Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Debate livre (76)

Rui Gomes, em 30.05.15

 

media_p18nb6eri38jcf7ifqb1mb814bd3.jpg

 

O espaço onde o leitor pode abordar qualquer temática do seu maior interesse. Eis algumas sugestões para este sábado:

 

- Nunca comentei Relatórios e Contas e não vou começar agora. O leitor poderá, portanto, aproveitar o ensejo para dar o seu parecer sobre a divulgação desta sexta-feira, pela Sporting SAD, em que é apresentado um resultado líquido de 22,125 milhões de euros no final do terceiro trimestre de 2014/15. Percebo tão pouco desta equação financeira que nem consigo imaginar a origem de um tão elevado aproveitamento. Deixo isto para os entendidos. O respectivo comunicado encontra-se disponível aqui.

 

- O timing e a impropriedade dos lampiões do Grupo Cofina com a revista «Sábado».

 

- Pelos vistos, Ricardo Sá Pinto vai ser o próximo treinador do Belenenses.

 

- Chegou o dia do leitor tentar antecipar a lista dos 18 convocados de Marco Silva para a final da Taça e, muito em especial, o onze inicial. 

 

sabado.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


29 comentários

Sem imagem de perfil

De HY a 30.05.2015 às 07:21

Altura para um dos apreciados posts do Desert Lion
Sem imagem de perfil

De JRamos a 30.05.2015 às 08:22

"Chegou o dia do leitor tentar antecipar a lista dos 18 convocados de Marco Silva para a final da Taça e, muito em especial, o onze inicial"

Patrício, P. Oliveira, Ewerton, Jefferson,M. Lopes, William, J. Mário, Adrien, Nani, Carrillo, Slimani

Banco: Boeck, Cedric, Tobias, A. Martins, Montero, C. Mané, Capel
Sem imagem de perfil

De L a 30.05.2015 às 08:46

Até o cepo do Maurício: «Marco merece esta Taça»
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Jorge a 30.05.2015 às 13:04

O Maurício é "parente" do Marco por parte do Carlos Gonçalves.
Sem imagem de perfil

De L a 30.05.2015 às 09:42

E ontem já tinha sido a vez de outro grande apoiante, Daniel Oliveira,

«Não há qualquer razão desportiva para que o Sporting não esteja satisfeito com o trabalho de Marco Silva. No entanto todos percebemos que o Bruno de Carvalho deseja mandar o treinador embora. As declarações do presidente, há mais de uma semana, queixando-se numa conferência de imprensa (…) foram apenas mais um episódio infantil (…) Tratou-se portanto de continuar a alimentar um clima propício ao rompimento. Se o Sporting perder é provável que o Bruno de Carvalho afaste Marco Silva sem se sentir obrigado a dar grandes explicações. Se, como desejam todos os sportinguistas, a conquistar, e ainda assim decidir mudar mais uma vez de treinador, terá de dar explicações.»

E se há duas semanas ainda se poderia escrever que era obra a forma como o Sporting – ao contrário do Braga - ia chegar completamente dividido ao Jamor, hoje nem isso. E aqui está a razão principal porque nenhum resultado ainda pode vir a justificar o que quer que seja. Mas que o clima criado com que vamos chegar ao Jamor já é imperdoável ninguém o pode negar. Parabéns aos seus criadores!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 10:26

A situação financeira do Sporting continua bastante perigosa, o que não surpreende porque a reestruturação financeira foi essencialmente uma… “engenharia financeira”.

Na minha opinião, um dos aspectos mais preocupantes dessa “engenharia” consistiu no aumento dos capitais próprios em 127,9M€ de VMOC's, um financiamento que são obrigações convertidas em acções em 2025. Isto é, se o Sporting dentro de dez anos não arranjar os 127,9M€ para adquirir as VMOC's a Sporting SAD passará a ser detida maioritariamente pelos credores.

Deve-se registar que nos lucros anunciados estão incluídos os 15,75M€ + juros de mora reclamados pela Doyen. E, como se sabe, este dinheiro ainda não é garantidamente do Sporting.

Dificilmente o Sporting voltará a cobrar em patrocínios e publicidade os valores deste ano.

Por outro lado, apesar de todo o esforço realizado o Sporting aumentou em mais de 1M€ as despesas em “honorários”, “despesas com pessoal” e “trabalhos especializados” relativamente ao ano anterior.
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 30.05.2015 às 14:23

Caro Zargo,

Após a sua visão dos número menos optimista passo a apresentar a minha mais optimista :).

Resultados Operacionais +19M€ sendo que apenas 10M€ são relativos à CL.
+ receitas em publicidade 2M€
+ receitas em Gameboxes 3M€
O Merchandising julgo que só agora aparece porque no passado estava inserido na SPM (não tenho a certeza)

As VMOC's são um "peso" muito grande que requerem uma gestão competente e realista como a que tem sido feita actualmente.

O caso Doyen como o Zargo bem deve saber a Doyen pede +5M€ (pelo empréstimo do Nani) que muito dificilmente serão considerados para o efeito da transferência do Rojo.

Patrocínios:
É verdade dificilmente o SCP continuará a fazer crescer esta rubrica sem resultados desportivos ... mas não é impossível, basta lembrar o que muitos já indicavam como sendo uma certeza que o SCP estaria a ter menos receitas de publicidade ... afinal era mentira e as mesmas cresceram.

Crescimento das despesas operacionais:
Como muito provavelmente o Zargo leu no comunicado assim como no R&C enviado para a CMVM é lá explicado que o aumento na rubrica FSE deve-se as despesas com deslocações e viagens relativas à competição da CL e da Liga Europa.

Pessoalmente considero assombroso o que foi feito em pouco mais de 2 anos do ponto de vista financeiro os meus sinceros parabéns ao CD do Sporting Clube de Portugal.

SL,









Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 16:37

Caro Sérgio

Estamos de acordo num aspecto: em si próprios, os números não mentem. Mas são passíveis de interpretações, como sabe.
Pode-se concluir da leitura dos documentos da SAD leonina que vivemos no mundo melhor que é possível. Mas, numa análise mais severa, por trás dos números, também se pode inferir que, no essencial, estamos confrontados com problemas antigos.

Não desejo o pior cenário porque seria mau para o Sporting, mas não me convenço com a euforia que alguns manifestam. Há problemas terríveis, um dia destes alguém poderá vir dizer que foi tudo por água abaixo e apresentará a mesma explicação simplista que agora é proposta.

Aliás, num imprevisto, em Dezembro de 2013 o BdC veio dizer que "a reestruturação está em perigo". Depois, nem mais uma palavra sobre o assunto.

No comentário anterior referi que “a Direcção presidida por BdC tenha tomado decisões úteis e oportunas.” Devo acrescentar que estou convicto que se fosse outra a Direcção do Sporting a reestruturação financeira, no essencial, seria mesma.

Muito a seu gosto, o BdC deu aquela conferência de imprensa no meio de uma reunião com os bancos credores. Conversa para plateia, os papéis estavam prontos a assinar em cima da mesa e faltavam aspectos secundários. Em suma, se fosse presidente o Couceiro teria assinado uma coisa semelhante.

Um abraço leonino
Sem imagem de perfil

De RafaelSCP a 30.05.2015 às 16:46

Os números não mentem mas são passíveis de interpretação. Mas se considerarmos a sua versão dos factos que corresponde à pior versão possível da interpretação dos números, creio que ainda assim estamos melhores do que estávamos. Isso é algo irrefutável que que talvez lhe custe a admitir.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 10:43

O Sporting não tem um fundador. Nas assembleias de 8 de Maio e de 1 de Julho de 1906 considerou-se que eram fundadoras trinta e seis pessoas, às quais se juntaram outras mais tarde. Os seus nomes constam de documentos oficiais do Sporting.

Nos fundadores o primeiro nome quem consta na acta é o de José Alfredo Roquette. Nessas assembleias o Visconde de Alvalade foi considerado “Sócio Protector” e foi eleito Presidente do Clube.

Muita “vida dupla” terá a revista Sábado para investigar!!!
Sem imagem de perfil

De L a 30.05.2015 às 11:00

E a começar pelos actuais proprietários.
Sem imagem de perfil

De João P. a 30.05.2015 às 11:55

Excelentes resultados apresentados. Obviamente tal se deve à cartilha deixada pelo Godinho.

O Sporting continua no bom caminho por mais que alguns tentem virar o bico ao prego e falar de aspetos técnicos importantes e preocupantes mas perfeitamente normais.

Mais uma vez apresentam-se cenários futurísticos para tentar deixar para 2º plano os resultados apresentados.

Uns optam por não comentar porque dá jeito, outros optam por distorcer!!!
E depois dizem que estes resultados são normais e são o resultado mágico, fruto de medidas externas sabe-se lá de quem. Relembro aqui umas palavras do Nobre Guedes (É fácil perceber a pouca vontade de comentar de alguns quando nunca pensassem ser possíveis estes resultados):

"Nobre Guedes faz uma avaliação trágica do momento e vê um clube sem salvação com as actuais políticas de austeridade referindo que o problema do Sporting não está na despesa mas nas fracas receitas. Nobre Guedes um especialista em matéria financeira, duvida que alguém consiga fazer melhor.

Se o Sporting tem salvação ? Não, neste ritmo não tem nenhuma salvação mas isto é a minha opinião e cada um tem a sua. O problema do Sporting é a falta de receitas (...) o que estão a fazer é reduzir os custos mas o Sporting precisa de aumentar as receitas para ter mais lucros. São duas visões diferentes... "

Quanto ao diferendo com a Doyen é obvio que se perdermos os resultados não serão tão bons mas basta umas simples contas de subtrair para perceber que os resultados continuariam a ser bastante positivos.

Concluindo:

-Aumento considerável das receitas de bilheteira.
-Aumento do valor em patrocínios.
-Custos do plantel perfeitamente controlados.
-Se a equipa entrar na champions nem precisamos de vender jogadores. Se não entrar a venda de um jogador bastará para equilibrar as contas.
-Descida de cerca de 40M do passivo, resultado da reestruturação financeira.
-Resultados atingidos com a recuperação dos passes dos passes William (40%), Carrillo (20%), Cédric (26%), João Mário (15%).


Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 13:41

Num comentário anterior referi que a “reestruturação financeira” consistiu numa “engenharia financeira”. Que se trata de uma “engenharia financeira” é uma verdade inquestionável, o que não invalida que a Direcção presidida por BdC tenha tomado decisões úteis e oportunas.

No entanto, a situação do Sporting não se alterou profundamente, continuando numa situação de falência de técnica pelo valor elevado dos capitais próprios negativos (118,6M€) e onde a insolvência permanece como um risco.
Aliás, BdC informou na Assembleia Geral de 1.julho.2014 que passivo consolidado era de 442,7M€, em contas que remontam a junho de 2013. Ora, para se ter verificado uma redução tão significativa do passivo… só por “engenharia financeira”!
Passo a exemplificar por que razão utilizo essa qualificação:
-ter sido registado como lucro o valor total da transferência de Rojo, descontados os 3M€ que a Doyen recebeu, incluindo como receita os 18,75M€ + juros de mora que são reclamados;
- na dívida financeira não está incluído o financiamento das VMOC, no entanto ele existe e é no valor de 127,9M€ apesar de não estar registado contabilisticamente como passivo e ter permitido um aumento de capitais próprios;
- o valor dos activos aumentou em 81,1M€ em virtude da inclusão da SPM na Sporting SAD, o que antes não se verificava;
- o Sporting valorizou os direitos de superfície do Estádio de Alvalade em 208M€ brutos e 147M€ líquidos, fazendo reflectir os novos valores nas contas.

Em conclusão, o Sporting continua a ter fluxos de caixa negativos supridos com empréstimos bancários, ainda não há meios para pagar os juros da dívida, recorrendo-se a mais dívida.
Entretanto, acrescentou-se a outros, um risco extraordinário e que nunca é referido, que é a real possibilidade da Sporting SAD passar a ser detida maioritariamente pelos credores em 2025.


Sem imagem de perfil

De m1950 a 30.05.2015 às 15:40

Está enganado o meu caro, é a operação financeira com mais credibilidade em Portugal de engenharia apenas tem o facto de termos no somatório mais património que Porto e Benfica , sendo que os solos de Alvalade são provavelmente os mais caros de Portugal.

A SAD do Sporting nunca teve um passivo de 443M , esse é o passivo do grupo Sporting - Sporting SAD , Sporting Clube , Sporting SPM ( agora extinta) , penso que são estas as empresas constituintes.

A SAD do Sporting tinha um problema nos capitais próprios com 146 M de ativo para 255 de passivo , o que gerava um capital próprio negativo de 109M , e numa situação agravada de falência técnica foi necessário "credibilizar" a SAD com aumento de capital nominal da Holdimo que trocou 20M em dívida por ações da SAD ( e aumentou assim o capital social e evitou o castigo do fair play financeiro) e com a passagem da SPM ( Sporting Património e Marketing) para a SAD do Sporting -sendo que esta valorização/avaliação terá sempre de passar por uma empresa creditada pela CMVM não pelo Sporting- esta que que detinha os direitos de superfície citados pelo meu caro Zargo ( que aumentou o ativo da SAD do SCP em 80M). Houve sim uma redução da estrutura de custos para o SCP conseguir apenas com os proveitos operacionais ter lucro e assim atacar o passivo.

Através de um empréstimo de 70M aos bancos , o Sporting saldou dívidas intragrupo e outras a curto prazo , sendo que aumentou o passivo numa primeira acção pois teve de despedir e consequentemente indemnizar e cessar contratos.

As VMOCs não foram lançadas agora , segundo me recordo já estavam até fora de prazo quando Godinho saiu , o que aconteceu foi que o Sporting alargou o prazo com uma nova emissão no valor de 80M de euros , 56M para o BCP e 24M para o BES , sendo o prazo de 12 anos , ou seja não é em 2025 que temos de pagar como disse ontem num outro site por engano mas sim 2026. AS VMOCs são dívidas que a extinguir o prazo serão convertidas em ações com direito de voto e são o suficiente para o Sporting perder a maioria da SAD em caso de incumprimento , mas diga-se que o Sporting fazendo uma reserva dos seus proveitos operacionais(hoje acima dos custos operacionais mesmo sem receita extraordinária como a venda de jogadores e outros) de 80/12 ano pagará as VMOCs sem qualquer problema , teria de haver 3 Godinhos na SAD do SCP para o Sporting não conseguir com um prazo destes.

VMOC é dívida de mercado logo não pode ser contabilizado como passivo bancário , mas claro é dívida (porque não queremos ficar sem SAD e não desapareceu) , é como se o Sporting tivesse a SAD condicionada com acções sem direito de voto (capital social) e que ganham direito de voto 12 anos após a emissão ou seja em Dezembro de 2026.

O Sporting não só já tem capacidade para pagar os juros , como até já ataca o passivo , os juros foram renegociados de forma favorável(muito inferiores aos nossos adversários , que já não vão a tempo de obter um acordo destes) e são de pagamento obrigatório no âmbito na reestruturação financeira.

Em relação ao Rojo tem aí vários erros aí , pois 18,75 são 75% de 25M , ou seja Doyen conclui que Nani veio nesta operação sendo que Rojo foi oficialmente vendido por 20M , e esta afirmação que nem sequer tem a mínima hipótese de ser provada.

Da mesma forma que o pagamento do United foi faseado em 10M imediatos , 5M a 1 de Dezembro e 1 de Julho , o Sporting teria também a pagar de forma faseada à Doyen e ao Spartak.

Portanto numa primeira fase Doyen tinha 7,5M a receber depois 3,75M nas outras 2 fases , e todos os exercícios do Sporting foram acima destes valores , ou seja não era por aqui que o Sporting teria um mau resultado financeiro.

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 16:55

m1950

Não está em causa a credibilidade, pois não é palavra apropriada. Mas a “reestruturação financeira” consistiu numa operação de “engenharia financeira” por algumas razões que eu apontei em comentário anterior.

- Tem razão quanto aos juros que foram negociados em 2013. Felizmente para o Sporting vivia-se em 2013 uma conjuntura favorável nesse aspecto, sendo aplicados como juros os valores da altura. Calhou bem para o Sporting. O facto do Ricciardi ter passado a encarar Bruno de Carvalho como um parceiro válido também favoreceu a operação.
- Sobre o Rojo são permitidas várias extrapolações. As optimistas e as pessimistas. E outras assim-assim. Esperemos que ao Sporting aconteça o melhor.
- Na Assembleia de 1.julho.2014 BdC ao referir-se ao passivo utilizou a expressão “todo o grupo leonino”;
- AS VMOCs estão aí a pairar sobre a nossa cabeça. Não é importante dissertar sobre quem as sugeriu, mas o momento da sua “venda”. A responsabilidade histórica é de quem “vendeu” e o prazo final começa a contar a partir daí.

Portanto m1950, reconheço que há um esforço de organização financeira. Não vejo é razões para se atirarem foguetes!

Um abraço leonino
Sem imagem de perfil

De m1950 a 30.05.2015 às 18:19

De momento não estou em posse de informações , mas o Sporting certamente pagará menos juros do que "pagava" - já não tinha capacidade para pagar ao contrário do que acontece hoje- na altura.

Sobre Rojo é verdade que de facto pode haver várias interpretações , mas penso que nem a mais pessimista coloca em causa o resultado financeiro obtido , em caso de derrota no diferendo com a Doyen , esses pagamentos estarão incluídos nos próximos exercícios , e se tivesse a pagar normalmente à Doyen seria como exemplifiquei.

Não sei porque diz que as VMOCs pairam sob a nossa cabeça , nós já tínhamos VMOCs e estamos em incumprimento já podendo na altura perder a SAD , as ações não foram executadas e o Sporting alargou o prazo até 2026 emitindo 80M , estamos sob a ameaça de VMOCs há muito tempo, sendo que este é o contexto mais favorável se estimarmos 7M ano, são o suficiente para ter uma reserva que pague as VMOCs, em 12 anos não conseguir pagar 80M é qualquer coisa de surreal logo não entendo propriamente a sua preocupação , tomara todas as empresas poderem dever 80M com prazo de 12anos.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 19:45

m1950

Há cerca de quinze anos que as contas do Sporting apresentam capitais próprios negativos de valor demasiado elevado que revelam, uma situação estruturalmente desequilibrada, usualmente denominada como de falência técnica. Os VMOCs eram contabilizados em capital próprio, erradamente na minha opinião. Foi assim antes, continua a ser com Bruno de Carvalho.

Mantenho que este é um problema e primeira grandeza, porque põe em causa a natureza do Sporting tal como o conhecemos. Se o Sporting perder a maioria na Sporting SAD há algo de novo no clube, como nunca se verificou.
Receio que quando se chegar a esse momento (2025?) muitos vão encolher os ombros. Outros, muitos, ficarão preocupados.
A verdade é que BdC não revela a menor preocupação com este problema. Até parece mais preocupado com o Belfodil do que com a questão da maioria na SAD!

Sim, em 2013 o Sporting negociou juros mais baixos do que pagava antes, na ordem de alguns milhões de euros no período referente ao relatório. Aliás, entre os três grandes, o Sporting é quem paga juros mais baixos.


Sem imagem de perfil

De m1950 a 30.05.2015 às 20:23

Talvez estejamos a ter um problema de comunicação um com o outro.

As VMOCs não estão a ser contabilizadas em capital próprio , mas sim no capital social da SAD, a dívida é convertida em ações com direito de voto (o que resultará na perda da maioria) caso não seja saldada , é como ter ações condicionadas por x ou y , mas como o Sporting não tem assumido que é dívida pois não tem assumido que a vai pagar não pode contar como passivo bancário.

Nós já tínhamos VMOCs para pagar e em 2013 já estávamos a ultrapassar o prazo , os bancos não executaram e no plano de reestruturação o prazo foi alargado (!) - parece-me que este é o ponto que lhe está a escapar. Em 2013 na altura das eleições já não teríamos maioria da SAD se não houvesse negociações , não consigo ser preciso acerca do valor na altura mas penso que perdíamos mesmo a maioria.

O Sporting não está já em falência técnica uma vez que apresenta capital próprio positivo.

Voltando às VMOCs parece-me natural que não esteja preocupado tendo em conta o prazo de 12 anos que foi dado para pagar 80M mais juros indexados em caso de resultados positivos da SAD. Penso que um aluno do secundário de economia conseguia executar um plano de uma empresa com um volume de negócios de 50M para pagar 80M em 12 anos.

Basta efetuar uma reserva para 80M / 12 = 6,67 M , é isto que o Sporting tem de reservar por ano (juros não incluídos) para pagar as VMOCs. Não vejo aqui situação preocupante.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 30.05.2015 às 21:32

m1950

Sim, tínhamos VMOCs para saldar em 2013. No ano anterior o presidente Godinho Lopes estabeleceu um plano com a banca para reestruturação financeira. Tudo isto é uma história longa e deprimente.

O perigo da perda da maioria da SAD colocou-se nessa altura e muitos revoltaram-se contra isso. Inclusivamente Bruno de Carvalho. Relativamente ao resgate das VMOCs estou preocupado porque não me apercebo que a nível institucional isso constitua um problema. Nem BdC se refere ao assunto como o fazia em 2012.

O Sporting tem capitais próprios positivos porque houve uma “engenharia financeira”. Os capitais próprios da SAD leonina aumentaram, nomeadamente, com a emissão das VMOCs, os aumentos de capital da Holdimo e por integração da SPM na Sporting SAD. É como diz m1950, o capital próprio é positivo.

Mas, sendo isto mais em consequência de uma operação contabilística do que outra coisa, mantendo-se o ritmo financeiro actual, dentro em breve corremos o risco de voltar a ter capital próprio negativo.
A classificação de falência técnica é normal ente os economistas quando se referem à situação financeira dos três grandes.

Sem imagem de perfil

De m1950 a 31.05.2015 às 00:33

O aumento de capital da Holdimo é referente ao capital social , não ao capital próprio que aumentou 81M com a entrada do ativo da SPM do SCP que foi o ´mais significativo aumento de capital , o resto será os ativos intangíveis como os jogadores por exemplo , mas o Sporting contabiliza os ativos pelos custo de aquisição ao contrario do clube do outro lado da segunda circular, nenhum dos métodos é infalível mas normalmente este avalia por defeito.

Falência técnica é quando uma empresa apresenta capital próprio negativo ,e este ano tanto Benfica como Sporting saíram dessa situação , isto é quando o clube tem mais passivo que ativo, e não me parece que o Sporting vá ou possa aumentar o seu passivo nos próximos tempos.

A possibilidade de perda da maioria da SAD foi alargada para 12 anos quando podia ter sido executada , é normal que haja tranquilidade visto que as coisas correm bem a nível financeiro , e certamente o Sporting tem um plano de pagamentos que como lhe disse , se não incluir juros tem apenas de poupar 7M anos dos seus proveitos operacionais, e estando o Sporting em ação 2 anos antes dessa emissão(Dezembro de 2014) acredito que até tenha trabalho adiantado 2 anos. Se as VMOCs a 12 anos de 80M são um problema de primeira ordem para o SCP então BdC e os seus administradores teriam de ser despedidos por incompetência e não me parece que o Sporting esteja sequer perto disso a nível financeiro.

O termo engenharia financeira , é usado nos grupos quando a dívida é desviada , e o Sporting abateu 50M de passivo este ano, quem faz isto tem primeiro de pagar juros e ter reserva para as VMOCs senão seriam loucos.

Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.05.2015 às 12:59

Mais importante que qualquer outro assunto...
GANHAR A TAÇA!
Venha de lá esse caneco!
Quanto à equipa... seja qual for o 11 inicial... que seja uma Leão faminto na selva à procura de comida... e comer até deixar o "adversário" de ratos!
Ou seja... vamos lá para dentro com muita garra... muito querer... muita fome de golos e vir de lá com 4-0! (é o meu resultado)... tenho fé ... e é a ultima a morrer!

Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.05.2015 às 17:28

Resultado final 66-60!
Sporting Campeão da 1ª Divisão da Basquetebol Feminino 2014/15!!!!!!!!!
Sem imagem de perfil

De PSousa a 30.05.2015 às 18:23

Futsal
Vitória em Braga (0-1)... estamos na final....
Nota: espero mesmo que seja a primeira de duas vitórias sobre o Braga!
SL

Comentar post


Pág. 1/2





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo