Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

12794566_10153300119256555_3925621463823661539_n.jng6059636.jpg

 

 

O Sporting CP B perdeu hoje na deslocação ao terreno do Olhanense por 1-0, no encontro a contar para a 32.ª jornada do Campeonato Nacional da II Liga. Betinho, já no decorrer da segunda parte, acabou por fazer o auto-golo que colocou os algarvios na frente do marcador e lhes garantiu a vitória.

 

Com este resultado, o Sporting permanece em 12.º lugar, com 40 pontos, 19 atrás do líder FC Porto, e o Olhanense sobe provisoriamente ao 10.º lugar, com 45 pontos.

 

Reconhece-se que a classificação dos "Bês" não é a consideração mais importante, mas não deixa de ser preocupante esta crise de resultados que, salvo erro, regista apenas uma vitória e um empate na última dúzia de jogos.

 

À distância e sem conhecimento do que se passa no foro interno, é difícil apurar a causa desta pouco conseguida fase da época, mas é por de mais evidente que algo não vai bem no reino do "leão" B comandado por João de Deus, que, na foto, está visivelmente chateado com o estado das coisas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:04

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


21 comentários

Sem imagem de perfil

De Mike Portugal a 27.02.2016 às 19:28

Não vejo os jogos da equipa B, portanto não sei o que se passa. Temos alguma qualidade individual no plantel, portanto o meu 1º instinto seria apontar culpas à equipa técnica.

Mas pedia a algum leitor que tenha conhecimento e que veja os jogos regularmente que me elucide.
Sem imagem de perfil

De PSousa a 27.02.2016 às 19:35

Os 10 a 15 minutos que vi da primeira parte, ainda com 0-0, o individualismo sobrepôs-se ao colectivo.
Depois vi um pequeno resumo onde a infelicidade de Betinho dá um golo fortuito ao Olhanense e assim a vitória final.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.02.2016 às 19:52

A equipa B do Sporting arrasta-se penosamente sem uma ideia de jogo que revele organização e trabalho prévio. Assim, a questão de mais ou menos jogadores talentosos acaba por ser secundária.
Quando a situação desportiva da equipa é esta torna-se impossível não se questionar quem dirige (Virgílio Lopes) e a sua competência para o cargo que exerce. Questiona-se, também, João de Deus.
Houve um tempo em que com Pedro Cunha Ferreira, Diogo Matos e Abel Silva a Academia e a equipa B possuíam um rumo, uma orientação. Agora, parece que as intervenções são casuísticas e raramente resultando de um plano. Muito preocupante.
Imagem de perfil

De Profeta a 27.02.2016 às 19:58

O Virgílio é uma mera marioneta. O que se pode exigir a um homem que desde que terminou a carreira de futebolista em 1990, nada fez no futebol, e dedicou-se a um negócio pessoal de venda de eletrodomésticos?
Mas só os outros do passado é que tinham tachos, pois claro...
Sem imagem de perfil

De HY a 27.02.2016 às 20:27

O Virgílio é responsável pela equipa B? Ele não é só responsável pela formação?
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.02.2016 às 21:58

HY
Virgílio Lopes é o Director-Geral de Formação e é coadjuvado por Francisco Barão, por Pedro Venâncio e pelo psicólogo Miguel Sampaio.
A equipa B não pertence ao sector da Formação, sendo uma estrutura desportiva profissional que constitui um patamar inicial do futebol altamente profissionalizado. Trata-se já de uma elite de jogadores que resultou de múltiplas avaliações. Por essa razão, Formação e equipa B têm uma ligação excepcionalmente próxima. Bruno de Carvalho delega em Virgílio Lopes em toda essa área.
Sem imagem de perfil

De HY a 27.02.2016 às 22:06

Desculpe, mas não percebo LZ. Então o Virgílio é responsável pela formação, a equipa B não pertence à formação mas ele é responsável à mesma porque há uma relação de grande proximidade... Mais vale dizer que não gosta dele e portanto a culpa é dele...

Dito, isto, obviamente que a situação é inquietante, seja de quem for a culpa.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.02.2016 às 22:21

HY, leia o que escrevi no comentário anterior.

Não questiono o sportinguismo de Virgílio Lopes nem a sua vontade de ajudar o Clube. No entanto, questiono a sua capacidade para realizar com eficácia as funções que lhe estão atribuídas. Não é uma questão de gostar ou não gostar.
Sem imagem de perfil

De HY a 27.02.2016 às 22:34

Acho que não nos entendemos. Porquê o Virgilio? O LZ diz "Quando a situação desportiva da equipa é esta torna-se impossível não se questionar quem dirige (Virgílio Lopes) e a sua competência para o cargo que exerce...."
Mas depois admite que ele dirige a formação, mas que a equipa B não é da formação. Por mais proximidade que haja, o responsável será outro, não?

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2016 às 23:02

Caro Leão Zargo,

Ri um pouco (não desrespeitosamente) ao ler esta v/troca de comentários.

O que é necessário compreender aqui é que por muitas voltas que o HY possa dar, o seu objectivo único, hoje e sempre, é defender tudo quanto directa ou indirectamente se relaciona com o Bruno. Apontar o dedo acusador ao Virgílio, é sinónimo com fazer o mesmo ao líder imaculado.

Já sei que o HY não vai apreciar este meu comentário, mas creio que corresponde inteiramente à verdade. Basta ler, entre muitos outros, o comentário que fez no seu post.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 28.02.2016 às 10:32

Caro Rui Gomes
Evitei entrar em pormenores na minha “conversa” com o HY porque a situação quanto à responsabilidade da equipa B é bastante confusa. Antes de Jorge Jesus, a pirâmide de responsabilidades no futebol do Sporting era clara, com Augusto Inácio como diretor para o futebol profissional e Virgílio Lopes como director para o futebol de formação.

Como se sabe, com a chegada de Jesus o Inácio foi colocado numa “prateleira”, ficando-se na dúvida sobre quem, em rigor, exerce as funções que ele tinha.
Octávio Machado é o diretor-geral do futebol do Sporting, mas nunca me apercebi de qualquer intervenção junto da equipa B. Manuel Fernandes desempenha funções na área scouting sénior e supervisiona quem aí está. Luís Roque, vogal do Conselho Directivo, surgiu por vezes associado a actividades relacionadas com a equipa B, mas nada consta quanto a responsabilidades.

Resta, parece-me, Bruno de Carvalho e tenho a convicção de que assumiu a “pasta” com a saída de Inácio. Sendo assim, pelas múltiplas funções que tem, o presidente delegará competências em Virgílio Lopes.
Talvez esta confusão no que se refere à tutela da equipa B ajude a compreender o marasmo que actualmente se verifica.

Recordo-me que o Camarote Leonino publicou um post em nov ou dez de 2014 onde se abordava a intenção de Bruno de Carvalho de extinguir a equipa B, que custará cerca de 1,8M€ por época. Sabe-se que o actual presidente gosta de apresentar factos consumados para fundamentar decisões polémicas. Temo o pior.
Sem imagem de perfil

De HY a 28.02.2016 às 22:45

Eu também ri com gosto (mas respeitosamente) ao ler o seu comentário Rui. Fascina-me o carácter pueril de algumas das suas intervenções.

O Rui sabe que a acusação que me faz é falsa, pois até já deu honras de primeira página a intervenções minhas de carácter critico para esta direcção (logo, ao seu presidente). Mas dá-lhe mais jeito chutar para canto quando lhe convémm. Tem-se visto muito ultimamente, com vários comentadores. Para o Rui ou se é sempre anti ou sempre pró. Isso das "sombras do cinzento" para o Rui não existe.

Assim, nem repara que o seu argumento também se lhe aplica na perfeição (e aos seus colegas). Eu também poderia dizer que a única intenção dos escribas residentes é atacar o BdC. Para isso, ataca-se quem quer que seja que esteja perto do presidente (o JJ é o favorito do momento) e promove-se todo o gato pingado que se lhe oponha, desde o Catió Baldé ao pai do EDier, do presidente do sindicato dos jogadores do Perú ao Labyad, passando pelo MF...(mas só até certo ponto, porque depois de fazer as pazes com o presidente deixou de ser um mártir da causa sportinguista para passar a ser um...quase oportunista, pouco inteligente, etc).

Mas o que estava em causa aqui era apenas uma coisa: perante a preocupante situação da equipa B (inegável, mesmo para um brunista empedernido como eu), o LZ nomeou o Virgilio na primeira linha dos responsáveis. Ora, como já acordámos, o Virgilio não é responsável pela equipa B, porque esta não pertence à formação. Foi só isto que eu fiz notar. Não sei se há alguma parte da frase "o Virgilio não é responsável pela equipa B" que não é compreensível em português, mas parece-me bastante evidente.

Perante isto, ou se admite que o Virgílio afinal não será o principal responsável (a confusão é perfeitamente natural, até eu quando fiz a pergunta não estava 100% seguro de ter razão) e se procura averiguar qual é afinal a cadeia de responsabilidades... Ou se acusa o HY de apenas se preocupar em defender o BdC etc..

O que, diga-se, é perfeitamente ridículo, porque mesmo que não seja o Virgilio o responsável alguém o é, e esse alguém é da confiança do BdC e portanto vai dar tudo ao mesmo (e se ninguém é responsável, então a responsabilidade é toda do Bruno). Mas o Virgílio é um dos vossos alvos favoritos, por isso...vá roupa!

Sabe, Rui, o HY não tem como missão defender sempre o BdC. O que acha é que as críticas devem ser fundamentadas. Senão, passam de crítica a mal-dicencia. Basta ler alguns dos comentários mais abaixo para ver que se pode debater a difícil situação da equipa B sem entrar na caça ao brunista.

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2016 às 22:56

Surpreendeu-me com uma narrativa tão extensa.

Nada de novo, na realidade, já debatemos estas questões várias vezes e é por de mais claro que temos pontos de vista muito diferentes mais vezes do que não.

Quanto ao Virgílio, há muitos meses que nem sequer escrevo o nome dele, muito menos equacionar o seu desempenho.

Digo e reitero o que escrevi inúmeras vezes no início do mandato de BdC e que um outro leitor já referiu aqui. Nomear uma pessoa que foi apenas jogador de futebol há cerca de 23 anos e que não só esteve afastado do jogo organizado mas como também nunca exerceu funções algumas num clube, é um autêntica absurdidade.

Independentemente da especificidade da estrutura da Academia, ele está directa ou indirectamente ligado a tudo quanto lá ocorre e numa posição de grande responsabilidade, seja com a formação ou a equipa B. Além do mais, como pessoa de grande confiança do presidente, é inevitável que tenha influência no leque de decisões tomadas no contexto que estamos aqui a debater.

Claro, nunca li o HY criticar o que me parece apenas lógico sobre o Virgílio.
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 27.02.2016 às 20:59

A culpa não pode ser só do treinador quando se altera tanto o plantel desde o princípio da época. Assim é difícil de trabalhar. Algumas perguntas: Qual é a motivação de Fokobo, Zezinho, Mica, Kikas, Betinho estarem ainda a jogar nesta equipa? Houve altura da época em que nem ponta de lança havia! Qual é realmente o objectivo da equipa B ? Estamos a tentar fazer jogadores para a equipa principal, assim ? Não me parece.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2016 às 21:19

Com algumas excepções evidentemente, está a ser usada mais como um género de despejo de jogadores sob contrato, mas sem trajecto definido.

Imagino que não será fácil para João de Deus ou qualquer outro treinador trabalhar assim.

E é bem verdade, foram buscar o Betinho por empréstimo ao Belenenses porque não havia um único ponta de lança na equipa.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2016 às 21:14

O estado geral de tudo relacionado com a formação e a equipa B é muito nebuloso. A irregularidade das equipas é preocupante. Os juniores, que já estão a disputar a fase de apuramento do campeão, deram 3-0 ao FC Porto e hoje perderam com o Paços de Ferreira.

Ando há tanto tempo para conversar com Aurélio Pereira sobre este assunto e ainda não o fiz. Não é que ele iria divulgar confidencialidades, mas daria sempre para compreender melhor o estado geral dessa parte da estrutura.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.02.2016 às 21:25

P.S. Os iniciados, no entanto, continuam só com vitórias na Zona Centro. Foram hoje ou ontem, salvo erro, vencer ao reduto da Académica.
Sem imagem de perfil

De João António a 28.02.2016 às 03:04

Não tenho apreciado o rumo que têm dado à equipa B. Há poucos meses jogávamos com o Labyad,Viola,Diogo Salomão, no onze titular,depois não tínhamos ponta de lança, agora repescamos o Betinho, a meu ver uma sequência de decisões sem qualquer nexo! Contratações (Gauld,Dramé,Sacko,Paulista,etc) para irem para a B??? Enfim . A equipa B deveria ser a plataforma profissional para a transição dos júniores para os seniores, agora isto não é nada. O pobre do João de Deus lá vai tentando , mas não está fácil.
SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2016 às 04:45

Tem razão. Disse quase na sua análise. É mesmo uma estrutura sem nexo e não há indicações algumas que vai melhorar porque não aparenta haver planeamento nem coordenação.
Sem imagem de perfil

De J. a 28.02.2016 às 11:36

Vamos lá ver, o que é a equipa B hoje, a tal que so ganha 1 jogo em 12 jogos, e não o que era ha uns meses atras, quando ate estava no topo da classificacao.
Contra o Olhanense dos 14 que jogaram:
- Conto 8 que são juniores de primeiro e segundo ano (Stoijokovic, Jorge Silva, Rukas, Domingo Duarte, Fabio Martins, Rafael Barbosa, Podence, Mama Baldé e Ruben Ribeiro), todos eles com 20 anos ou menos;
- 3 que são já acima um escalao acima (Mica Pinto, Chaby, Betinho), todes eles com 22 anos;
- 3 estrangeiros contratados especificamente para a equipa B (Rukas, Gauld e Drame). Tendo os dois primeiros 20 anos e o ultimo 22 anos.

Logo saltará logo á vista certas conclusões:
- A equipa B neste momento é constituida na sua grande maioria por juniores de primeiro e segundo ano;
- Sendo uma plaforma para jogadores entre os 18-21 anos, há poucos casos de jogadores que ainda estão no plantel, onde a sua progressão ficou aquem do esperado. Todos eles foram internacionais nos diversos escalões e selecções e de uma maneira ou outra, passaram por empréstimos pouco produtivos, voltando assim ao clube de origem;
- São muito poucas as contratações feitas especificamente para a equipa B que estão neste momento no plantel e que fazem parte das escolhas, e resultados, do momento;
Sem imagem de perfil

De m1950 a 28.02.2016 às 12:34

O treinador é muito fraco e isto não é surpreendente , teve no ano passado muita qualidade individual , este ano nem tanto e sente isso , não é o treinador que nos possa oferecer um futebol que faça evoluir os miúdos , basta ver que encara sempre os clássicos e derbys com medo , mesmo tendo mais qualidade que os rivais.

Este projeto parece entregue ao desleixo.

Ao contrário do que se escreve acima , tem sempre sim de ter jogadores que não tenham grande ambição já que devem ser esses a formar uma base para depois lançarmos os miúdos mais talentosos que sobem aos seniores , outros têm de sair como é óbvio , mas acho que um Samba por exemplo era útil para isso mesmo , ser usado para entregar o testemunho aos miúdos.

Já que segunda liga é muita ratice , e só com ex-juniores desciam garantidamente de divisão , fiquei desiludido porque esperava escoar alguns destes elementos para ir subindo alguns miúdos. Toda a gestão foi mal feita , jogadores como Chico Geraldes ou Gauld caso a equipa não estivesse nesta situação tinham de ter saído , aliás espero que o Sporting coloque o Chico Geraldes no Setúbal na próxima época.

Na próxima época procurem pelo Fernando Valente , temos de jogar um futebol exigente e de qualidade , só assim os jovens crescem.

Para o ano, miúdos como o Bruno Paz , o Abdu Conté , Empis , Pedro Ferreira têm de ter algum espaço logo no início da época.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo