Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Debate livre (2)

Rui Gomes, em 29.01.15

 

media_p18nb6eri38jcf7ifqb1mb814bd3.jpg

 

Pela receptividade verificada ao post inaugural, vamos continuar com esta série semanal em que o leitor é livre de abordar qualquer temática do seu maior interesse. Eis algumas sugestões:

 

wdiag.jpg

 - Acho que a candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA merece uma discussão mais alargada. Não sou grande fã do homem - ao invés do jogador - por algumas das suas atitudes ao longo dos anos, dentro e fora do Sporting, mas também lhe reconheço algumas qualidades e não há dúvida alguma que é um profundo conhecedor do jogo. Já começaram a surgir algumas vozes muito influentes a dar apoio e, sobretudo, creio que a sua eleição seria de enorme prestígio para Portugal e para o futebol português.

 

- Algo que tem merecido pouco comentário entre os leitores, é a movimentação do Sporting durante este período do mercado de transferências. Enquanto muito pouco tem sido levado a cabo com a equipa principal, já o mesmo não aconteceu com a equipa B, com um número de empréstimos e outras medidas. A exemplo, concordo com o nosso leitor Sérgio Palhas, que afirmou que Ricardo Esgaio merecia uma equipa que não a Académica. Já a cedência de Iuri Medeiros e Fokobo ao Arouca, também é discutível. Não conheço Manafá o suficiente para comentar a sua saída a título definitivo.

 

455540146.jpg

- A última sugestão que poderá ser alvo de debate, é esta afirmação de Marco Silva, sobre Ewerton, depois do jogo de ontem: «Chegou sem ritmo de jogo e com uma paragem muito grande ao nível de treino. Está no nível zero, temos de ir incutindo gradualmente as bases para o lançar sem grandes riscos. Vai demorar o seu tempo, nestes próximos jogos não poderemos contar com ele mas sim com aqueles que cá estão desde a primeira hora e que têm feito um bom trabalho.»

 

Nada nem ninguém me convence que este é o central que ele desejava, neste momento, e que a contratação foi ao seu agrado.

 

Deixo o resto do debate com os leitores. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:09

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


40 comentários

Sem imagem de perfil

De Jorge a 29.01.2015 às 10:39

No ponto dois, na minha opinião, fazia sentido referir também o empréstimo do Filipe Chaby ao União da Madeira que me parece o mais discutivel de todos.
Curiosamente, marcou na estreia.
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Jorge a 29.01.2015 às 10:48

Demonstrando que não venho aqui só criticar a postura anti presidente do Sporting deste blog, que é manifestamente exagerada e que me envergonha como Sportinguista, lanço a discussão da contratação do Ewerton.

Esta contratação não tem lógica nenhuma! Então não sabiam que ele estava lesionado e sem ritmo? O Sporting necessitava de alguém que viesse para jogar de imediato, ou com capacidade para o fazer.
Faz desconfiar das comissões que poderão estar por trás deste empréstimo.

Se bem me lembro, o jogador é bom. Poderá ser uma mais valia no futuro, caso recupere e demonstre as suas qualidades até ao final da época? O futuro o dirá. Mas precisávamos de um jogador para o presente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2015 às 11:00

Agora ficamos preocupados por o caro ficar envergonhado. Vamos começar a escrever só ao seu gosto para que isso não aconteça !??
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Jorge a 29.01.2015 às 11:56

O senhor escreve o que quiser, e eu sinto vergonha do que sinto. Tão simples como isso.

Eu não referi em tempo algum que deveria preocupar-se fosse como o que fosse.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2015 às 12:14

Se a única vergonha que sentir na vida for esta, é um homem feliz ! Invejo-o :)
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 29.01.2015 às 11:17

A questão que se coloca é:
Com as derrotas do Benfica e Porto subiram as expectativas do Sporting ainda ter uma chance de ganhar o campeonato ou ficar de novo á frente dos corruptos.
A saida de Maurício e o provável emprestamo do Sarr deixa-nos na posiçao de centrais numa posiçao muito delicada.
Paulo Oliveira é já o melhor central a jogar em Portugal e fará uma dupla de sonho com o Tobias mas......e se um deles se lesionar??? Que vai passar? O egipcio é bom jogador mas ainda inadaptado ao ritmo de uma 1ª LIGA.
Esta sim é a questão.
Sem imagem de perfil

De jose a 29.01.2015 às 18:23

Caro Julius,
Não discuto o seu conhecimento sobre futebol, mas dizer que Paulo Oliveira é o melhor central a jogar em portugal e faz uma dupla de sonho com o Tobias, sinceramente, não está a confundir um desejo com a realidade?

1. O Tobias ainda não foi colocado a prova.

2. Ainda que venha a revelar-se num bom central, face a sua juventude, inexperiência vai cometer deslizes infantis, que nos vai custar pontos. O abraço desnecessário que fez ao avançado no jogo da académica podia ter custado um penalti e perda de pontos, caso o arbitro estivesse de má vontade como já tem acontecido.

3. O bom central tem que ter uma boa auto confiança e esta adquire-se com jogos bem feitos e não apenas porque alguém diz-lhe que é bom.

4. Discordo totalmente com este tipo de lançamento de jogadores promissores da equipa B. O crescimento destes, faz-se de forma mais acelerada se jogarem ao lado de alguém experiente.

5. Receio que possamos ficar afastados do titulo precisamente devido a dupla inexperiente que temos.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 29.01.2015 às 20:04

Reintero a minha opinião que Paulo Oliveira actualmente é já dos melhores centrais a jogar no nosso campeonato e está a crescer todos os dias.
A dupla com Tobias acredito que venha a ser a dupla que maiores garantias nos dá, Tobias aprende depressa e vai minimizar os erros de jogo para jogo até ter a experiencia que se exige.
Sabe ler o jogo e bom poder de antecipação e elevação, é dos mais rápidos dos centrais que temos áparte que sabe tambem colocar-se bem na area adversária quando é de subir, só tem que ganhar mais intensidade e ritmo que os jogos da 1ª liga lhe vão dar. Sinto-me mais tranquilo com esta dulpla de centrais que qualquer outra que tínhamos quando incluía o Sarr ou o Maurício.
É um lançamento mais sustentado que quando foi o lançamento do Sarr.
Quanto ao lance que descreve nao tenho tambem a mesma opinião , é o avançado que tenta aproveitar-se quando sente o tobias em cima, lances desses passam-se em todos os corners e com todos os defesas.
Pior são os defesas do Benfica que fazem constantes bloqueios manhosos propositados.
Sem imagem de perfil

De jose a 30.01.2015 às 10:20

Caro Julius, não sei onde viu essas qualidades todas no Tobias com um jogo feito pela equipa principal. São os jogos da equipa B?

Quanto ao lance, se foi o avançado se aproveitou, direi que é o Tobias que é comido como um anjinho. Todos nós sabemos que alguns avançados são matreiros, cabe aos defesas responder de forma semelhante.

Oxalá que acerte em tudo o que escreveu. E mesmo que a dupla acerte, acho errado este modo de lançar jovens na equipa principal. Acho que a forma mais segura e mais rápida de fazer crescer um jovem futebolista é jogar ao lado de alguém mais experiente.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 30.01.2015 às 11:32

O Sporting vive desde á muito tempos difíceis e agora ainda mais com orçamentos tão apertados, os processos ideais de adaptações e crescimentos de jogadores ficaram sem grande espaço, passaram ao desenrasquem-se e mostrem o que valem.
Os jogadores do sporting vivem uma guerra constante e é no meio das batalhas que nascem os melhores cirurgiões.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 30.01.2015 às 12:07

os seus comentários críticos ao Tobias encaixam na perfeiçao como uma luva ao Sarr , essa sim uma triste e infeliz decisão , promoverem um jovem inesperiente desconhecido , falando outra lingua e fazendo sómente 3 treinos. e como o Rui e muitos de nós comentámos teve um custo elevado e que era mais que prevísivel.
Ficámos todos surpresos com tamanha ousadia que os adversários agradeceram.
Tobias apesar de tambem ser inesperiente mas está num outro patamar de adaptação, aparte que fez a pré-época com o grupo e até que lhe correu bem.
Tobias destaca-se na B e mostra qualidade , merece uma oportunidade.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.01.2015 às 20:10

Peço desculpa pela intromissão, mas como é um caso raro eu concordar, genericamente, com o José, gostaria de lhe fazer a seguinte pergunta:

E... de quem é a culpa deste estado das coisas, assente na sua premissa ? A saída de Rojo era expectável e inevitável e estava à vista de um "cego" que um central mais experiente devia ter sido contratado no Verão. Em vez disso, fomos buscar o jovem e inexperiente Sarr.

A pergunta que deve ser feita é quantos pontos já nos custou esta decisão, inclusive do afastamento da Champions ???
Sem imagem de perfil

De jose a 30.01.2015 às 10:48

Se quer saber a minha opinião, vendia o Rojo (expectável) e o Maurício que estava relativamente valorizado e comprava um central experiente para jogar com um jovem, mas isto é falando à posteriori.

Recuando no tempo, o que aconteceu para a dupla não ter o sucesso esperado deve-se a saída do Dier porque no estágio era dupla Mauricio x Dier que estava a ser rodada.

Após a saída do Dier foi o Sarr o promovido que não estava preparado dito pelo próprio que não esperava ser titular tão cedo, mais o abaixamento de forma do W. Carvalho, mudanças novamente na defesa com a saída do Sarr e entrada do P. Oliveira e por último penso que tb devido a estratégia táctica do MS fez com que a nossa defesa ficasse bem fragilizada.

Em Janeiro, dá-se a saída do Mauricio e entrada do Ewerton que não está em condições de jogar, se assim for, preferia que o Mauricio ficasse e continuasse com o P. Oliveira visto que com a subida de forma do W. Carvalho a defesa estava a melhorar.

Gostei da maneira da contratação do Ewerton, por empréstimo, se garantir qualidade pode ser renovado, se não, boa sorte. Não estou a gostar dos ruídos a volta dele, não está em condições de jogar, quer 1M por ano. Se não está em condições e se não conseguiam comprar outro, que permanecesse o Mauricio. esta é a minha opinião.

Mas há quem defenda que a saída do Mauricio é a promoção do Tobias e ficam todos contentes. Eu não quero um sporting famoso por promover jogadores, quero um sporting a ganhar títulos, se for com muitos formandos da casa, tanto melhor caso o sporting tenha uma percentagem significativa do passe. Com percentagens ridículas para o sporting não vejo qualquer interesse em promover jogadores.

Imagem de perfil

De juliuscoelho a 30.01.2015 às 11:49

Jose ignora totalmente nos seus comentários qualidade ao Tobias, á jogadores que aprendem muito rápido com os erros á outros que persistem nos erros como é o caso do Sarr , vamos dar uma chance ao Tobias , é mais jogador que o Sarr tem boa recepçao de bola e melhor qualidade de passe com mais critério , tem tudo para errar menos , acredito que vá errar menos .E Paulo Oliveira ao seu lado dá-lhe garantias de alguma tranquilidade e motivaçao.
Essa coisa da experiencia por vezes tambem falha , Eliseu já anda nisto á anos , experiencia nao lhe falta e comete aquele penalti infantil , de principiante em Paços que custou a derrota ao seu clube.
Os jogadores não são maquinas perfeitas , mas conseguem transformarem-se em génios ou em diabos , motivando as suas capacidades ou quando tomam decisões inexplicáveis.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 30.01.2015 às 11:58

No centro de toda esta embrulhada dos centrais do Sporting o caso que não tem explicação e que nos apanhou a todos desprevenidos foi a entrada directa do Sarr para a equipa principal sem qualquer período de adaptaçao e contra tudo o que vem nos livros .
Responsáveis? O treinador ? Inácio? Quem tomou essa infeliz decisão? Com que bases? Uma história para alguem contar mais tarde.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 29.01.2015 às 11:17

SL
Quanto ao primeiro assunto, só espero que LF não vá para a FIFA fazer "negócios" como fazia com os clubes! E que respeite todas as instituições desportivas por igual e não por "valores".
Quanto aos empréstimos dos "nossos meninos", penso que seja qual for o clube será bom para eles... isto se jogarem! E não devemos emprestar jogadores a clubes que nos têm prejudicado nas contratações, estou a lembrar-me por exemplo do Nacional e neste momento se calhar do Rio Ave. Enfim... boa sorte para eles e que regressem com "ganas" de serem titulares na equipa A do SCP.
Sobre o nosso "novo" central, estou de acordo que deveria vir um que pegasse de estaca de imediato e não um lesionado e sem ritmo.. mas será que temos dinheiro para isso? E porquê levantar a suspeita de que não é opção de MS? Porquê? É só para incendiar mais ALVALADE?
Até podem ter sido colocados vários nomes na mesa e MS preferiu este, mesmo lesionado e sem ritmo.....
Se calhar, se fosse eu a mandar... nem ia buscar nenhum....
Mas podemos ter mais temas para falar como ter jogadores em ALVALADE que não sentem, nem nunca vão sentir a camisola do SCP... não entendem e só querem €€€€€€€€€'s.
Mas o que me interessa mesmo é ganhar em AROUCA e fazer pressão nos 2 primeiros....
Força SCP....
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 29.01.2015 às 11:25

Ainda o inesperado cumprimento público entre presidentes do Benfica e Sporting, só á pouco vi as imagens e deixaram-me perplexo.
É BdC que tem a iniciativa e estende a mão no ar na direçao de Vieira que fala com o vizinho do lado oposto , a mão fica no ar alguns segundos até que Vieira se apercebe e estende a sua num cumprimento de fração de segundo e sem olhar para BdC.
Como gostaria que os nossos presidentes do nosso clube não façam este tipo de ações serviçais vergonhosas.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 29.01.2015 às 11:29

Temo que se Luis Figo ganhe as eleições uma das suas primeiras decisões imeditas será acabar com a bola de ouro enquanto Cristiano estiver no activo e a puder ganhar de novo.:)
Sem imagem de perfil

De L a 29.01.2015 às 11:32

Com temas sugeridos opto pela candidatura de Luis Figo e o futebol português. Que acho que vale sempre a pena discutir. Ainda que em duas caixas.

Finalmente alguém de uma geração de ouro, de um país pequeno como Portugal, depois de tanto tempo fechado, para se impor no Mundo e ao mais alto nível no futebol. Uma candidatura com 4 meses, como diz o Figo, que vai durar de certeza os próximos 4 anos e que convoca todos os portugueses que gostam verdadeiramente de futebol. E o anúncio da candidatura de Luis Figo não foi a única notícia “fabulástica” para o futebol português. De acordo com o relatório da FIFA, com um novo record no valor total das transferências de jogadores no mundo, 3,6BIS e só Espanha com 590M e Inglaterra com 463M venderam mais que Portugal com 385M. E novamente uma Liga de um país pequeno como Portugal, por excelência vendedor, no pódio com duas das Ligas com mais expressão no Mundo - ao mesmo tempo os maiores compradores e vendedores. É obra e Portugal não se pode gabar do mesmo muitas vezes! Porque devia deixar todos os amantes do futebol em Portugal cheios de orgulho! Sobretudo um pára-quedista recém-chegado ao futebol, que insiste em se cobrir de ridículo. A ele e infelizmente ao clube que também representa. Não era nada mal pensado primeiro também tentar fazer alguma coisa digna de registo. Além claro de chamar mafioso ao treinador e depois ainda tentar processar os sócios por difamação.

Para além do enorme prestígio para o futebol português não são as receitas extraordinárias que fazem crescer os clubes. Mas já dizem muito da excelência em várias áreas. Como a formação, treino, scouting e/ou mercado. Infelizmente, mais em dois clubes que todos conhecem bem. E se também é muito usual dizer-se que mais do que o elo mais fraco, o grande cancro do futebol português está na sua classe dirigente e na forma impensável como passam a maior parte do tempo de costas voltadas, não obstante o mesmo negócio. Num país que só cultiva o que está mal, como diz e bem o Ronaldo muitas vezes, também é bom não esquecer que muitos ainda fazem parte da 1ª geração totalmente alfabetizada. Além de 1974 não estar ainda assim tão longe muitos países pequenos como Portugal nunca fizeram metade. E serão estes dirigentes muito diferentes dos adeptos que também ainda não conseguem valorizar as vitórias de qualquer clube português na UEFA? Porque a pontuação também beneficia todos, nomeadamente o futebol português. Precisamos todos de mudar mentalidades. E ninguém precisa de deixar de amar o seu clube.

Voltando ao Luís Figo e novamente para quem conseguir pôr o futebol português à frente de outras simpatias mais individuais. Como o apoio pronto dos três portugueses que mais se destacam/influenciam o futebol mundial hoje, Mou, Jorge Mendes e Ronaldo, a pergunta que devemos fazer é: Que candidatura servirá melhor o futebol português? O Blatter, com casos de corrupção que nunca mais acabam? Só o anúncio da candidatura com apoios, que nem sabemos se voltaremos a ter algum dia e que tão mal temos aproveitado, foram uma enorme pedrada no charco do futebol português. Até para mim é complicado pensar no que todos juntos ainda podem fazer pelo futebol português. E de borla! Claro que é quase impensável destronar um presidente da FIFA, inclusive com vários patrocinadores já a abandonar o barco. Foi sempre assim, Havelange só renunciou para fugir às punições. Há sempre muito poder consolidado. E senão fosse assim, o francês era outro de certeza. Estamos a falar de uma corrida de fundo, com diplomacia para dar e vender a mais de duas centenas de países. Alguns onde nem se imagina futebol. Muito cuidado pois a interpretar declarações eminentemente políticas nos tempos mais próximos.


Sem imagem de perfil

De HY a 29.01.2015 às 20:46

Caro L, até num comentário sobre o Figo e a FIFA consegue meter o "outro" ao barulho???
Sem imagem de perfil

De L a 30.01.2015 às 22:52

Já a mim parece-me evidente que desta vez a intenção de desvalorizar ainda mais o Bruno e por arrasto o Sporting – a parte mais chata - é do caro. Como se fosse possível. No contexto do futebol português, que era o meu verdadeiro tema. Sobretudo fico triste ao verificar mais uma vez, que o único tema para alguns sportinguistas é o Bruno. Como aliás o Camarote evidencia bem todos os dias.
Sem imagem de perfil

De L a 29.01.2015 às 11:33

E por cá talvez esteja na altura de também começarmos a confiar mais nos órgãos que dirigem o futebol em Portugal, com todas as críticas a que nenhuma governance consegue escapar. Até porque o trabalho que há para realizar no futebol português ultrapassa qualquer mandato. O passe mais importante já foi dado, a centralização e melhor redistribuição dos direitos televisivos. Que coloca o futebol português finalmente acima de qualquer clube. Numa Liga mais competitiva, muito provavelmente com menos clubes, beneficiam todos. E ainda é o melhor caminho para falarmos todos menos do sistema.

O sonho da Premier League só foi possível porque os clubes em Inglaterra já nasceram todos como sociedades comerciais. O que muita gente em Portugal ainda desconhece é o ambiente mais propício à Indústria do futebol actual. Claro que depois foi sobretudo a Televisão a maior responsável pelo grande crescimento do espectáculo em todo o mundo, na medida em que atraiu muitos proveitos financeiros e por várias vias. O Man United, que liderou muito tempo os clubes mais ricos, consegue assegurar 50% das receitas junto dos seus adeptos. No mundo, nomeadamente até na Ásia. Impressionante! A marca Sunil Chhetri, por exemplo, valia mais que os três grandes em Portugal. Não é bem como o Futre disse mas claro que é um caminho ainda por explorar. É preciso que a Liga portuguesa chegue muito mais longe porque o que faz crescer definitivamente qualquer clube são as receitas operacionais. E o futebol hoje é sobretudo um espectáculo com fãs em todo o mundo.

Não me custa nada a admitir que sou dos que cheguei a acreditar que as SADs seriam mais que suficientes para o salto que se continua a pretender e agora verifico que até a evolução dos treinadores portugueses já fez muito mais. Os clubes associativos serviram e muito bem o futebol português durante mais de 100 anos e o que verdadeiramente mudou foi a Indústria do futebol. Os clubes portugueses precisam de conseguir captar muito mais investimento, ganhar outra dimensão para continuarmos na 1ª Divisão da Europa. Até ao fim da década não vão restar muitos clubes como os portugueses depois da fase de grupos da Champions. E temos tudo para isso. Os melhores treinadores. Talento inato para dar e vender como poucos países ricos. Nas Academias em Portugal e no ex-Ultramar. França, por exemplo, nunca parou de explorar esse filão e o Estado português também deve começar a olhar para o futebol como uma área muito séria. O futebol em Portugal não pode servir só para o fisco. O futebol, como actividade económica pode fazer muito mais por Portugal e pelos portugueses, directa e indirectamente. Claro que também temos só o sol mas os portugueses deviam ambicionar sempre muito mais que servir bicas. Ajudar a multiplicar casos de sucesso como o Rui Vitória em Guimarães por todos os clubes mais pequenos devia ser uma prioridade do Estado português há muito tempo. Até para a sustentabilidade dos estádios que mandou construir para o Euro 2004. Com um secretário de estado com os olhos mais abertos para a actividade e menos para as campanhas eleitorais. Os clubes portugueses precisam todos de músculo financeiro para segurar os melhores jovens mais tempo e ainda conseguir chamar outros nomes, que ajudem a promover a Liga portuguesa no mundo. Porque são os jogadores que vendem o futebol. E Portugal não tem muitas áreas como o futebol, para prender a atenção dos países mais ricos e do mundo em geral.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 29.01.2015 às 11:34

se Ryan Gaud e wallyson nao são emprestados quer dizer que estão finalmente numa fase adiantada e decisiva de integraçao na equipa A , na minha opinião é uma optima notícia.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.01.2015 às 16:55

Completamente de acordo...
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 29.01.2015 às 11:50

Luis Figo decidiu habilitar-se a um dos tachos mais apetecidos do futebol , a cadeira de presidente da FIFA, para já desconhecemos as suas reais ideias (inovadoras e revolucionárias) para a transformaçao e melhoria do futebol em geral.
Figo esteve todo este tempo fora das ações e movimentações do futebol mesmo nacional entrettido com a sua pequena academia de jovens jogadores.
Agora aparece de surpresa e que surpresa e que salto ...querer ser o papa do futebol, presidente da FIFA , ora toma!!
Esperemos que não esteja a ser empurrado e usado por outras cabeças como marioneta e que esteja a vender a alma ao diabo.
Estou curioso de o ouvir de forma descontraída , as suas ideias e o que pensa que pode mudar.
A sua apresentação na candidatura é chocha e prevísivel , nota-se que está a ler o que alguem lhe escreveu para o efeito , nota-se que teve que ensaiar algumas vezes para sair perfeito mas ...nao saiu.
Estamos á espera Figo que mostres agora o que vales e se valeres estaremos contigo , até lá mantenho alguma desconfiança.
Sem imagem de perfil

De jose a 30.01.2015 às 14:59

Caro Julius,
Se não está a ser usado, vai passar a ser, não tenha duvidas, provavelmente os homens fortes dos fundos andam a sondar.

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo