Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

mw-680.jpg

 

"A Taça de Portugal é uma das competições mais bonitas, com muita paixão, embora o campeonato nacional seja o mais importante. Temos todo o gosto em ir jogar a Oleiros, perante aquela gente que mostrou tanta vontade de fazer o jogo ali.

 

Nunca nos opusemos em fazer o jogo ali, em jogar em Oleiros. Opusemo-nos, sim, ao sintético, porque não é compatível para uma equipa profissional. Devia ser proibido haver campos sintéticos. Não falei com o Fernando [Santos], mas a opção de o Ronaldo não jogar na primeira parte com Andorra não teve nada a ver com o amarelo, mas sim com o sintético. No dia a seguir a jogar num sintético, os jogadores sentem-se como se tivessem levado com um pau.

 

Apesar da oposição teoricamente mais fraca do Oleiros, não pode haver desleixo da nossa parte. O Sporting tem a responsabilidade de lutar por todas as provas nacionais".

 

Muito embora se reconheça que o piso sintético não é o ideal, Jorge Jesus exagera quanto ao efeito nos jogadores, até porque hoje em dia há vários tipos de sintéticos.

 

Relativamente ao jogo com o Oleiros, o treinador explicou que Petrovic talvez venha a jogar a defesa central ao lado de André Pinto. Isto, porque além da lesão de Tobias Figueiredo, tanto Sebastián Coates como Jérémy Mathieu estiveram ao serviço das suas selecções. Este cenário é novidade para mim, dado que desconhecia que o defesa francês tinha sido convocado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Cepeda a 12.10.2017 às 08:47

O Mathieu esteve mesmo na selecao ? Vi a ficha de jogo da Franca e ele nao estava, estiveram 4 centrais mas nao o Mathieu.
Imagem de perfil

De PSousa a 12.10.2017 às 12:10

Rui Gomes,
Mesmo o melhor sintético, alguns deles com relva artificial + natural, tem impacto diferente nos jogadores.
Não se compara a jogar em relva.
O que eu mais temo dos sintéticos são as lesões que dali podem o correr para quem está habituado aos relvados. A forma de colocar o pé, de ele "não" prender é muito diferente!
Esperemos que nada aconteça... Apesar de estar de acordo que o jogo deva ocorrer em Oleiros, questiono qual a razão para que outros não joguem nos "campos" das equipas adversárias. A festa da taça é só para alguns?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 12.10.2017 às 12:16

O que eu acho engraçado, é que na CS colocou-se a questão de o Sporting ser castigado por não querer ir jogar a Oleiros.... quando na prática é precisamente o Sporting o único que vai jogar no campo do adversário.... é assim o futebol português.... ao Sporting exige-se tudo e aos outros nada!
Imagem de perfil

De PSousa a 12.10.2017 às 12:23

Nem vou pela exigência.
Vou mais pela credibilidade da coisa, se Oleiros conseguiu por o estádio com as condições mínimas para que o encontro se realize, porque é que a federação não exige o mesmo aos outros? Ou isso ou então terão de ser postos de parte na TAÇA! - Temos pena!
Imagem de perfil

De PSousa a 12.10.2017 às 12:24

Nota: não vou pela exigência ao nosso clube!
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 12.10.2017 às 12:33

No caso do Olhanense o argumento foi a má qualidade do relvado, e no caso do Lusitano de Évora a ausência de condições de segurança.... eu faço esta pergunta.... quantos jogos na I Liga não deveriam então ser alterados devido à má qualidade do relvado?! Acho isto tudo muito estranho, tendo em conta o objectivo da Taça que é fazer com que os Grandes possam ir a sitios que normalmente não vão... seguindo estes critérios à risca, deve haver muito poucos clubes da IIB que possam cumprir estes requisitos.

No caso do Évora, mais bizarro o é, já que o jogo vai ser em Lisboa....

O que me vai ficar na retina foram as capas de jornais com "Oleiros a ferro e fogo".... mas pronto.... é nisto também que temos de ser diferentes, os únicos que cumprem o desígnio da Taça de Portugal, e ainda se coloca o bom nome da nossa instituição em causa....
Imagem de perfil

De PSousa a 12.10.2017 às 12:38

Se é pela qualidade do relvado... nem deveria ter existido jogo nos Barreiros e em tempo no nosso Alvalade!
Enfim...
Venha a festa da taça!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.10.2017 às 13:15

Não há discussão alguma sobre o piso de preferência, no entanto, acho que exageram com os ruídos tendo em conta que ao longo dos anos houve Ligas inteiras que jogaram sempre em sintéticos e ninguém morreu.

Além disso, qual é preferível, jogar num sintético moderno ou um daqueles pelados à antiga. Hoje em dia são todos muito "finos"!
Imagem de perfil

De PSousa a 12.10.2017 às 14:55

Ninguém morreu, mas existiram várias lesões. Mas como é óvio é uma questão de hábito. Eu jogo em sintético todos os sábados... e joguei em relva. Hoje se fosse para relva, talvez fizesse movimentos que não se adequavam!

Antes o sintético, os pelados deram-me cabo dos joelhos, pernas e braços...ahahah
Anda tudo muito fino, isso andam!
E sim, foi ruído a mais...pena é que a medida não seja igual para todos!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.10.2017 às 16:34

Caro PSousa,

Quero acreditar, por exemplo, que se tivesse calhado o Olhanense ao Sporting, o jogo acabaria na mesma por ser jogado no Estádio Algarve por conveniência mútua.
Sem imagem de perfil

De Bento Jesus Carvalho a 12.10.2017 às 14:30

Sendo uma pessoa de tradições. Acho bem que o Sporting no campo do Oleiros, como acho que também as restantes equipas deviam jogar nos campos das equipas que lhes coube em sorteio.
Agora se o Oleiros fez um esforço para que os seu campo cumprisse os requisitos da FPF e os outros, de boa ou má fé, não o fizeram!!

Agora quem tem visto os jogos do Marítimo em casa, terá certamente dificuldade em entender que o relvado do Olhanense possa estar em piores condições. Ou seja o Marítimo tem competido na primeira liga num batatal ... mas a Olhanense não pode fazer um jogo num relvado igualmente deteriorado. Algo não bate certo!

No entanto, embora seja uma dificuldade acrescida para os jogadores do Sporting jogar num sintético, por outro lado, caso fosse o Oleiros a ir jogar a um relvado natural, também teriam dificuldades acrescidas por não estarem tão habituados.
Honestamente, acho que hoje em dia tudo serve de desculpa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.10.2017 às 16:42

Acredito que eventualmente a FIFA irá proibir pisos sintéticos, por completo. Mas até se chegar a esse ponto, ainda vamos encontrar alguns, devidamente autorizados, a exemplo do jogo entre Portugal e Andorra.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 12.10.2017 às 16:15

O JJ sabe lá o que é jogar num sintético!!..Que experiencia tem ele a esse nivel??... Bola :)))
Blá, blá, blá!!..

As lesões não são culpa do sintético mas sim, do tipo de chuteira(sapatos) que se utilizem para o efeito..
Quantas lesões provoca o "sintético" dum pavilhão??.
Até parece que os salonistas andam tidos empenados :))))
E para exemplo, Portugal acabou de jogar num sintético em muito mau estado e com chuteiras inadequadas. 3 dias depois, esfragalhou os canivetes e relógios suiços..

P. S. Independemente dos que não querem jogar para o povo mas, querem o seu dinheirinho..
Nós vamos a Oleiros à festa!..

P. S. S.. Acardita JJ, os nossos jogadores agradecem.. Sair da rotina!
JJ, sem desculpas! .. Vencer.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 12.10.2017 às 16:35

Com isto, não quero dizer que o jogador não se ressente, pois não está habituado a jogar num sintético.
Mas, nem tanto à terra, nem tanto ao mar.
Depois de uma dormidinha, uma refeição a condizer, uma massagenzinha (profissional, atenção :))) ) e um treino de recupersção, está feito
Repito; JJ, não é desculpa!
Nós sabemos onde queres chegar.. O próximo jogo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.10.2017 às 16:39

Carlos,

Fiz muitos jogos em sintéticos - eu e equipas minhas - e é verdade que as exigências físicas nos atletas são outras e certas jogadas que se fazem em relva, exigem outros cuidados no sintético.

Compreendo perfeitamente que o relvado natural seja a preferência máxima, apenas acho que houve ruído a mais, desnecessariamente, neste caso do Oleiros.

Alguém terá chamado a atenção do Bruno e foi então que ele apareceu com aquele muito simpático discurso.

Não duvido, minimamente, que as primeiras palavras a saírem da boca de Jorge Jesus, ao saber do sorteio, foram: 'Eh pá, não conseguem mudar o jogo para outro lado?'.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo