Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Contra a força não há resistência

Rui Gomes, em 07.01.16

 

GAqAajZ.png

 

Na realidade, escolhi o título do post ao intervalo do jogo no Bonfim, desconhecendo, obviamente, que o Sporting viria a marcar mais três golos nos seguintes quinze minutos. Não pretendo, com isto, ridicularizar o Vitória de Setúbal, mas o Sporting foi simplesmente muito forte para o seu adversário neste dia.

 

Y7AZ3BCZ.jpg

Jorge Jesus não surpreendeu com a sua escolha do onze inicial. Referimos no post sobre a convocatória que era expectável a integração de Bruno César de imediato. Que o médio brasileiro acabasse por fazer uma excelente estreia com dois belos golos, não estava, para ser sincero, nas minhas previsões. 

 

Um Sporting a jogar com muita confiança, compacto e muito bem posicionado no terreno. A defesa que defrontou o FC  Porto, no sábado passado, ficou intacta, tal como prevíamos, e esteve novamente impecável. A maior diferença no meio campo terá sido um William Carvalho muito mais activo, mais sobre o corte e quase sempre eficaz com a bola nos pés.

 

C12ZX2KG.jpg

Como já tive ocasião de observar em comentário, o Sporting alinhou praticamente sem extremos naturais, com Bruno César a cair mais para a ala esquerda e João Mário para a direita. Ambos, sempre que a oportunidade se apresentava, a fazer jogo pelo interior, em diagonal, e, na realidade, seus três golos surgiram em zonas frontais.

 

Seis golos, todos merecedores de destaque, com porventura a mais bela jogada a verificar-se no segundo tento de Slimani, aos 52', com João Mário a lançar Bryan Ruiz e o costa-riquenho a fazer um cruzamento perfeito para a cabeça do avançado argelino do Sporting.

 

Belos remates, para golo, de Bruno César assim como João Mário, uma extra dimensão ao jogo deste muito elegante médio leonino. Bom pormenor técnico de Aquilani, que foi servido por João Mário, para o sexto e último golo da partida.

 

Nada dava para prever esta goleada no Bonfim. Que aconteceu, é apenas e tão só por mérito do colectivo verde-e-branco, desde os técnicos aos jogadores. Bela exibição que garante a continuidade do Sporting no topo da tabela classificativa - agora com 4 pontos de vantagem sobre o FC  Porto, que empatou (1-1) com o Rio Ave - e mais um jogo de teórica elevada dificuldade, pela visita do SC Braga a Alvalade, no domingo.

 

wdiag.jpgimg_467x599$2016_01_07_02_56_24_1047637.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


30 comentários

Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 07.01.2016 às 00:29

NADA DE EUFORIAS .... CUIDADO!!!
A excelente exibição de hoje com 6 golos só valeram 3 pontos os mesmos que o jogo com o Braga no domingo valem.
Falta uma segunda volta completa , importante aguentar esta diferença de 4 pontos até o Benfica - Porto que nao tarda.

De realçar a audácia de uma estratégia de pressão na saída do adversário com a nossa equipa a manter-se subida em bloco , creio que cada vez mais eficaz porque os jogadores já confiam mais no sistema e o aplicam com gosto e querer com cada um a fazer a sua parte que lhe compete.
Bruno César , um esquerdino nato já está bem entrosado na equipa , excelente ideia de ter chegado ainda em Novembro e tráz-nos a meia distancia e mais problemas para as defesas adversárias.

Concentremo-nos agora no jogo de domingo com o Braga e acreditar que este jogo em Setubal nao desgastou demasiado a equipa
E nada mesmo de euforias, se os jogadores levarem a sério com concentração maxima logo no inicio da partida dobramos tambem o Braga e qualquer outro adversário da nossa liga.

O Sporting já é o campeâo da primeira volta , que proeza!!!

O Porto parece ter entrado em autodestruição metido num colete de forças invisiveis digo ...parece!!
O jogo com o Sporting destruiu-lhes a autoestima!!! e o seu treinador parece ter esgotado as suas ideias.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo