Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Evolução na continuidade

Naçao Valente, em 10.02.17

 

600_14115580.jpg

 

Marcelo Caetano, o sucessor de Salazar, esteve na tribuna do velho estádio de Alvalade a assistir a um jogo de futebol. Tendo sido anunciado o seu nome recebeu uma estrondosa ovação. Era presidente João Rocha. Pouco depois, Marcelo foi deposto por um golpe militar. Não era homem de rupturas e apesar de tomar algumas medidas de cariz social, não tinha condições para fazer a transição para a democracia. Assumiu o seu mandato como evolução na continuidade , isto é, uma mudança sem ruptura com o passado. Missão impossível como se veio a verificar.


Quando Bruno de Carvalho venceu José Couceiro, um candidato com perfil para ser um bom presidente, assumiu-se como o homem da ruptura com o passado. Daí a sanha persecutória a anteriores Direcções, mas sem qualquer resultado palpável. O que interessava era passar a imagem de refundação do Sporting , liberto dos seus fantasmas, e finalmente conquistado pelas massas populares. Presidentes foram vilipendiados e insultados, denominados croquetes, para congregar, através dos impulsos emocionais, a massa adepta. Ao invés o Presidente revolucionário era incensado até ao absurdo. Num estilo basista senta-se no banco de suplentes, invectiva os adeptos, colhe os aplausos, dá voltas ao estádio, em suma atira os foguetes e apanha as canas. Numa coisa é especialista e teve sucesso: na aplicação do populismo.

 

Marcelo Caetano Alvalade1.jpg

A realidade foi sendo escondida atrás do manto das aparências. O presidente nunca foi mais do que um testa de ferro dos interesses financeiros da Banca, muito em especial de JM Ricciardi (um croquete), interessada em garantir os seus empréstimos e receber os respectivos juros. A muito propagada tese da bancarrota também é muito contestável, pois não podiam os credores deixar cair o Sporting fosse quem fosse o Presidente. Portanto, a ruptura com o passado nunca passou de uma falácia. É preciso recordar, para que tem memória curta, que foi com o apoio das elites que Bruno chegou à Presidência. O que são Sampaio ou Barroso, na terminologia brunista, senão “croquetes”? Mas a aliança entre Bruno e as elites ainda está mais evidente nesta eleição. Basta ver a designada comissão de honra, uma espécie de albergue espanhol, onde pontuam, Dias Ferreira, Jorge Coelho (ex-ministro) Subtil de Sousa, Sousa Sintra entre muitos outros. Querem melhor evolução na continuidade?


Se me perguntarem se Pedro Madeira Rodrigues (PMR) é o candidato que esperava para se opor ao situacionismo, digo que não, com toda a frontalidade. Esperava que aparecesse uma figura mais carismática que conseguisse unir toda a oposição, e que criasse inquietação no universo brunista. Essa figura, por razões que a razão desconhece, não surgiu. Temos PMR, que teve a coragem e a ousadia de se disponibilizar para enfrentar o brunismo. Apresentou um programa eleitoral, tem uma equipa, tem currículo profissional, sportinguismo acima de qualquer suspeita. Nem sempre é politicamente correcto, como na decisão de dispensar o treinador, mas mostrou determinação. Vai à luta em condições muito desiguais. Enfrenta não só Bruno mas os lóbis que o apoiam e sustentam, o poder financeiro que o mantém à tona. Se nestas eleições há alguém que quer fazer ruptura com certo passado é PMR. Pode não ter capacidade demagógica para empolgar os adeptos, mas tem a honestidade e a competência de quem quer pôr o Sporting num caminho real de sustentabilidade. Merece uma oportunidade. Tanto mais que a gestão de Bruno, apesar do foguetório, falhou em muitos aspectos, visíveis e ocultos.

 

P.S. Não posso deixar de considerar as declarações de baixo nível do senhor(?) Subtil de Sousa como vergonhosas. Como pode atacar PMR, chamando-lhe Jota me me, pelas suas opções políticas. O que é que isso tem a ver com a sua candidatura. E Sousa Sintra de que se salienta no seu currículo o despedimento de Robson, que autoridade moral tem para atacar sem fundamento PMR, pessoa que seguramente nem conhece. Diz-me com quem andas...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:45

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


40 comentários

Sem imagem de perfil

De Leao da verdade a 09.02.2017 às 17:56

Subtil de sousa é um frustado sportinguista.....mas alguem liga ao que diz essa personagem, não!
Temos é que preparar um candidato para daqui a 1 ano e meio que vai ser preciso.....
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 18:55

Leão de Verdade,
Existe um candidato contra Bruno neste momento. Daqui a ano e meio não sei o que se vai passar. Nessa linha de pensamento vamos ter Bruno para sempre.
Sem imagem de perfil

De Leao da verdade a 10.02.2017 às 10:26

Existe.....mas infelizmente nao tem hipotese nenhuma, o Presidente vai ganhar de goleada, temos é que começar a pensar que daqui a ano e meio vai ter que haver eleições outra vez.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 09.02.2017 às 19:10

Uma nota... o populismo de BdC é um populismo democrático.... coisa que não existia no Estado Novo! Por isso é uma comparação sem sentido....

Na minha forma de ver, a eleição de BdC foi uma vitória do anti-situacionismo a que o Sporting estava sujeito.... nós não nos assumíamos de igual para igual em relação aos rivais! BdC aproveitou a incompetência das gestões anteriores para criar a ideia de que ele representa o Sporting popular.... não me parece que PMR tenha percebido quem são e o que pretendem os sócios do Sporting, falta estratégia, e em suma falta alternativa viável.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 19:57

Obrigado caro Schmeichel, pelo seu comentário. Mau grado o pensamento acrítico e incondicional em relação ao Presidente, aqui vai sempre proporcionando o debate. Passando à frente quero esclarecer que no Estado Novo não havia nenhum tipo de populismo e que na minha opinião não há populismo democrático, há populismo. Se há anti-situacionismo com Bruno de Carvalho é nas atitudes, no comportamento belicoso, na sua auto-valorização. Quanto à essência não vejo nada. Será que PMR não percebe os sócios o Sporting, ou serão estes que não o percebem?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 09.02.2017 às 20:38

Não haver populismo democrático... isso depende muito da sua interpretação do que é democracia...Tal como essa ideia de que têm de ser os sócios a ter de perceber PMR e não o contrário...
Democracia é simplesmente uma forma de representação igualitária, se bem que no caso dos clubes não é assim tão democrática! Por exemplo BdC em 2011 teve mais sócios votantes que Godinho Lopes...
Sem imagem de perfil

De figo a 10.02.2017 às 08:57

Que eu saiba supostamente o estado novo até era democratico !! Então o Humberto Delgado não foi a eleições ?? É exactamente assim que estamos, numa aparente democracia. O site do Sporting só fala no BDC, discursos nos nucleos a insultar PMR, visitas a AR (Pena só se ter lembrado durante a campanha) etc. Eu infelizmente já percebi que as eleições vão ser viciadas, há muitos interese em jogo (tal com as eleições do Humberto Delgado) e vamos ver se o debate na Sporting TV não vai ser uma vergonha !! (Porque é que BDC não aceita debates nas outras TV´s ? será que quer poder controlar ?) E Ainda falam em democracia.
BDC está a preparar a entrada dos Ricciardi e amigos, tal como o Sousa Cintra preparou a entrada do Roquette.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 10.02.2017 às 09:32

LOL!! Você pode comparar o Estado Novo é às Assembleias Gerais.... em relação às eleições o Sporting é o clube mais democrático em Portugal, repare que nas ultimas eleições dos rivais não houve sequer oposição.... PMR tem lhe sido dado tempo de antena, agora em democracia quem decide é a maioria.... goste-se ou não!
Sem imagem de perfil

De Diogo a 10.02.2017 às 12:33

Comparar o Estado Novo com o Sporting é das piores comparações que tive oportunidade de ler em muito, muito, muito, muito tempo.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 10.02.2017 às 13:28

Ainda pior do que classificar o Bruno como um grande presidente ???
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 10.02.2017 às 15:14


Diogo,
Onde é que está essa comparação no texto?
Sem imagem de perfil

De jpinto a 09.02.2017 às 19:28

Nas passadas eleiçoes, com maior ou menor justiça e já que faz essa comparação com o passado politico - o povo Sportinguista viu precisamente em BC uma ruptura com o passado e em JC uma evolução na continuidade e fez a sua escolha.

Essa escolha nunca sabemos se foi a mais acertada ou nao porque não temos forma de saber como estariam as coisas se JC fosse presidente.

A base de comparação que temos é com as anteriores direcções e nesse aspecto BC leva vantagem clara.

Eu sinceramente já estou cansado de se falar tanto de croquetes ou brunistas ou termos piores - somos todos Sportinguistas e acho muito bem que o presidente do Sporting seja ele qualquer for, tenha a habilidade de motivar os socios com mais poder na sociedade portuguesa - não tem nada de mal na minha opinião - precisamos de todos porque os nossos inimigos são outros.

BC fez coisas boas e coisas más - acho que todos os que votam nele, querem e esperam que este segundo mandato corra melhor, temos de ser mais exigentes porque partimos de um ponto bastante melhor do que há 4 anos

PS: tem tanta relevancia o passado Jota de PMR como percurso profissional de BC

Tem tanto o direito de falar o ex-presidente que despediu Robson, como outros que despediram aos 4 e 5 ou venderam patrimonio ao desbarato ou fizeram coisas ainda piores.

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 20:05

Caro Jpinto,
Na comparação com direcções anteriores BC leva vantagem em que aspectos? Partimos de um ponto melhr que há quatro anos? Todos têm direito a falar desde que saibam do que falam. Para acrescentar nada já existem muitos. Robson foi um dos melhores treinadores que passou pelo Sporting. Estava em primeiro lugar no campeonato. Saíu e foi campeão no Porto. Nunca tinha sido despedido. Acha pouco?
Sem imagem de perfil

De HY a 09.02.2017 às 21:35

A sério que acha que o Sporting não está melhor do que há quatro anos? Isso já não é oposição, é cegueira, com todo o respeito.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 22:45

HY,
Tem razão, estamos muito melhor. Pagámos a dívida, pagámos o dinheiro da venda do Rojo, não estamos na mão da banca, fomos campeões, gastamos só o que recebemos, temos a sustentabilidade garantida,somos mais respeitados. Uma maravilha. Assumo a minha cegueira, pois devo viver numa realidade paralela.
Sem imagem de perfil

De HY a 10.02.2017 às 14:32

Caro NV,
Permita-me que lhe diga que, mau-grado discordar de si em muitos aspectos, o considero uma pessoa sensata e capaz de desenvolver uma argumentação coerente e interessante. Por isso lhe digo, abandone essa pista. Há muito para opor ao BdC, ele dá todos os dias oportunidade para ser criticado com fundamento, não é preciso ir por aí.. Der que o Sporting está hoje pior ou tão mal como estava há quatro anos...é um tiro no pé da suposta oposição. Nem respondo à sua ironia, mas sempre lhe digo, infelizmente, não é preciso ter obtido todos os desiderata que enumera na sua irónica resposta para se considerar que o Sporting está hoje melhor do que estava há quatro anos.
Sem imagem de perfil

De jpinto a 09.02.2017 às 21:48

Eu nunca faço apreciação de um trabalho de anos - apenas por um acto por pior que tenha corrido.

Se estavamos em primeiro se calhar SC também tem merito na construção da equipa - é extremamento redutor condençar tudo nisso e um pouco pretencioso não querer que ele fale só por isso.

Alias não é essa a razão - se ele falasse contra BC, tenho a certeza que já não o incomodava.

Acha que tem discussão de que partimos de um ponto bastante melhor que há 4 anos ? a sério ?
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 22:01

Jpinto,
SC teve mérito na construção da equipa e mérito na contratação de Carlos Queiroz. Não disse que SC não pode falar, seja por isso ou por razão. Se quer criticar PMR que o faça com propriedades e não com generalidades como não tem experiência e outras que tais. Só não vê quem não quer que está a fazer um frete. Tem razão, partimos de um ponto melhor: estamos em 3º lugar, estávamos, se não me engano, em 7º; temos um treinador de milhões, tínhamos um de tostões; tínhamos uma grande dívida, temos uma dívida camuflada, mas sobre isso aconselho-o a consultar os textos de Drake Wilson.
Sem imagem de perfil

De Petinga a 10.02.2017 às 09:23

"A base de comparação que temos é com as anteriores direcções e nesse aspecto BC leva vantagem clara."

"BC fez coisas boas e coisas más - acho que todos os que votam nele, querem e esperam que este segundo mandato corra melhor, temos de ser mais exigentes porque partimos de um ponto bastante melhor do que há 4 anos"

"PS: tem tanta relevancia o passado Jota de PMR como percurso profissional de BC"

"Tem tanto o direito de falar o ex-presidente que despediu Robson, como outros que despediram aos 4 e 5 ou venderam patrimonio ao desbarato ou fizeram coisas ainda piores."

Nem mais, jpinto. Excelentes pontos.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 11.02.2017 às 09:23

O mesmo Petinga de sempre. Mentalidade num só sentido !
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 09.02.2017 às 19:48

A continuacao só se vai dar exatamente porque os "croquetes" que susteem o Bruno, acreditam em JJ, nao no Bruno......
Aí está o gato escondido !!. O carisma do JJ sobrepassa até ao momento as "cagadas" que este mesmo tem feito.
Sabemos bem, como as élites gostam destes tipos engracados!!
As contas e relatórios isso é coisa de pobre, para pobre ver LOOOOOOOOOOOOLL!!

Quando JJ cair, logo de seguida cae o Bruno !!!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 20:08

Carlos N.T,
Será que acreditam no JJ e não no Bruno? Não tenho essa certeza. Quando JJ cair cai o Bruno? Deus o Ouça!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 20:09

Carlos N.T.
Entretanto há eleições. Até parece que não...
Sem imagem de perfil

De António Santos a 09.02.2017 às 19:59

Realmente não consigo imaginar a angustia e o desespero que vai na alma dos anti-BdC, depois de 4 anos de criticas avulso, criações de blog's uns atrás de outros, mentiras, difamações e invenções, de uma guerra sem quartel que supostamente poderia ser ganha a logo prazo, na hora da batalha final serem presenteados com um "general" destes e vendo praticamente toda a nação Sportinguista ao lado da actual direcção deve ser bastante doloroso.
PMR no meu ponto de vista até está a ser bastante inteligente, está a fazer uma campanha anti-BdC porque sabe que os poucos votos que poderá angariar serão provenientes apenas e só dessa faixa de Sportinguistas, mas como as moedas tem sempre 2 faces esta estratégia torna-se bastante redutora e o resultado prático disso é que o que se vai realmente medir nestas eleições não é se será melhor BdC ou PMR, é a percentagem de descontentes com BdC, estas eleições vão representar apenas e só isso.
É uma pena para o clube mas foi o que acabaram por conseguir, parabéns.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 20:16

António Santos,
Obrigado por informar que toda a nação sportinguista está com Bruno. Eu sou um simples adepto, não tenho acesso a essas fontes. PMR é o único candidato da oposição e se é tão mau como diz, deve estar satisfeito e não aborrecido, (ironia?) dada a sua veneração por Bruno.
Sem imagem de perfil

De António Santos a 09.02.2017 às 20:50

Nação Valente, eu não escrevi toda, escrevi "praticamente toda".
Não tem acesso às fontes?
Estranho, basta consultar a tão badalada comissão de honra apelidada aqui de "vão de escadas" e que ironicamente tantas honras e destaques em post's teve no seu próprio blog.
Eu não digo que é mau ou que é bom, digo que é aquilo que é, apenas e só um anti-BdC.
Quem diz que é mau é você, quem diz que esperava uma figura carismática e não sabe porque é que ela não apareceu é você, eu sei mas não lhe digo, só lhe digo que "não foi por razões que a razão desconhece".
Quanto às venerações passo, se você é um simples adepto pois muito bem, é de certeza tão Sportinguista como eu, mas eu sou sócio à beira dos 50 anos de filiação e para que fique a saber BdC nunca teve os meus votos, vai te-los pela 1ª vez nestas eleições, não porque goste ou simpatize com ele, longe disso, tão só pelo reconhecimento do trabalho feito e por achar que merece de facto ter direito a um 2º mandato.
É muito triste quando se entra no extremismo do ou se odeia e se é anti, ou se venera e se diz ámen a tudo, mas eu até percebo, é a ordem do dia, não só no Sporting mas no mundo em geral.
Mas quando assim é onde fica o espaço para a racionalidade de se perceber o que de facto está mal e o que está bem?
Onde está a legitimidade para se criticar ou elogiar?
Onde está a inteligência para perceber o que realmente foi mal feito e o que foi bem feito?
Pois, isso não interessa para nada não é?
O Sporting não interessa para nada, o que interessa é o que "nós" queremos que o Sporting seja, ou parecer ser, porque acima do Sporting está o "nós", os "grupinhos", os "brunistas" ou os "croquetes", e andamos nesta dança à décadas com os resultados que se conhecem, triste, muito triste.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 22:28

António Santos,
Quantos membros tem a dita comissão de honra? Quantos são os sportinguistas? Estão "quase todos" lá. Pode tomar a árvore pela floresta, mas não deturpe o que eu disse. Disse que esperava um candidato mais carismático, não disse este era "mau". Agora se sabe as razões porque não apareceram outros candidatos dou-lhe os parabéns. Tem, efectivamente, acesso a fontes que nem o diabo conhece.
Não sou sócio neste momento, mas fui-o à tanto tempo como o caro. Aliás sou sportinguista há mais de 60 anos e quando comecei a ser sportinguista, na minha aldeia éramos apenas cinco. Nesta altura, na mesma aldeia, só na minha família mais directa, há cinco sócios.
Se consultar os meus escritos desde que aqui escrevo e apenas como comentador verá que elogiei esta Direcção muitas vezes, e verá que a minha crítica se fundamenta em factos. Tem todo o direito de achar que Bruno foi um bom gestor, independamente de medidas positivas e negativas, do mesmo modo queeu tenho o direito de achar que foi um mau presidente. Não é uma questão de ódio ou de irracionalidade, é uma questão de análise.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2017 às 20:29

António Santos,

Parafraseando o seu adorado Bruno, o caro é mesmo um zero à esquerda.

Ontem, sem ter a mínima ideia de com quem está a falar, deu-se à presunção de me querer dar lições sobre José Roquete e Sousa Cintra. Hoje, para acentuar o seu chico-espertismo, clama saber do parecer da "nação sportinguista".

Faça um esforço para parecer minimamente sensato, já que é por de mais óbvio que não o é !!!
Sem imagem de perfil

De António Santos a 09.02.2017 às 21:08

Rui,
Quanto às "adorações" aconselho-o a ler a resposta que acabei de dar ao seu colaborador do blog.
As pretensas ofensas do zero à esquerda ou do chico-espertismo a mim não me atingem minimamente, mais não são do que o revelar do seu nível de educação e formação nos debates deste blog, e este por acaso até nem era consigo, meter-se nas conversas dos outros é feio não sabia?
Quanto ao não saber com quem se está a falar está-se a ver ao espelho, é que eu sei perfeitamente quem você é, já o caro de mim não pode dizer o mesmo, e a respeito disso o melhor é ficarmos por aqui.
Sem imagem de perfil

De António Santos a 09.02.2017 às 21:49

Sei pois, eu e toda a gente que frequenta o blog, é o tipo que tratou da importação do mercedes branco do Sousa Cintra, pessoa ligada ao sector automóvel portanto, como bem demonstra a rubrica do "gosta de carros" e que na altura também teve reuniões com ele com vista a assumir o cargo de chefe do departamento de futebol do Sporting... LOLOLOLOLOLOLOL.
A sério Rui, poupe-me... ou melhor, poupe-se a si.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 09.02.2017 às 22:00

Já não me ria tanto há uns tempos.

Algumas coisas sobre a minha pessoa são do conhecimento geral, ou por me conhecerem pessoalmente ou saberem de mim ou, ainda, por aquilo (pouco) que eu tenho divulgado aqui no blogue.

Essa de eu estar ligado à indústria automóvel é hilariante. A minha "intervenção" nesse caso nada tem a ver com isso. O meu "veículo" é outro. Também já fiz saber que até nem sou grande apreciador de carros, pese o bom número que já tive. A rubrica serve de divertimento e não reflecte as minhas preferências pessoais.

É-me indiferente, mas pode acreditar que só sabe de mim aquilo que eu divulgo, nada mais, ou seja, sabe muitíssimo pouco... nem imagina.
Sem imagem de perfil

De carlos a 09.02.2017 às 21:23

Muito bom texto, parabens.

Pessoalmente também esperava alguem com mais carisma e que desse mais garantias de destronar o bruno das bifanas.

De qualquer forma, daquilo que vou vendo e lendo, acho que PMR pode mesmo vir a ganhar as eleiçoes (o panico de bdc é visivel inclusivamente como demonstra a mais recente pérola da pré inauguração do pavilhão - patético). Quem há 4 anos topou exatamente aquilo que bdc era e votou em Couceiro (45% dos votos) não vai certamente votar nele agora.

Juntam-se aqueles que quiseram dar o beneficio da duvida ao bdc e que logicamente não podem estar mais desiludidos, e parece-me que ele volta mesmo para o fundo do desemprego.

É o PMR segurar um bom treinador e expor exatamente aquilo que se passa neste momento na tesouraria do sporting e é a estocada final.

Há uns tempos n acreditava mas neste momento acredito que este pesadelo lampião está prestes a acabar. O que vemos no facebook e na blogosfera são umas centenas de putos que reunem meia duzia de votos.

A maior parte dos sportinguistas n tolera este vexame permanente

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 22:33

Carlos,
Comungo da sua análise. A história mostra-nos que não há vencedores antecipados. Como escrevi e reitero a tarefa de PMR é muito difícil e parte em desvantagem, mas é preciso acreditar.
Sem imagem de perfil

De Sangueverde a 09.02.2017 às 21:43

"Se me perguntarem se PMR é o candidato que esperava para se opor ao situacionismo, digo que não, com toda a frontalidade..."
Pois provavelmente eu também direi o mesmo que o amigo Nação Valente, eu também desejava um candidato mais conhecido do universo Leonino, um candidato mais forte....contudo, não posso deixar de me lembrar de um palhaço brasileiro que concorreu e se elegeu deputado lá no Brasil. E quando digo palhaço, não é uma expressão linguística, não, era um palhaço literalmente, um palhaço de profissão e que dá pelo nome de Tiririca, de certeza que muitos de vós já ouviram falar com certeza, bem esse senhor elegeu-se, e era aqui que eu pretendia chegar, usando o seguinte slogan que em minha opinião também muito bem se aplica ao atual momento do nosso SPORTING, era assim o dito slogan:- " Vota Tiririca, que pior do que está....não fica" Infelizmente acho que o momento no nosso SPORTING é esse, pior do que está....
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 09.02.2017 às 22:38

Sangueverde,
Palhaços à parte, concordo que batemos no fundo em dignidade, em falta de bom senso, em demagogia, em erros de palmatória, em falta de respeito. Pior não pode ficar.
Sem imagem de perfil

De José Pedro a 10.02.2017 às 08:10

Ponto prévio, acho extremamente infeliz toda e qualquer análise que compare futebol com o estado novo....no restante, mais do mesmo, BdC é mau pq é um javardo (de facto educação não é o seu forte) e PMR é bom porque não é BdC....O problema é que PMR é desconhecido e portanto tem de ser muito mais, no mínimo tem de fazer sentido....o que não tem feito, tais as constantes contradições...é triste que estejamos limitados a isto...um aspirante a Pinto da costa e um teórico do football manager.....
Sem imagem de perfil

De roc a 10.02.2017 às 10:20


Pois, mas há 4 anos o presidente actual já era isso tudo, um aspirante a Pinto da Costa e um teórico manager...e foi eleito!

E porque carga de água é que o PMR não poderá ser eleito? Para já, sabe-se, que não tem aspirações a imitar o PdC, que pensando-se bem, já é uma vantagem.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 10.02.2017 às 15:25

José Pedro,
Com todo o respeito, não consigo vislumbrar no texto qualquer comparação entre futebol e Estado Novo. O que lá está é a alusão a uma situação política que deu azo à expressão "evolução na continuidade". O que lá está é a utilização da expressão ao contexto do processo eleitoral em curso. Para reforçar a utilização da expressão de que não sou autor, foi referida a sua origem. Tudo o que está para além disto é imaginação.
Sem imagem de perfil

De Leao da verdade a 10.02.2017 às 12:35

PMR até pode ser eleito mas infelizmente nao vai conseguir, alias tenho duvidas que conseguisse ser Presidente....basta ver a sua lista, muito fraquinha...... daqui a ano e meio temos que estar preparados para novas eleições.....

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo