir a jogar como uma equipa grande por dentro sem medo e com qualidade nos espaços curtos , grande jogatana dos elementos da frente , Ruiz merecia o golo , João Mário que golaço e Bruno César a dar dinâmica ao ataque leonino e mostrar muito equilibrado nas funções defensiva.

William é William , e fico-me por aqui.

Quero só referir o que menos se nota : é a qualidade da linha defensiva do Sporting a controlar a profundidade , isto que eu vi aqui não foi brincadeira nenhum , incrível , que qualidade!!!

Exibição de açucar que eu vi hoje... Isto para mim é futebol , não é preciso um velocista para desbloquear coisa alguma , no futebol a velocidade de pensamento está acima da motora , claro que ter um tipo que pode bater em velocidade e obrigar a reajustes do adversário ganhando assim mais espaços é importante , mas jogar assim que é a forma mais complicada , é futebol de equipa grande , futebol de rebuçado , os jogadores são obrigados a pensar mais. Estou sem palavras.

Obrigado Jesus.

Sem imagem de perfil

De PSousa a 06.01.2016 às 22:24

SL
Como já tive oportunidade de o referir em POST anterior, estava confiante mas não tanto! Para além da nossa vitória, já esperada por mim, ainda tivemos a prendinha do Dragão!
Quantos aos jogadores nem consigo destacar um, foram todos excelentes... vá o Rui Patrício foi o menos bom! Pois só fez uma defesa! LOL
Mais uma vez, jogo a jogo... vamos encher Alvalade!
Foram só três pontos!

P.S. - Acho que o Lopestegui vai de vez!!!! Por muita pena minha!!!! E acho que a inveja não é bonito, podiamos ter dado só 5 ou então 7! Agora imitar os lampiões!! BAH!!!!

Imagem de perfil

De Profeta a 06.01.2016 às 22:54

Sinceramente, acho que o titulo não nos escapa. Não é embandeirar em arco, mas o Jesus de certeza que aprendeu com os erros do passado, e já saberá gerir estes momentos. Para além disso, este Porto, nada tem a ver com a garra e a perseverança do Porto de Vítor Pereira.
Vamos ver.

PS: O caro Rui Gomes é que tinha razão. O Sporting até joga melhor sem o Teo, e era ali que o Ruiz sempre deveria ter jogado ;-)
Sem imagem de perfil

De Pinguim do Gabão a 06.01.2016 às 23:18

Acabado de chegar do bonfim estou completo, estou feliz! Grande jogo, ninguém jogou mal.

O topo sul foi uma festa. Tá tudo unido em torno desta equipa!
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.01.2016 às 00:29

NADA DE EUFORIAS .... CUIDADO!!!
A excelente exibição de hoje com 6 golos só valeram 3 pontos os mesmos que o jogo com o Braga no domingo valem.
Falta uma segunda volta completa , importante aguentar esta diferença de 4 pontos até o Benfica - Porto que nao tarda.

De realçar a audácia de uma estratégia de pressão na saída do adversário com a nossa equipa a manter-se subida em bloco , creio que cada vez mais eficaz porque os jogadores já confiam mais no sistema e o aplicam com gosto e querer com cada um a fazer a sua parte que lhe compete.
Bruno César , um esquerdino nato já está bem entrosado na equipa , excelente ideia de ter chegado ainda em Novembro e tráz-nos a meia distancia e mais problemas para as defesas adversárias.

Concentremo-nos agora no jogo de domingo com o Braga e acreditar que este jogo em Setubal nao desgastou demasiado a equipa
E nada mesmo de euforias, se os jogadores levarem a sério com concentração maxima logo no inicio da partida dobramos tambem o Braga e qualquer outro adversário da nossa liga.

O Sporting já é o campeâo da primeira volta , que proeza!!!

O Porto parece ter entrado em autodestruição metido num colete de forças invisiveis digo ...parece!!
O jogo com o Sporting destruiu-lhes a autoestima!!! e o seu treinador parece ter esgotado as suas ideias.
Sem imagem de perfil

De Leão 1906 a 07.01.2016 às 01:09

Grande jogo do Sporting.Também me parece que a colocação de Ruiz no centro permite uma ocupação mais racional do campo.A equipa estrutura-se melhor,quer a defender -o espaço percorrido por Ruiz no momento defensivo é menor-assim como ofensivamente,até por que ele é muito móvel e aprece muitas vezes nos corredores laterais.

Exibição perfeita defensivamente,equipa bem compacta ,não dando espaços ao adversário,recuperando rapidamente a bola.Perfeita a linha defensiva,mas também os médios.Os automatismos revelados em função do posicionamento da bola eram deliciosos.

Circulação de bola de enorme nível,combinações espetaculares ,sempre em progressão e de grande qualidade técnica.

Sobretudo começa ver-se nesta equipa uma identidade que costuma marcar as equipas de JJ e que não era muito visível em muitos jogos.
Significa trabalho e aquisição de processos a todos os níveis.A preparação dos lances de bola parada são outro exemplo.Já estamos noutro nível.

Todos jogaram bem,até William melhorou bastante e e vai evoluir mais.
Engraçado o lance em que ele passa para fora,mesmo perto de JJ,
Jesus fica louco e e ele desculpa-se ,a rir-se,com a cor do fato de Jesus.Tinha-lhe parecido um colega.Pois havia o pormenor de estar fora do campo...detalhes.

Naldo confirmou:está num nível muito elevado,mas JP está muito bem,assim como Jefferson,que recuperou a forma,e também PO.

Aquele meio-campo foi um luxo.De tudo se viu mas quero salientar o grande golo de JM.Se aprender a rematar será um jogador fenomenal,porque o resto já tem tudo.

Também falar de Bruno César.Jogou muito bem e sobretudo veio permitir uma estruturação mais racional e equilibrada em campo da equipa.
Acredito que tenha agarrado o lugar.

Vejo muitas razões para otimismo mas ainda há muito jogo e agora vem o Braga,muito difícil,mas temos de ganhar.E depois vai jogo a jogo.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.01.2016 às 01:50

Leao todos nós sabemos que Ruiz rende mais ao centro é aí a sua fama na sua seleção em que é o patrão da equipa , sabemos nós e sabe JJ mas.....nao tinha ninguem para colocar á esquerda que lhe desse total confiança e tinha que manter Bryan na equipa a assimilar os processos da estratégia.
Matheus nao tinha ainda pulmão para mais de 45 mt ao nivel que a liga exige e foi necessario fazer-lhe um trabalho específico (que ainda continua) e agora de uma acentada tem Bruno que foi trabalhado já para jogar contra o Porto mas nao pode ser inscrito e Matheus já com mais maturidade e pulmâo que acabou por jogar e correspondeu.

Na segunda volta estaremos mais fortes , com mais soluções.

JJ teve que inventar em muitos jogos e vá-lá não se saiu mal.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.01.2016 às 03:53

Desculpe Julius, mas essa sua explicação não é minimamente aceitável.

Todos os treinadores são teimosos e alguns levam tempo em excesso a corrigirem-se a si próprios porque, ao o fazer, é de certo modo uma admissão que erraram.

Jorge Jesus insistiu com Ruiz na ala mesmo quando tinha Carrillo, por conseguinte, a sua tese vai por água abaixo.

Quem conhecia Ruiz, e eu já o conhecia, sabia a sua posição no meio, até porque não tem velocidade para percorrer a ala, como um extremo natural.

São opções e ele errou com essa sua opção. Ponto !
Sem imagem de perfil

De Petinga a 07.01.2016 às 05:06

João Mário também joga "na ala" e não é extremo nem tem propriamente a velocidade natural de um.

O modelo implementado por JJ previa a equipa apoiada num extremo puro (Carrillo) e um interior com características variáveis e sentido de baliza (Ruiz). Acabou por se adaptar ao que a equipa foi mostrando e à vicissitude de não ter Carrillo. E ganhou a formação.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.01.2016 às 11:39

Bom é a sua opinião que respeito , mas penso que nao foi e nao é um caso de teimosia (sem sentido) de JJ.
Passei varias vezes pelo mesmo problema de ter que adaptar jogadores a outras posiçoes no terreno , os que me transmitiam mais confiança para as funções que pretendia na equipa .
Nos extremos a velocidade é uma das principais armas mas insuficiente se não possuirem outras caractristicas muito importantes para a posiçao , Bryan tem tudo isso menos a velocidade.
Mas era o jogador que mais confiança dava a JJ no plantel para ir a jogo por falta de melhores soluções , nao tenho a minima duvida que era disso que se tratava.
Carrillo jogou a fletir para o centro por 2 motivos , primeiro porque JJ pretendeu dar mais importancia ás funcoes de Carrillo na equipa na esperança que este as reconhecesse e ficar mais seduzido a assinar , depois porque um jogador como Carrillo o melhor do plantel a executar esse tipo de funçoes de desiquilibrio e a buscar jogo atrás para depois carregar a equipa.
Conclusão Bryan teve que ser encostado á ala porque teve um colega adversário de peso melhor que ele para a funçao de 10.
Simples amigo Rui.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.01.2016 às 11:57

Teorias de "treinadores" que gostam de complicar o que à partida é simples !!!
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.01.2016 às 12:10

rssssssssss
Sem imagem de perfil

De SMCM a 07.01.2016 às 14:09

O JJ insistiu e vamos ver se não vai continuar a insistir a colocar o Ruiz na esquerda... Vamos ver se quando o Téo voltar se o SCP volta ao 4-4-2 ou se mantém no 4-3-3...
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.01.2016 às 16:48

Apesar do interesse em justificar Gutiérrez, creio que com a equipa a jogar como está não vai haver lugar para ele no onze. Isto, se não sair em Janeiro...
Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 07.01.2016 às 01:15

Caro Rui como lhe disse há alguns dias num post seu temos algumas hipóteses de
sermos campeões e bebermos uma taça de champanhe em Maio. Infelizmente na
vida dos que têm perto de 60 anos não o fomos muitas vezes por isso temos que
cerrar fileiras todos juntos para o conseguirmos, pois não tenho dúvidas que os
nossos rivais vão fazer de tudo para nós não conquistarmos o título, quem conhece
o desporto em Portugal e a influencia que os vermelhos têm sabe que é muito difícil
ter um círculo virtuoso só Pinto da Costa o conseguiu e todos sabem como, por isso
é preciso que a maioria dos sportinguistas que tenham influencia a exerçam para o
nosso clube conseguir uma era vencedora, tenho fé que isso venha a acontecer e eu
ainda veja.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 07.01.2016 às 03:55

É verdade que ainda temos um longo percurso pela frente. O melhor é encarar um jogo de cada vez, desse modo não causa tanta aflição.
Sem imagem de perfil

De Joe Parsons a 07.01.2016 às 10:01

Como Benfiquista e com alguns anitos (décadas) de Portugal e de "futebol português" :-) - apenas como espectador - vejo no Sporting tem uma boa equipa, um modelo e uma dinâmica de jogo empolgantes, em suma, um futebol suficiente para ser campeão. Porém, ninguém pode prever que não aconteçam avarias, falta de combustível e/ou algo de inesperado ao "Ferrari" do Jorge Jesus durante a segunda volta (como se diz na minha terra, "shit happens" - perdoem a linguagem).
De qualquer forma, esse "Ferrari" pode continuar a render se derem ao Jorge Jesus o que ele precisa: apoio. Não tanto ao treinador que quer vencer ao comando do seu "clube do coração", mas ao treinador que quer provar que só ele tem "andamento" para o "aquele Ferrari" (leia-se, Benfica). :-)
Saudações
Sem imagem de perfil

De Petinga a 07.01.2016 às 05:02

Exibição de gala e futebol champanhe. O adversário não fechou um autocarro em frente à baliza (como já tinha sido previsto) e o Sporting não facilitou um milímetro (como era de esperar a seguir a um jogo como o de Sabado passado).
A equipa está confiante e certos jogadores parecem hoje outros. Penso que João Mário está um jogador com nível de grande clube europeu (não me surpreenderia vê-lo num meio campo de um Barcelona a jogar em posse).

A melhor parte é não embandeirar em arco. JJ sabe melhor do que ninguém que até 5 pontos de avanço se podem perder numa questão de semanas.

Isso, e aquela parte de sentirmos que o plantel ganhou mais uma "senhora" alternativa com BC. Entre Gelson, Matheus, BC (e imagine-se se tivéssemos Carrillo!...) e João Mário as duas meias parecem ficar sempre bem entregues - com perfis variando entre o extremo puro e o interior declarado.
Venha de lá uma alternativa para o centro da defesa e para as sobras de Slimani.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 07.01.2016 às 07:55

Só ganhamos 3 pontos.
Agora contra o Braga +3 terão de ser conquistados.

SL,
Sem imagem de perfil

De Padrinho GL a 07.01.2016 às 09:43

Bom dia,

Uma noite magnifica de futebol para os sportinguistas e para quem gosta de futebol. Ninguém poderá ficar indiferente ao carrossel que ontem se viu. E poderiam ter sido mais porque na primeira parte fomos, de facto, demolidores.

Podemos sonhar, mas temos de continuar concentrados no objetico. Jogadores, equipa técnica, dirigentes e adeptos. Só com suor e lágrimas de todos é que seremos campeões.





Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo